Lincoln Braite: Colecionador paulistano fissurado por Kai Hansen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Ítens do Gamma Ray
Ítens do Gamma Ray
Boxes
Boxes
Singles e bootlegs do Helloween
Singles e bootlegs do Helloween
Ítens raros do Iron Savior
Ítens raros do Iron Savior
Nem só de Kai Hansen se faz uma coleção
Nem só de Kai Hansen se faz uma coleção
Posters e quadros
Posters e quadros
Posters e quadros
Posters e quadros
Ítens mais bonitos da coleção
Ítens mais bonitos da coleção
Majestic
Majestic
Com Kai Hansen no Olimpia
Com Kai Hansen no Olimpia
Encontro com a banda no estúdio de Kai Hansen
Encontro com a banda no estúdio de Kai Hansen
Kai com o zine do fã-clube
Kai com o zine do fã-clube
Lincoln e Eric de Hass de Fangface
Lincoln e Eric de Hass de Fangface
Lincoln e seu mestre no Tom Brasil
Lincoln e seu mestre no Tom Brasil
Lincoln fazendo um test-drive na guitarra do mestre
Lincoln fazendo um test-drive na guitarra do mestre
Reunião entre os fã-clubes brasileiros e alemão
Reunião entre os fã-clubes brasileiros e alemão
Roland Grapow com o zine do fã-clube
Roland Grapow com o zine do fã-clube
Galera reunida no show do Via Funchal
Galera reunida no show do Via Funchal
Paul de Fangface no show do Via Funchal
Paul de Fangface no show do Via Funchal

Esta matéria foi publicada muitos anos atrás, está datada, e a coleção mostrada hoje deve ser bem diferente. Mas a matéria continua sendo uma curiosa cobertura sobre uma invejável coleção, e por isso a destacamos.

Quem é fã do Gamma Ray e do Helloween certamente já trocou alguma idéia com o paulista Lincoln Braite. Figuraça, um dos colecionadores mais fissurados que eu já conheci, Lincoln dedica seus esforços colhendo material não de um grupo específico, mas sim de um músico. Aficcionado pelo lendário Kai Hansen, o qual chama de "Mestre", Lincoln nos apresentou a sua imensa coleção e contou muitas histórias interessantes. Então, vista sua calça de couro, coloque sua capa e viaje com a gente por esta história de paixão e dedicação a esse mitológico músico alemão.

Lincoln, pra começar o nosso papo, eu queria que você se apresentasse aos nossos leitores.

Meu nome é Lincoln Braite, tenho 32 anos, faço parte do Fangface-Clan, Fã Clube Gamma Ray na América do Sul, e este ano estamos fazendo dez anos de existência. Sou colecionador do músico Kai Hansen, o fundador do Gamma Ray e também do Helloween, onde permaneceu de 1985 até 1988. Além de material destes dois grupos, coleciono também suas participações em outras bandas.

Como foi o seu primeiro contato com o rock?

Bem básico. Foi vendo na TV em alguns raros programas da época, shows ou vídeoclipes. Um programa bem legal de clipes na época se chamava Realce, na Gazeta. Tinha aqueles amigos do seu amigo que gravava umas fitas com qualidade bem baixa, mas é o que tínhamos naquele tempo.

Mais ou menos com que idade você percebeu que essa paixão não tinha cura, e que iria acompanhá-lo por toda a vida?

Eu acho que foi aos quatorze anos que tomei a minha decisão, mas a minha preocupação na época era como conseguir um bom acervo, conhecer as bandas novas e comprar os vinis. Naquela época a grana era super curta e os contatos com pessoas que curtiam eram muito poucos, infelizmente, mas quem gosta mesmo supera estes problemas no decorrer do tempo.

Você consegue dizer em que momento você se transformou de um fã normal de música em um colecionador?

Foi no momento que percebi que tinha muito material de uma mesma banda e ouvia mais um determinado grupo que os outros. Foi aí que começou a mania. Também ficava atento se a banda tinha algum lançamento que eu não possuía, e assim ia atrás para comprar, ou mesmo acompanhando sempre seus lançamentos. Por gostar tanto do Gamma Ray eu conheço o nome de todas as músicas dos álbuns, de tanto ouvir.

