Motley Crue: A impressionante coleção do paulista Flávio Colognesi

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Flávio Colognesi
Flávio Colognesi
Discografia em CD
Discografia em CD
Edições especiais de CDs
Edições especiais de CDs
CDs single
CDs single
CDs solo
CDs solo
Boxes e coletâneas
Boxes e coletâneas
Longboxes e CDs japoneses
Longboxes e CDs japoneses
DVDs e VHS
DVDs e VHS
Cassetes
Cassetes
Vinis
Vinis
Maxi Singles
Maxi Singles
Compactos em vinil
Compactos em vinil
Bootlegs em vinil
Bootlegs em vinil
Picture discs
Picture discs
Action figures e outros
Action figures e outros
Livros
Livros
Revistas brasileiras
Revistas brasileiras
Revistas importadas
Revistas importadas
Revistas importadas
Revistas importadas
Carros
Carros
Vinil alemão duplo
Vinil alemão duplo
Promo japonês
Promo japonês
Primeiro compacto
Primeiro compacto
Ítem mais estranho da coleção
Ítem mais estranho da coleção

Esta matéria foi publicada muitos anos atrás, está datada, e a coleção mostrada hoje deve ser bem diferente. Mas a matéria continua sendo uma curiosa cobertura sobre uma invejável coleção, e por isso a destacamos.

O grupo americano Mötley Crüe é uma das maiores lendas do hard rock mundial. Ainda que seja gigante em sua terra natal, a banda, apesar de manter uma legião fiel de fãs no Brasil, nunca foi das mais populares por aqui. Mas este fato não impediu que um brasileiro se tornasse um dos maiores colecionadores do conjunto em todo mundo. Nesta entrevista o paulista Flávio Colognesi apresenta a sua imensa coleção para os leitores do Whiplash!, um verdadeiro presente para os apreciadores de um dos grupos subestimedos pela maioria dos headbangers brasileiros.

Bem Flávio, antes de tudo muito obrigado por ter aceito o convite para participar da Collector's Room. Para começar o nosso bate-papo, gostaria que você se apresentasse aos nossos leitores.

Meu nome é Flávio Colognesi, mas sou conhecido também com Flavioace. Eu nasci no interior de São Paulo (Botucatu), mas hoje moro em São Carlos. Tenho 34 anos. Trabalho com o que mais gosto: rock.

Você lembra como foi o seu primeiro contato com a música, e como você descobriu e se apaixonou pelo rock e pelo metal?

Minha paixão pelo rock começou em 1983 quando vi na TV o vídeo de "I Love It Loud" do Kiss. Na hora fiquei louco. Meu pai comprou o "Creatures Of The Night" e quase gastei o disco de tanto escutá-lo (tenho esse vinil até hoje). Na época tinha dez anos.

Toda grande coleção tem o que eu chamo de o seu "ponto zero", o seu marco inicial. Aquela hora em que nós, colecionadores, percebemos que somos diferentes dos nossos amigos, que apenas "consomem" música. A dedicação é maior, o investimento é maior, o cuidado com tudo é maior. Quando você percebeu que estava se transformado de um simples fã em um colecionador dedicado do seu grupo favorito?

Desde o início. Também sou grande fã do Kiss, foram os discos deles que comecei a comprar. Lembro-me até hoje dos cinco primeiros (Creatures, Destroyer, Killer, Unmasked e Peter Criss). Em 84 comecei a escutar outras bandas que estavam surgindo na cena, como WASP, Twisted Sister, Ratt, Mötley Crüe, Quiet Riot. Comprei o primeiro do WASP (foi o primeiro LP de outra banda que tive, fora Kiss) e curti muito. Descobri que haviam outros grupos muito bons, fora o Kiss.

Sacia a minha curiosidade: quantos álbuns no geral você possui, e quantos do Mötley Crüe?

Entre CDs e vinis eu tenho quase 2.000 itens. Só do Mötley são 256 (CDs e LPs). Todos os CDs são oficiais e originais. Só curto bootleg em vinil.

Além do Mötley, de quais outros grupos você possui mais material?

