Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemNoel Gallagher relembra o dia em que foi ao show de uma banda cover de Oasis

imagemAngra: Luis Mariutti conta sobre atritos entre Andre Matos e Rafael Bittencourt

imagemRobert Plant confessa de qual música o Led Zeppelin tirou "Gallows Pole"

imagemO hit do Blind Guardian inspirado em história que deixou banda de queixo caído

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemPaul Stanley, do Kiss, fala sobre os shows da reunião do Pantera


Summer Breeze
Samael Hypocrisy

Tihuana: a dedicação supera as dificuldades

Postado em 08 de fevereiro de 2004

O grupo, que passou por alguns obstáculos no início de sua carreira, vem conquistando seu espaço no rock nacional e prepara seu quarto álbum

Por Lilian Vituzzo

Hoje, o pessoal que acompanha o rock nacional já está familiarizado com o som do Tihuana. Dono de vários hits e participações em festivais como o Rock in Rio, o conjunto vem conquistando seu espaço no cenário e lançando seus álbuns sempre por gravadoras multinacionais. Extensas turnês pelo País e aparições freqüentes em programas de tevê tornaram-se fatos comuns na carreira do grupo, que está preparando para este ano seu quarto trabalho. Mas nem sempre foi assim.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A falta de espaço para o rock na mídia fluminense mobilizou os quatro amigos e músicos – Paulo Guilherme (baterista), Román (baixista), Baía (percussionista e vocais) e Léo (guitarrista) – a se mudarem para São Paulo com a finalidade de divulgarem a antiga banda chamada Ostheobaldo e o sonho de viverem de música. Em 99, já na capital paulista, com o fim do grupo, surgiu uma outra dúvida entre os amigos: buscar o sonho ou a volta frustrante para o Rio de Janeiro. Nesse intervalo de tempo, os músicos conheceram o vocalista Egypcio, em uma feira de surfe em São Paulo.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Egypcio chamou a atenção de PG (Paulo Guilherme), que achou bacana o vocal e o jeito dele cantar. Entraram em contato com o vocalista e começaram a gravar músicas até formarem uma demo. Com apenas seis canções prontas, a banda batizada de Tihuana conquistou seu primeiro contrato pela gravadora multinacional Virgin, cujo álbum de estréia chamado Ilegal fora lançado.

"Tudo o que não tínhamos conseguido com nossas bandas anteriores, conseguimos com o Tihuana. Obtivemos ótima aceitação da galera, da gravadora, ganhamos Disco de Ouro, tocamos no festival Rock in Rio e no País todo. Foi uma surpresa tanta aceitação logo de primeira", exalta o baixista Román.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Em 2001, lançaram o segundo CD, A Vida nos Ensina, pela gravadora EMI. O sucesso se repetiu: hits do primeiro álbum como "Pula", "Ilegal", "Na Praia Nudista", "Clandestino", "Tropa de Elite" e "Eu Vi Gnomos" ainda tocavam incessantemente nas rádios e paradas da MTV juntamente com os novos sucessos da banda. Emendaram a turnê do primeiro trabalho no segundo, se apresentaram no Japão e, quando voltaram ao Brasil, já se preparavam para a produção do terceiro álbum, Aqui ou em Qualquer Lugar, produzido por Rick Bonadio e Rodrigo Castanho, lançado ano passado pela Sony Music.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A média da banda é de um CD produzido por ano e seqüenciais turnês. "Com apenas um ano de turnê desse disco já fomos para o Nordeste e lugares que nunca havíamos tocado no Brasil. São quase 300 shows realizados! Tocar ao vivo e divulgar nosso som são as duas coisas que mais gostamos de fazer!", relata o baterista PG. Sobre a sucessiva troca de gravadoras, Román explica: "Sair da Virgin foi alheio à nossa vontade. Aí, nos sentimos um peixe fora d’água e pedimos para sair da EMI. A gravadora nos liberou numa boa e ficamos uns sete meses sem gravadora até aceitarmos a proposta da Sony. Nesse intervalo, produzimos o nosso terceiro álbum. Já tínhamos o álbum pronto quando assinamos o contrato."

