Carol Morreu - Sobre as Vergonhinhas (Parte 2)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Ricotta
Enviar Correções  

"Eu Leio Ricotta" no Orkut
"Fã Clube Ricóttico" no Orkut

(Saturday Limbo Night com a Garota Cameron Diaz Emo)

"Emo de novo?"

"Se você considerar que eu tô vendo um show do The Used com o My Chemical Romance, pode ser que sim. Mas nem, hoje eu tô bem."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Mas me explica isso... ficar emo é ficar mal? Num dá pra ficar emo e bem ao mesmo tempo?"

"Ah, eu não! Quando eu digo que tô Emo é porque tô chorando, toda triste. Mas hoje eu tô bem! Já fui ver a Avril Lavigne."

"Tu foi? Pô, tava afimzão de ir, perdi o prazo de credenciamento. Como foi?"

"Claro que eu fui! Sou fã da Avril desde criancinha."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Você prefere a fase antiga dos primeiros discos ou curte mais essa nova fase e tal, mais madura?"

"Tipo, no cd mais novo, ela ousa mais nos vocais, está super aguda."

"Eu já ouvi, tenho os dois aqui. Losing Skin é uma musica muito foda!"

"Losing Grip."

"Mas pô, não sabia que você ouvia Avril. Engraçado isso."

"Hoje eu tava escrevendo sobre as VERGONHINHAS. Aquelas músicas que as pessoas escutam mas que tem vergonha de assumir."

"Sim sim, estava pensando nisso agora mesmo! Eu tenho uma lista extensa."

"É lógico que eu acabo dando mais valor em músicas mais densas, mas adoro lixão pop também. Cara, hoje eu ouvi Goo Goo Dolls direto."

"Eu também adoro Goo Goo Dolls! E geralmente acabo dando mais valor ao lixão pop mesmo."

"Pô, vou te falar que o Gutterflower é um disco bem ruinzinho, mas tem umas musicas que eu curto... Here Is Gone é muito foda! Eu tenho outras vergonhinhas... tipo Ataris, All American Rejects. As letras são horríveis! Mas são em inglês então eu penso em outra coisa, sei lá... me ligo mais nas melodias babas."

publicidade

"Eu não tenho vergonhinha de nada disso! AMO todas as bandas que você falou. Viu como eu sou pop assumida?"

"Podecrer. Mas me diz uma coisa. As letras mexem contigo?"

"Claro que mexem. Elas falam de coisas que todo mundo já viveu, de decepções, despedidas, pés na bunda... não tem como não relacionar, como não lembrar do cara que eu gosto ou de não querer dizer tudo aquilo pra ele."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Com certeza. Mas você tem noção de que os caras não são POETAS e tal, certo? Sei lá, tu pega um cara como o Amarante dos barbas... ele é um cara que vai mais fundo, cê num acha?"

"Sim, ele vai mais fundo mas é pedante pra caralho. Aí uma coisa meio que anula a outra. Claro que eu admiro o lirismo e a beleza das letras dos Los Hermanos, mas tem umas que vão tão longe que você aprecia pela beleza dela e só, já que não existe relação direta com a sua vida. São emoções diferentes."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Entendi. Cara, eu adoro baladas românticas de bandas posers... tipo Poison, Bon Jovi, Skid Row... quando eu era moleque, amava mesmo, de emocionar e tal... hoje em dia, tem uma mistura de ironia, de tu pensar CARALEO, COMO ISSO É TOSCO mas ao mesmo tempo tu achar bacana, num sei explicar."

"Eu odeio."

"Mas sobre uma parada que você falou sobre os barbas... você disse que as letras vão tão longe, acaba que você não consegue se identificar... mas elas podem te influenciar a enxergar o amor de outras formas, não? Ao invés da arte imitar a vida, a vida imitar a arte, saca?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Saco. Mas eu nao cheguei até aí não."

"Você sofre muito por amor?"

"Muito."

"Mas é um lance mais auto destrutivo mesmo ou você enxerga alguma beleza nisso?" - eu realmente não fazia a menor idéia do que estava falando.