Eu também tenho a discografia básica de várias bandas, mas não a mesma piração que tenho com o Mötley Crüe. Cheguei a colecionar também Kiss, Twisted Sister e King Diamond, mas não dava. O custo de uma coleção é alto demais, imagina de quatro!!!

Como você conheceu o Mötley Crüe e quando você começou a colecionar material da banda?

Meu primo, que mora em Campinas, também pirava no mesmo tipo de som. Um dia ele foi em casa e me mostrou uma fita cassette gravada com várias bandas, dentre as quais o Mötley Crüe com "Too Young To Fall In Love". Pirei. Gastei a fita e saí à caça deste disco. Infelizmente estava fora de catálogo, e só encontrei o primeiro, que também achei um absurdo. Depois foi indo ...

Com certeza a sua coleção não é formada apenas por CDs. Que outros formatos você possui?

Também coleciono vinis (LPs, bootlegs, compactos e maxi-singles), vídeos oficiais (VHS, DVDs e LDs), brinquedos, merchandise, livros (biografias e tourbooks) e revistas com o Mötley na capa.

Alguns grupos, como o Mötley Crüe, já estão na estrada há muito tempo, e isso gera o lançamento de reedições de álbuns, diferentes versões de singles, uma infinidade de bootlegs, boxes, edições especiais, promos. Estes itens são um dos grandes objetos de desejo entre os fãs. O que falta ainda conseguir, falando exclusivamente do Motley, para você ter "tudo" o que o grupo lançou?

Na minha opinião a graça de ser um colecionador é passar a vida tentando completá-la. Meu objetivo é ter TODAS as edições de TODOS os CDs lançados em TODOS os países. Isso também é válido para vinis, vídeos, livros e revistas.

Além disso, o Mötley Crüe tem um fato em sua história, infelizmente também compartilhado pela maioria dos grupos, que é a saída de seus integrantes e, conseqüentemente, o lançamento de novos trabalhos sob outros nomes, tanto solos quanto com outros músicos. Você também coleciona estes discos lançados por Vince Neil, Tommy Lee, Nikki Six e Mick Mars fora do Mötley?

Sim, também coleciono material solo (projetos e com outras bandas) dos integrantes e ex-integrantes. Não só dos membros originais, mas também do John Corabi e do Randy Castillo.

Vamos voltar um pouco no tempo então: qual foi o primeiro álbum que você comprou, e porque?

O primeiro disco que comprei com a minha grana (mesada, claro) foi o "Unmasked" do Kiss. Na época só conhecia Kiss.

Qual o item que você considera o mais raro da sua coleção?

O item mais raro é o primeiro compacto independente, que era vendido nos shows em 1981. Este item teve dois relançamentos posteriores, mas o primeiro é nostálgico. Eu tenho as três edições.

Qual foi o maior número de álbuns que você comprou de uma única vez?

Foi quando viajei para os EUA em 95. Na época o real estava mais forte do que o dólar. Foi uma festa. Comprei quinze CDs e cinco VHS. Tudo em um único dia.

Quantos álbuns em média você compra por mês?

Eu compro cerca de dez itens por mês, sendo que sempre tem um Mötley no meio. O último item do Mötley que comprei foi o CD promo "Uncle Jack" americano

Tem algum item que, só de alguém chegar perto, você já gela e morre de ciúmes, tem um carinho especial e não venderia de jeito nenhum?

Acho que os compactos. Todos têm capas frágeis e precisam ser manuseados com cuidado. Não venderia nada da minha coleção do Mötley. O "Creatures" do Kiss que ganhei do meu pai em 1983 também não tem preço (foi o marco zero de tudo).

Entre todos os itens que você possui, quais foram os que deram mais trabalho para conseguir?

Os promos, sem dúvida. Principalmente compactos. O primeiro compacto independente também deu trabalho.

Toda coleção sempre possui diversos itens curiosos. Neste sentido eu gostaria de saber qual é o CD mais estranho da sua coleção.

O item mais estranho é um booteg em vinil que tem o Nikki Sixx e o Bret Michaels do Poison na capa. A foto foi tirada para um anúncio da Harley. O disco se chama "Don't Take That Poison". Achei engraçado. Mas o álbum é todo Mötley Crüe, gravado na turnê do "Girls Girls Girls".

