RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Stamp

Whitesnake: o retorno da boa e malvada serpente

Por Antonio Rodrigues Junior
Postado em 12 de maio de 2008

Comemorando os 30 anos de carreira, a banda de David Coverdale lança um novo álbum de inéditas "Good to Be Bad" – após mais de uma década de silêncio – e toca no Brasil este mês.

Há pouco mais de três décadas, uma das lendas do hard rock mundial caminhava rumo ao estrelato. Na época, o jovem vocalista David Coverdale surgiu de forma promissora como novo integrante do Deep Purple. Porém, seu nome explodiu mesmo a partir de 78 quando fundou sua própria banda, Whitesnake, que está lançando um novo álbum de inéditas "Good to Be Bad".

Durante as três décadas do Whitesnake, o vocalista lançou alguns dos maiores clássicos do hard rock alcançando o sucesso nas rádios com, por exemplo, "Is This Love", "Fool for Your Loving" e "Love Ain’t No Stranger" – coincidentemente todas têm o amor como tema que, segundo o vocalista, é o assunto que mais lhe inspira. Mesmo assim o grupo passou quase que de forma inativa durante os anos 90, nos quais Coverdale se dedicou a outros projetos como sua carreira solo e uma parceria com Jimmy Page (ex-Led Zeppelin).

A inatividade terminou em 2002 para as comemorações dos 25 anos e uma grande turnê mundial. Durante os últimos seis, o grupo realizou apenas shows e lançou alguns trabalhos ao vivo e coletâneas. Porém, neste ano, David Coverdale surpreendeu os fãs com o lançamento de um novo álbum de inéditas "Good to Be Bad", que chega ao mercado mais de dez anos depois de seu antecessor.

O novo disco, que acaba de chegar às lojas, promete resgatar os grandes momentos do conjunto, que atualmente é composto pelo guitarrista Doug Aldrich (um dos principais compositores do novo álbum e ex-Dio), o guitarrista Reb Beach (ex-Dokken), o baixista Uriah Duffy, o tecladista Timothy Drury (que já excursionou com Eagles e Yes) e o baterista Chris Frazier. E esta é a formação que divulga o novo trabalho, que está fazendo uma turnê mundial, que passa pelo Brasil neste mês para a realização de cinco apresentações.

Nesta entrevista exclusiva a Comando Rock, o vocalista e líder David Coverdale contou sobre o lançamento do novo álbum "Good to Be Bad", as novas composições, a nova formação e o período de dez anos sem inéditas, comentou sobre a nova turnê no Brasil, contou sobre os 30 anos de carreira e a possibilidade de lançamentos comemorativos e abordou o retorno da banda em 2003.

Comando Rock: O grupo está lançando o novo álbum de inéditas "Good to Be Bad". O que pode nos contar sobre o novo trabalho?

David Coverdale: O novo disco possui todos os elementos que, pessoalmente, amo no Whitesnake e muito mais. Sinto que poderia ser um ótimo álbum de estréia se fôssemos uma banda nova e que também é um bom último registro, se esse for o caso. De qualquer forma, estou muito orgulhoso dele.

Comando Rock: "Good to Be Bad" é o primeiro de inéditas em dez anos. Qual a sensação de voltar ao estúdio e gravar um novo disco?

David Coverdale:Ótima! Não me preocupo de forma alguma com o tempo que passou! Houve outras coisas do Whitesnake com as quais as pessoas podiam se ocupar se elas precisassem. Sinto que valeu o tempo de espera. Tenho curtido muito ouvir e tocar as novas músicas!

Comando Rock: O novo trabalho foi feito por uma formação totalmente diferente dos últimos registros. Como foram os processos de composição e gravação do álbum?

David Coverdale:Doug e eu escrevemos todas as músicas. Depois cada um deu seu toque especial, o que fez com que as canções ganhassem vida. As composições aconteceram de uma forma bastante natural e simples, sem pressão para escrever faixas inéditas do Whitesnake para o novo século. Acho que fomos bem sucedidos...

Comando Rock: O novo disco chega às lojas em duas versões: normal e limitada. A edição limitada contém um CD bônus com três faixas e um vídeo.

David Coverdale:Não foi uma escolha minha. Quem fez isso foi a gravadora. Eles acreditaram em mim e devolvi o elogio. Eles parecem saber o que estão fazendo, por isso deixo que façam. Minha única "preocupação" é divulgar o novo material. A edição estendida contém "Summer Rain", que funciona perfeitamente de forma acústica e, como não conseguia me decidir qual solo de guitarra favorecia mais em "All For Love" e já que Reb toca na versão do disco, inclui uma versão com Doug no solo. Todas as outras coisas são remixes e itens de colecionadores.

