Kurt Cobain: a teoria de assassinato do músico

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Mônica Tedesco, Fonte: Tom Grant
Enviar correções  |  Comentários  | 


Na manhã chuvosa de 08 de Abril de 1994, Kurt Donald Cobain, vocalista do lendário Nirvana, foi encontrado morto na estufa de sua mansão em Seattle-WA.

2624 acessosNirvana: Demos raras são divulgadas no YouTube5000 acessosPearl Jam: Eddie Vedder diz o que pensa sobre as religiões

De acordo com Tom Grant - investigador particular de Los Angeles, contratado por Courtney Love para descobrir o paradeiro de seu marido após sua fuga de uma clínica de reabilitação - Kurt Cobain foi assassinado. Mesmo após sua morte, Grant continuou suas investigações descobrindo vários indícios de fraudes, mentiras e contradições no suposto suicídio de Cobain.

Tom Grant nunca conseguiu provar legalmente suas teorias de assassinato. No entanto, lançou um livro com todo o material de investigação. The Kurt Cobain Murder Investigation, traz em seu conteúdo todo o processo que envolvia desde o desaparecimento à pós morte de Kurt Cobain, além de suas explicações para questões até então inexplicadas.

Grant toca em assuntos delicados, como a inexistência de digitais na arma, grafias diferentes em sua “carta de suicídio”, contradições de informações que Courtney Love, Dylan Carlson (melhor amigo de Kurt Cobain), e Michael Cali (cuidador de Frances Cobain, sua filha) passavam a ele, além de questões como o uso do cartão de crédito de Kurt após sua morte, o pedido de divórcio vindo de Kurt e que já estava em andamento, a existência de uma nota escrita explicando os motivos que o levaram a querer a separação e que foi escondida por Courtney Love após seu corpo ser encontrado, além de claro, a dose 3 vezes maior que um ser humano consegue suportar de heroína, morfina e Diazepam encontrados no corpo de Kurt.

Tom Grant explica o extravio de demais documentos e fotos sobre a morte, cena do crime, o por que a causa foi dada como suicídio tão rapidamente, a recusa de exame de polígrafo feita por Cali, as contradições feitas por Courtney Love durante a investigação, além de uma aprofundada visão de fatos como a “tentativa de suicídio” em Roma com os tranqüilizantes que Kurt supostamente tomou com álcool à maquiagem que Courtney se preocupou em passar enquanto chamava a ambulância, festival Lollapalooza que Kurt se negou a participar, conversas com a advogada de Courtney e Kurt, que reconhece as contradições de depoimentos e também de documentos essenciais que poderiam provar que Kurt tentara suicídio, ou não... mas que simplesmente foram QUEIMADOS por Courtney Love, além de U$ 30.000,00 que Michael Cali ganhou de Courtney Love para “entrar em uma clínica de reabilitação”. Recompensa?

The Kurt Cobain Murder Investigation contém fotos, cartas, diálogos e documentos da morte de Cobain, além de um cd de áudio de todas as conversas feitas com Courtney, Rosemary Carroll, sua advogada e demais pessoas envolvidas. Para quem não se contentou com a simples explicação de suicídio, - por mais aparentemente depressivo que Kurt Cobain costumava ser – o livro é uma peça rara e brilhante de estudo que fará de qualquer forma, você pensar: E agora?

Aos verdadeiros fãs de Kurt Cobain, uma leitura muito mais que recomendada.

Mais informações:
http://cobaincase.com/

Comente: Você ainda acredita que Kurt Cobain foi assassinado?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

YouTubeYouTube
As 10 bandas mais acessadas da plataforma.

2624 acessosNirvana: Demos raras são divulgadas no YouTube1212 acessosSoundgarden: o nascimento e a morte do grunge por Chris Cornell1527 acessosPearl Jam: baixista revela quando cancelaram show com o Nirvana742 acessosDave Grohl: entrando para o hall da Zildjian260 acessosBlend Guitar: Os piores covers do canal0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nirvana"

VH1VH1
As 100 melhores músicas de hard rock

NirvanaNirvana
Mais Pesado que o Céu, Uma Biografia de Kurt Cobain

ChargesCharges
O que diriam as capas clássicas se pudessem falar

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Nirvana"0 acessosTodas as matérias sobre "Morte de Kurt Cobain"


Pearl JamPearl Jam
Eddie Vedder diz o que pensa sobre as religiões

Heavy MetalHeavy Metal
As piores capas dos grandes artistas do gênero

DoentioDoentio
Black Metal composto apenas com gritos de pacientes loucos

5000 acessosGene Simmons: declarações polêmicas sobre bandas de sucesso5000 acessosSlayer: É difícil ser um pai responsável enquanto canta sobre morte?5000 acessosSlash: ele não entendeu o clipe de "November Rain"5000 acessosMetal/Hard: Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais5000 acessosPantera: "Ainda tenho pesadelos com a banda", afirma Rex em vídeo5000 acessosRock e Religião: por que raios existe rock cristão?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 10 de agosto de 2012
Post de 13 de agosto de 2012
Post de 29 de novembro de 2014
Post de 23 de junho de 2016
Post de 23 de fevereiro de 2017
Post de 05 de abril de 2017


Sobre Mônica Tedesco

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.