Gus Monsanto: A coleção do vocalista do Adagio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Esta matéria foi publicada muitos anos atrás, está datada, e a coleção mostrada hoje deve ser bem diferente. Mas a matéria continua sendo uma curiosa cobertura sobre uma invejável coleção, e por isso a destacamos.

Rockstars: Tatuagens que possivelmente geram arrependimentoLemmy Kilmister: "Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Você já conhece Gustavo Monsanto. Depois de cantar em inúmeras bandas brasileiras, Gus é hoje o vocalista do grupo francês Adagio, que lançou o ótimo "Dominate" em 2006. Mas o que você vai conhecer abaixo é o lado colecionador do vocalista. Apaixonado por música, Gustavo conta inúmeras histórias vividas em mais de vinte anos de paixão pela música. Então, respire fundo e aproveite.

Pra começar o nosso papo, eu queria que você se apresentasse aos nossos leitores.

Oi, galera do Whiplash! Meu nome é Gus Monsanto, sou vocalista da banda de metal Adagio e acima de tudo, um grande e incurável fã de heavy metal.

Adagio
Adagio

Como foi o seu primeiro contato com o rock?

Quando eu era bem pequeno, começaram a vir pro Brasil grupos como Queen, Van Halen, e eu ouvia no rádio músicas como "Heart and Soul" do Huey Lewis and the News e "Breaking all the Rules", do Peter Frampton, e o peso das guitarras já mexia comigo de alguma maneira. Mas, quando eu vi na TV o anúncio da vinda do Kiss ao Brasil, ao som de "I Love it Loud" e a visão de Eric Carr em cima de um tanque de guerra tocando sua bateria, não queria mais saber de outra coisa que não fosse o rock e virar músico (risos).

Vamos fazer então uma cronologia da sua vida de colecionador: qual foi o primeiro álbum que você comprou, e porque?

Eu tinha oito anos nessa época, e no meu aniversário de nove anos minha mãe me levou às Lojas Americanas para comprar um presente. Ela me puxava para a seção de brinquedos e eu a puxava para a seção de discos, porque eu queria o "Lick it up", do Kiss. Meu marco zero ainda envolveu uma declaração inesquecível da minha mãe: "você vai ouvir esse disco só uma vez, esse negócio de rock é fogo de palha". Famous last words (risos). Já rimos muito a respeito disso...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois veio o "Creatures of the night" e todo o resto ... Toda a coleção do Kiss, "Peace of Mind", "Flick of the Switch", "Blizzard of Ozz", e cá estamos, quase 24 anos depois. Eu e meus irmãos mais novos somos incuráveis e incorrigíveis: Gui (32, jornalista), Dudu (28, apresentador do programa "Pontapé Inicial", da ESPN Brasil, onde no meio do futebol acaba sempre falando de rock) e Jayme (18, músico e estudante).

Festa de lançamento do álbum dominate
Festa de lançamento do álbum dominate
Você consegue dizer em que momento você se transformou de um fã normal de música em um colecionador?

Acho que desde o primeiro dia... Compulsivo, pesquisando, preenchendo lacunas. Não acaba nunca!

Qual o tamanho da sua coleção?

Difícil dizer. Devo ter quase uns 1.000 vinis, uns 3.000 CDs, não sei bem. Preciso parar um dia para organizar as coisas, mas como a coleção não estaciona, acabo desanimando de organizar.

De quais grupos você possui mais material, e quais são as suas bandas favoritas?

Hoje em dia é um caso de amor e ódio. Eu jurei não dar mais um centavo sequer para o Gene Simmons, porque eu não gosto da maneira que ele conduz as coisas, re-editando, etc... Mas quando vi os "Kissologys" tive que comprar, apesar de logicamente não ter caído na arapuca de comprar várias cópias da mesma caixa por causa do DVD bônus. Então, o Kiss é muito mais uma coisa sentimental do que outra coisa... Tenho o boxset, "Kisstory", uma pá de piratas (muito mais focados em demos do que ao vivo, embora curta quando ache coisas diferentes, tipo era Vinnie Vincent), mas se comparado com os maníacos colecionadores do Kiss, eu sou super, super modesto.