Qual o tamanho da sua coleção?

Não sei no momento, mas posso chutar uns 250 CDs (Gamma Ray + Helloween + participações). Além dos CDs, coleciono também vinis e DVDs do Kai.

Também tenho CDrs e DVDrs que são gravações de shows pelo mundo afora realizados por fãs. Podem ser apenas áudio em CDr ou shows com imagem em DVDr. Tenho um site onde faço apenas trocas com outros fãs (www.thepiracy.cjb.net). E das outras bandas acredito que sejam uns 700 CDs.

De quais grupos você possui mais material, quais são as suas bandas favoritas?

Eu coleciono apenas o falecido Helloween de 1985 até 1988, quando o Kai ainda permanecia na banda, o Gamma Ray e as participações do Kai em trabalhos de outros grupos.

Tenho também todos os CDs do Running Wild, Destruction, Satan, Blitzkrieg, Iron Savior (até o Kai Hansen) e Therion. Gosto também de bandas como Nuclear Assault, Kreator, Whiplash (os primeiros), AC/DC (apenas com o Bon Scott), Accept, Annihilator, Anthrax (apenas com o Belladonna), Attack (alemão), Blind Guardian, Bathory, Blackmores Night, Circle II Circle, Carnivore, Chroming Rose, Dark Tranquillity, C.I.A., Danzig, Death, Dio, Desaster, DRI, Doro, Demons & Wizards, Death Angel, Exodus, Entombed, Exciter, Epica, Grave Digger, Gun Barrel, Glenn Tipton, Hellhammer, Halford, Heavens Gate, Hallows Eve, Iron Maiden, Jon Oliva's Pain, Judas Priest, Kreator, Motörhead, The Misfits, Manowar, Metal Church, Nashville Pussy, Necronomicon, Overkill, Onslaught, Rage, Rush, Raven, Stormwarrior, Samnhain, Savatage, Sabaton, Tankard, Torture Squad, Testament, Twister Sister, Trans-Siberian Orchestra, Thin Lizzy, U.D.O, Venom, Warlord, Warlock, W.A.S.P., Warhammer ... Acho que é isto que me lembro.

Você poderia explicar porque essa sua fixação por um artista específico (o Kai Hansen), e não por um grupo? Quando começou isso?

Quando o Kai saiu do Helloween no final de 1988, os fãs da época, nos quais eu me incluo, pensavam que a banda iria permanecer com o mesmo estilo musical, mas isso não aconteceu. Quando ouvi o álbum "Pink Bublles Go Ape", que foi o primeiro álbum sem o Kai Hansen, fiquei muito desapontado com a banda e percebi que a magia havia acabado naquele momento, e então para mim só restavam as abóboras, o logo, o nome do grupo e bons músicos. Portanto, ficou bem claro para mim que toda a genialidade era do mestre Kai Hansen.

A nova banda do Kai se chamava Gamma Ray, e em 1990 saiu seu álbum de estréia, que se chamava "Heading For Tomorrow", e era simplesmente maravilhoso e contagiante. Daí em diante percebi que ele era o gênio, o criador das melodias na época do Helloween, por isto a fixação por uma artista especifico.

Desde a minha primeira audição, e até hoje, na minha opinião o "Kepper Of The Seven Keys Part 3" que o Helloween não teve a capacidade de fazer chama-se "Heading For Tomorrow". Portanto, o gênio do Gamma Ray e do Helloween é o Kai Hansen, os outros integrantes ajudam a completar o grande time. O Kai sempre teve ótimo músicos do seu lado, gosto muito da formação atual do Gamma Ray.

Vamos fazer então uma cronologia da sua vida de colecionador: qual foi o primeiro álbum que você comprou, e porque?

Desculpa, mas não me lembro o primeiro álbum de metal. Sei dizer que o vinil que mais ouvi em toda minha vida foi o do "Walls Of Jericho" do Helloween, que também foi o primeiro vinil da minha coleção e já está super gasto, mas jamais irei vendê-lo, pois faz parte da minha história.