Que discos você está procurando há tempos, e ainda não conseguiu?

O "Too Fast" independente da primeira edição. Este álbum teve três prensagens independentes. Eu tenho a segunda e a terceira. Na primeira edição o Vince está com um cabelo parecendo de boneca. Nas outras duas independentes e na edição remixada lançada pela Elektra, o cabelo foi "aparado" nas fotos.

A troca de materiais é uma prática comum entre nós, colecionadores. As vezes, na empolgação de conseguir algum item mais raro, acabamos nos desfazendo de alguns discos que, mais tarde, acabam fazendo falta. Sendo assim, eu queria saber qual disco você vendeu, trocou ou meteu no meio de algum rolo, e acabou se arrependendo depois?

O "Exposed" do Vince Neil promo nacional. Iria mandar a versão normal, mas acabei enviando a versão promo por engano. Mas o vinil está em boas mãos. Foi parar na coleção do australiano Paul Miles, colecionador que escreveu a resenha do encarte do CD "Live Entertainment Or Death".

Todo colecionador tem as suas manias. Eu mesmo sou assim, cheio de dedos com os meus CDs. Como você guarda e conserva a sua coleção?

Tenho um armário próprio para os LPs. Limpo os vinis quando compro com água corrente e sabonete neutro. Depois nunca mais. Tomo bastante cuidado. Os CDs, com algodão e um produto especializado. Sempre guardo o CD no estojo após escutá-lo.

Eu queria que você fizesse agora um top#5 com os itens do seu acervo que você mais curte.

Vou citar itens apenas da minha coleção do Mötley Crüe. Vamos lá:

compacto "Stick To Your Guns" (primeiro trabalho independente do Mötley)
LP duplo "Mötley Crüe" alemão (com Corabi nos vocais)
tourbook da turnê do "Theatre Of Pain"
"Shout At The Devil Boxset Action Figures" (McFarlane Toys)
a edição promo especial do CD "Decade Of Decadence" japonês

Todo colecionador tem as suas listinhas. É a tal síndrome de "Alta Fidelidade". É uma curiosidade minha, mas tenho certeza de que você já fez esta lista mentalmente várias vezes: quais seriam, para você, os dez melhores álbuns de todos os tempos?

Kiss - Creatures Of The Night
Mötley Crüe - Shout At The Devil
Mötley Crüe - Mötley Crüe
Metallica - Master Of Puppets
Twisted Sister - You Can't Stop Rock N Roll
Iron Maiden - Killers
King Diamond - Abigail
Mercyful Fate - Don't Break The Oath
Nightwish - Wishmaster
WASP - WASP

O que você tem ouvido ultimamente, e o que destacaria para os leitores do Whiplash!?

Eu gosto de ouvir coisas novas. Não sou do tipo que acha que coisas boas foram feitas nas décadas de 70 e 80. Eu gosto muito do Nightwish, Soufly e Tristania. Do cenário nacional curto muito o Mustang, Exxotica e Carrão-D-Gás.

O Mötley Crüe talvez seja um dos grupos com maior número de notícias extra-musicais. Tommy Lee é um fenômeno de mídia. Vince Neil, uma lenda. Nikki Six, um sobrevivente. E Mick Mars ... bem, Mick Mars parece um membro da Família Adams. Como você vê esta superexposição do grupo fora do contexto musical?

Eu acho que a vida pessoal de cada um não importa. Eu curto o Mötley Crüe. Sou fã do Nikki Sixx, não sou fã do Frank Carlton Serafino Ferrana (nome verdadeiro de Nikki). Na verdade pouco me importa o que fazem fora da banda. Não se matando, para mim está tudo bem. Caso encontrasse o Nikki em algum bar, não o incomodaria. Quero vê-lo no palco. E isso o Mötley deve a todos os fãs do Brasil.

Recentemente Tommy Lee participou, ao lado de Jason Newsteed e Gilby Clarke, de um reality show para escolher o vocalista de sua nova banda, a Supernova. Qual é a sua opinião de fã sobre isso? Será que o cara precisava pagar um mico desses a esta altura da carreira, ou não tem nada a ver, ele tem que fazer isso mesmo, atraindo a atenção da mídia para o grupo antes mesmo de eles lançarem qualquer coisa?

Acho que a reposta anterior também serve para esta. Se o Tommy participou do Supernova é porque ele curtiu o projeto e a grana foi boa. Não o condeno de forma alguma. Com certeza até comprarei o disco deles.

Apesar de ser uma instituição, uma lenda, nos Estados Unidos, o Mötley Crüe, ainda que possua certa quantidade de fãs aqui no Brasil, não é um dos grupos mais populares entre os brasileiros. A que você atribui isso? Mais shows por aqui faria diferença?

O Mötley ficou muito popular aqui na década de 80. Na décade de 90 caiu no esquecimento. Caso tivessem participado do Hollywood Rock de 94, onde estavam sendo cogitados, teriam conquistado a galera jovem da década passada também. Na verdade eles nunca tocaram no Brasil. Um único show já faria uma grande diferença. Quem sabe no Live 'N' Louder do ano que vem. Seria casa cheia com certeza.

O álbum "Mötley Crüe" foi o único lançado sem a participação de Vince Neil. Apesar de ser um bom disco, muitos fãs não o consideram um disco do Motley. Qual a sua opinião a respeito deste trabalho?

Acho um dos álbuns mais injustiçados da história do rock. É um excelente disco. Está entre os três álbuns que mais curto do Mötley. Talvez por ter uma sonoridade mais suja e agressiva, tenha assustado os fãs. Uma pena que o Corabi tenha gravado apenas um disco com o Mötley. Sou fã do Vince Neil, mas curto muito o vocal do Corabi também.

Qual você acha que foi, e ainda é, o papel, a importância e a influência do Motley Crue para o hard rock?

O Mötley foi um dos precursores da cena de Los Angeles dos anos 80. Foi a inspiração para muitas bandas. A década de 90 jogou um balde de água gelada no estilo, mas agora está voltando com tudo. A turnê "Carnival Of Sins" foi prolongada devido aos shows sold out. Atualmente estão abrindo para o Aerosmith nos EUA (lembrando que quem abriu para o Aerosmith na turnê passada foi o Kiss). O Mötley voltou ao topo. Agora só falta um disco de estúdio com músicas inéditas e uma turnê pela América do Sul

Nestes anos todos esta paixão pela música certamente propiciou a você diversas experiências interessantes e curiosas. Conta aí alguma história interessante que você viveu por causa da sua paixão pela música.

Foi em 1998. Eu trabalhava em Sampa. Saí do trampo às seis da tarde de uma sexta-feira, peguei o carro e fui até Catanduva (450 km) para ver o Mercyful Fate. Cheguei lá às onze. O show começou quase meia-noite. Hospedei-me no hotel da banda e conversei com o Hank no saguão. Acordei no dia seguinte e voltei para Sampa, pois à noite tinha o show no Teatro dos Vampiros. Foram os dois shows mais caros que já vi.

Flávio, mais uma vez muito obrigado por ter participado da Collector's Room. Este espaço é seu.

Primeiramente gostaria de agradecer ao Whiplash! pela oportunidade e parabenizá-lo pela coluna, da qual sou leitor fiel. Na verdade quem me passou o seu contato foi o Reinaldo, colecionador dos Scorpions. Também gostaria de divulgar o meu site, onde poderão visualizar com fotos e informações todos os itens da minha coleção do Mötley Crüe. O endereço é: www.cruellector.com. Apareçam por lá e me enviem e-mails. Abraço a todos.