Minhas bandas favoritas hoje em dia são as que trazem coisas diferentes. Gosto de Freak Kitchen, King's X, Jellyfish, Devin Townsend, Butch Walker, Goo Goo Dolls, Kip Winger, Mr.Big, Jani Lane, Thin Lizzy, UFO, entre milhares de outros.

E o estilo que você mais gosta, qual é?

Já fui muito radical, só ouvia Hard Rock e Heavy Metal e suas diversas vertentes. Hoje em dia acredito somente em música boa e ruim. Tendo dito isso, apesar de ser muito aberto, meu "prato preferido" continua sendo o mesmo: Hard e Metal. São fases...

Qual foi o número máximo de itens que você já adquiriu de uma única vez?

Em algumas viagens ao exterior já comprei 70, 80 CDs. Dei uma MEGA acalmada, mas da última vez que fui pra Europa trouxe MUITA coisa legal. Por exemplo, achei um LP da Greg Kihn Band, que é a banda de um cantor pop que teve um hit no Brasil chamado "Jeopardy", nos anos 80. Esse álbum, de 1986, se chamava "Love and Rock'n'roll", e quando vi que o guitarrista era o Joe Satriani, tive que comprar. Outro foi o disco solo do Herman Rarebell, ex-batera do Scorpions. Nunca havia visto esse disco, que caçava há décadas, e ao ver grandes cantores como Steve Marriott, do Humble Pie, Jack Russell e Don Dokken, precisei arrumar lugar na mala...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Show em Paris em 2006
Show em Paris em 2006
Qual item você considera o mais raro da sua coleção, e quais são os mais diferentes e curiosos do seu acervo?

Juntei essas duas perguntas porque é difícil dizer. Ganhei uma bela leva de vinis de um amigo, Celso Suckow, que foi guitarrista do Metalmorphose nos anos 80 e era um colecionador também. Provavelmente algum dos discos que ele me deu, como o "Metal Massacre I", os dois primeiros do Virgin Steele em vinil, Sweet Pain (um glam que tinha o Kelly Nickels, do L.A. Guns). Tenho um vinil do Thor chamado "Unchained", que por um erro de prensagem provavelmente saiu com os rótulos do Virgin Steele "Guardians of the flame". O disco já não deve ser fácil de ser encontrado, com esse erro então. A gravadora se chamava Mongol Horde...

E o mais bonito, qual é pra você?

Nessa última ida à França achei um picture disc do Ozzy do começo do anos 80 chamado "Mr.Crowley". É um EP ao vivo com Randy Rhoads na guitarra e uma música que era inédita então, "You said it all", maravilhosa. Não via esse disco desde que tinha uns 11, 12 anos, na casa de um amigo colecionador na época (fala aí Júlioooooo!), e apesar de caro, precisei comprar.

Existe algum disco que você passou um tempão atrás até consegui-lo para a sua coleção?

Alguns... Quando eu era moleque e obcecaaaaaaaaado, lembro que os solos do Peter Criss foram difíceis... O "Wants You", do Rough Cutt eu tive em vinil e K7...

E, complementando a pergunta anterior, quais aqueles que, apesar de você estar atrás há uma cara, ainda não conseguiu?

Eu curto colecionar demos/b-sides. Também gosto muito da cena dos anos 80/90, Hard Rock californiano, comprava a revista Metal Edge direto, seguia as bandas, etc. Tem coisas dessa época que eu nunca consegui achar, nem em MP3. Por exemplo, gostaria de ter as demos do Blue Murder com o Ray Gillen (meu vocalista preferido), do Needle Park (James Kottak, Kelly Hansen com CC DeVille).


Como você guarda e conserva a sua coleção?

Não é da maneira mais adequada. Preciso ter um tempo para dar uma arrumada nela (risos).

Quais são os itens que você mais gosta entre todos da sua coleção?

