Black Sabbath, Bill Ward: "Go, Sabbath, go!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector's Room
Enviar Correções  

publicidade

Todo mundo ficou empolgado quando, em 11 de novembro do ano passado, o Black Sabbath anunciou o retorno de sua formação original com Ozzy Osbourne, Tony Iommi, Geezer Butler e Bill Ward para a gravação de um disco produzido por Rick Rubin e uma turnê mundial. Era o sonho de milhões de headbangers ao redor do planeta virando realidade. Mas será, mesmo, que ele se transformou em um pesadelo?

Rolling Stone: As 500 melhores músicas segundo a revista

Andre Matos: "Não estava preparado para cantar no Maiden!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A doença de Iommi, diagnosticado com um câncer no sistema linfático no início de 2012, ligou a luz vermelha não apenas pelo possível cancelamento de tudo que havia sido anunciado, mas, principalmente, pela real possibilidade de o guitarrista, o pai do heavy metal, perder a vida. No entanto, as notícias que chegam dão conta que Iommi está reagindo bem ao tratamento e que, inclusive, já compôs duas músicas inéditas desde que começou a árdua batalha contra o câncer.

Mas daí surgiu a questão Bill Ward. O baterista divulgou um comunicado dizendo que não concordava com os termos do contrato proposto pelos músicos restantes, e que se não houvesse a divisão em partes iguais entre os quatro – ou seja, 25% para cada um dos músicos -, ele sairia fora. Bem, vamos aos fatos. Em primeiro lugar, se o contrato ainda não havia sido assinado, porque diabos a banda divulgou a reunião então? Precipitação? É claro que não. Em uma marca tão forte e gigante quanto o Black Sabbath, não há espaço para o amadorismo. A notícia da reunião só foi anunciada porque as quatro partes estavam de acordo. Se não fosse assim, ela jamais teria sido confirmada. O que acontece é que Ward voltou atrás no que havia concordado, querendo mais do que havia pedido.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aqui, é preciso fazer um parágrafo a parte. Quem trabalha com música sabe que a carreira solo de Ozzy Osbourne é muito maior, em termos comerciais – ou seja, venda de discos, shows e tudo mais que envolve o Madman -, do que toda a trajetória do Black Sabbath. Ozzy conseguiu extrapolar os limites do heavy metal e se transformou em um ícone da cultura pop, reconhecido tanto pelo mais radical fã de black metal quanto pela menininha de 13 anos que só ouve Lady Gaga. Nos Estados Unidos, Ozzy é uma entidade em todos os aspectos – artística, iconográfica e, principalmente, comercial. Traduzindo: sob o comando de sua esposa Sharon, Ozzy Osbourne é uma das maiores máquinas de fazer dinheiro do mundo da música. Porém, a maioria dos fãs, sempre cega e burra, não consegue entender isso. Mas Tony e Geezer, mais do que entender, sabem muito bem o que Ozzy significa. E, a julgar pelas declarações de Ward, o baterista ou não está bem informado, ou está posando de mártir, com uma postura romântica pra lá de inapropriada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O fato é que bandas gigantescas como o Black Sabbath, o Iron Maiden e o Metallica são, antes de tudo, grandes empresas. Os músicos não são "brothers que tocam juntos", mas sim sócios de um mesmo empreendimento. Pode doer para você que acredita que o mundo da música é guiado somente por aspirações artísticas, mas é assim que funciona. E mais: isso não anula a validade dos trabalhos destes grupos. Steve Harris, o dono e chefão do Iron Maiden, por exemplo, é um cara pra lá de fechado. Na formação atual do Maiden, o único músico que mantém uma relação próxima com Harris é o guitarrista Janick Gers, além de Rod Smallwood, empresário da banda. Os demais tem uma relação apenas profissional com Harris, conversando sobre tudo o que envolve o Maiden, compondo juntos algumas vezes, mas os caras não são amigos próximos. Com o Metallica é a mesma coisa. Imaginem pessoas que são sócias em uma empresa e querem torná-la cada vez maior, gerando lucros sempre crescentes. É assim que é, por mais chocante que possa parecer.

