Carol Morreu - O que aconteceu com os Irmãos Brothers?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Ricotta
Enviar correções  |  Ver Acessos

Primal Scream e Libertines. Rio. Tim Festival. Armazém 5.

Definitivamente, os Irmãos Brothers não são mais os mesmos.

O tempo vai passando e por mais que a gente não queira enxergar, é inevitável não perceber que certas coisas não fazem mais o menor sentido.

Apavoramento total nas menininhas de São Lourenço em Carnavais memoráveis?

Enlouquecer no Alzirão botando chifres no seu amor e dando beijo de língua em mendigas e até na própria mãe?

Nem, perdeu toda a graça.

Mas se o Carl e o Pete do Libertines tretaram feio, os Irmãos Brothers ainda seguem na luta.

"Tá, mas e o show, hein?"

(...)

Na última hora, recebemos o reforço etílico de nosso Amigo Sueco de 60 anos que surgiu de dentro de um táxi sedento por rock'n'roll. E logo na entrada, arquitetávamos planos malignos sobre como poderíamos invadir o camarim do Primal Scream e beber do Scotch Whisky deles se aproveitando da condição de gringo do nosso amigo.

"Olha, eu estou com um senhor escocês que é de Glasgow, cidade natal da banda. Será que tinha como a gente trocar uma idéia com os caras? Poxa, ele é muito fã mesmo, sabe? E ele mora na mesma cidade dos caras, acho que eles até iriam gostar de ver um conterrâneo e..."

"Olha, Felipe, os caras estão meio cansados, acabaram de chegar de São Paulo e nem vai rolar." - a insensível assessora de imprensa não se comoveu com o meu caô e chegou logo vetando nosso barato.

"Okay, no problem. Let's drink some beer, man!"

(...)

O estupro sonoro da Discotheque From Hell do Primal Scream abriu a noite em alto estilo e será que alguém anotou a placa daquela versão de "Swastika Eyes"?

(...)

A música que eu não lembro qual chegava ao fim, a iluminação em total sintonia com o momento e o cara parou de cantar. Num gesto totalmente espontâneo, largou o pedestal parado no meio do palco com o microfone apontado pro alto enquanto as três guitarras berravam microfonia sem fim.

Definitivamente, um momento Kodak inesquecível - quem bateu essa foto?

Pra fechar, uma versão exterminadora de "Kick Out The Jams" com direito à Surto Mike Patton por parte do chapado vocalista, que acabou isolando a base de seu pedestal em cima de algum desavisado na platéia após destruí-lo em cima do palco.

Depois do baque, já poderia ir pra casa feliz, mas a noite ainda estava no meio e na hora eu só pensava em como deve ser legal jogar um pedestal em cima de um mar de gente.

(...)

Sou suspeito pra falar algo sobre o Libertines.

Aliás, perdi a voz cantando todas as músicas sendo que eu não sabia metade das letras. E como isso?

"Ah, sei lá. Ninguém entende aquele maldito sotaque britânico chapado mesmo, né?"

(...)

"Cadê o Pete, pô?"

Aquele guitarrista que ninguém sabe o nome pode pular à vontade e beber Whisky no gargalo pagando de cool. Ele é apenas o roadie que está no lugar de Pete Doherty.

Talvez muita gente não entenda, mas eu sinto falta dos Junkys e Doidões de Plantão.

Depois do Kurt, quem é o Last High assumido dos últimos tempos?

Sabe aquele cara que se perde violentamente nesse mundo louco e você acaba se identificando muito com ele?

Na verdade, você se emociona pois até queria fazer o mesmo, mas lhe falta coragem e teu senso de auto preservação sempre acaba falando mais alto.

Pessoas como essas são mais que necessárias hoje em dia para que conceitos e filosofias de vida sejam revistas e questionadas.