[an error occurred while processing this directive]

Comando Rock: A turnê de divulgação do novo álbum irá passar pelo Brasil este mês. Qual a expectativa pela nova passagem pelo País?

David Coverdale:O Whitesnake sempre foi tratado com muito amor e hospitalidade pelos fãs brasileiros. Espero que seja assim sempre, mas agora estou trazendo uma nova banda super excitante com muita energia nova.

Comando Rock: Nos últimos anos, o conjunto tem lançado diversos registros ao vivo e coletâneas, o que fez muitos duvidarem que a banda gravaria mais inéditas. O novo trabalho é uma resposta a essas dúvidas?

David Coverdale:De certa forma. Para mim acho que era hora de novas músicas. Para ser honesto precisava de carne nova para "morder".

[an error occurred while processing this directive]

Comando Rock: A banda está completando 30 anos de carreira e você já falou que pretende lançar alguns discos remasterizados, além de um possível DVD. O que pode nos adiantar sobre esse material?

David Coverdale:O problema é e sempre foi trabalhar com grandes companhias como a EMI, que fala uma coisa e depois volta atrás. Sempre acabo sendo cobrado tanto pela gravadora quanto pela imprensa. O que a gravadora parece não entender é que tenho tempo limitado para trabalhar em todos esses projetos que discutimos há alguns anos. Agora estou totalmente ocupado com o novo material do Whitesnake, então essas coisas terão de esperar.

[an error occurred while processing this directive]

Comando Rock: Alguns desses anos, o grupo passou de forma inativa até o retorno em 2003. O que lhe fez decidir pela volta do Whitesnake?

David Coverdale:Foi algo simplesmente para celebrarmos o aniversário de 25 anos da banda. Não tinha planos de continuar trabalhando. Mas foi algo que voltou a fazer sucesso novamente, então acabamos continuando...

Comando Rock: Desde o retorno, o grupo vem realizando ótimas e bem sucedidas turnês mundiais. Essas turnês influenciaram na decisão de gravar um novo álbum?

David Coverdale:É claro. Como isso não afetaria a minha decisão de criar novas músicas e tocar novamente para vocês?

[an error occurred while processing this directive]

Comando Rock: Durante alguns períodos de inatividade do Whitesnake, você lançou seus trabalhos solo. Você pretende voltar a gravar de forma independente algum dia?

David Coverdale:Não tenho idéia! Agora estou aproveitando as comemorações das três décadas do Whitesnake. Meus planos são aproveitar ao máximo esses momentos, continuar a pregar o "Gospel da Serpente" por todo esse mundo e me divertir muito com isso tudo.

[an error occurred while processing this directive]


Comando Rock

Moonspell: O Rock Pesado da Terra de Cabral

Tihuana: a dedicação supera as dificuldades

Comando Rock: O Projeto Brazuca de Billy "Biohazard" Graziadei

Comando Rock: Pitty, a gata selvagem do rock nacional

Calibre 12: Punk, atitude e resistência

Los Toskos: a caminho do segundo CD

Comando Rock: Baixista do HammerFall a Serviço da Solidariedade

Drowned: estremecendo a cena metal mineira

Anthrax: novamente no Topo do Thrash Metal

Comando Rock: Demorou mais de 30 anos, mas as mutações voltaram

Andralls: Expandindo o trauma e quase sendo presos na Europa

Comando Rock: Torture Squad comenta 15 anos de estrada e novo álbum

After Forever: vivendo entre o Céu e o Inferno

Al Atkins: lidando com os demônios do passado

Maldita: buscando o paraíso perdido

Type O Negative: retorno recheado de problemas, drogas, prisões...

Hangar: condenado à complexidade do sucesso

Funeral For A Friend: desenterrando emoções

Grave Digger: Liberdade musical e "Morte" no palco

Ocultan: divisor de águas no Black Metal brasileiro

Matanza: mestres na arte do insulto, agora ao-vivo

O Rappa: de volta pela sétima vez

Lauren Harris: Filha De Peixe...

Scars on Broadway: sem cicatrizes ou traumas

Motorhead: uma ditadura Rock And Roll

Gloria: trabalho em que o peso vai de encontro à melodia

Kiko Loureiro: uma explosão sonora cheia de misturas

Todas as matérias sobre "Comando Rock"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze

Cozy Powell: baterista, pioneiro e apaixonado por carros


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Antonio Rodrigues Junior

Colaborador sem descrição cadastrada.
Mais matérias de Antonio Rodrigues Junior.