Com o Black Sabbath as coisas também são dessa maneira. Ozzy e Tony compuseram a maioria das faixas do novo disco. Porém, Bill Ward quer que a banda divida os créditos nas composições, como faziam nos anos setenta. Isso, somado ao fato de que Iommi, segundo o que se fala nos bastidores, está descontente com o trabalho de Ward há anos e não esconde isso de ninguém, azedou de vez as coisas. E o baterista, ao invés de seguir o que já estava acordado – sim, porque ele assinou um contrato aceitando os termos antes do anúncio da reunião, em 11/11 -, resolveu posar de mártir e colocar a boca no trombone. É claro que a reação natural da maioria dos fãs do Black Sabbath em todo o mundo foi, instintivamente, se posicionar a favor de Bill Ward, mesmo sem saber de um décimo do que está rolando nos bastidores.

Eu, particularmente, acho essa martirização de Bill Ward em praça pública pra lá de ridícula. Como já disse, fã cego e burro acredita em tudo, até em Papai Noel e Coelhinho da Páscoa, mas a verdade é que Ward, há décadas, não tem mais saúde para aguentar o tranco que é tocar com o Black Sabbath. Porém, para os fãs é mais fácil romantizar a coisa e colocar a culpa toda em Sharon Osbourne – antipática, porém uma empresária genial – do que enxergar o que realmente está acontecendo. Basta pegar qualquer livro sobre a banda – e eles existem aos montes por aí, é só pesquisar – para perceber que Bill Ward sempre foi um coadjuvante na história do Sabbath. Ele é um ótimo baterista, isso é inegável, mas, artisticamente, quem sempre deu as cartas e fez a diferença foi o trio Ozzy, Tony e Geezer. Todas as ideias para as músicas nasceram da mente dos três. É claro que seria legal ter a formação original junta novamente, mas isso não vai mais rolar e não é, como estão pintando por aí, o fim do mundo e o mico do ano. Eu - e acredito que vocês também - quero ouvir o novo disco da banda, e não vejo a hora disso acontecer. Para mim, pouco importa de Ward vai estar ou não nele. É uma história similar ao ótimo novo álbum do Van Halen: tem fã chato reclamando da ausência de Michael Anthony, mas ela não é sentida no disco, que é espetacular.

As alternativas mais óbvias para substituir Bill Ward são Vinny Appice e Tommy Clufetos. Vinnie, como você bem sabe, assumiu o posto de Ward na turnê de Heaven and Hell (1980) e gravou os clássicos Mob Rules (1981) e Dehumanizer (1992) com a banda, além de The Devil You Know (2009), do Heaven and Hell. Ou seja, tem química e experiência com Iommi e Butler, mas nunca tocou com Ozzy. Já Clufetos é o baterista da atual – e ótima – banda do Madman, e, pelo que vazou, assumirá o posto de Ward em questão de dias. Pessoalmente, acho a escolha de Tommy Clufetos, além de mais fácil, também arrojada e apropriada. O heavy metal atual é muito diferente daquele que o Sabbath tocava na década de 70. Ele é mais agressivo e pesado hoje em dia, além de muito mais rápido. Acredito que Clufetos daria uma renovada no som do Sabbath, tornando moderno sem descaracterizá-lo, afinal os donos da batuta são Ozzy e Iommi.

Concluindo, acalmem-se e deixem as paixões e, principalmente, o romantismo de lado. A volta do Black Sabbath só será um fracasso se o disco for ruim, e, na boa, não acredito que isso acontecerá. Estamos falando de músicos experientes e talentosos, que sabem exatamente o que estão fazendo. Além disso, o produtor Rick Rubin tem um toque especial e sabe como tornar o som de uma banda atual sem distanciá-lo de suas raízes. O sonho continua vivo, e ele está muito longe de virar pesadelo.

Quanto a Bill Ward, sugiro que fique em casa fazendo ovos mexidos e mamadeiras para os seus netos, sobrevivendo dos royalties que ainda recebe referentes aos álbuns do Sabbath dos quais participou.

As coisas funcionam assim, quer você queira ou não.


Black Sabbath x Bill Ward

Black Sabbath: Bill Ward ameaça abandonar reuniãoBlack Sabbath
Bill Ward ameaça abandonar reunião

Black Sabbath: Bill Ward oficialmente fora da reuniãoBlack Sabbath
Bill Ward oficialmente fora da reunião

Black Sabbath: reunião pode ser mico do anoBlack Sabbath
Reunião pode ser mico do ano

Black Sabbath: Bill Ward espera solução positivaBlack Sabbath
Bill Ward espera "solução positiva"

Reunião do Black Sabbath: dinheiro ainda é o principal?Reunião do Black Sabbath
Dinheiro ainda é o principal?