Elas são o exemplo e o anti-exemplo tudo ao mesmo tempo agora e por mais absurdo que pareça, são tão bem sucedidas no caminho que escolheram quanto o Abílio Diniz ou o Luciano Huck.

Mas o lance aqui não é apologia às drogas.

As drogas são apenas um detalhe nessa história, nada mais do que um apêndice mínimo.

Eu tô falando sobre ser feliz, buscar respostas e deixar sua marca no mundo, saca?

Quem se habilita?

(...)

Os roadies em cima do palco pagando mó micão colocando a bateria de volta no lugar enquanto o único fã carioca do Carol Azevedo se revoltava com a atitude do batera, que teve um chilique amador e desarrumou seu kit de uma forma totalmente forçada e não-rock.

"Parece coisa de criança mimada! Ninguém ensinou pra ele que a bateria a gente quebra só no final do show?"

17 horas depois do palco ficar pronto, ele fez as pazes com a macacada tocando um sambinha e a banda voltou pra tocar mais um pouco e enfim fechar com "What Became Of The Likely Lads" e "I Get Along".

"Então eles são a banda do momento e você ficou decepcionado com aquela cara de "É Só Isso"?"

E é exatamente só aquilo mesmo, uma banda tosca sem nada de mais.

E por isso mesmo excelente.

(...)

"Na hora que tu saiu, ela veio me perguntar se era sério esse lance de que você escreve."

"E aí?"

"Aí, eu falei que você era meu irmão mais velho, que você mandava muito bem nos textos e que eu aprendia muito com você."

"ahahahahahah"

"Ela duvidou e me perguntou em que ano você tinha nascido."

"Podecrer, ela me perguntou depois também."

"Aí me deu um branco, cara. Não sabia o que falar, falei 2007!"

"Hein?"

"Sei lá, loucuras extremas."

Os neurônios não são mais os mesmos e a Psicodelia Melancólica, ao longo dos anos, foi destruindo lentamente a sagacidade dos Irmãos Brothers.

Mas isso não significa que tudo esteja perdido.

Muito pelo contrário.

É apenas uma nova parte da nossa história, my brother.

"Oh, You Can't Stand Me Now?"


Carol Morreu

Carol Morreu - Saca a Graforréia?

Carol Morreu - Peter Parker escuta Loser Manos?

Carol Morreu - Minha Primeira Vez no Circo

Carol Morreu - Dance o Twist com os Autoramas

Carol Morreu - Pitty e os conselhos da minha avó

Carol Morreu - As botas sujas de Frank Jorge

Carol Morreu - Lobão para iniciantes

Carol Morreu - Eu fui no show do Planet Hemp e não fumei

Carol Morreu - A pinta que me encarava

Carol Morreu - Meu coração country em sintonia com Kid Abelha

Carol Morreu - Mas e o show do Mundo Livre, cara?

Carol Morreu - Sobre as 18.999 pessoas que gritavam Hey e Ho

Carol Morreu - Eu sou o inverso do funilCarol Morreu - Eu sou o inverso do funil

Carol Morreu - Eu não consigo ser tão emo o tempo inteiroCarol Morreu - Eu não consigo ser tão emo o tempo inteiro

Carol Morreu - Nando Reis no Caneção

Carol Morreu - Por que não levar uma paty prum show de hardcore?Carol Morreu - Por que não levar uma paty prum show de hardcore?

Carol Morreu - Black Alien no Odisséia

Carol Morreu - Alguém me dê um celular, please?Carol Morreu - Alguém me dê um celular, please?

Carol Morreu - Red Racing Sound (Festa da Marlboro)Carol Morreu - Red Racing Sound (Festa da Marlboro)

Carol Morreu - Mas e essas guitarras purpurinadas, hein?Carol Morreu - Mas e essas guitarras purpurinadas, hein?

Carol Morreu - Foda-se a televisão! Foda-se a rádio! Foda-se Bush!Carol Morreu - Foda-se a televisão! Foda-se a rádio! Foda-se Bush!