"Não é algo que tenha um objetivo, oras! Não é achar bonito ou querer me destruir... Simplesmente acontece d'eu me apaixonar muito pelas pessoas. Poucas pessoas."

"Podcrer... Cara, eu tenho pensado muito sobre como as pessoas se relacionam e... enfim... que saco... nem quero ficar teorizando sobre isso não! Aliás, eu acabei de me tocar de algo horrível."

"O quê?"

"De como é um absurdo analisar as letras dos outros... se o que bate em você é x, quem sou eu pra julgar o que é uma letra boa? Você pode ouvir Gram Parsons, eu curto muito o jeito que ele fala sobre amor, e ele simplesmente pode não te despertar nada, certo? É por isso que eu nunca vou conseguir levar a sério esse lance dos MALDITOS CRÍTICOS MUSICAIS. Quando eu sacaneio músicas ou artistas, é uma parada leve, num tem a pretensão de julgar, é transformar negatividade em palhaçada, é saudável. Quando você chega e diz PÔ, MAS AQUELA LETRA É HORRÍVEL é porque você tem todo um contexto pessoal pra empregar aquilo, seja num texto ou numa conversa. Ou você não é mais tão ingênuo pra levar o amor de tal forma... ou então é porque você é ranzinza mermo ou então porque quer pagar de durão, pode ser por vários motivos. Por exemplo, tem essa letra do Ryan Adams WHEN YOU'RE YOUNG YOU GET SAD AND YOU GET HIGH ela significa muito pra mim, acho linda a música, a letra, agora pra você imagino que ela não faça a menor diferença."

"Acertou em cheio. I only get sad."

"Mas posso arriscar um palpite?" - lá vai o psicólogo de butequim falar merda.

"Pode, claro."

"Eu acho que se as letras dessas bandas mexem bastante contigo, talvez seja por você não ir tão fundo do poço como você imagina. Às vezes, você queria ir mais pro limbo mas (felizmente ou não, aí depende do ponto de vista) você não tem uma tendência à isso. Mas queria ter então rola uma certa dissimulação que faz com que você queira sofrer mais do que realmente sofre." - pronto, já transformei a garota em personagem. eu sempre faço isso com as pessoas, é horrível.

"Realmente você me transformou no que quis, né? Olha, eu não sei. Eu nunca tive um relacionamento longo pra saber o que é amor, convivência, essas coisas. Mas acho também que você não tem a menor base pra falar isso."

"Com certeza. Até porque sacar o gosto musical alheio é muito pouco pra se criar qualquer analise válida. Eu só tava querendo ENXERGAR ALÉM DO QUE SE VÊ... te falei que tava arriscando um palpite. Mas é assim que meu processo criativo funciona, saca? Eu poderia fazer uma música pra você baseado nisso, mas no caso não seria pra VOCÊ. Eu criaria um personagem na minha cabeça baseado em você e a partir dele, criaria em cima."

"Entendi. Não vou te dizer que seja uma coisa sobrenaturalmente inimaginável o que você falou sobre mim. Não acho que seja fiel ao que sou de verdade, mas sempre é interessante ouvir o que os outros acham de você. Mesmo quando dizem que parece que você se acha mais profunda do que realmente é, ou algo tipo VOCÊ SE ACHA MUITO MAS NA VERDADE EU TE ACHO UMA MENINA BOBINHA E BURRA." - porra, dramatizou ao extremo agora, hein garota?

"Mas o lado emocional da coisa não tem nada a ver com ser bobinha e burra. Conheço garotas que são tachadas como bobas e burras e que na verdade tem uma carga emocional muito mais profunda que vários pseudo poetas por aí. Na verdade, SER BOBA E BURRA é um conceito muito relativo."

(...)

Escrito por Felipe Ricotta às 03h33 [ (0) RICOTE-ME BABY] [ envie esta mensagem ]

CONTINUAÇÃO DA RICOTTA #111

(ela me perguntou o que era IT, mandei ela ler a ricotta #108)

"Tipo, isso foi uma maneira sutil de perguntar se isso funcionou comigo porque eu te leio? Assume, porra! Haha! E putinha? Putinha é foda."

