Salvatore D'Angelo: De blues a death metal, e muitos bootlegs

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Bootlegs do Black Sabbath e Judas Priest
Bootlegs do Black Sabbath e Judas Priest
Bootlegs Queen e Iron Maiden
Bootlegs Queen e Iron Maiden
Bootlegs Sepultura
Bootlegs Sepultura
Live At Last e bootleg do Sabbath fase Dio
Live At Last e bootleg do Sabbath fase Dio
Picture do Torture Squad
Picture do Torture Squad
Picture Voivod e Vinil Motorschool
Picture Voivod e Vinil Motorschool
Vinil do Heart e Picture dos Beatles
Vinil do Heart e Picture dos Beatles
Vinil Runaways Live In Japan
Vinil Runaways Live In Japan
Vinil Suzi Quatro e Runaways
Vinil Suzi Quatro e Runaways
Vários posters
Vários posters
Vinil Angélica
Vinil Angélica

Esta matéria foi publicada muitos anos atrás, está datada, e a coleção mostrada hoje deve ser bem diferente. Mas a matéria continua sendo uma curiosa cobertura sobre uma invejável coleção, e por isso a destacamos.

Todo mundo conhece ao menos uma pessoa que pode ser chamada de "enciclopédia do rock". O entrevistado dessa edição da Collector's Room é uma dessas pessoas. Salvatore D'Angelo sabe tudo de tudo, tem uma memória incrível, e conta agora a sua experiência com o rock para vocês. Boa viagem.

Pra começar o nosso papo, eu queria que você se apresentasse aos nossos leitores.

Meu nome artístico é Salvatore D'Angelo, sou bancário formado em Administração com especialização em Informática.

Curto e coleciono rock desde a minha adolescência. Adoro blues (raízes e contemporâneo - Steve Ray Vaughan e Nuno Mindelis são exemplares!), rock'n roll dos anos 50 e 60 (adoro o rockabilly do Stray Cats), anos 70 (quando tudo começou em minha vida Metal - Black Sabbath e Emerson, Lake & Palmer são minhas referências quando se fala da década de setenta) e acompanho tudo que ocorreu até os dias atuais.

O nome artístico citado vem do fato de eu ter atuado entre 1999 e 2003 como redator de Heavy Metal especializado em resenhas de shows de bandas nacionais para o site da Die Hard (loja de CDs, produtora de shows e CDs localizada na Galeria do Rock), quando passei a assinar matérias como Joseph Salvatore e posteriormente como citado para o zine O Grito e para o meu web zine, O Berro, o qual fez parte do Whiplash no segundo semestre de 2003.

Raramente perco um show, principalmente os internacionais. Possuo uma extensa memorabília, composta principalmente por centas de revistas e zines, livros e pockets, milhares e milhares de artigos de jornais e revistas, posters, flyers de eventos diversos e principalmente de shows, centenas de fotos de shows tiradas por mim, os canhotos dos ingressos, muitas dezenas de credenciais, diversos itens autografados, fitas VHS, ... Dezenas de camisetas também fazem parte da minha coleção.

Enfim, este é o meu hobby e certamente o será até...

Salvatore, como foi o seu primeiro contato com o rock?

O primeiro foi frustante. Quando cursava o segundo ano do segundo grau, tinha um amigo de sala de aula que curtia rock e me emprestou uma fita k7 do Led Zeppelin - nem sei qual álbum foi ... Entrou por um ouvido e saiu pelo outro, não dei a mínima ... (risos)

Mais ou menos com que idade você percebeu que essa paixão não tinha cura, e que iria acompanhá-lo por toda a vida?

17 years old.

Você consegue dizer em que momento você se transformou de um fã normal de música em um colecionador?

Foi quando descobri a futura Galeria do Rock, onde se localizava a pioneira e lendária loja de raridades Wop Bop, do Renée "enciclopédia do rock" Ferri. Foi a entrada no paraíso!!!

Qual o tamanho da sua coleção?

Até hoje (entrevista realizada dia 01/12/2007): 982 vinis, 1.905 CDs, 696 DVDs, 175 VHS. Mas, quando a entrevista for publicada, certamente a quantidade já será outra (risos).

De quais grupos você possui mais material, quais são as suas bandas favoritas?

Black Sabbath (62 itens), Beatles (59), Iron Maiden (43), Motorhead (43) e Sepultura (38).

Pela quantidade seria o Sabbath (incluindo derivados como as carreiras solo de Ozzy, Dio, Tony Martin, Black Label Society e Zakk Wylde - que tem muito a ver com o Black Sabbath), tributos a estes artistas, etc ... - contando tudo chega a uns 140 itens).

Gosto de muita, muita, muita coisa. Meu acervo é composto por 740 bandas estrangeiras diferentes, e 106 nacionais. Adoro ELP (40 itens), Status Quo, Dimmu Borgir e Cradle Of Filth, Cannibal Corpse e Six Feet Under ...

Existem muitas bandas boas atualmente, e para mim é muito difícil dizer quais seriam as minhas preferidas.

E o estilo que você mais gosta, qual é?

Atualmente seria o Death Metal. Não vejo a hora de ver novamente o Brujeria "infernal live" na minha frente!

Vamos fazer então uma cronologia da sua vida de colecionador: qual foi o primeiro álbum que você comprou, e porque?

Inesquecível: Suzi Quatro. Na época era exibida uma propaganda na TV da antiga e extinta Rádio Excelsior, onde passava um trecho de um clipe da gatíssima Suzi cantanda um de seus maiores sucessos, "48 Crash". Isto me despertou o interesse em ter o LP da linda loira, mas ainda não curtia rock plenamente.

Minha segunda aquisição foi baseada em Sabbath, "Sabotage", em ELP, "Brain Salad Surgery", e Focus, "Hocus Pocus". Comprei os três em um extinto lojão de discos bregas na Avenida São João.

A terceira foi com o Purple, "Made in Japan", e o Zeppelin, "Physical Graffiti", no atacadista Makro na Vila Maria - classe AAAA!

Comecei bem a minha vida rock and roll (risos).

Qual foi o número máximo de itens que você já adquiriu de uma única vez?

Olha, foi uma loucura. Não me lembro quando foi, mas fique desempregado e com a indenização que recebi comprei mais ou menos uns 50 CDs na Galeria. Coisa de louco mesmo, não? Claro que fiquei sem grana, é lógico! (risos).

Quais items você considera os mais raros da sua coleção?

Os LPs pictures do "Sgt Peppers" dos Beatles, o "Magazine" do Heart numerado; os vinis bootlegs do Black Sabbath (fase Ozzy e Dio), Led Zeppelin, Judas Priest, Slayer, Metallica, Queen, Sepultura. O compacto 12" japonês do Motorschool (Motorhead tirando covers das garotas da Girlschool, enquanto elas tocavam covers deles).

E o mais bonito, qual é pra você?

Certamente o picture dos Beatles que citei acima. O lado A tem a capa da frente do play como a conhecemos, e o lado B é totalmente tomado pela estampa do bumbo da bateria do Mr Ringo.

Qual você considera o item mais diferente e curioso do seu acervo?

Um nada a ver com rock e Metal: LP picture promocional da Angélica! Isso mesmo, Angélica, que na época ainda não era "globobal". É raríssimo e a estampa é linda. O vinil é muito pesado e espesso, e a capa, idem.

Devo citar que adoro e tenho discos da Kate Bush (grande artista dos anos 80) e Shakira (claro que pelo visual da cheinha e sua extrema sensualidade latina). Mas ela tem a voz legal e tem "as manhas" ao vivo.

Existe algum disco que você passou um tempão atrás até consegui-lo para a sua coleção?

Ah, isso geralmente acontece, principalmente com quem frequenta a Galeria do Rock e sebos. Muita coisa que imaginamos que nunca teremos, repentinamente damos de cara. Um que tive que encomendar foi o "Live Bait For The Dead", do Cradle Of Filth. O pior é que este álbum não é exatamente como poderia ser. O show no Via Funchal em 02/10/2004 foi arregaçador, com a competentíssima abertura do Korzus.

E, complementando a pergunta anterior, quais aqueles que, apesar de você estar atrás há uma cara, ainda não conseguiu?

Great Zeppelin (tributo do Great White ao Led), Baron Rojo ao vivo (hard 70), Bodine (grupo holandês dos anos oitenta) ... Veja bem: tudo se consegue muito facilmente pela internet ou copiado de alguém, mas ainda prefiro as versões originais com tudo que um colecionador tem direito.

O álbum do Cradle Of Filth que citei anteriormente é de um capricho imenso. O encarte tem a primeira folha (dupla, frente e verso) em plástico, a caixa vem num slipcase plástico por cima do papel cartão. Hoje em dia a mídia se tornou menos importante que o encarte. Claro que tenho CDr e DVDr, mas não dependo exclusivamente disso. Acho o fim da picada aquele pessoal que só tem as coisas se consegue através de cópias, "chupando" de quem compra, os tais "simidão" ... (risos)

Como você guarda e conserva a sua coleção?

Todos os itens em ordem alfabética e cadastrados em meu micro. Os LPs em pé e em embalagens plásticas - discos adquiridos agora geralmente necessitam de lavagem e troca do plástico interno. Os DVDs estão em estantes (uns em cima dos outros por ocuparem muito espaço, mas todos em ordem), e os CDs em porta-CDs e em três gavetas enormes que devem suportar mais ou menos 120 cada, em pé. Coloco os CDs de edições especiais, tipo digipack, em caixas plásticas normas para preservar a original.

Sempre que adquiro algum item de segunda mão lavo o CD com sabonete ou detergente, esfregando com as mãos (sem esponja!), e limpo a caixinha com removedor ou a troco. Nunca uso fita adesiva ou durex para "reformar" encartes.

Quais são os itens que você mais gosta entre todos da sua coleção?

A caixa "Bonfire" do AC/DC (CD1 ao vivo, CD2 coletânea, CD3 "Let There Be Rock" duplo, palheta, adesivo e chaveiro abridor de latas), a caixa nacional do Metallica composta por três compactos em vinil de 12", os LPs pictures claro ...

Onde você costuma comprar os itens para o seu acervo? Que lojas você indica, aquelas que possuem os itens mais difíceis de se encontrar, para quem está começando agora a sua coleção?

No point do rock e Heavy Metal: a Galeria do Rock, paraíso no centro de São Paulo. O acervo da Die "Fausto" Hard é muitíssimo respeitável. O ideal é dar uma geral em algumas lojas, ou, melhor ainda, em "todas". Sempre se encontra algo interessante.

Você é casado, namora, tem um relacionamento com alguém? Faço essa pergunta porque gostaria de saber como essa pessoa vê essa sua dedicação a sua coleção.

Sou casado e a minha patroa às vezes me acompanha em shows (Asia, Foreigner, Evergrey + Pain Of Salvation, Nuno Mindelis, Patrulha do Espaço, Sepultura, RxDxP ...). Não impede que eu vá sem ela, e compreende essa minha paixão pelo rock e pelo Metal.

E os seus amigos, já colocaram algum apelido em você depois de todos esses anos dedicados aos discos, ou vêem você como uma espécie de "consultor", aquele cara que conhece tudo e que tem dicas preciosas para passar?

Não tenho apelido. Apenas quando meus amigos do trabalho passam a saber que curto Metal fazem questão de me chamar por Salvatore (meu nome verdadeiro é José Salvador) e confiam em mim como consultor "banger" ou de rock.

Onde você costuma pesquisar a respeito de discos raros que você está procurando, de novos lançamentos, essas coisas. Em que fontes você busca essas informações?

Sem querer puxar o saco, mas visitar o site do Whiplash é obrigatório pelos a cada dois dias. Assino há anos a revista de Heavy Metal do Brasil (agora Heavy Metal e Classic Rock), a Roadie Crew, que possuo desde o número zero, e frequento a Galeria do Rock regularmente, o que é sempre um perigo para o bolso! (risos)

Quais são, para você, os dez melhores álbuns de todos os tempos?