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Já comentando o próximo CD, os músicos garantem que gostam de colocar tudo aquilo que estão fazendo e compondo naquele momento, motivo pelo qual finalizam um trabalho sempre diferente do outro.

"Cada um está em casa fazendo um pouco do disco, formando uma melodia, criando uma letra... Estamos tranqüilos, tudo está fluindo para esse novo trabalho", conta Román.

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

Logo após o quarto álbum ficar pronto, a banda entrará em turnê e divulgação novamente. Aliás, sobre divulgação, atualmente a tevê aberta está com um restrito espaço a programas musicais onde as bandas possam tocar ao vivo e divulgarem suas idéias.

"Antigamente, tínhamos vários programas legais que as bandas tocavam ao vivo e eram entrevistadas. Hoje esse número caiu em 90%", desabafa o percussionista Baía. "A pirataria está quebrando a todos. As gravadoras estão sem dinheiro justamente pela fraca vendagem e os artistas em geral têm sofrido com isso", afirma Román.

Nesse quesito pirataria, os meninos têm sido inteligentes e fazem a parte deles perante os fãs vendendo os CDs através do site da banda (www.tihuana.com.br) por um preço bem especial e entregues em todo o País. "Vendemos nossos discos em nosso site e nos shows por um preço bem acessível. É uma forma de passarmos por essa tempestade. O CD chega na casa da pessoa e , se ela pedir, enviamos autografados e com adesivos. É uma maneira de estreitarmos os laços com nossos fãs e combatermos a pirataria", resume Román.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Comando Rock

Moonspell: O Rock Pesado da Terra de Cabral

Comando Rock: O Projeto Brazuca de Billy "Biohazard" Graziadei

Comando Rock: Pitty, a gata selvagem do rock nacional

Calibre 12: Punk, atitude e resistência

Los Toskos: a caminho do segundo CD

Comando Rock: Baixista do HammerFall a Serviço da Solidariedade

Claustrofobia: Thrash Metal Claustrofóbico e Fulminante

Drowned: estremecendo a cena metal mineira

Anthrax: novamente no Topo do Thrash Metal

Comando Rock: Demorou mais de 30 anos, mas as mutações voltaram

Andralls: Expandindo o trauma e quase sendo presos na Europa

Comando Rock: Torture Squad comenta 15 anos de estrada e novo álbum

After Forever: vivendo entre o Céu e o Inferno

Al Atkins: lidando com os demônios do passado

Maldita: buscando o paraíso perdido

Type O Negative: retorno recheado de problemas, drogas, prisões...

Hangar: condenado à complexidade do sucesso

Funeral For A Friend: desenterrando emoções

Whitesnake: o retorno da boa e malvada serpente

Grave Digger: Liberdade musical e "Morte" no palco

Ocultan: divisor de águas no Black Metal brasileiro

Matanza: mestres na arte do insulto, agora ao-vivo

O Rappa: de volta pela sétima vez

Lauren Harris: Filha De Peixe...

Scars on Broadway: sem cicatrizes ou traumas

Motorhead: uma ditadura Rock And Roll

Gloria: trabalho em que o peso vai de encontro à melodia

Kiko Loureiro: uma explosão sonora cheia de misturas

Todas as matérias sobre "Comando Rock"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como Tihuana foi surpreendido e até atrapalhado por música "Tropa de Elite" em filme

A curiosa história por trás da música "Tropa de Elite", segundo Tihuana

Importando Metal: músicos gringos que atuam ou já atuaram em bandas brasileiras

Lynyrd Skynyrd: a história da espetacular "Simple Man"

David Gilmour largou vício maléfico após ouvir erro em disco do Pink Floyd