"O putinha é carinhoso. Mas nem foi isso que você pensou não. É que você perguntou o que era IT e eu lembrei desse texto."

"Bem, confesso que a definição de IT é bem o que eu gostaria de poder dizer que tenho. Mas isso é seu e não meu, né?"

"Com certeza. E justamente por isso chama IT. Porque eu nunca vou saber. E essa curiosidade louca que gira em torno do IT é o que faz a pessoa ganhar pontos na minha Escala Emo Sentimental."

"Eu não tô acreditando que estou ouvindo isso. As pessoas são mesmo bizarras..."

"É algo tipo assim. Se você vira pra mim e diz AI, VOCÊ É LINDO ADORO SEUS TEXTOS E ESTOU LOUCA PRA TE CONHECER ou até mesmo se você tentasse demonstrar isso de uma forma mais sútil, você não estaria fazendo realmente nada que possa vir a acrescentar na minha Escala Emo Sentimental. Mas isso é universal, acredito eu."

"Hummmm, tem gente que gosta."

"Pô, mas quem disse que eu não adoraria? Todo mundo adora ouvir isso. Mas daí a interferir na Escala Emo Sentimental, são outros 500. Alías, te digo que o meio termo ideal entre AI, VOCÊ É LINDO ADORO SEUS TEXTOS E ESTOU LOUCA PRA TE CONHECER e QUEM VOCÊ PENSA QUE É, SEU MERDA? VAI SE FODER! seria a dose ideal pr'um aumento contínuo na Escala Emo Sentimental Farenheit. Cara, vou te confessar uma parada... acho que já faz um bom tempo que eu ando meio bolado com esse lance de demonstrar sentimentos e desejos pras mulheres. Será que isso é algum trauma pós-fim de relação? É como se eu tivesse uma trava elétrica emocional."

"É só não sentar mais no banco de trás."

"Adorei isso... AS TRAVAS ELÉTRICAS EMOCIONAIS. Vai virar música com certeza. Me diz uma coisa, você acha que eu devo arder nas chamas do inferno por ter terminado um namoro no DIA de Natal?"

(...)

"And I want to get free. Talk to me. I can feel you falling.

And I wanted to be All you need. Somehow here is gone" ("Here Is Gone", Goo Goo Dolls)

"Acho que ela deveria entender que entre ela e Jesus, Jesus deve vir sempre em primeiro lugar. Se ela ficar puta com isso é porque ela é uma herege. E você não quer namorar gente desse tipo, não é mesmo? Mas respondendo à sua pergunta, acho que você foi mega ultra escroto. Deu presente pra ela, pelo menos?"

"Dei. Um dia antes. E eu lembro que logo depois que mandei a real, ela me disse QUE PENA, NÃO VAI GANHAR PRESENTE MEU ESSE ANO. E cara, quando eu lembro dela meio que rindo disso com lágrimas nos olhos, me dá vontade de chorar. Acho que ela foi a Garota Mais Triste a Contar uma Piada da História da Humanidade."

"Essa frase você tirou de um filme!"

"Nem tirei, te juro. Mas digamos que teve uma influência forte da Saddest Girl Whoever Held a Martini do Vanilla Sky. Cara, dá um frio na barriga quando você pensa que abandonou alguém que te amava."

"Dá mesmo. Ainda bem que eu só fiz isso uma vez. Segunda faz um ano que o cara que eu amava me abandonou. Eu ainda choro por isso, ele nem lembra."

"Tô ouvindo Damien Rice... já era... Saturday Limbo Night."

"Vai dormir, tá tardão."

(foi quando eu embarquei na nóia de que ela tinha ficado triste)

"Você ficou triste agora, não ficou? Eu senti, eu acho." - eu senti, eu acho? eu deveria ter vergonha de mim mesmo - "E eu tô olhando a tua foto e a expressão do teu rosto parece muito com a da Cameron Diaz um segundo antes da Penelope Cruz olhar pra ela e falar THE SADDEST GIRL WHOEVER... o segundo depois foi o exato momento em que você terminou de ler minha mensagem VOCÊ FICOU TRISTE AGORA, NÃO FICOU? Na foto, é como se você ainda tivesse disfarçando a tristeza. Você tava segurando algo nessa foto?"