The Beatles - Sgt Peppers Lonely Hearts Club Band (obra-prima dos anos 60)
Black Sabbath - Sabotage *
Emerson, Lake & Palmer - Brain Salad Surgery * (obra-prima do progressivo 70)
Focus - Hocus Pocus *
Led Zeppelin - Physical Graffiti *
Deep Purple - Made In Japan *
Dream Theater - Awake (obra-prima do Prog Metal 90)
Cannibal Corpse - Live Cannibalism (obra-prima do Death Metal)
Judas Priest - Painkiller
Cradle Of Filth - Vempire Or Dark Faerytales In Phallustein (obra-prima do Black Metal contemporâneo)

* primeiros álbuns adquiridos em minha vida como citado no início desta interview - "a primeira impressão é a que fica, e isso é uma grande verdade!!! *

O que está rolando no seu som atualmente, e o que você recomendaria para os leitores do Whiplash?

Como a ansiedade é grande para o show do Brujeria dia 08/12, tá rolando direto em meu CD player o "Brujerizmo". Recomendo também Testamente em seu grandioso e triunfal retorno à estrada e aos estúdios - banda obrigatória para quem quer conhecer o verdadeiro e honesto Thrash Metal (o show deles dia 25/04 no Via Funchal foi algo simplesmente impressionante!). Também indico Arch "Angela Gossow" Enemy, Deicide e Hypocrisy.

A sua coleção tem um limite? Tipo, você acha que, algum dia, vai parar de comprar discos porque acha que, enfim, tem tudo o que sempre quis ter? Você acha que esse dia chegará, ou ele não existe para um colecionador?

Realmente uma coleção não tem fim. Considero um grande mentiroso quem diz que tem tudo. Essa pessoa é apenas um curioso. Acho que nunca vou parar de adquirir discos. Até hoje em dia compro vinil, por exemplo.

Já parou para pensar com quem os seus discos ficarão quando você estiver mais velho? Quem será o herdeiro da sua coleção no seu futuro?

Brinco com meus familiares que tudo irá dentro de meu enorme caixão! Baita egoísmo, hein? Acho que ficará para o meu sobrinho, que já e do ramo - o guitarrista Guilherme D'Angelo. Espero que, de onde eu estiver, não haja possibilidade de saber o que estará acontecendo com a minha ex-coleção ... (risos)

O que o rock representa na sua vida?

É a minha vida, juntamente com a minha esposa.

Salvatore, se você tivesse que indicar algumas bandas, e alguns discos, para uma pessoa que nunca teve contato com o rock, o que indicaria?

Esta é a mais fácil. Pra começar, rock and roll 50/60 e anos 70, progressivo (ELP, Yes, Pink Floyd, Genesis) e Hard e Heavy Metal (Black Sabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Uriah Heep).

Tem alguma história engraçada ou curiosa que aconteceu com você por causa da música, e que te fez pensar algo como "isso só acontece com um colecionador mesmo"?

Um fato curioso que me vem à mente é o seguinte: em 12 de outubro de 2004 ocorreram dois grandes shows em Sampa - Primal Fear no extinto Olympia e Cannibal Corpse na Led Slay. Como era Dia dos Namorados, não poderia sair de cada sem a Alessandra, e tinha que fazer a dificíllima opção: em qual show ir?

Claro que fomos ao espetáculo lírico e bucólico do ... Cannibal "animal antropofágico"!!! Estava um frio de rachar e dentro da Led um perfeito inferno em relação ao calor e ao tipo de ambiente propriamente dito. Confesso que tive dó da minha lindinha ... O show foi simplesmente infernal, e banda é uma desgraçada de competente ao vivo. Foi um dos shows inesquecíveis de toda minha vida Metal!

Outra coisa que aconteceu muito, e ainda acontece, é comprar CDs que eu já possuía. Um dos problemas que acarreta isso é o relançamento com capas diferentes.

Pra fechar, que papel você acha que nós, colecionadores, temos na indústria da música, no mundo e aqui no Brasil?

Somos os detentores da guarda e conservação da história do rock, além de disseminadores de cultura!!!

Salvatore, muito obrigado pelo papo, valeu por ter aceito participar da Collector's Room, e que tudo dê certo na sua vida.