Carol Morreu - Para curar essa maldita ressaca intelectualCarol Morreu - Para curar essa maldita ressaca intelectual

Carol Morreu - Não quero mais pagar de Ricota Nostálgica Triste!Carol Morreu - Não quero mais pagar de Ricota Nostálgica Triste!

Carol Morreu - Resolvendo uma treta com o DjavanCarol Morreu - Resolvendo uma treta com o Djavan

Carol Morreu - Deixei minha barba crescer para ver os hermanosCarol Morreu - Deixei minha barba crescer para ver os hermanos

Carol Morreu - Você conhece o Fucker Pullover?Carol Morreu - Você conhece o Fucker Pullover?

Carol Morreu - Eu descobri quem é a Garota VenenoCarol Morreu - Eu descobri quem é a Garota Veneno

Carol Morreu - A procura de Jah no show do NatirutsCarol Morreu - A procura de Jah no show do Natiruts

Carol Morreu - Eu perdi o show, cara!Carol Morreu - Eu perdi o show, cara!

Carol Morreu - A surra que o rei quase tomou?Carol Morreu - A surra que o rei quase tomou?

Carol Morreu - Raul ficou do lado de foraCarol Morreu - Raul ficou do lado de fora

Carol Morreu - Humberto usa Loireal?Carol Morreu - Humberto usa Loireal?

Carol Morreu - DJ Marlboro não fuma MarlboroCarol Morreu - DJ Marlboro não fuma Marlboro

Carol Morreu - Ruído Fest 2005, a ExperiênciaCarol Morreu - Ruído Fest 2005, a Experiência

Carol Morreu - Toni Garrido estava certo sobre o fim de semana

Carol Morreu - O mito Stevie BCarol Morreu - O mito Stevie B

Carol Morreu - Medo e delírio na MicaretaCarol Morreu - Medo e delírio na Micareta

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta IICarol Morreu - Medo e delírio na Micareta II

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta IICarol Morreu - Medo e delírio na Micareta II

Carol Morreu - Surfistas calhordasCarol Morreu - Surfistas calhordas

Carol Morreu - Mas como assim dentro do freezer?

Carol Morreu - Fritando no Shopping (Parte 1)

Carol Morreu - O Efeito Borboleta Ricótico

Carol Morreu - Garotas

Carol Morreu - Fritando no Shopping (Parte 2)

Carol Morreu - O CD coletânea que eu levei pra matrix

Carol Morreu - Mostrei o dedo do meio

Carol Morreu - A maldição das amigas que você não quer

Carol Morreu - Roubando público do D2Carol Morreu - Roubando público do D2

Carol Morreu - Entrevista exclusiva com Felipe Ricotta

Carol Morreu - Welcome To My Life

Carol Morreu - Sobre as Vergonhinhas (Parte 1)

Carol Morreu - Sobre as Vergonhinhas (Parte 2)

Carol Morreu - Móóóóóóóby! A Ricotta que terminou do nada

Carol Morreu - E esse lance de dar beijinho no cabelo?

Carol Morreu - Eu sou uma farsa, porra!

Carol Morreu - Táticas Lenny no Fashion Rio (Parte I)

Carol Morreu - Táticas Lenny no Fashion Rio (Parte II)

Carol Morreu - Liberando sentimentos negativos no amigo

Carol Morreu - Stones em Copacabana

Carol Morreu - Ricotta Sacuda

Carol Morreu - Ricotta John Davis

Todas as matérias sobre "Carol Morreu"


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção HumorTodas as matérias sobre "Carol Morreu"


Andre Matos: Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!Andre Matos
"Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"

Musos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!Musos do Heavy Metal
Agora é a vez das garotas!


Sobre Felipe Ricotta

Felipe Ricotta, 24, é vocal e guitarra do Carol Azevedo.

Mais matérias de Felipe Ricotta no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336