Collectors Room

Rafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In RioRafael Serrante
Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio

Rodrigo Simas: A coleção do webmaster da Dave Matthews BandRodrigo Simas
A coleção do webmaster da Dave Matthews Band

Fernando Souza Filho: O FSF, editor-chefe da Rock BrigadeFernando Souza Filho
O FSF, editor-chefe da Rock Brigade

Vanessa Frehley: amor sem limites ao KissVanessa Frehley
Amor sem limites ao Kiss

Reinaldo: um apaixonado pelos ScorpionsReinaldo
Um apaixonado pelos Scorpions

Alexandre Vilella: Empresário fanático pelo Def LeppardAlexandre Vilella
Empresário fanático pelo Def Leppard

Rogério Mendonça: dono de uma invejável coleção do U2Rogério Mendonça
Dono de uma invejável coleção do U2

Almir Figueiredo: o brasileiro que arrematou os óculos de OzzyAlmir Figueiredo
O brasileiro que arrematou os óculos de Ozzy

Nelson Dylara: A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rockNelson Dylara
A coleção de fotos, ingressos e autógrafos do paparazzi do rock

Vinícius Neves: O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleçãoVinícius Neves
O apresentador do Stay Heavy mostra sua coleção

Vitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do BackstageVitão Bonesso
A imensa coleção do apresentador do Backstage

Airton Diniz: A coleção do editor chefe da Roadie CrewAirton Diniz
A coleção do editor chefe da Roadie Crew

Mad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista TiagoMad Dragzter
A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago

Aquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-colaAquiles Priester
Posters, action figures e latinhas de coca-cola

Alessandro Silveira: Colecionador de bootlegs do Dream TheaterAlessandro Silveira
Colecionador de bootlegs do Dream Theater

Marco Malagolli: Um dos maiores conhecedores da obra dos BeatlesMarco Malagolli
Um dos maiores conhecedores da obra dos Beatles

André Rodrigues Guedes: Coleção focada em Mercyful Fate e King DiamondAndré Rodrigues Guedes
Coleção focada em Mercyful Fate e King Diamond

Eyes Of Shiva: A coleção de Metallica do baterista Ricardo LonghiEyes Of Shiva
A coleção de Metallica do baterista Ricardo Longhi

Johnny Z: Uma invejável coleção de heavy metalJohnny Z
Uma invejável coleção de heavy metal

Bento Araújo: A coleção de classic rock do editor do Poeira ZineBento Araújo
A coleção de classic rock do editor do Poeira Zine

Marcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron MaidenMarcelo Maiden
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

Kid Vinil: Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!Kid Vinil
"Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"

Antônio Carlos Monteiro: A coleção do ACM da Rock BrigadeAntônio Carlos Monteiro
A coleção do "ACM" da Rock Brigade

Perpetual Dreams: A coleção dos integrantes da banda catarinensePerpetual Dreams
A coleção dos integrantes da banda catarinense

Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalGastão Moreira
A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

Marcel Castro: De ingressos e tour-books a guitarras autografadasMarcel Castro
De ingressos e tour-books a guitarras autografadas

Eliton Tomasi: A coleção do editor da RockHard/ValhallaEliton Tomasi
A coleção do editor da RockHard/Valhalla

Bon Jovi: A coleção do paulista Flávio CelestinoBon Jovi
A coleção do paulista Flávio Celestino

Gota: A coleção do proprietário da Roots RecordsGota
A coleção do proprietário da Roots Records

Marcelo Peixoto: A coleção do proprietário da Hot MusicMarcelo Peixoto
A coleção do proprietário da Hot Music

Luiz Calanca: A coleção do dono da Baratos AfinsLuiz Calanca
A coleção do dono da Baratos Afins

Queen: Uma das maiores coleções sobre a banda está no BrasilQueen
Uma das maiores coleções sobre a banda está no Brasil

Saul Gumz: Coleção de Classic Rock no interior de Santa CatarinaSaul Gumz
Coleção de Classic Rock no interior de Santa Catarina

Felipe Fleury: Colecionador de ítens do Guns N' RosesFelipe Fleury
Colecionador de ítens do Guns N' Roses

Daniel Schierolli: Acervo dedicado à música pesadaDaniel Schierolli
Acervo dedicado à música pesada

Ademir Vieira: Dono de uma admirável coleção do StratovariusAdemir Vieira
Dono de uma admirável coleção do Stratovarius

Lincoln Braite: Colecionador paulistano fissurado por Kai HansenLincoln Braite
Colecionador paulistano fissurado por Kai Hansen