Black Sabbath: Sharon Osbourne demitiu Bill Ward?Black Sabbath
Sharon Osbourne demitiu Bill Ward?

Black Sabbath: filho de Bill Ward sai em sua defesaBlack Sabbath
Filho de Bill Ward sai em sua defesa

Black Sabbath: no Facebook, fãs pedem retorno de Bill Ward

Black Sabbath: Sharon Osbourne nega demissão de Bill WardBlack Sabbath
Sharon Osbourne nega demissão de Bill Ward

Black Sabbath: Sharon reafirma não saber de nadaBlack Sabbath
Sharon reafirma não saber de nada

Black Sabbath: Bill Ward mantém esperançaBlack Sabbath
Bill Ward mantém esperança

Black Sabbath: segundo Sharon, porta está aberta para WardBlack Sabbath
Segundo Sharon, porta está aberta para Ward

Black Sabbath: Rick Rubin sai em defesa de SharonBlack Sabbath
Rick Rubin sai em defesa de Sharon

Black Sabbath: Bill Ward embarca pra Londres?Black Sabbath
Bill Ward embarca pra Londres?

Primeiro de abril: pronunciamento de Bill Ward é falsoPrimeiro de abril
Pronunciamento de Bill Ward é falso

Black Sabbath: Appice reforça que Ward tem que fazer a tourBlack Sabbath
Appice reforça que Ward tem que fazer a tour

Black Sabbath: Bill Ward oficialmente fora dos showsBlack Sabbath
Bill Ward oficialmente fora dos shows

Black Sabbath: leia declaração de Bill Ward na íntegraBlack Sabbath
Leia declaração de Bill Ward na íntegra

Black Sabbath: apagando Bill Ward em site oficialBlack Sabbath
"apagando" Bill Ward em site oficial

Black Sabbath: Geezer confirma ensaios com Tommy ClufetosBlack Sabbath
Geezer confirma ensaios com Tommy Clufetos

Black Sabbath: imagens foram mexidas a pedido de Bill WardBlack Sabbath
Imagens foram mexidas a pedido de Bill Ward

Black Sabbath: Bill Ward retruca comunicado de GeezerBlack Sabbath
Bill Ward retruca comunicado de Geezer

Black Sabbath: Ozzy Osbourne não descarta Bill WardBlack Sabbath
Ozzy Osbourne não descarta Bill Ward

Black Sabbath x Bill Ward: advogados é que decidemBlack Sabbath x Bill Ward
Advogados é que decidem

Black Sabbath: esperanças de Bill Ward voltar à bandaBlack Sabbath
Esperanças de Bill Ward voltar à banda

Black Sabbath: Bill Ward ainda quer ser parte da bandaBlack Sabbath
Bill Ward ainda quer ser parte da banda

Black Sabbath: Tony Martin indignado com a situação de Bill WardBlack Sabbath
Tony Martin indignado com a situação de Bill Ward

Black Sabbath: má-forma de Ward prejudicou reunião segundo OzzyBlack Sabbath
Má-forma de Ward prejudicou reunião segundo Ozzy

Ozzy sobre Ward: Não podíamos mais deixar os fãs esperando!Ozzy sobre Ward
"Não podíamos mais deixar os fãs esperando!"

Ozzy Osbourne: Quando Bill apareceu, ele parecia um velhoOzzy Osbourne
"Quando Bill apareceu, ele parecia um velho"

Black Sabbath: momento muito difícil, diz Ward sobre reuniãoBlack Sabbath
"momento muito difícil", diz Ward sobre reunião

Black Sabbath: Iommi ainda não sabe porque Bill ficou de foraBlack Sabbath
Iommi ainda não sabe porque Bill ficou de fora

Todas as matérias sobre "Black Sabbath x Bill Ward"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rolling Stone: As 500 melhores músicas segundo a revistaRolling Stone
As 500 melhores músicas segundo a revista

Andre Matos: Não estava preparado para cantar no Maiden!Andre Matos
"Não estava preparado para cantar no Maiden!"


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280 GooInArt