Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemO dia que Serguei fez um react do clipe de "Recomeçar", o hit do Restart

imagemAdrian Smith conta como Iron Maiden permaneceu forte e era grunge passou

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemOzzy Osbourne diz que "tinha muito o que provar" com "No More Tears"

imagem"Metal Tour Of The Year" chega ao fim e Megadeth agradece bandas participantes

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022


Stamp

Carol Morreu - Meu coração country em sintonia com Kid Abelha

Por Felipe Ricotta
Em 19/10/04

Eu sabia que ia acabar tendo um dia meio Nick Hornsby. Mas juro que nunca li nenhum livro dele. Com vocês, as músicas que mais doem.

1) "Waiting" (Sugar Ray)

A primeira música que me fez chorar!

Como se já não bastassem minhas raízes posers pra queimar meu filme, ainda tenho que assumir que minha primeira lágrima musical derramada ocorreu por causa de uma das bandas mais indiferentes do mundo.

Sugar Ray é uma banda que ninguém odeia e ninguém venera.

Ela simplesmente está lá e deixa ela lá, pô? Qual o problema?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O amor da minha vida tinha mudado de cidade e a letra é clara.

"I'll be waiting there for you".

Mas era uma frase solta no segundo verso principal que elevava ao cubo meu dramalhão.

"She looked at me and softly said i'm gonna love you til the day i die"

(Ela me olhou e disse suavemente 'eu vou te amar até o dia em que eu morrer')

O pior é que eu ainda acredito muito nessa frase.

2) "Return Of The Grevious" (Ryan Adams tocando Gram Parsons)

Eu e meus amigos costumávamos ter os Momentos Country.

A gente sentava no bar que tinha na minha sala, botava um whisky no copo e no som rolava uma coletânea barata de música country do meu pai.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Todo mundo achando uma merda aqueles velhos lamentando e cantando sobre a estrada com aquele sotaque americano caipira, aqueles banjos e tal.

Mas era o Momento Country, cara!

Precisava ser assim.

Até que um dia eu conversava com o gigante irlandês James MacDowell (vulgo Matanza) e perguntei o que ele ouvia em casa.

"Country, man." - ele não falou "man", mas eu queria muito que ele tivesse falado, então foi o que ficou na minha cabeça.

E eu achei aquilo realmente muito foda.

Depois daquele dia, eu comecei a achar bacana esse lance de falar pras pessoas que "em casa eu SÓ ouço Country!", mesmo que isso não fosse verdade.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Sempre que eu falava, era como se eu crescesse pelo m enos meio metro pra cima e pros lados.

Mas acabei sem querer descobrindo esse mp3 e a partir daí, comecei a me ligar de verdade em Gram Parsons.

"Twenty Thousand Roads I Went Down, Down, Down.

And They All Lead Me Straight Right Home To You"

(20 Mil Estradas Eu Rodei E Todas Elas Me Levaram Direto Até Você)

Hoje finalmente minha sensibilidade está preparada, man.

Pro Country.

3) "Pool Shark" (Sublime, versão acústica)

O cara tá no seu quarto, pelado na sua cama de plástico, pensando em como as coisas estão legais pra ele e no momento que antecede o pico na veia, ele assume que um dia vai perder essa batalha.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"One Day I'm Gonna Lose The War".

Ele morreu de overdose anos depois e eu sempre que posso, toco essa música pra alguém.

4) "Só Se For A Dois" (Cássia Eller cantando Cazuza)

"As possibilidades de felicidade são egoístas, meu amor.
Viver a liberdade? Amar de verdade?
Só se for a dois, só dois."

Diz tudo.

Mas na voz do Cazuza nunca me bateu tão forte.

5) "Os Outros" (Kid Abelha)

"Depois De Você, Os Outros São Os Outros E Só."

É, eu sei que você odeia o Kid Abelha.

Eu também, mas foi a primeira vez que uma mulher dedicou uma música pra mim.

E a letra foi tão especial naquela hora que eu mal pude respirar.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Cara, você tem aquela música "Os Outros" do Kid Abelha aí na tua casa?

"Tenho."

"Coloca aí então."

(A música tocou inteira. Coloquei de novo.)

"Qual foi, Ricota? Alguém dedicou a música pra você? ahahah"

"Nem, cara. Nem."