Qual foi o número máximo de itens que você já adquiriu de uma única vez?

Quando era solteiro e não havia MP3, comprava uns dez ou quinze álbuns por mês.

Qual item você considera o mais raro da sua coleção?

Eu penso que raridade é quando poucas pessoas têm um determinado item. Poderia dar exemplo de vários, mas vou simplificar em quatro bootlegs originais.

Do Helloween, são em CD dois shows do Japão de 1987, duplos e originais. Além desses dois, cito também o vinil de 1987 em Tilburg. Do Gamma Ray, é o duplo gravado no Japão em 1996.

E o mais bonito, qual é pra você?

São os pictures "Majestic & Somewhere Out In Space" do Gamma Ray e "Helloween First & Future World" do Helloween.

Existem alguns lançamentos estranhos, e de vez em quando alguns acabam caindo nas nossas mãos. Qual você considera o item mais diferente e curioso do seu acervo?

Gostei da pergunta. Por volta de um ano atrás os três primeiros álbuns do Gamma Ray foram reeditados com encartes modernizados, com alterações nas tonalidades de cor, com a logo nova da banda (que começou a ser utilizada a partir do "Land Of The Free"). O estranho é que não houve divulgação da gravadora a respeito destes lançamentos. Não são itens difíceis de se achar, mas tem que ficar fuçando por aí pra encontrar.

Existe algum disco que você passou um tempão atrás até conseguí-lo para a sua coleção?

Sim, uma participação do Kai Hansen em um projeto chamado "German Rock Project". Ele foi difícil primeiro por que na época que foi lançado eu não sabia da participação, e devido ao meu atraso ficou difícil a aquisição, e segundo pela pouca quantidade de CDs lançados, mas no final deu tudo certo e consegui pegar o CD.

E, complementando a pergunta anterior, quais aqueles que, apesar de você estar atrás há uma cara, ainda não conseguiu?

Eu tenho todos no momento, mas sempre estou procurando pulga em cachorro, procurando algo que seria legal ter mesmo não possuindo importância para minha coleção, como, por exemplos, coletâneas.

Como você guarda e conserva a sua coleção?

Eu guardo em um armário fechado, para proteger do tempo.

Quais são os itens que você mais gosta entre todos da sua coleção?

São todos especiais para mim. Os que não eram especiais eu já vendi, troquei ou dei de presente. Não gosto de ter por ter (quantidade), mas sim possuir aquilo que gosto mesmo (qualidade).

Onde você costuma comprar os itens para o seu acervo? Que lojas você indica, aquelas que possuem os itens mais difíceis de se encontrar, para quem está começando agora a sua coleção?

Hoje, quando falamos de itens que estão em catálogo, todas as lojas especializadas estão niveladas. Os títulos raros e fora de catálogo encontramos com ex- colecionadores, lojas que trabalham com usados, lojas com grande estoque, site da banda, sites de traders, de leilões ou sala de discussões.

Você é casado, namora, tem um relacionamento com alguém? Faço essa pergunta porque gostaria de saber como essa pessoa vê essa sua dedicação a sua coleção.

Sim, sou casado. Para a patroa é indiferente, não curte o estilo, mas sempre ouve quando está no carro, por falta de opção talvez.

Como os seus amigos vêem você e a sua coleção? Você virou uma espécie de referência e consultor para eles?

Não me preocupo com isto, com o que as pessoas acham ou deixam de achar, mas os amigos que tenho mais contato acham bem bacana. Sempre fico à disposição deles para gravar o que querem.

Onde você costuma pesquisar a respeito de discos raros que você está procurando, de novos lançamentos, essas coisas. Em que fontes você busca essas informações?

A banda sempre me informa. Tem também o site oficial, traders, sites de lojas nacionais e, principalmente, as internacionais.

Quais são, para você, os dez melhores álbuns de todos os tempos?