"Eu não lembro se tava segurando alguma coisa, mas achei FOFO o que você disse. E isso falo de verdade, porque falar FOFO não agrada homem nenhum - ainda bem que ela sabe. ricotta #85 (http://carolazevedo.zip.net/arch2005-04-10_2005-04-16.html)

"Eu tô quase descendo no quarto da minha irmã e pegando Vanilla Sky pra assistir pela trigésima sétima vez."

"Eu posso até ser triste como ela, mas não sou tão bonita quanto a Cameron Diaz. Isso pode ser decepcionante pra você."

"Cara, a diferença entre você e a Cameron Diaz é que ela tem Hollywood. Você tem Casa da Matriz. Mas nem tem como comparar belezas, tô fora disso."

"Eu queria ter IT. Não necessariamente o seu IT, mas um IT meio que absoluto, mesmo sabendo que ele não existe."

"Mas não existe o meu IT. O IT é o IT, cara. Entendeu? O IT é o IT e só."

"Nem. O it é totalmente relativo."

"Exatamente por ser relativo, o It é o It. E só. Cara, isso vai ter que virar música. O IT É O IT. E SÓ." - e será que o Kid Abelha vai sacar a homenagem/chupação discarada?

"A mesma das travas elétricas, por favor. E dedicada pra mim quando você ganhar o prêmio de artista revelação no VMB."

"Poxa, eu sempre sonhei em ganhar esse prêmio quando era criança. Hoje em dia que eu tô começando a adentrar esse meio, meu sonho se perdeu de direção. Tenho mais vontade de não aparecer na festa de entrega e ganhar, coisas do tipo."

"Pode me mandar pra subir lá linda, ruiva e de minissaia. Ia tirar muito mais onda."

(Special Features. Texto Deletado)

"(...)eu fico aqui imaginando o que você pensa a partir do que você tecla... aliás, isso é terrivelmente frio, o grande problema da comunicação virtual... quando as pessoas olham nos olhos, fica muito mais verdadeiro, pô, eu posso teclar aqui AHAHAHAHAHAH e eu não dei nenhuma gargalhada, tá me entendendo. O espaço pra dissimulação e pra criatividade é muito maior."

"Quem é dissimulado é sempre assim. Mas pra isso que servem as webcams, ora! E pros strips também, lógico."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Carol Morreu

Carol Morreu - Saca a Graforréia?

Carol Morreu - Peter Parker escuta Loser Manos?

Carol Morreu - Minha Primeira Vez no Circo

Carol Morreu - Dance o Twist com os Autoramas

Carol Morreu - Pitty e os conselhos da minha avó

Carol Morreu - As botas sujas de Frank Jorge

Carol Morreu - Lobão para iniciantes

Carol Morreu - Eu fui no show do Planet Hemp e não fumei

Carol Morreu - A pinta que me encarava

Carol Morreu - Meu coração country em sintonia com Kid Abelha

Carol Morreu - Mas e o show do Mundo Livre, cara?

Carol Morreu - Sobre as 18.999 pessoas que gritavam Hey e Ho

Carol Morreu - Eu sou o inverso do funilCarol Morreu - Eu sou o inverso do funil

Carol Morreu - Eu não consigo ser tão emo o tempo inteiroCarol Morreu - Eu não consigo ser tão emo o tempo inteiro

Carol Morreu - Nando Reis no Caneção

Carol Morreu - Por que não levar uma paty prum show de hardcore?Carol Morreu - Por que não levar uma paty prum show de hardcore?

Carol Morreu - Black Alien no Odisséia

Carol Morreu - Alguém me dê um celular, please?Carol Morreu - Alguém me dê um celular, please?

Carol Morreu - O que aconteceu com os Irmãos Brothers?Carol Morreu - O que aconteceu com os Irmãos Brothers?

Carol Morreu - Red Racing Sound (Festa da Marlboro)Carol Morreu - Red Racing Sound (Festa da Marlboro)

Carol Morreu - Mas e essas guitarras purpurinadas, hein?Carol Morreu - Mas e essas guitarras purpurinadas, hein?

