Luciano Sorrentino: Colecionador de material do Kiss

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Comentários  | 

Luciano com seus posters e displays
Luciano com seus posters e displays
CDs oficiais
CDs oficiais
CDs bootlegs
CDs bootlegs
Vinis.JPG" "004.jpg"
Vinis.JPG" "004.jpg"
Itens em vinil são uma das paixões de Luciano
Itens em vinil são uma das paixões de Luciano
Vinis pictures e shapes
Vinis pictures e shapes
Mais vinis
Mais vinis
DVDs
DVDs
Alguns bootlegs
Alguns bootlegs
Bootlegs raros não faltam
Bootlegs raros não faltam
Box lovegun e dispenser de balas
Box lovegun e dispenser de balas
Compactos e shapes e bootlegs
Compactos e shapes e bootlegs
Algumas revistas
Algumas revistas
Fitas de cartucho - 8 tracks
Fitas de cartucho - 8 tracks
Livros
Livros
Livros Kisstory 1 e 2
Livros Kisstory 1 e 2
O raríssimo tapes from the elder
O raríssimo tapes from the elder
Pastas com matérias e revistas
Pastas com matérias e revistas
Bonecos e outros
Bonecos e outros
Bonecos de Gene Simmons
Bonecos de Gene Simmons
Brinquedos
Brinquedos
Todos os brinquedos
Todos os brinquedos
Banco imobiliário oficial do Kiss
Banco imobiliário oficial do Kiss
Camisinhas oficiais
Camisinhas oficiais
Cards da década de 70
Cards da década de 70
Chicletes e outtras coisas
Chicletes e outtras coisas
Cueca e All Star
Cueca e All Star
Kiss Lego
Kiss Lego
Itens curiosos com a marca Kiss
Itens curiosos com a marca Kiss
Kiss trivia game e lancheira
Kiss trivia game e lancheira
Ontour game da turnê de 78
Ontour game da turnê de 78
Telefone do Kiss
Telefone do Kiss
As tattoos de Luciano
As tattoos de Luciano
Luciano e Singer com caixa Pearl Eric Singer Signature
Luciano e Singer com caixa Pearl Eric Singer Signature
Baquetas autografadas
Baquetas autografadas
Visão frontal da coleção
Visão frontal da coleção
Armário onde é guardada a coleção
Armário onde é guardada a coleção

Esta matéria foi publicada muitos anos atrás, está datada, e a coleção mostrada hoje deve ser bem diferente. Mas a matéria continua sendo uma curiosa cobertura sobre uma invejável coleção, e por isso a destacamos.

O Kiss é a banda que possui maior material de merchandising do mundo. Existe uma infinidade de produtos oficiais com a marca Kiss, desde os habituais CDs e DVDs até cuecas e jogos. Por isso, ser um colecionador do grupo demanda muita, muita dedicação. O paulista Luciano Sorrentino é um dos maiores colecionadores de material do Kiss que o Brasil possui, e conta, agora, as histórias a respeito da sua coleção para a Collector´s Room.

Pra começar o nosso papo, eu queria que você se apresentasse aos nossos leitores.

Meu nome é Luciano Sorrentino, tenho 32 anos, moro em São Paulo, sou publicitário e também faço parte das bandas Sagitta e Rock Soldiers (Frehley's Comet cover) como baterista.

Como foi o seu primeiro contato com o rock?

Meu primeiro contato com o rock foi aos sete anos, conhecendo algo do Queen. Mas aos nove, graças à primeira vinda do Kiss ao Brasil, foi o ponto de partida pra tudo. Paixão à primeira vista, um momento mágico.

Mais ou menos com que idade você percebeu que essa paixão iria acompanhá-lo por toda a vida?

Como disse acima, foi aos nove anos, com o Kiss. Agradeço a Deus todos os dias por gostar de um estilo musical único, sem comparações. Gosto de todos os estilos relacionados ao Rock, desde Beatles até Vader.

Você consegue dizer em que momento você se transformou de um fã normal de música em um colecionador?

Bom, aos 11 anos costumava comprar tudo relacionado ao Kiss. Claro, daí em diante fui conhecendo outras bandas, como Iron Maiden, Ozzy, Alice Cooper, Black Sabbath, Pink Floyd, e por aí vai.

Qual o tamanho da sua coleção?

Bem, aí vai um número aproximado para todos os itens da coleção. Em média, são 250 LPs entre oficiais, promos, bootlegs, singles, compactos, etc.; 200 CDs, todos originais e a maioria japoneses; mais de 400 títulos de DVDs; mais de 300 revistas, pôsteres, livros e matérias; fora diversos brinquedos e bonecos.