Helloween - Walls of Jericho & Helloween
Helloween - Kepper Of The Seven Keys Pt 1 & 2
Gamma Ray - Heading For Tomorrow
Gamma Ray - Sigh No More
Gamma Ray - Insanity & Genius
Gamma Ray - Land Of The Free
Gamma Ray - Somewhere Out In Space
Gamma Ray - Powerplant
Gamma Ray - Blast From The Past
Gamma Ray - No World Order
Gamma Ray - Majestic

E, pra você, quais seriam os melhores trabalhos que o Kai Hansen participou, independente de banda ou estilo?

Eu gostei de todos, mas vou dar o nome de duas bandas com estilos bem diferentes, que o Kai canta ou toca normalmente. Acredito que poucos saibam destas participações, e indico estes grupos para irem atrás.

O primeiro é o Headhunter, o álbum "Parody Of Life" de 1990, a música "The Cursed". O Kai toca guitarra. É uma banda de Thrash Metal, e o vocalista é o Schimer do Destruction. Um grupo maravilhoso que possui apenas três álbuns, todos excelentes. Uma banda injustiçada pela mídia e por sua gravadora.

A outra banda é de Gothic Metal e se chama Heavenwood. O Kai toca em duas músicas, "Downcast" e "Luna", e gostou muito de participar porque foge do seu estilo. Recomendo também.

O que está rolando no seu som atualmente, e o que você recomendaria para os leitores do Whiplash?

Estou ouvindo bastante Gamma Ray, como sempre, e também outros lançamentos, como U.D.O. ("Mastercutor"), Dark Tranquillity ("Fiction"), Entombed ("Serpent Saints") e Danzig ("The Lost Tracks Of Danzig").

Dando uma fuçada, encontrei esta semana a banda solo do Onkel Tom Angelripper (vocal do Sodom). Gostei bastante, não conhecia. Chama-se Ein Schöner Tag.

A sua coleção tem um limite? Tipo, você acha que, algum dia, vai parar de comprar discos porque acha que, enfim, tem tudo o que sempre quis ter? Você acha que esse dia chegará, ou ele não existe para um colecionador?

Sim, tudo tem um fim/limite, até nós temos um fim. O fim da minha coleção será quando o mestre morrer. Espero que demore bastante.

Já parou para pensar com quem os seus discos ficarão quando você estiver mais velho? Quem será o herdeiro da sua coleção no seu futuro?

Já sim, várias vezes, e se meus filhos gostarem ficarão para eles, senão irei queimar tudo.

O que o rock representa na sua vida?

Para mim não é apenas música, mas sim um estilo de vida.

Kai Hansen é, sem dúvida, um dos principais músicos e compositores da história do heavy metal. Qual você acha que foi a principal contribuição dele para o estilo?

Tudo que ele já participou, cantou ou tocou foi um momento importante no meu modo de ver (penso como fã, é claro).

O momento mais forte na carreira do Kai foi no Helloween, depois do lançamento do "Keeper 2". A banda estava ficando grande, vendiam muitos álbuns e muitas pessoas da imprensa mundial falavam que o Helloween seria o novo Iron Maiden. Isto foi em 1988, e eu também acreditava nisto. Com certeza, se hoje eles ainda estivessem juntos e com a mesma formação, teríamos um Helloween gigante, que teria engolido o Iron Maiden e seria o número um. Isso não aconteceu com a saída do Kai, que preferiu largar tudo do que viver na pressão que vivia naquele momento.

Você acompanha a carreira de Kai há muito tempo, e de muito perto. Com todo esse conhecimento, quais caminhos sonoros você acha que ele irá seguir no futuro?

O que sei é que o que ele lançar irá se tornar um clássico, e eu irei adorar, pois para mim ele é um gênio da música. Até hoje não existe, para mim, uma música ruim criada por ele.

Eu não sei muito bem o que posso esperar da musicalidade dele no futuro, pois ele sempre surpreende a todos, sempre tem uma fórmula nova para criar suas novas composições. Ele é o cara!!! Mas posso dizer que gostaria de ouvir mais músicas de longa duração, tipo dez, quinze minutos. Acho fenomenal quando ele cria este tipo de música. Acho bem insano como ele as constrói e as variações no decorrer da música.