Carol Morreu - Foda-se a televisão! Foda-se a rádio! Foda-se Bush!Carol Morreu - Foda-se a televisão! Foda-se a rádio! Foda-se Bush!

Carol Morreu - Para curar essa maldita ressaca intelectualCarol Morreu - Para curar essa maldita ressaca intelectual

Carol Morreu - Não quero mais pagar de Ricota Nostálgica Triste!Carol Morreu - Não quero mais pagar de Ricota Nostálgica Triste!

Carol Morreu - Resolvendo uma treta com o DjavanCarol Morreu - Resolvendo uma treta com o Djavan

Carol Morreu - Deixei minha barba crescer para ver os hermanosCarol Morreu - Deixei minha barba crescer para ver os hermanos

Carol Morreu - Você conhece o Fucker Pullover?Carol Morreu - Você conhece o Fucker Pullover?

Carol Morreu - Eu descobri quem é a Garota VenenoCarol Morreu - Eu descobri quem é a Garota Veneno

Carol Morreu - A procura de Jah no show do NatirutsCarol Morreu - A procura de Jah no show do Natiruts

Carol Morreu - Eu perdi o show, cara!Carol Morreu - Eu perdi o show, cara!

Carol Morreu - A surra que o rei quase tomou?Carol Morreu - A surra que o rei quase tomou?

Carol Morreu - Raul ficou do lado de foraCarol Morreu - Raul ficou do lado de fora

Carol Morreu - Humberto usa Loireal?Carol Morreu - Humberto usa Loireal?

Carol Morreu - DJ Marlboro não fuma MarlboroCarol Morreu - DJ Marlboro não fuma Marlboro

Carol Morreu - Ruído Fest 2005, a ExperiênciaCarol Morreu - Ruído Fest 2005, a Experiência

Carol Morreu - Toni Garrido estava certo sobre o fim de semana

Carol Morreu - O mito Stevie BCarol Morreu - O mito Stevie B

Carol Morreu - Medo e delírio na MicaretaCarol Morreu - Medo e delírio na Micareta

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta IICarol Morreu - Medo e delírio na Micareta II

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta IICarol Morreu - Medo e delírio na Micareta II

Carol Morreu - Surfistas calhordasCarol Morreu - Surfistas calhordas

Carol Morreu - Mas como assim dentro do freezer?

Carol Morreu - Fritando no Shopping (Parte 1)

Carol Morreu - O Efeito Borboleta Ricótico

Carol Morreu - Garotas

Carol Morreu - Fritando no Shopping (Parte 2)

Carol Morreu - O CD coletânea que eu levei pra matrix

Carol Morreu - Mostrei o dedo do meio

Carol Morreu - A maldição das amigas que você não quer

Carol Morreu - Roubando público do D2Carol Morreu - Roubando público do D2

Carol Morreu - Entrevista exclusiva com Felipe Ricotta

Carol Morreu - Welcome To My Life

Carol Morreu - Sobre as Vergonhinhas (Parte 1)

Carol Morreu - Móóóóóóóby! A Ricotta que terminou do nada

Carol Morreu - E esse lance de dar beijinho no cabelo?

Carol Morreu - Eu sou uma farsa, porra!

Carol Morreu - Táticas Lenny no Fashion Rio (Parte I)

Carol Morreu - Táticas Lenny no Fashion Rio (Parte II)

Carol Morreu - Liberando sentimentos negativos no amigo

Carol Morreu - Stones em Copacabana

Carol Morreu - Ricotta Sacuda

Carol Morreu - Ricotta John Davis

Todas as matérias sobre "Carol Morreu"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Varg Vikernes: ele diz odiar o Brasil e cita brasileiros como inferioresVarg Vikernes
Ele diz odiar o Brasil e cita brasileiros como "inferiores"

Axl Rose: como ele pegava todas as garotas que Slash conquistavaAxl Rose
Como ele pegava todas as garotas que Slash conquistava


Sobre Felipe Ricotta

Felipe Ricotta, 24, é vocal e guitarra do Carol Azevedo.

Mais matérias de Felipe Ricotta no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 CliIL WhiFin Cli336 Cli336 Cli336 Cli336