Há também muitos itens, como bottons, adesivos, lancheira, jogos, palhetas. Tem até cueca e camisinhas do Kiss. Infelizmente, fui gostar da banda que mais tem merchandising no mundo. Se bobear, só perde para os Beatles (risos).

Você sabe dizer por qual motivo virou um fã tão dedicado ao Kiss? O que te atraiu no som do grupo, e como a banda te conquistou dessa maneira?

Acho que a primeira impressão foi o visual dos caras. As roupas, as máscaras e é claro, o hit “I Love It Loud”, que era o que mais tocava nas rádios em 1983. Isso bastou.

Além do Kiss, de que outros grupos você possui mais material?

Já colecionei várias bandas, como Blind Guardian, Manowar e Iron Maiden, mas deixei tudo de lado e fiquei só com o Kiss.

Vamos fazer então uma cronologia da sua vida de colecionador: qual foi o primeiro álbum que você comprou, e por quê?

“Creatures Of The Night”, do Kiss. Eu tinha nove anos e foi meu presente de Dia das Crianças. Por quê? Não preciso nem dizer (risos).

Qual foi o número máximo de itens que você já adquiriu de uma única vez?

Olha, isso não sei dizer, mas acho que uma das maiores loucuras foi gastar R$ 450,00 num dia, no LP "Music From The Elder", do Kiss. Esse LP é uma edição lançada na Turquia e saiu com uma capa diferente. Pelo que dizem, só existem 800 cópias no mundo.

Qual item você considera o mais raro da sua coleção?

Pergunta bem difícil. O meu xodó da coleção é a baqueta do Eric Carr, do show do Maracanã em 1983. Essa vai comigo pro caixão (risos).

Mas tenho outros itens raros, como o LP citado acima; "Más Caliente Que El Infierno", versão argentina do “Hotter Than Hell”; "Tapes From The Elder", um acetato duplo; “Creatures Of The Night” com Vinnie Vicent na capa, no lugar do Ace Frehley; o ingresso de número 0002 do Maracanã em 83 (diga-se de passagem, o maior público da história do Kiss).

Gosto também da caixa da minha batera, uma Pearl modelo Eric Singer Signature, autografada por ele.

E o mais bonito, qual é pra você?

Ah, com certeza as mais bonitas são minhas tattoos (risos).

Qual você considera o item mais diferente e curioso do seu acervo?

Acredito que o mais curioso foi conseguir a baqueta do Eric Carr e o ingresso número 0002 do show no Maracanã.

Com certeza. Existe algum disco que você passou um tempão atrás até consegui-lo para a sua coleção?

Vários. Acredito que entre eles os mais difíceis foram os LPs bootlegs “The Elder Demos”, “Kiss This” e “The Originals”. Também foi bem difícil achar a coleção completa de mini LPs japoneses de 97. Foram quase dois anos “camelando” atrás disso.

E, complementando a pergunta anterior, quais aqueles que, apesar de você estar atrás há uma cara, ainda não conseguiu?

Hehehe, vários também. Meu maior sonho é ter a Pinball do Kiss lançada em 1979 e o LP “The Originals 2”. O bootleg do show do Rio de Janeiro de 83 também. Isso foi uma grande cagada, pois fiquei com este disco alguns dias na minha casa e me recusei a comprar, pois não curtia muito LPs piratas. Hoje em dia é o que mais coleciono e foco em minha coleção. Ah, e vários outros piratas que tenho certeza que estão próximos de eu conseguir. Isto é, se o bolso permitir (risos) ...

Como você guarda e conserva a sua coleção?

Muita coisa nem abro, como no caso dos bonecos, que ainda estão nas embalagens. O resto fica tudo em sacos plásticos, dentro de um armário. Tenho o maior cuidado possível com tudo. Poster só vai pra parede se for no vidro.

Quais são os itens que você mais gosta entre todos da sua coleção?

Todos os Lps. Com certeza são a minha maior piração.

Gosto muito das matérias de jornal do Kiss no Brasil, em 83. Aliás, isso é a segunda coisa que mais coleciono. Por favor, se alguém que estiver lendo tiver algo a respeito dessas matérias, me procure (risos).

Onde você costuma comprar os itens para o seu acervo? Que lojas você indica, aquelas que possuem os itens mais difíceis de se encontrar, para quem está começando agora a sua coleção?

Hoje em dia compro muito no Mercado Livre e no eBay. Meu amigo e colecionador Flávio "Ace" Colognesi também me arruma várias raridades. Ele saaaabe, ele saaaaabe ... (risos)

Onde você costuma pesquisar a respeito de discos raros que está procurando, de novos lançamentos, essas coisas. Em que fontes você busca essas informações?

Ou em sites da banda, ou com os amigos que também são fãs.

Quais são, para você, os dez melhores álbuns de todos os tempos?

Vamos lá, eu sempre quis responder isso: (Nota do editor: Eu sabia – risos)

1 - Creatures Of The Night - Kiss
2 – Powerslave - Iron Maiden
3 - The Number Of The Beast - Iron Maiden
4 - On Stage - Rainbow
5 - Alive 1 - Kiss
6 - Keeper Of The Seven Keys Part 1 & 2 - Helloween
7 - Imaginations From The Other Side - Blind Guardian
8 - Master Of Puppets - Metallica
9 - Reign In Blood - Slayer
10 - Into Glory Ride - Manowar

E do Kiss, quais seriam pra você os melhores trabalhos não só da banda, mas também dos integrantes do grupo?

Do Kiss, de 73 a 83, eu acho tudo muito perfeito (risos)!!! Porém, meus preferidos são o “Creatures Of The Nigth”, o “Alive 1” e o “The Elder”.

O que você está escutando atualmente, e que recomendaria para os leitores do Whiplash?

Como disse anteriormente, ouço de tudo, mas eu indico Vader, Sweet, Queens Of The Stone Age, Angra, Hangar, Ancesttral, Artension ...

A sua coleção tem um limite? Tipo, você acha que, algum dia, vai parar de comprar discos porque acha que, enfim, tem tudo o que sempre quis ter? Você acha que esse dia chegará, ou ele não existe para um colecionador?

Olha, em se tratando de Kiss, é um começo sem fim ... Esqueça, nunca terá fim, e eu estou adorando, pois se tivesse tudo não ia ter mais graça (risos).

Tá certo. Qual você acha que foi a principal influência do Kiss para o Rock e para o Heavy Metal?

Acho que, em todos os aspectos, teve influência de visual, de música, de postura e, com certeza, de marketing. Gene Simmons é uma verdadeira máquina de fazer dólares.

Você já encontrou os caras da banda, já esteve frente a frente com eles. O que você sentiu nessa hora?

Na verdade só estive com o Eric Singer e o Bruce Kullick. Conhecer o Eric Singer foi um ponto alto de minha história com o Kiss, pois é um dos bateristas que mais aprecio. O cara é um monstro, e além de tudo muito gente boa.

Já parou para pensar com quem os seus discos ficarão quando você estiver mais velho? Quem será o herdeiro da sua coleção no seu futuro?

Olha, quando eu tiver um filho com certeza vai ficar pra ele. Espero que ele seja um grande fã, assim como eu.

Preciso começar a catalogar e colocar preços nos meus itens. Ninguém sabe o dia de amanhã e, se algo acontecer, minha mãe vai se dar bem (risos) …

O que o rock representa na sua vida?

TUDO!!! Às vezes me pergunto qual seria minha personalidade se não existisse o Rock? Acho que, se isso acontecesse, eu seria capaz de inventá-lo. Eu não sei viver sem isso, graças a Deus (risos).

Se você tivesse que indicar algumas bandas, e alguns discos, para uma pessoa que nunca teve contato com o rock, o que indicaria?

Todos do Kiss e todos da minha lista dos dez melhores. Isso, pra começar.

Tem alguma história engraçada ou curiosa que aconteceu com você por causa da música, e que te fez pensar algo como “isso só acontece com um colecionador mesmo”?

Olha, o que tenho a dizer não sei se é curioso, mas falo do fundo do meu coração. O que mais gostei de tudo isso foram as amizades que fiz através do Rock'n'Roll. Isso é impagável, não há nada no mundo que pague a coleção de amigos que conquistei.

Pra fechar, que papel você acha que nós, colecionadores, temos na indústria da música, no mundo e aqui no Brasil?

Acho que todos os músicos, empresários e a indústria da música devem beijar nossos pés, pois graças a nós eles sobrevivem.

Aqui vai um protesto: o CD no Brasil é muito caro. Um CD tem de custo no máximo R$ 4,00, e vai pra loja custando mais que R$ 30,00. Um absurdo!!! Estive na Argentina em junho, e lá tudo é muito mais barato. Acredito que em vários países isso não deve ser diferente.

Cara, muito obrigado pelo papo, valeu por ter aceitado participar da Collector´s Room, e que tudo dê certo na sua vida.