Eu é que agradeço pela imensa satisfação em participar desta importantíssima e curiosa coluna do melhor site de rock do país. Coleciono esta também! (risos)


Collectors Room

Rafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In RioRafael Serrante
Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio

Rodrigo Simas: A coleção do webmaster da Dave Matthews BandRodrigo Simas
A coleção do webmaster da Dave Matthews Band

Fernando Souza Filho: O FSF, editor-chefe da Rock BrigadeFernando Souza Filho
O FSF, editor-chefe da Rock Brigade

Vanessa Frehley: amor sem limites ao KissVanessa Frehley
Amor sem limites ao Kiss

Reinaldo: um apaixonado pelos ScorpionsReinaldo
Um apaixonado pelos Scorpions

Alexandre Vilella: Empresário fanático pelo Def LeppardAlexandre Vilella
Empresário fanático pelo Def Leppard

Rogério Mendonça: dono de uma invejável coleção do U2Rogério Mendonça
Dono de uma invejável coleção do U2

Almir Figueiredo: o brasileiro que arrematou os óculos de OzzyAlmir Figueiredo
O brasileiro que arrematou os óculos de Ozzy

Nelson Dylara: A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rockNelson Dylara
A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rock

Vinícius Neves: O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleçãoVinícius Neves
O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleção

Vitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do BackstageVitão Bonesso
A imensa coleção do apresentador do Backstage

Airton Diniz: A coleção do editor chefe da Roadie CrewAirton Diniz
A coleção do editor chefe da Roadie Crew

Mad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista TiagoMad Dragzter
A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago

Aquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-colaAquiles Priester
Posters, action figures e latinhas de coca-cola

Alessandro Silveira: Colecionador de bootlegs do Dream TheaterAlessandro Silveira
Colecionador de bootlegs do Dream Theater

Marco Malagolli: Um dos maiores conhecedores da obra dos BeatlesMarco Malagolli
Um dos maiores conhecedores da obra dos Beatles

André Rodrigues Guedes: Coleção focada em Mercyful Fate e King DiamondAndré Rodrigues Guedes
Coleção focada em Mercyful Fate e King Diamond

Eyes Of Shiva: A coleção de Metallica do baterista Ricardo LonghiEyes Of Shiva
A coleção de Metallica do baterista Ricardo Longhi

Johnny Z: Uma invejável coleção de heavy metalJohnny Z
Uma invejável coleção de heavy metal

Bento Araújo: A coleção de classic rock do editor do Poeira ZineBento Araújo
A coleção de classic rock do editor do Poeira Zine

Marcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron MaidenMarcelo Maiden
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

Kid Vinil: Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!Kid Vinil
"Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"

Antônio Carlos Monteiro: A coleção do ACM da Rock BrigadeAntônio Carlos Monteiro
A coleção do "ACM" da Rock Brigade

Perpetual Dreams: A coleção dos integrantes da banda catarinensePerpetual Dreams
A coleção dos integrantes da banda catarinense

Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalGastão Moreira
A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

Motley Crue: A impressionante coleção do paulista Flávio ColognesiMotley Crue
A impressionante coleção do paulista Flávio Colognesi

Marcel Castro: De ingressos e tour-books a guitarras autografadasMarcel Castro
De ingressos e tour-books a guitarras autografadas

Eliton Tomasi: A coleção do editor da RockHard/ValhallaEliton Tomasi
A coleção do editor da RockHard/Valhalla

Bon Jovi: A coleção do paulista Flávio CelestinoBon Jovi
A coleção do paulista Flávio Celestino

Gota: A coleção do proprietário da Roots RecordsGota
A coleção do proprietário da Roots Records

Marcelo Peixoto: A coleção do proprietário da Hot MusicMarcelo Peixoto
A coleção do proprietário da Hot Music

Luiz Calanca: A coleção do dono da Baratos AfinsLuiz Calanca
A coleção do dono da Baratos Afins

Queen: Uma das maiores coleções sobre a banda está no BrasilQueen
Uma das maiores coleções sobre a banda está no Brasil

Saul Gumz: Coleção de Classic Rock no interior de Santa CatarinaSaul Gumz
Coleção de Classic Rock no interior de Santa Catarina

