Matérias Mais Lidas

imagemDez músicas muito legais do Iron Maiden que não são cantadas por Bruce Dickinson

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemJonathan Davis, do Korn, explica qual seu problema com o Cristianismo

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa

imagemTico Santta Cruz sai em defesa de Juliette na polêmica com Samantha Schmutz

imagemClassic Rock lista 15 músicas do saudoso Chris Cornell que você precisa conhecer

imagemComo o Lollapalooza desmereceu Ozzy Osbourne e ele deu a volta por cima

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemOzzy achou que integrantes do Metallica estavam tirando uma com sua cara durante turnê

imagemLes Claypool, do Primus, explica por que não se tornou baixista do Metallica

imagemMetallica divulga vídeo de "Whiskey In The Jar" ao vivo em Curitiba

imagemQuando Pete Townshend faltou a um show do The Who pra ir assistir o Pink Floyd

imagemGeddy Lee explica o enredo de "2112" comentando cada parte da música


PRB

Kurt Cobain: a teoria de assassinato do músico

Por Mônica Tedesco
Fonte: Tom Grant
Em 10/08/12

Na manhã chuvosa de 08 de Abril de 1994, Kurt Donald Cobain, vocalista do lendário Nirvana, foi encontrado morto na estufa de sua mansão em Seattle-WA.

Julie Kramer @ wikimedia
Julie Kramer @ wikimedia

De acordo com Tom Grant - investigador particular de Los Angeles, contratado por Courtney Love para descobrir o paradeiro de seu marido após sua fuga de uma clínica de reabilitação - Kurt Cobain foi assassinado. Mesmo após sua morte, Grant continuou suas investigações descobrindo vários indícios de fraudes, mentiras e contradições no suposto suicídio de Cobain.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tom Grant nunca conseguiu provar legalmente suas teorias de assassinato. No entanto, lançou um livro com todo o material de investigação. The Kurt Cobain Murder Investigation, traz em seu conteúdo todo o processo que envolvia desde o desaparecimento à pós morte de Kurt Cobain, além de suas explicações para questões até então inexplicadas.

Grant toca em assuntos delicados, como a inexistência de digitais na arma, grafias diferentes em sua "carta de suicídio", contradições de informações que Courtney Love, Dylan Carlson (melhor amigo de Kurt Cobain), e Michael Cali (cuidador de Frances Cobain, sua filha) passavam a ele, além de questões como o uso do cartão de crédito de Kurt após sua morte, o pedido de divórcio vindo de Kurt e que já estava em andamento, a existência de uma nota escrita explicando os motivos que o levaram a querer a separação e que foi escondida por Courtney Love após seu corpo ser encontrado, além de claro, a dose 3 vezes maior que um ser humano consegue suportar de heroína, morfina e Diazepam encontrados no corpo de Kurt.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tom Grant explica o extravio de demais documentos e fotos sobre a morte, cena do crime, o por que a causa foi dada como suicídio tão rapidamente, a recusa de exame de polígrafo feita por Cali, as contradições feitas por Courtney Love durante a investigação, além de uma aprofundada visão de fatos como a "tentativa de suicídio" em Roma com os tranqüilizantes que Kurt supostamente tomou com álcool à maquiagem que Courtney se preocupou em passar enquanto chamava a ambulância, festival Lollapalooza que Kurt se negou a participar, conversas com a advogada de Courtney e Kurt, que reconhece as contradições de depoimentos e também de documentos essenciais que poderiam provar que Kurt tentara suicídio, ou não... mas que simplesmente foram QUEIMADOS por Courtney Love, além de U$ 30.000,00 que Michael Cali ganhou de Courtney Love para "entrar em uma clínica de reabilitação". Recompensa?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The Kurt Cobain Murder Investigation contém fotos, cartas, diálogos e documentos da morte de Cobain, além de um cd de áudio de todas as conversas feitas com Courtney, Rosemary Carroll, sua advogada e demais pessoas envolvidas. Para quem não se contentou com a simples explicação de suicídio, - por mais aparentemente depressivo que Kurt Cobain costumava ser – o livro é uma peça rara e brilhante de estudo que fará de qualquer forma, você pensar: E agora?

Aos verdadeiros fãs de Kurt Cobain, uma leitura muito mais que recomendada.

Mais informações:
http://cobaincase.com/

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: Você ainda acredita que Kurt Cobain foi assassinado?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Nirvana: O dia que Kurt Cobain conheceu Dave Grohl (vídeo)