Muito obrigado ao Cadão e toda equipe do Whiplash, o melhor site de Rock'n'Roll do Brasil e quiçá, do mundo!!! Foi um prazer, vocês estão todos de parabéns pelo trabalho executado.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Collectors Room

5000 acessosRafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio5000 acessosRodrigo Simas: A coleção do webmaster da Dave Matthews Band5000 acessosFernando Souza Filho: O FSF, editor-chefe da Rock Brigade5000 acessosVanessa Frehley: amor sem limites ao Kiss5000 acessosReinaldo: um apaixonado pelos Scorpions5000 acessosAlexandre Vilella: Empresário fanático pelo Def Leppard5000 acessosRogério Mendonça: dono de uma invejável coleção do U25000 acessosAlmir Figueiredo: o brasileiro que arrematou os óculos de Ozzy5000 acessosNelson Dylara: A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rock5000 acessosVinícius Neves: O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleção5000 acessosVitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do Backstage5000 acessosAirton Diniz: A coleção do editor chefe da Roadie Crew5000 acessosMad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago5000 acessosAquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-cola5000 acessosAlessandro Silveira: Colecionador de bootlegs do Dream Theater5000 acessosMarco Malagolli: Um dos maiores conhecedores da obra dos Beatles5000 acessosAndré Rodrigues Guedes: Coleção focada em Mercyful Fate e King Diamond5000 acessosEyes Of Shiva: A coleção de Metallica do baterista Ricardo Longhi5000 acessosJohnny Z: Uma invejável coleção de heavy metal5000 acessosBento Araújo: A coleção de classic rock do editor do Poeira Zine5000 acessosMarcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden5000 acessosKid Vinil: "Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"5000 acessosAntônio Carlos Monteiro: A coleção do "ACM" da Rock Brigade5000 acessosPerpetual Dreams: A coleção dos integrantes da banda catarinense5000 acessosGastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical5000 acessosMotley Crue: A impressionante coleção do paulista Flávio Colognesi5000 acessosMarcel Castro: De ingressos e tour-books a guitarras autografadas5000 acessosEliton Tomasi: A coleção do editor da RockHard/Valhalla5000 acessosBon Jovi: A coleção do paulista Flávio Celestino5000 acessosGota: A coleção do proprietário da Roots Records5000 acessosMarcelo Peixoto: A coleção do proprietário da Hot Music5000 acessosLuiz Calanca: A coleção do dono da Baratos Afins5000 acessosQueen: Uma das maiores coleções sobre a banda está no Brasil5000 acessosSaul Gumz: Coleção de Classic Rock no interior de Santa Catarina5000 acessosFelipe Fleury: Colecionador de ítens do Guns N' Roses5000 acessosDaniel Schierolli: Acervo dedicado à música pesada5000 acessosAdemir Vieira: Dono de uma admirável coleção do Stratovarius5000 acessosLincoln Braite: Colecionador paulistano fissurado por Kai Hansen5000 acessosAlexandre Neves: O brasileiro com maior pontuação no eBay5000 acessosDaniel Skupien: Coleção dedicada ao Heavy Metal nacional5000 acessosStatik Majik: A coleção de vinis do baterista Luis Carlos5000 acessosMarcelo Bernardes: Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionador5000 acessosSalvatore D'Angelo: De blues a death metal, e muitos bootlegs5000 acessosJulio Marcondes: Colecionador e apresentador do programa A História do Rock5000 acessosAndré Sikora: A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no Brasil5000 acessosGeraldo Tavares: Fã inveterado e colecionador do Yes5000 acessosRoberto Sabbag: Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geral5000 acessosArnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao Metallica5000 acessosMário Pacheco: Figura única, colecionador e contraculturalista5000 acessosSilmara Ferreira: Apaixonada por pop oitentista e colecionadora do Inxs5000 acessosGus Monsanto: A coleção do vocalista do Adagio5000 acessosMarco Loiacono: Talvez a maior coleção de Motorhead do Brasil5000 acessosMairon Machado: Aficionado por vinil e pelo rock clássico5000 acessosPaulo de Castro: Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?5000 acessosRicardo Seelig: A coleção do criador da Collector's Room5000 acessosCollector's Room: a gigantesca coleção de Regis Tadeu2037 acessosCollector's Room: a linda coleção de Nino Lee Rocker0 acessosTodas as matérias sobre "Collectors Room"

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Collectors Room"0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"


Marilyn MansonMarilyn Manson
"Acho que sou muito pior fora do palco do que nele!"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Marilyn Manson muito antes da fama

Iron MaidenIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr

5000 acessosProstitutas: As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 15000 acessosHair Metal: Os maiores cabelos da história do rock pesado5000 acessosAstros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?5000 acessosDeath To False Metal: Tom Araya cantando Motley Crue5000 acessosMetallica: "Esqueçam a grana, garotos", diz Robert Trujillo5000 acessosBill Hudson: BR bangers são persecutivos e têm baixa autoestima

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de abril de 2016


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online