Impossível dizer... Talvez o primeiro disco que eu comprei, por ter dado início a tudo. Tenho um xodó grande com o "Double Platinum" do Kiss, prensagem original, com os brindes, que ganhei do meu falecido avô quando eu tinha 11 anos, da primeira vez que fui a SP (Wop Bop discos!). Tenho alguns itens autografados que eu também adoro, como o "Let it Scream" do The Scream e o "Blackout in the red room" do Love/Hate, autografados pelo John Corabi e Jizzy Pearl, respectivamente, quando abri pro Ratt, em 2001.

Onde você costuma comprar os itens para o seu acervo? Que lojas você indica, aquelas que possuem os itens mais difíceis de se encontrar, para quem está começando agora a sua coleção?

Sampa tem a Galeria do Rock. Melhor lugar do mundo. Vou gravar um disco agora com o Patrick Johansson, baterista do Malmsteen, e da última vez em que ele esteve em Sampa ficou frustrado de eu não poder levá-lo lá. Ele é outro aficcionado. Como ele, vários músicos quando vêm ao Brasil fazem esse passeio. Sempre que eu viajo tento dar uma olhada. Recomendo a Second Spin em Denver (a maior loja de CDs usados do mundo), Lãs Ramblas em Barcelona (uma rua que tem lojas muito legais, como a Arise, muita roupa legal também) e a Gibert Joseph de Paris, que tem uma parte de metal indecente.




Você é casado, namora, tem um relacionamento com alguém? Faço essa pergunta porque gostaria de saber como essa pessoa vê essa sua dedicação a sua coleção.

Eu não sou um colecionador bitolado, sou super relax. Nunca tive problema com isso, como as vezes a gente ouve dizer. Sempre acharam bacana a minha paixão pelo meu trabalho e tudo o que o cerca. Normalmente assusta ver a quantidade de material, mas falo que é porque sou músico, se eu fosse advogado seriam livros ... (risos).

E os seus amigos, já colocaram algum apelido em você depois de todos esses anos dedicados aos discos, ou vêem você como uma espécie de "consultor", aquele cara que conhece tudo e que tem dicas preciosas para passar?

Não tenho nenhum apelido que eu saiba, mas eu tenho amigos que sempre me ligam e outros que quando eu estou por perto fazem questão de sair para "caçar" CDs.

Onde você costuma pesquisar a respeito de discos raros que você está procurando, de novos lançamentos, essas coisas. Em que fontes você busca essas informações?

Eu sempre comprei muitas revistas, e com o advento da Internet me informo em alguns sites: Whiplash (sem puxação de saco), Brave Words (uma excelente revista de metal canadense, da qual já fui colaborador) e melodicrock.com. E sempre que acho a revista inglesa Classic Rock ou a japonesa Burrrn!, compro.

Esta pergunta todo colecionador adora responder: quais são, para você, os dez melhores álbuns de todos os tempos?

Muito difícil dez discos. Se tivesse pegando fogo aqui em casa agora, os vinte primeiros que vem a cabeça salvar seriam (sorry, dez não ia dar...):

Kiss - Creatures of the Night
Icon - Night of the Crime
Guns 'n' Roses - Appetite for Destruction
Van Halen - 1984
Journey - Greatest Hits
Deep Purple - Live in London
Judas Priest - Screaming for Vengeance
Iron Maiden - Somewhere in Time
Ozzy Osbourne - The Ultimate Sin
Vandenberg - Alibi
Gary Moore - Wild Frontier
Kansas - Power
Loudness - Soldier of Fortune
King Kobra - Ready to Strike
Keel - The final frontier
Jellyfish - Spilt Milk
Tears for Fears - Everyone loves a happy ending
UFO - Strangers in the Night
Thin Lizzy - Live and Dangerous
Skid Row - Slave to the Grind
Butch Walker - Letters
Goo Goo Dolls - Dizzy up the girl (quem leva 20, leva 22 ? )

O que está rolando no seu som atualmente, e o que você recomendaria para os leitores do Whiplash?

