Rock em Análise: Rocktulando o Madchester

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fábio Cavalcanti, Fonte: Rock em Análise
Enviar correções  |  Comentários  | 

Todo mundo adora odiar rótulos. Milhares de pessoas bradam aos quatro ventos que rótulos servem apenas para limitar a arte, mas ao mesmo tempo, dizem com orgulho que amam rótulos como rock e/ou metal. Partindo da premissa de que rótulos são importantes para a subdivisão deste estilo variado e fascinante que é o rock 'n' roll, abordarei aqui alguns subgêneros ou movimentos musicais que, bem sucedidos ou não, conseguiram deixar sua marca no estilo. E o rótulo do dia é: Madchester!

5000 acessosIron Maiden: Felipe Dylon toca clássicos da donzela5000 acessosNirvana: entrevista com garoto da capa do "Nevermind"

Alguns subgêneros do rock tiveram um curtíssimo tempo de vida. Entre eles, podemos citar o movimento britânico Madchester, que se desenvolveu na cidade de Manchester e abalou as estruturas do pop/rock e do rock alternativo entre o final dos anos 80 e início dos anos 90, abrindo caminho para um gênero bem mais conhecido: o marcante Brit Pop.

Se você já ouviu falar no lento e melancólico estilo Shoegazing, podemos dizer que Madchester é o seu "irmão" feliz e dançante. As bandas do gênero não se preocupavam exatamente como uma sonoridade roqueira, visto que apostavam em sons ideais para festinhas - especialmente aquelas regadas a muitas drogas em clubes noturnos. Naturalmente, as bandas de Madchester ainda traziam uma forte influência psicodélica em suas músicas.

Entre seus representantes, destaco o Happy Mondays (foto) e o Inspiral Carpets, além de duas bandas pouco conhecidas, porém divertidíssimas: Northside e The Mock Turtles. Ao escutar o som do Happy Mondays e Northside com atenção, pode-se notar também o parentesco do estilo com a House Music e... Dance Music!

Happy Mondays
Happy Mondays

Já a principal referência, a nível de sucesso, atende pelo nome The Stone Roses (foto), banda cultuada até hoje em qualquer "rodinha indie" que se preze. Curiosamente, a trupe do vocalista Ian Brown teve uma carreira tão meteórica quanto o movimento Madchester em si, apesar de ter influenciado muita gente nos últimos 20 anos.

The Stone Roses
The Stone Roses

Vale destacar ainda as bandas James, The Charlatans (foto) e Blur, que lançaram obras notáveis de Madchester, antes dos seus momentos de glória como representantes do Brit Pop. Em álbuns como "Some Friendly" (The Charlatans) e "Leisure" (Blur), temos uma boa idéia da sonoridade do Madchester em seus últimos dias de vida...

The Charlatans
The Charlatans

Infelizmente, o Madchester teve uma vida curta, provavelmente devido a certa repetitividade estrutural de suas músicas, além da considerável indiferença dos roqueiros alternativos quanto a sons "alegrinhos" em geral. Mas, se você curte um bom rock britânico, vale a pena conferir este movimento tão influente e singular. Escute com atenção, e não se esqueça de dançar!

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias

Iron MaidenIron Maiden
Felipe Dylon toca clássicos da donzela

NirvanaNirvana
Entrevista com garoto da capa do "Nevermind"

NightwishNightwish
Tarja Turunen fala sobre sua demissão da banda

5000 acessosPiadas sobre músicos5000 acessosCapas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos5000 acessosDave Mustaine: Maroon 5 o deixou boquiaberto5000 acessosRock In Rio: as homenagens dos artistas estrangeiros com o Brasil5000 acessosDave Murray: Bruce é o cara mais forte do Iron Maiden3574 acessosDoro Pesch: "Heavy Metal para mim significa liberdade"

Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online