Você já se encontrou com o Kai pessoalmente? Como foi?

A primeira vez foi no primeiro show do Gamma Ray no Brasil, em 1997 em Florianópolis. Era o final da turnê do "Land Of The Free", quase saindo o "Somewhere Out In Space". Eles já haviam lançado o EP "Valley Of The Kings", antecipando o próximo álbum. Nós (eu e o Paul, do fã-clube) fomos até o hotel, nos apresentamos para o Kai como fã-clube da América do Sul. Naquele momento éramos totalmente desconhecidos para ele e para toda a banda. Eles gostaram do nosso trabalho e nos tornaram oficiais a partir do álbum "Somewhere Out In Space". Foi uma emoção que palavras não podem descrever. Te garanto que, para mim, a alegria de conhecer o meu ídolo foi um dos momentos mais felizes da minha vida.

Aproveitando, deixa eu apresentar o fã-clube. O nome é "Fangface-Clan", nome do mascote antigo do Helloween até a época do "Walls Of Jericho", e que foi reutilizado pelo próprio Kai no "Land Of The Free", que deu início à Era Kai Hansen no vocal com a saída do Ralf. Somos hoje uma equipe de três pessoas (eu, o Paul e o Gilson). Tivemos outras pessoas que participaram nestes dez anos e infelizmente não deram continuidade com a gente, mas com certeza a nossa amiga Mariana é a pessoa que mais faz falta para nós.

No fã-clube não cobramos taxa alguma, cadastramos no banco de dados os e-mails das pessoas e sempre que temos novidades enviamos. Houve um sorteio realizado pelo fã-clube junto à produtora na última turnê da banda aqui no Brasil, dando a oportunidade de alguns conhecerem o grupo após o show. Foi tudo muito bem organizado e deixou os fãs/sócios muitos felizes pela oportunidade de tirarem suas fotos com a banda, além de os caras autografarem seus encartes.

Temos também, além do e-mail para divulgar a banda, a comunidade do Orkut e também o site oficial, que a equipe da Europa está na direção e nós, daqui, ajudamos eles.

Tem alguma história engraçada ou curiosa que aconteceu com você por causa da música, e que te fez pensar algo como "isso só acontece com um colecionador mesmo"?

Engraçado, mas não me lembro. Posso contar que quando eu não tinha grana e queria comprar algum vinil ou CD e não tinha muito dinheiro, um emprego fixo e tinha que dar um jeito, então arrumava trabalho em lava rápido ou fazendo bicos. Uma vez fui trocar telha do telhado pra conseguir uma grana, e comprei um vinil bootleg do Helloween.

Pra fechar, que papel você acha que nós, colecionadores, temos na indústria da música, no mundo e aqui no Brasil?

Eu desejo que tenham sempre muitos fãs para a banda aqui no Brasil, assim o Gamma Ray sempre virá tocar quando lançarem um novo álbum. Sei que nós, brasileiros, especialmente em São Paulo, enchemos uma casa de show com uma média de 5.000 fãs. Para a banda o importante é a quantidade, para encher os seus shows, não importa a qualidade, que seriam os colecionadores, pois são poucos e raros.

Penso que o colecionador é muito fiel à banda e dá lucro para a indústria da música, e também gera vários trades, em geral.

Cara, muito obrigado pelo papo, valeu por ter aceito participar da Collector's Room, e que tudo dê certo na sua vida.

Obrigado. Achei bem divertida esta seção. Penso que teria que chamar "Collector's Crazy Room", e desejo tudo de ótimo para todos nós. Desejo que se divirtam bastante ouvindo Gamma Ray e que aparecem sempre nos shows.

Quem quiser enviar e-mail para o fã-clube, o endereço é fangface@gamma-ray.com.

Abração.


