Kurt Cobain: a teoria de assassinato do músico

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mônica Tedesco, Fonte: Tom Grant
Enviar Correções  

Na manhã chuvosa de 08 de Abril de 1994, Kurt Donald Cobain, vocalista do lendário Nirvana, foi encontrado morto na estufa de sua mansão em Seattle-WA.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De acordo com Tom Grant - investigador particular de Los Angeles, contratado por Courtney Love para descobrir o paradeiro de seu marido após sua fuga de uma clínica de reabilitação - Kurt Cobain foi assassinado. Mesmo após sua morte, Grant continuou suas investigações descobrindo vários indícios de fraudes, mentiras e contradições no suposto suicídio de Cobain.

Tom Grant nunca conseguiu provar legalmente suas teorias de assassinato. No entanto, lançou um livro com todo o material de investigação. The Kurt Cobain Murder Investigation, traz em seu conteúdo todo o processo que envolvia desde o desaparecimento à pós morte de Kurt Cobain, além de suas explicações para questões até então inexplicadas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Grant toca em assuntos delicados, como a inexistência de digitais na arma, grafias diferentes em sua "carta de suicídio", contradições de informações que Courtney Love, Dylan Carlson (melhor amigo de Kurt Cobain), e Michael Cali (cuidador de Frances Cobain, sua filha) passavam a ele, além de questões como o uso do cartão de crédito de Kurt após sua morte, o pedido de divórcio vindo de Kurt e que já estava em andamento, a existência de uma nota escrita explicando os motivos que o levaram a querer a separação e que foi escondida por Courtney Love após seu corpo ser encontrado, além de claro, a dose 3 vezes maior que um ser humano consegue suportar de heroína, morfina e Diazepam encontrados no corpo de Kurt.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tom Grant explica o extravio de demais documentos e fotos sobre a morte, cena do crime, o por que a causa foi dada como suicídio tão rapidamente, a recusa de exame de polígrafo feita por Cali, as contradições feitas por Courtney Love durante a investigação, além de uma aprofundada visão de fatos como a "tentativa de suicídio" em Roma com os tranqüilizantes que Kurt supostamente tomou com álcool à maquiagem que Courtney se preocupou em passar enquanto chamava a ambulância, festival Lollapalooza que Kurt se negou a participar, conversas com a advogada de Courtney e Kurt, que reconhece as contradições de depoimentos e também de documentos essenciais que poderiam provar que Kurt tentara suicídio, ou não... mas que simplesmente foram QUEIMADOS por Courtney Love, além de U$ 30.000,00 que Michael Cali ganhou de Courtney Love para "entrar em uma clínica de reabilitação". Recompensa?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The Kurt Cobain Murder Investigation contém fotos, cartas, diálogos e documentos da morte de Cobain, além de um cd de áudio de todas as conversas feitas com Courtney, Rosemary Carroll, sua advogada e demais pessoas envolvidas. Para quem não se contentou com a simples explicação de suicídio, - por mais aparentemente depressivo que Kurt Cobain costumava ser – o livro é uma peça rara e brilhante de estudo que fará de qualquer forma, você pensar: E agora?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aos verdadeiros fãs de Kurt Cobain, uma leitura muito mais que recomendada.

Mais informações:
http://cobaincase.com/

Comente: Você ainda acredita que Kurt Cobain foi assassinado?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Led Zeppelin: sexo explícito na entrega de discos de ouro em 1973Led Zeppelin
Sexo explícito na entrega de discos de ouro em 1973

Eddie Van Halen: falando sobre o solo de Beat ItEddie Van Halen
Falando sobre o solo de "Beat It"


Sobre Mônica Tedesco

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336 GooInArt Cli336 Goo336 Goo336 Cli336