Ao longo da entrevista já foram citados vários nomes e discos, mas pra fechar essa tampa tenho assistido muito os DVDs do Scorpions "Wacken", com Uli Roth e MichaeL Schenker, e Damn Yankees "Uprising".

A sua coleção tem um limite? Tipo, você acha que, algum dia, vai parar de comprar discos porque acha que, enfim, tem tudo o que sempre quis ter? Você acha que esse dia chegará, ou ele não existe para um colecionador?

Acho que não tem fim... Mas o interesse muda. Bandas que você acompanha deixa de acompanhar, e vice-versa. Se você me desse ingressos para ver George Michael e Prince no Rock in Rio II, eu provavelmente teria ficado em casa. Hoje em dia, estaria no gargarejo.

Já parou para pensar com quem os seus discos ficarão quando você estiver mais velho? Quem será o herdeiro da sua coleção no seu futuro?

Tomara que alguém que tenha o mesmo carinho que eu.

O que o rock representa na sua vida?

Minha maior paixão, da qual tenho orgulho de viver. Não sou fã de rock, sou torcedor (risos).

Se você tivesse que indicar algumas bandas, e alguns discos, para uma pessoa que nunca teve contato com o rock, o que indicaria?

A resposta seria completamente diferente dos meus discos preferidos. Numa das últimas vezes em que estive em São Paulo estava comendo e conversando com vários amigos, como o crítico Régis Tadeu e o Carlos Chiaroni, que produz as Hard'n'Heavy Parties, e as perguntas eram espetaculares como "você prefere o Sgt.Pepper's ou o Back for the Attack do Dokken" e "você prefere o Led IV ou Hardline Double Eclipse." Coisas absurdas, mas estar entre apaixonados ergue discussões interessantíssimas e infinitas. Queria só ilustrar a diferença entre favoritos pessoais e álbuns históricos.

Voltando à pergunta, outra listinha, pensando por décadas: "Magical Mystery Tour" - Beatles, Led Zeppelin- "IV", Deep Purple - " Machine Head", Queen - "A night at the opera", Black Sabbath - "We sold our souls to rock'n'roll", Van Halen - "VH1", AC/DC - "Highway to Hell", Kiss - "Creatures of the Night", Iron Maiden - "Peace of Mind" e "Powerslave", Dream Theater - "Images and Words"

Tem alguma história engraçada ou curiosa que aconteceu com você por causa da música, e que te fez pensar algo como "isso só acontece com um colecionador mesmo"?

Já cansei de voltar de viagens sem um centavo, porque vi várias pechinchas. Milhões de dias na escola sem merendar para juntar dinheiro pra comprar discos, etc. Ficando mais velho, as histórias são menos radicais. Lembro de uma vez, estava na Flórida com meu irmão Gui, eterno parceiro nas roubadas. Tinha uns 15 anos e no último dia de viagem tinha grana para comer ou comprar um CD (Faster Pussycat - risos). Comprei o CD e passei o dia de estômago vazio, até o jantar no avião. O que a gente leva da vida são as boas histórias (e os bons amigos).

Pra fechar, que papel você acha que nós, colecionadores, temos na indústria da música, no mundo e aqui no Brasil?

Acho que colecionar discos é uma espécie de TOC e que nós só servimos para pagar as contas de caras como o Steve Harris, Gene Simmons e afins (risos). Acho que todos temos que nos dar as mãos e fazer uma terapia coletiva, apesar de eu estar beeeeeeem longe de ser dos piores, mais caxias, etc. Mas, falando sério, é obvio que comprar discos é um hábito. Quem pode comprar, continua comprando, independente de toda a tecnologia que possa vir a surgir. A barreira é o preço. Aposto que caso CDs e DCDs custassem entre 10 e 15 reais os números seriam outros.