Felipe Fleury: Colecionador de ítens do Guns N' RosesFelipe Fleury
Colecionador de ítens do Guns N' Roses

Daniel Schierolli: Acervo dedicado à música pesadaDaniel Schierolli
Acervo dedicado à música pesada

Ademir Vieira: Dono de uma admirável coleção do StratovariusAdemir Vieira
Dono de uma admirável coleção do Stratovarius

Lincoln Braite: Colecionador paulistano fissurado por Kai HansenLincoln Braite
Colecionador paulistano fissurado por Kai Hansen

Luciano Sorrentino: Colecionador de material do KissLuciano Sorrentino
Colecionador de material do Kiss

Alexandre Neves: O brasileiro com maior pontuação no eBayAlexandre Neves
O brasileiro com maior pontuação no eBay

Daniel Skupien: Coleção dedicada ao Heavy Metal nacionalDaniel Skupien
Coleção dedicada ao Heavy Metal nacional

Statik Majik: A coleção de vinis do baterista Luis CarlosStatik Majik
A coleção de vinis do baterista Luis Carlos

Marcelo Bernardes: Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionadorMarcelo Bernardes
Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionador

Julio Marcondes: apresentador do programa A História do RockJulio Marcondes
Apresentador do programa A História do Rock

André Sikora: A coleção do presidente do fã clube do NazarethAndré Sikora
A coleção do presidente do fã clube do Nazareth

Geraldo Tavares: Fã inveterado e colecionador do YesGeraldo Tavares
Fã inveterado e colecionador do Yes

Roberto Sabbag: Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geralRoberto Sabbag
Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geral

Arnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao MetallicaArnaldo Jr
Colecionador de ítens relacionados ao Metallica

Mário Pacheco: Figura única, colecionador e contraculturalistaMário Pacheco
Figura única, colecionador e contraculturalista

Silmara Ferreira: apaixonada por pop oitentista e InxsSilmara Ferreira
Apaixonada por pop oitentista e Inxs

Gus Monsanto: A coleção do vocalista do AdagioGus Monsanto
A coleção do vocalista do Adagio

Marco Loiacono: Talvez a maior coleção de Motorhead do BrasilMarco Loiacono
Talvez a maior coleção de Motorhead do Brasil

Mairon Machado: Aficionado por vinil e pelo rock clássicoMairon Machado
Aficionado por vinil e pelo rock clássico

Paulo de Castro: Guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?Paulo de Castro
Guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?

Ricardo Seelig: A coleção do criador da Collector's RoomRicardo Seelig
A coleção do criador da Collector's Room

Collector's Room: a gigantesca coleção de Regis Tadeu

Collector's Room: a linda coleção de Nino Lee Rocker

Collectors Room: aleatoriedade colecionável, ou a coleção espontâneaCollectors Room
Aleatoriedade colecionável, ou a coleção espontânea

Collectors Room: o clássico instantâneo do Blackberry Smoke (vídeo)

Collectors Room: a diferença entre colecionar e acumular discos (vídeo)

Collectors Room: grandes álbuns de metal da década de 2010 (vídeo)

Amazon: gigante começa a vender CDs, LPs e itens de música no Brasil

Collectors Room: alguns dos grandes discos de rock desta década (vídeo)

Collectors Room: um papo sobre colecionismo e o hábito de comprar discos (vídeo)

Collectors Room: Queen e clássicos na bela coleção de Marcelo PardinCollectors Room
Queen e clássicos na bela coleção de Marcelo Pardin

Rock in Rio: a cobertura estereotipada do Multishow no Dia do Metal (vídeo)Rock in Rio
A cobertura estereotipada do Multishow no Dia do Metal (vídeo)

Todas as matérias sobre "Collectors Room"



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Collectors Room"


Top 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Por pouco: 15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhorPor pouco
15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor

Vocalistas: as vozes mais agudas do Metal segundo o NoisecreepVocalistas
As vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock

Metallica: Orion Music foi um desastre financeiro, diz JamesMetallica
Orion Music foi um "desastre financeiro", diz James

Alice Cooper: Ke$ha é a versão feminina de Robert PlantAlice Cooper
"Ke$ha é a versão feminina de Robert Plant"


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.