Flutuei e quase bati com a cabeça no ventilador de teto da casa do maluco.

Podia ser até o Detonautas cantando que eu ia me emocionar.

E nesse dia, ela me teve de volta.

Golpe baixo.


Carol Morreu

Carol Morreu - Saca a Graforréia?

Carol Morreu - Peter Parker escuta Loser Manos?

Carol Morreu - Minha Primeira Vez no Circo

Carol Morreu - Dance o Twist com os Autoramas

Carol Morreu - Pitty e os conselhos da minha avó

Carol Morreu - As botas sujas de Frank Jorge

Carol Morreu - Lobão para iniciantes

Carol Morreu - Eu fui no show do Planet Hemp e não fumei

Carol Morreu - A pinta que me encarava

Carol Morreu - Mas e o show do Mundo Livre, cara?

Carol Morreu - Sobre as 18.999 pessoas que gritavam Hey e Ho

Carol Morreu - Eu sou o inverso do funil

Carol Morreu - Eu não consigo ser tão emo o tempo inteiro

Carol Morreu - Nando Reis no Caneção

Carol Morreu - Por que não levar uma paty prum show de hardcore?

Carol Morreu - Black Alien no Odisséia

Carol Morreu - Alguém me dê um celular, please?

Carol Morreu - O que aconteceu com os Irmãos Brothers?

Carol Morreu - Red Racing Sound (Festa da Marlboro)

Carol Morreu - Mas e essas guitarras purpurinadas, hein?

Carol Morreu - Foda-se a televisão! Foda-se a rádio! Foda-se Bush!

Carol Morreu - Para curar essa maldita ressaca intelectual

Carol Morreu - Não quero mais pagar de Ricota Nostálgica Triste!

Carol Morreu - Resolvendo uma treta com o Djavan

Carol Morreu - Deixei minha barba crescer para ver os hermanos

Carol Morreu - Você conhece o Fucker Pullover?

Carol Morreu - Eu descobri quem é a Garota Veneno

Carol Morreu - A procura de Jah no show do Natiruts

Carol Morreu - Eu perdi o show, cara!

Carol Morreu - A surra que o rei quase tomou?

Carol Morreu - Raul ficou do lado de fora

Carol Morreu - Humberto usa Loireal?

Carol Morreu - DJ Marlboro não fuma Marlboro

Carol Morreu - Ruído Fest 2005, a Experiência

Carol Morreu - Toni Garrido estava certo sobre o fim de semana

Carol Morreu - O mito Stevie B

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta II

Carol Morreu - Medo e delírio na Micareta II

Carol Morreu - Surfistas calhordas

Carol Morreu - Mas como assim dentro do freezer?

Carol Morreu - Fritando no Shopping (Parte 1)

Carol Morreu - O Efeito Borboleta Ricótico

Carol Morreu - Garotas

Carol Morreu - Fritando no Shopping (Parte 2)

Carol Morreu - O CD coletânea que eu levei pra matrix

Carol Morreu - Mostrei o dedo do meio

Carol Morreu - A maldição das amigas que você não quer

Carol Morreu - Roubando público do D2

Carol Morreu - Entrevista exclusiva com Felipe Ricotta

Carol Morreu - Welcome To My Life

Carol Morreu - Sobre as Vergonhinhas (Parte 1)

Carol Morreu - Sobre as Vergonhinhas (Parte 2)

Carol Morreu - Móóóóóóóby! A Ricotta que terminou do nada

Carol Morreu - E esse lance de dar beijinho no cabelo?

Carol Morreu - Eu sou uma farsa, porra!

Carol Morreu - Táticas Lenny no Fashion Rio (Parte I)

Carol Morreu - Táticas Lenny no Fashion Rio (Parte II)

Carol Morreu - Liberando sentimentos negativos no amigo

Carol Morreu - Stones em Copacabana

Carol Morreu - Ricotta Sacuda

Carol Morreu - Ricotta John Davis

Todas as matérias sobre "Carol Morreu"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Rock in Rio 1985: 10 ótimos shows do lendário festival para assistir em isolamento

Nirvana, Pearl Jam e Kid: os 100 anos de perdão do Rock



Sobre Felipe Ricotta

Felipe Ricotta, 24, é vocal e guitarra do Carol Azevedo.

Mais matérias de Felipe Ricotta.