Collectors Room

Rafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In RioRafael Serrante
Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio

Rodrigo Simas: A coleção do webmaster da Dave Matthews BandRodrigo Simas
A coleção do webmaster da Dave Matthews Band

Fernando Souza Filho: O FSF, editor-chefe da Rock BrigadeFernando Souza Filho
O FSF, editor-chefe da Rock Brigade

Vanessa Frehley: amor sem limites ao KissVanessa Frehley
Amor sem limites ao Kiss

Reinaldo: um apaixonado pelos ScorpionsReinaldo
Um apaixonado pelos Scorpions

Alexandre Vilella: Empresário fanático pelo Def LeppardAlexandre Vilella
Empresário fanático pelo Def Leppard

Rogério Mendonça: dono de uma invejável coleção do U2Rogério Mendonça
Dono de uma invejável coleção do U2

Almir Figueiredo: o brasileiro que arrematou os óculos de OzzyAlmir Figueiredo
O brasileiro que arrematou os óculos de Ozzy

Nelson Dylara: A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rockNelson Dylara
A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rock

Vinícius Neves: O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleçãoVinícius Neves
O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleção

Vitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do BackstageVitão Bonesso
A imensa coleção do apresentador do Backstage

Airton Diniz: A coleção do editor chefe da Roadie CrewAirton Diniz
A coleção do editor chefe da Roadie Crew

Mad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista TiagoMad Dragzter
A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago

Aquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-colaAquiles Priester
Posters, action figures e latinhas de coca-cola

Alessandro Silveira: Colecionador de bootlegs do Dream TheaterAlessandro Silveira
Colecionador de bootlegs do Dream Theater

Marco Malagolli: Um dos maiores conhecedores da obra dos BeatlesMarco Malagolli
Um dos maiores conhecedores da obra dos Beatles

André Rodrigues Guedes: Coleção focada em Mercyful Fate e King DiamondAndré Rodrigues Guedes
Coleção focada em Mercyful Fate e King Diamond

Eyes Of Shiva: A coleção de Metallica do baterista Ricardo LonghiEyes Of Shiva
A coleção de Metallica do baterista Ricardo Longhi

Johnny Z: Uma invejável coleção de heavy metalJohnny Z
Uma invejável coleção de heavy metal

Bento Araújo: A coleção de classic rock do editor do Poeira ZineBento Araújo
A coleção de classic rock do editor do Poeira Zine

Marcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron MaidenMarcelo Maiden
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

Kid Vinil: Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!Kid Vinil
"Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"

Antônio Carlos Monteiro: A coleção do ACM da Rock BrigadeAntônio Carlos Monteiro
A coleção do "ACM" da Rock Brigade

Perpetual Dreams: A coleção dos integrantes da banda catarinensePerpetual Dreams
A coleção dos integrantes da banda catarinense

Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalGastão Moreira
A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

Motley Crue: A impressionante coleção do paulista Flávio ColognesiMotley Crue
A impressionante coleção do paulista Flávio Colognesi

Marcel Castro: De ingressos e tour-books a guitarras autografadasMarcel Castro
De ingressos e tour-books a guitarras autografadas

Eliton Tomasi: A coleção do editor da RockHard/ValhallaEliton Tomasi
A coleção do editor da RockHard/Valhalla

Bon Jovi: A coleção do paulista Flávio CelestinoBon Jovi
A coleção do paulista Flávio Celestino

Gota: A coleção do proprietário da Roots RecordsGota
A coleção do proprietário da Roots Records

Marcelo Peixoto: A coleção do proprietário da Hot MusicMarcelo Peixoto
A coleção do proprietário da Hot Music

Luiz Calanca: A coleção do dono da Baratos AfinsLuiz Calanca
A coleção do dono da Baratos Afins

Queen: Uma das maiores coleções sobre a banda está no BrasilQueen
Uma das maiores coleções sobre a banda está no Brasil

Saul Gumz: Coleção de Classic Rock no interior de Santa CatarinaSaul Gumz
Coleção de Classic Rock no interior de Santa Catarina

Felipe Fleury: Colecionador de ítens do Guns N' RosesFelipe Fleury
Colecionador de ítens do Guns N' Roses

Daniel Schierolli: Acervo dedicado à música pesadaDaniel Schierolli
Acervo dedicado à música pesada

