RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


A curiosa história de "American Woman", música anti-guerra que se tornou um hit

Por Mateus Ribeiro
Postado em 16 de junho de 2024

Existem músicas que possuem histórias muito interessantes e curiosas. É o caso de "American Woman", hit da banda canadense The Guess Who, que foi lançada há mais de meio século e ganhou releituras assinadas pela banda suíça Krokus e pelo cantor/compositor estadunidense Lenny Kravitz.

Pois bem, "American Woman" é a faixa que dá nome ao álbum que o The Guess Who lançou em 1970. A música foi criada quando o guitarrista Randy Bachman passou por um perrengue durante uma apresentação que o grupo estava fazendo no final dos anos 1960.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A corda arrebentou? Sem problemas!

"Bem, eu estava no palco com o The Guess Who. Eu não tinha uma guitarra reserva. Não tinha um afinador. Não tinha um roadie. Arrebentei uma corda [da guitarra]. Naquela época, quando você arrebentava uma corda, o líder, que era Burton Cummings [tecladista/vocalista do The Guess Who], dizia: ‘Randy quebrou uma corda, vamos fazer uma pausa’. Então, a banda fazia uma pausa enquanto você se esforçava para trocar a corda.

Markus Spiske @ www.unsplash.com
Markus Spiske @ www.unsplash.com
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Essa guitarra era uma Les Paul de 59 com uma barra de tremolo Bigsby, então, demorou um pouco para trocar uma corda (...). E com o Bigsby na guitarra, você tem que a afinar várias vezes, porque o Bigsby tem uma mola. Quando você afina a guitarra e as cordas atingem o tom, todas elas saem do tom novamente. É preciso afinar e afinar até que a mola encontre seu lugar de descanso", relatou Randy, durante entrevista concedida ao site Songfacts.

"Comecei a tocar esse riff no palco e olhei para o público, que agora estava se aglomerando e conversando entre si. Todas as suas cabeças se voltaram para trás. De repente, percebi que estava tocando um riff que não queria esquecer e que precisava continuar tocando. Então me levantei e continuei tocando esse riff. Estava sozinho no palco. Olhei para a plateia e vi meu baterista, Garry Peterson, pedi para ele subir ao palco e começamos a tocar. Então, vi [o baixista do Guess Who] Jim Kale, ele olhou para cima, e eu e Garry estamos tocando. Eu o chamei e ele começou a tocar o riff do baixo. E então, chamamos Burton Cummings no palco, e virou uma jam session. Estávamos tocando esse riff várias vezes", acrescentou o guitarrista, que também contou como nasceu a letra de "American Woman".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu gritei: ‘Cante alguma coisa!’. E ele [Burton] respondeu: ‘O quê?’. Eu falei: ‘Cante qualquer coisa!’. E as primeiras palavras que saíram de sua boca foram: ‘American woman, stay away from me’ [‘Mulher americana, fique longe de mim’].

Estávamos fazendo uma turnê nos Estados Unidos. Isso foi no final dos anos 60, eles tentaram nos recrutar e nos mandar para o Vietnã. Estávamos de volta ao Canadá (...), onde o baile estava cheio de fugitivos do recrutamento que deixaram os Estados Unidos. Isso foi em Kitchener-Waterloo, uma cidade nos arredores de Toronto, e escrevemos a música ali mesmo no palco."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Uma música anti-guerra

A "Mulher Americana" citada na letra de "American Woman" não é necessariamente uma mulher. Segundo Randy, a expressão se refere a dois famosos símbolos estadunidenses.

"É basicamente uma música de protesto contra a guerra, que diz: ‘Não queremos suas máquinas de guerra, não queremos suas cenas de gueto, fiquem longe de mim’ [‘We don't want your war machines, we don't want your ghetto scenes, stay away from me’].

‘American Woman’ não é a mulher na rua. É a Estátua da Liberdade e aquele pôster do Tio Sam com a cartola de estrelas e listras em que ele tem um dedo apontando para você: ‘Uncle Sam Wants You’ [‘O Tio Sam Quer Você’]. Esse foi basicamente o nosso pensamento no momento em que a música foi escrita no palco."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Um hit que foi censurado

No fim das contas, "American Woman" se tornou um grande sucesso, que chegou ao primeiro lugar das paradas dos Estados Unidos. Porém, de acordo com Randy, o governo vetou a execução da música.

"[‘American Woman’] Chegou ao primeiro lugar na Billboard antes de perceberem que era uma música de protesto contra a guerra, porque não era permitido tocar músicas de protesto no rádio. O governo proibiu (...). The Guess Who estava nessa onda de ‘These Eyes’, ‘Laughing’, ‘She's Come Undone’, ‘No Sugar Tonight’, ‘No Time’ e depois ‘American Woman’. O rádio tocava automaticamente sem nem pensar que estávamos dizendo palavras contra a guerra, letras contra a guerra."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No fim das contas, a tenebrosa e desnecessária Guerra do Vietnã acabou. E "American Woman", que resistiu ao teste do tempo, continua sendo ouvida por muitas pessoas até os dias atuais. Ainda bem!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Histórias de Músicas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.
Mais matérias de Mateus Ribeiro.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS