Reunião do Black Sabbath: dinheiro ainda é o principal?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Eduardo Bianchi Rolim, Fonte: Minuto HM, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Uma das coisas que sempre ouvi na vida, e sempre concordei pois vejo acontecendo no meu dia-a-dia, tem a ver com a seguinte máxima: “quanto mais dinheiro você tem, mais pão-duro você fica e mais você vai falar para os outros que não tem”.

5000 acessosMMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal5000 acessosVH1: os 100 melhores álbuns de rock segundo a emissora

Claro que isso não é regra e CLARO que este assunto aqui deve ser colocado com muita calma para poder se fazer uma analogia com o que está provavelmente acontecendo no mundo Sabbath atual. E mais: será que é só dinheiro mesmo?

Desde o anúncio oficial do retorno da banda, lá em 11/novembro/2011, já ficamos com a “pulga atrás da orelha” principalmente quanto a questão do estado atual de Bill Ward – de saúde e até mesmo condições de suportar uma world tour, por exemplo. Sem contar que Ozzy, ao-vivo, para quem acompanha sem colocar como prioridade a ideia de que uma lenda está ali, sabe que além do script de brincadeiras e atitudes no palco estar bastante enxuto e previsível, seu vocal já está mais para lá do que para cá.

Em termos de qualidade, nos restava apostar na sessão de cordas da banda – essa sim, um prato cheio até hoje. Até então, não tínhamos ainda conhecimento também da triste notícia que Iommi seria diagnosticado com linfoma. A pulga foi da orelha para debaixo do braço.

E agora estamos abraçados com um cão sarnento: o choque no início do mês que Bill Ward recebeu o tal “the unsignable contract”. Sim, amigos: dinheiro.

Apesar dos termos em pauta não serem públicos, dá para termos uma ideia, conhecendo um pouco de quem estamos falando. Pela versão do lado do homem das baquetas, já era um assunto em pauta desde antes do anúncio oficial (e ali deveria ter sido resolvido, não é? Antes de qualquer coisa!) e não é segredo que a divisão do bolo em uma estrutura que conta com nomes como Ozzy e Iommi (que brigaram na justiça pelo nome da banda e que depois tudo meio que acabou em pizza) e Geezer, praticamente um irmão de Iommi, com Bill Ward correndo totalmente por fora, não seria nem perto de ser igual.

Ainda na versão de Bill Ward, mesmo tendo conhecimento disso, ele resolveu ir em frente. Até para efeito histórico, fica abaixo a carta aberta dele em seu site oficial sobre o caso:

Los Angeles, CA – February 2, 2012

Dear Sabbath Fans, Fellow Musicians and Interested Parties,

At this time, I would love nothing more than to be able to proceed with the Black Sabbath album and tour. However, I am unable to continue unless a “signable” contract is drawn up; a contract that reflects some dignity and respect toward me as an original member of the band. Last year, I worked diligently in good faith with Tony, Ozzy and Geezer. And on 11/11/11, again in good faith, I participated in the L.A. press conference. Several days ago, after nearly a year of trying to negotiate, another “unsignable” contract was handed to me.

Let me say that although this has put me in some kind of holding pattern, I am packed and ready to leave the U.S. for England. More importantly, I definitely want to play on the album, and I definitely want to tour with Black Sabbath.

Since the news of Tony’s illness, and the understanding that the band would move production to the U.K., I’ve spent everyday getting to or living in a place of readiness to leave. That involves something of a task, and as I’ve tried to find out what’s going on with the U.K. sessions, I’ve realized that I’ve been getting “the cold shoulder” (and, I might add, not for the first time). Feeling somewhat ostracized, my guess is as of today, I will know nothing of what’shappening unless I sign “the unsignable contract.”

The place I’m in feels lousy and lonely because as much as I want to play and participate, I also have to stand for something and not sign on. If I sign as-is, I stand to lose my rights, dignity and respectability as a rock musician. I believe in freedom and freedom of speech. I grew up in a hard rock/metal band. We stood for something then, and we played from the heart with honesty and sincerity. I am in the spirit of integrity, far from the corporate malady, I am real and honest, fair and compassionate.

If I’m replaced, I have to face you, the beloved Sabbath fans. I hope you will not hold me responsible for the failure of an original Black Sabbath lineup as promoted. Without fault finding, I want to assure everyone that my loyalty to Sabbath is intact.

So here I am. I lay my truth down before you. I’m good to go IF I get a “signable” contract. I don’t want to let anyone down, especially Black Sabbath and all the Sabbath fans. You know I love you. It would be a sad day in Rock if this current situation fell to the desires of a few.

My position is not greed-driven. I’m not holding out for a “big piece” of the action (money) like some kind of blackmail deal. I’d like something that recognizes and is reflective of my contributions to the band, including the reunions that started fourteen years ago. After the last tour I vowed to never again sign on to an unreasonable contract. I want a contract that shows some respect to me and my family, a contract that will honor all that I’ve brought to Black Sabbath since its beginning.

That’s the story so far.

Stay safe and stay strong.

I love every single one of you.

–Bill Ward

Em resumo: “oi, o anúncio foi do retorno original do Sabbath, eu sou um dos originais, sem mim, não é original, por favor, me honrem assim para que a coisa evolua”. Para deixar claro: não acho que Bill Ward esteja se “aproveitando” disso para tentar uma fatia mais generosa, ou seja, o tal “blackmail deal” da carta. Só que acho que, se ele já tinha tido a experiência lá na reunião anterior, 14 anos atrás, não deveria ter se metido a aceitar algo sem estar satisfeito com as condições. Quem aqui assina um contrato de trabalho sem saber o salário e benefícios?

Na sequência, ontem Bill mandou outra nota pelo seu site, talvez dando uma indicação que as coisas possam evoluir para a manutenção da reunião:

Dear Sabbath Fans,

This is Bill. I just wanted to humbly thank you all. Your support from across the world has given me further strength and hope for a positive resolve. I have been moved and overwhelmed by the thousands of messages. I love you all.

Rock forever,
Bill

Mas, neste mesmo dia de ontem, as datas da tour sumiram:

http://twitter.com/blacksabbathweb/statuses/1659814933641420...

Se o assunto for REALMENTE “apenas” dinheiro, não dá para acreditar que estes senhores não cheguem a um acordo entre eles e com os envolvidos (que são muitos). E digo mais: quanto mais se demora, quanto mais stress e desavenças são geradas, pior para todos – inclusive para a saúde deles. E tudo isso para que? Para senhores que nada precisam provar.

Quero muito ter a chance de vê-los todos juntos – ao-vivo, inclusive. Mas algo que deveria ser legal e divertido, já que eles, INFELIZMENTE, caminham para o fim de suas carreiras (e vidas?) está sendo transformado, de novo, em algo que deixa a todos com vergonha. Isso é hora?

Correndo por fora, há assuntos que começam a vir à cabeça: como a reunião e o dinheiro já foi divulgada / é esperado, respectivamente, fica difícil acreditar que a reunião pode ser cancelada. Será que podemos esperar por outro baterista (Mike Portnoy está meio de bobeira, hahaha) ? Será que Bill tocará apenas em estúdio e não na tour? E eu tenho versões mais “maldosas”, mas talvez não seja o momento.

Obs.: vamos acompanhando e atualizando este post, em seus comentários, com os próximos “capítulos” – apesar que o que queremos mesmo é acompanhar o que nos compete – a música – e não estas eternas brigas e disputas financeiras.

E que saudade do baixinho…

Acesse o post no Minuto HM para ver os links de outras matérias relacionadas ao Black Sabbath e a este caso.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 06 de fevereiro de 2012

Black Sabbath x Bill Ward

5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward ameaça abandonar reunião5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward oficialmente fora da reunião5000 acessosBlack Sabbath: reunião pode ser mico do ano5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward espera "solução positiva"5000 acessosBlack Sabbath: Sharon Osbourne demitiu Bill Ward?5000 acessosBlack Sabbath: filho de Bill Ward sai em sua defesa3778 acessosBlack Sabbath: no Facebook, fãs pedem retorno de Bill Ward5000 acessosBlack Sabbath: Sharon Osbourne nega demissão de Bill Ward5000 acessosBlack Sabbath, Bill Ward: "Go, Sabbath, go!"4762 acessosBlack Sabbath: Sharon reafirma não saber de nada5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward mantém esperança5000 acessosBlack Sabbath: segundo Sharon, porta está aberta para Ward5000 acessosBlack Sabbath: Rick Rubin sai em defesa de Sharon5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward embarca pra Londres?5000 acessosPrimeiro de abril: pronunciamento de Bill Ward é falso4322 acessosBlack Sabbath: Appice reforça que Ward tem que fazer a tour5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward oficialmente fora dos shows5000 acessosBlack Sabbath: leia declaração de Bill Ward na íntegra5000 acessosBlack Sabbath: "apagando" Bill Ward em site oficial5000 acessosBlack Sabbath: Geezer confirma ensaios com Tommy Clufetos5000 acessosBlack Sabbath: imagens foram mexidas a pedido de Bill Ward5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward retruca comunicado de Geezer5000 acessosBlack Sabbath: Ozzy Osbourne não descarta Bill Ward2905 acessosBlack Sabbath x Bill Ward: advogados é que decidem5000 acessosBlack Sabbath: esperanças de Bill Ward voltar à banda5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward ainda quer ser parte da banda5000 acessosBlack Sabbath: Tony Martin indignado com a situação de Bill Ward5000 acessosBlack Sabbath: má-forma de Ward prejudicou reunião segundo Ozzy5000 acessosOzzy sobre Ward: "Não podíamos mais deixar os fãs esperando!"5000 acessosOzzy Osbourne: "Quando Bill apareceu, ele parecia um velho"5000 acessosBlack Sabbath: "momento muito difícil", diz Ward sobre reunião3781 acessosBlack Sabbath: Iommi ainda não sabe porque Bill ficou de fora0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath x Bill Ward"

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath x Bill Ward"0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

MMAMMA
Os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal

VH1VH1
Os 100 melhores álbuns de rock segundo a emissora

Guitar WorldGuitar World
Os 100 melhores guitarristas de hard rock

5000 acessosSeparados no nascimento: Alice Cooper e Emerson Fittipaldi5000 acessosMarcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden5000 acessosVersões originais: 10 músicas que foram "tomadas" emprestadas4884 acessosKeith Richards: usando maconha e enchendo o saco de Mick Jagger5000 acessosSavatage: guitarrista do Testament relembra passagem5000 acessosDave Mustaine: Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman

Sobre Eduardo Bianchi Rolim

Paulistano, nascido em 1982, bacharel em Sistemas de Informação pelo Mackenzie e pós-graduado em Administração de Empresas (CEAG) pela FGV. Tem como paixão as bandas Iron Maiden e MetallicA, mas é fã de rock e metal internacional em geral. Alguns hobbies são: acompanhar o time do coração, Corinthians; doente por Back To The Future e Indiana Jones; viajar; Playstation; jogar o eterno Duke Nukem 3D. Carros em geral e F1 em especial. Tudo que pode ser relacionado à tecnologia (software e hardware). Ama os velhos receivers valvulados e aquelas maravilhosas caixas pesadas e potentes. Fã do Whiplash desde os primórdios. Criador e administrador do Minuto HM (www.minutohm.com), o blog da família do Heavy Metal (Twitter: @minutohm).

Mais matérias de Eduardo Bianchi Rolim no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online