Collectors Room

Rafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In RioRafael Serrante
Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio

Rodrigo Simas: A coleção do webmaster da Dave Matthews BandRodrigo Simas
A coleção do webmaster da Dave Matthews Band

Fernando Souza Filho: O FSF, editor-chefe da Rock BrigadeFernando Souza Filho
O FSF, editor-chefe da Rock Brigade

Vanessa Frehley: amor sem limites ao KissVanessa Frehley
Amor sem limites ao Kiss

Reinaldo: um apaixonado pelos ScorpionsReinaldo
Um apaixonado pelos Scorpions

Alexandre Vilella: Empresário fanático pelo Def LeppardAlexandre Vilella
Empresário fanático pelo Def Leppard

Rogério Mendonça: dono de uma invejável coleção do U2Rogério Mendonça
Dono de uma invejável coleção do U2

Almir Figueiredo: o brasileiro que arrematou os óculos de OzzyAlmir Figueiredo
O brasileiro que arrematou os óculos de Ozzy

Nelson Dylara: A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rockNelson Dylara
A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rock

Vinícius Neves: O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleçãoVinícius Neves
O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleção

Vitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do BackstageVitão Bonesso
A imensa coleção do apresentador do Backstage

Airton Diniz: A coleção do editor chefe da Roadie CrewAirton Diniz
A coleção do editor chefe da Roadie Crew

Mad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista TiagoMad Dragzter
A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago

Aquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-colaAquiles Priester
Posters, action figures e latinhas de coca-cola

Alessandro Silveira: Colecionador de bootlegs do Dream TheaterAlessandro Silveira
Colecionador de bootlegs do Dream Theater

Marco Malagolli: Um dos maiores conhecedores da obra dos BeatlesMarco Malagolli
Um dos maiores conhecedores da obra dos Beatles

André Rodrigues Guedes: Coleção focada em Mercyful Fate e King DiamondAndré Rodrigues Guedes
Coleção focada em Mercyful Fate e King Diamond

Eyes Of Shiva: A coleção de Metallica do baterista Ricardo LonghiEyes Of Shiva
A coleção de Metallica do baterista Ricardo Longhi

Johnny Z: Uma invejável coleção de heavy metalJohnny Z
Uma invejável coleção de heavy metal

Bento Araújo: A coleção de classic rock do editor do Poeira ZineBento Araújo
A coleção de classic rock do editor do Poeira Zine

Marcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron MaidenMarcelo Maiden
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

Kid Vinil: Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!Kid Vinil
"Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"

Antônio Carlos Monteiro: A coleção do ACM da Rock BrigadeAntônio Carlos Monteiro
A coleção do "ACM" da Rock Brigade

Perpetual Dreams: A coleção dos integrantes da banda catarinensePerpetual Dreams
A coleção dos integrantes da banda catarinense

Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalGastão Moreira
A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

Motley Crue: A impressionante coleção do paulista Flávio ColognesiMotley Crue
A impressionante coleção do paulista Flávio Colognesi

Marcel Castro: De ingressos e tour-books a guitarras autografadasMarcel Castro
De ingressos e tour-books a guitarras autografadas

Eliton Tomasi: A coleção do editor da RockHard/ValhallaEliton Tomasi
A coleção do editor da RockHard/Valhalla

Bon Jovi: A coleção do paulista Flávio CelestinoBon Jovi
A coleção do paulista Flávio Celestino

Gota: A coleção do proprietário da Roots RecordsGota
A coleção do proprietário da Roots Records

Marcelo Peixoto: A coleção do proprietário da Hot MusicMarcelo Peixoto
A coleção do proprietário da Hot Music

Luiz Calanca: A coleção do dono da Baratos AfinsLuiz Calanca
A coleção do dono da Baratos Afins

Queen: Uma das maiores coleções sobre a banda está no BrasilQueen
Uma das maiores coleções sobre a banda está no Brasil

Saul Gumz: Coleção de Classic Rock no interior de Santa CatarinaSaul Gumz
Coleção de Classic Rock no interior de Santa Catarina

Felipe Fleury: Colecionador de ítens do Guns N' RosesFelipe Fleury
Colecionador de ítens do Guns N' Roses

Daniel Schierolli: Acervo dedicado à música pesadaDaniel Schierolli
Acervo dedicado à música pesada

Ademir Vieira: Dono de uma admirável coleção do StratovariusAdemir Vieira
Dono de uma admirável coleção do Stratovarius