Ademir Vieira: Dono de uma admirável coleção do StratovariusAdemir Vieira
Dono de uma admirável coleção do Stratovarius

Lincoln Braite: Colecionador paulistano fissurado por Kai HansenLincoln Braite
Colecionador paulistano fissurado por Kai Hansen

Luciano Sorrentino: Colecionador de material do KissLuciano Sorrentino
Colecionador de material do Kiss

Alexandre Neves: O brasileiro com maior pontuação no eBayAlexandre Neves
O brasileiro com maior pontuação no eBay

Daniel Skupien: Coleção dedicada ao Heavy Metal nacionalDaniel Skupien
Coleção dedicada ao Heavy Metal nacional

Statik Majik: A coleção de vinis do baterista Luis CarlosStatik Majik
A coleção de vinis do baterista Luis Carlos

Marcelo Bernardes: Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionadorMarcelo Bernardes
Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionador

Salvatore D'Angelo: De blues a death metal, e muitos bootlegsSalvatore D'Angelo
De blues a death metal, e muitos bootlegs

Julio Marcondes: Colecionador e apresentador do programa A História do RockJulio Marcondes
Colecionador e apresentador do programa A História do Rock

André Sikora: A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no BrasilAndré Sikora
A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no Brasil

Geraldo Tavares: Fã inveterado e colecionador do YesGeraldo Tavares
Fã inveterado e colecionador do Yes

Roberto Sabbag: Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geralRoberto Sabbag
Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geral

Arnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao MetallicaArnaldo Jr
Colecionador de ítens relacionados ao Metallica

Mário Pacheco: Figura única, colecionador e contraculturalistaMário Pacheco
Figura única, colecionador e contraculturalista

Silmara Ferreira: Apaixonada por pop oitentista e colecionadora do InxsSilmara Ferreira
Apaixonada por pop oitentista e colecionadora do Inxs

Marco Loiacono: Talvez a maior coleção de Motorhead do BrasilMarco Loiacono
Talvez a maior coleção de Motorhead do Brasil

Mairon Machado: Aficionado por vinil e pelo rock clássicoMairon Machado
Aficionado por vinil e pelo rock clássico

Paulo de Castro: Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?Paulo de Castro
Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?

Ricardo Seelig: A coleção do criador da Collector's RoomRicardo Seelig
A coleção do criador da Collector's Room

Collector's Room: a gigantesca coleção de Regis Tadeu

Collector's Room: a linda coleção de Nino Lee Rocker

Collectors Room: aleatoriedade colecionável, ou a coleção espontâneaCollectors Room
Aleatoriedade colecionável, ou a coleção espontânea

Collectors Room: o clássico instantâneo do Blackberry Smoke (vídeo)

Collectors Room: a diferença entre colecionar e acumular discos (vídeo)

Collectors Room: grandes álbuns de metal da década de 2010 (vídeo)

Amazon: gigante começa a vender CDs, LPs e itens de música no Brasil

Collectors Room: alguns dos grandes discos de rock desta década (vídeo)

Collectors Room: um papo sobre colecionismo e o hábito de comprar discos (vídeo)

Collectors Room: Queen e clássicos na bela coleção de Marcelo PardinCollectors Room
Queen e clássicos na bela coleção de Marcelo Pardin

Rock in Rio: a cobertura estereotipada do Multishow no Dia do Metal (vídeo)Rock in Rio
A cobertura estereotipada do Multishow no Dia do Metal (vídeo)

Collectors Room: a terapia que é arrumar a coleção de discos (vídeo)

Collectors Room: os fantásticos singles e porque eles não saem no Brasil (vídeo)

Collectors Room: Mötley Crüe e o conto das turnês de despedida (vídeo)

Collectors Room: Floor Jansen e Nightwish, uma união espetacular (vídeo)

Todas as matérias sobre "Collectors Room"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Collectors Room"


Rockstars: Tatuagens que possivelmente geram arrependimentoRockstars
Tatuagens que possivelmente geram arrependimento

Lemmy Kilmister: Estou pronto para morrer. Minha vida foi boaLemmy Kilmister
"Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280