Luciano Sorrentino: Colecionador de material do KissLuciano Sorrentino
Colecionador de material do Kiss

Alexandre Neves: O brasileiro com maior pontuação no eBayAlexandre Neves
O brasileiro com maior pontuação no eBay

Daniel Skupien: Coleção dedicada ao Heavy Metal nacionalDaniel Skupien
Coleção dedicada ao Heavy Metal nacional

Statik Majik: A coleção de vinis do baterista Luis CarlosStatik Majik
A coleção de vinis do baterista Luis Carlos

Marcelo Bernardes: Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionadorMarcelo Bernardes
Paulista radicado em Santa Catarina, corintiano e colecionador

Salvatore D'Angelo: De blues a death metal, e muitos bootlegsSalvatore D'Angelo
De blues a death metal, e muitos bootlegs

Julio Marcondes: Colecionador e apresentador do programa A História do RockJulio Marcondes
Colecionador e apresentador do programa A História do Rock

André Sikora: A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no BrasilAndré Sikora
A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no Brasil

Geraldo Tavares: Fã inveterado e colecionador do YesGeraldo Tavares
Fã inveterado e colecionador do Yes

Roberto Sabbag: Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geralRoberto Sabbag
Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geral

Arnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao MetallicaArnaldo Jr
Colecionador de ítens relacionados ao Metallica

Mário Pacheco: Figura única, colecionador e contraculturalistaMário Pacheco
Figura única, colecionador e contraculturalista

Silmara Ferreira: Apaixonada por pop oitentista e colecionadora do InxsSilmara Ferreira
Apaixonada por pop oitentista e colecionadora do Inxs

Gus Monsanto: A coleção do vocalista do AdagioGus Monsanto
A coleção do vocalista do Adagio

Marco Loiacono: Talvez a maior coleção de Motorhead do BrasilMarco Loiacono
Talvez a maior coleção de Motorhead do Brasil

Mairon Machado: Aficionado por vinil e pelo rock clássicoMairon Machado
Aficionado por vinil e pelo rock clássico

Paulo de Castro: Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?Paulo de Castro
Baixos, guitarras, calcinhas, e pinball do Kiss?

Ricardo Seelig: A coleção do criador da Collector's RoomRicardo Seelig
A coleção do criador da Collector's Room

Collector's Room: a gigantesca coleção de Regis Tadeu

Collector's Room: a linda coleção de Nino Lee Rocker

Collectors Room: aleatoriedade colecionável, ou a coleção espontâneaCollectors Room
Aleatoriedade colecionável, ou a coleção espontânea

Collectors Room: o clássico instantâneo do Blackberry Smoke (vídeo)

Collectors Room: a diferença entre colecionar e acumular discos (vídeo)

Collectors Room: grandes álbuns de metal da década de 2010 (vídeo)

Amazon: gigante começa a vender CDs, LPs e itens de música no Brasil

Collectors Room: alguns dos grandes discos de rock desta década (vídeo)

Collectors Room: um papo sobre colecionismo e o hábito de comprar discos (vídeo)

Collectors Room: Queen e clássicos na bela coleção de Marcelo PardinCollectors Room
Queen e clássicos na bela coleção de Marcelo Pardin

Rock in Rio: a cobertura estereotipada do Multishow no Dia do Metal (vídeo)Rock in Rio
A cobertura estereotipada do Multishow no Dia do Metal (vídeo)

Collectors Room: a terapia que é arrumar a coleção de discos (vídeo)

Collectors Room: os fantásticos singles e porque eles não saem no Brasil (vídeo)

Collectors Room: Mötley Crüe e o conto das turnês de despedida (vídeo)

Collectors Room: Floor Jansen e Nightwish, uma união espetacular (vídeo)

Todas as matérias sobre "Collectors Room"



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Collectors Room"Todas as matérias sobre "Motley Crue"


Raul Seixas: qual a origem da música Gita?Raul Seixas
Qual a origem da música "Gita"?

Metallica: prejudicando as finanças da Igreja UniversalMetallica
Prejudicando as finanças da Igreja Universal


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adWhipDin