Luciano Sorrentino: Colecionador de material do KissLuciano Sorrentino
Colecionador de material do Kiss

Alexandre Neves: O brasileiro com maior pontuação no eBayAlexandre Neves
O brasileiro com maior pontuação no eBay

Daniel Skupien: Coleção dedicada ao Heavy Metal nacionalDaniel Skupien
Coleção dedicada ao Heavy Metal nacional

Statik Majik: A coleção de vinis do baterista Luis CarlosStatik Majik
A coleção de vinis do baterista Luis Carlos

Marcelo Bernardes: Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionadorMarcelo Bernardes
Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionador

Salvatore D'Angelo: De blues a death metal, e muitos bootlegsSalvatore D'Angelo
De blues a death metal, e muitos bootlegs

Julio Marcondes: Colecionador e apresentador do programa A História do RockJulio Marcondes
Colecionador e apresentador do programa A História do Rock

André Sikora: A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no BrasilAndré Sikora
A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no Brasil

Geraldo Tavares: Fã inveterado e colecionador do YesGeraldo Tavares
Fã inveterado e colecionador do Yes

Roberto Sabbag: Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geralRoberto Sabbag
Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geral

Arnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao MetallicaArnaldo Jr
Colecionador de ítens relacionados ao Metallica

Mário Pacheco: Figura única, colecionador e contraculturalistaMário Pacheco
Figura única, colecionador e contraculturalista

Silmara Ferreira: Apaixonada por pop oitentista e colecionadora do InxsSilmara Ferreira
Apaixonada por pop oitentista e colecionadora do Inxs

Gus Monsanto: A coleção do vocalista do AdagioGus Monsanto
A coleção do vocalista do Adagio

Marco Loiacono: Talvez a maior coleção de Motorhead do BrasilMarco Loiacono
Talvez a maior coleção de Motorhead do Brasil

Mairon Machado: Aficionado por vinil e pelo rock clássicoMairon Machado
Aficionado por vinil e pelo rock clássico

Paulo de Castro: Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?Paulo de Castro
Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?

Ricardo Seelig: A coleção do criador da Collector's RoomRicardo Seelig
A coleção do criador da Collector's Room

Collector's Room: a gigantesca coleção de Regis Tadeu

Collector's Room: a linda coleção de Nino Lee Rocker

Collectors Room: aleatoriedade colecionável, ou a coleção espontâneaCollectors Room
Aleatoriedade colecionável, ou a coleção espontânea

Collectors Room: o clássico instantâneo do Blackberry Smoke (vídeo)

Collectors Room: a diferença entre colecionar e acumular discos (vídeo)

Collectors Room: grandes álbuns de metal da década de 2010 (vídeo)

Amazon: gigante começa a vender CDs, LPs e itens de música no Brasil

Collectors Room: alguns dos grandes discos de rock desta década (vídeo)

Collectors Room: um papo sobre colecionismo e o hábito de comprar discos (vídeo)

Collectors Room: Queen e clássicos na bela coleção de Marcelo PardinCollectors Room
Queen e clássicos na bela coleção de Marcelo Pardin

Rock in Rio: a cobertura estereotipada do Multishow no Dia do Metal (vídeo)Rock in Rio
A cobertura estereotipada do Multishow no Dia do Metal (vídeo)

Collectors Room: a terapia que é arrumar a coleção de discos (vídeo)

Collectors Room: os fantásticos singles e porque eles não saem no Brasil (vídeo)

Collectors Room: Mötley Crüe e o conto das turnês de despedida (vídeo)

Collectors Room: Floor Jansen e Nightwish, uma união espetacular (vídeo)

Todas as matérias sobre "Collectors Room"



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Collectors Room"Todas as matérias sobre "Gamma Ray"Todas as matérias sobre "Helloween"Todas as matérias sobre "Kai Hansen"


Metallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For AllMetallica
Jason explica o baixo apagado de And Justice For All

Halford: o que há escondido sob a roupa de couro?Halford
O que há escondido sob a roupa de couro?


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.