Matérias Mais Lidas

Tawny Kitaen: modelo famosa pelos videoclipes do Whitesnake morre aos 59 anosTawny Kitaen
Modelo famosa pelos videoclipes do Whitesnake morre aos 59 anos

Mötley Crüe: primeiras fotos da série sobre sex tape de Tommy Lee e Pamela AndersonMötley Crüe
Primeiras fotos da série sobre sex tape de Tommy Lee e Pamela Anderson

Nirvana: FBI torna público documento relacionado à investigação da morte de Kurt CobainNirvana
FBI torna público documento relacionado à investigação da morte de Kurt Cobain

Rolling Stones: show histórico de Copacabana será lançado; confira capa e tracklistRolling Stones
Show histórico de Copacabana será lançado; confira capa e tracklist

Inglaterra: 25 grandes bandas de rock e metal que não são de LondresInglaterra
25 grandes bandas de rock e metal que não são de Londres

Metallica: James Hetfield está cético sobre vacina e é contra passaporte vacinadoMetallica
James Hetfield está cético sobre vacina e é contra "passaporte vacinado"

Mayhem: banda lançará EP em julho, com cover do Ramones; confira capa e tracklistMayhem
Banda lançará EP em julho, com cover do Ramones; confira capa e tracklist

Crypta: vocalista apoia colombianos sigam lutando contra violência policial e militar!Crypta
Vocalista apoia colombianos "sigam lutando contra violência policial e militar!"

Alice In Chains: para Nancy Wilson era óbvio que Layne perderia a luta contra as drogasAlice In Chains
Para Nancy Wilson era óbvio que Layne perderia a luta contra as drogas

Slipknot: o que Clown pensa sobre os Beatles?Slipknot
O que Clown pensa sobre os Beatles?

Sepultura: Iggor explica como criou bateria de Refuse/Resist, unindo metal e sambaSepultura
Iggor explica como criou bateria de "Refuse/Resist", unindo metal e samba

Yngwie Malmsteen: guitarrista anuncia novo álbum Parabellum e libera single; ouçaYngwie Malmsteen
Guitarrista anuncia novo álbum "Parabellum" e libera single; ouça

Punk Britânico: A história do estilo em 23 músicas, segundo a Kerrang!Punk Britânico
A história do estilo em 23 músicas, segundo a Kerrang!

Eduardo Costa: ele diz que se inspirou em Cazuza e Renato Russo para sertanejo políticoEduardo Costa
Ele diz que se inspirou em Cazuza e Renato Russo para sertanejo político

Pitty: cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidasPitty
Cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidas


Pentral
MOPD
Arte Musical

Para onde vão Robert Fripp e os amestradores de focas?

Por Cláudio Vigo
Em 06/12/04

Tudo começou quando a fidalga figura de meu amigo Cecil Galvão me telefonou com uma proposta que parecia o passaporte para o paraíso. "Vamos ver o Fripp?" Respondi de cara- "Quem, o Robert Fripp?" Pois era ele mesmo, um dos meus ídolos de todos os tempos que vinha pela primeira vez nestes tristes trópicos brasileiros, acompanhado das focas amestradas do G3. "Será que isso vai dar certo Monsieur?" "Que tal pagar pra ver?" disse o personagem cofiando o bigode e ajeitando seu pincenê imaginário. Resolvi pagar, e a conta foi altíssima.

Antes de qualquer coisa vale a apresentação de meu acompanhante na empreitada. Flautista emérito, formado em música, bicho grilo de boa cepa e freqüentador das dunas do barato, festivais de inverno de Ouro Preto, andanças pelado em Arembepe, possivelmente com os Novos Baianos. Uma figura psicodélica, mas extremamente refinada, cultor de Adorno e André Breton, com quem troco inúmeros discos, que vão do kraut rock mais ancestral até perolas do soul e do cool jazz. Ou seja, nenhum neófito, muito menos inexperiente, sobre qualquer tipo de manifestação musical.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Conheço (e bem) o trabalho do King Crimson desde os anos 70 assim como as aventuras solo do "Mr Cabeção" Robert Fripp. Já vi o vento fazendo curva e o viés do espelho a bordo de Suástica Girls ou outras paisagens da alma propostas pelo dito cujo. Aquele estilo psicótico já me fez discutir com muita gente em sua defesa que o classificava como reles empulhação. Tenho um amigo de longuíssima data que sapateia em cima de sua foto e o chama de estelionatário do espírito, enganador etc... Coisa que nunca concordei. Tenho quase todos seus discos, ou seja, sou o que se pode chamar de fã.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A noite iniciou com o já notório engarrafamento para chegar na Barra da Tijuca que enfrentei com até alguma galhardia me distraindo com algumas coisas no cdplayer. Um chopp de leve no Cervantes abriu os serviços e ficamos comentando coisas que iam de Belew nos Talking Heads até aventuras mais obscuras do Fripp como os shows com David Sylvian. Após trocarmos alguns disquinhos de presente, meu amigo se atracou com três pedaços de fígado sangrento, pois estava faminto. Tal qual um píton que vislumbrasse o futuro em vísceras, tive um insight e percebi todo o horror que nos esperava.

O Caos, a empulhação, o fake, a boçalidade tudo isso pululava explícito no molho amanteigado que entremeava as batatas do prato na mesa. "Isto te fará mal, caro Cecil", eu disse com voz de Moisés de filme de Cecil B. de Mille. Ele ficou assustadíssimo e me oferecendo um havana disse que já estava acostumado e que o colesterol dele estava ok. "Não... não, eu falo do ataque das focas amestradas, do fim dos tempos em forma de notas desperdiçadas". "Oh..." ele disse, enquanto o azulado da fumaça cobria seu rosto de forma enigmática. Rumamos para a entrada do show compenetrados no nosso papel de "tiozinhos sukitas" entre miríades de adolescentes (ou nem tanto) vestidos de preto gritando como num mantra maligno: "Vai Vai Vai Vai...."

"Vão pra onde?" Perguntei perplexo e a resposta do meu amigo foi simplesmente impublicável... Na entrada fui parado pelo segurança, que sem respeitar meus cabelos brancos, resolveu me dar uma geral como nos velhos tempos... Quando achou na minha sacola um manual anarquista de altíssimo teor subversivo ficou mais intrigado do que se tivesse achado cem gramas da mais pura manga Rosa ou cartelas de Yellow sunshine... "Mas porque o senhor traz este tipo de livro para assistir este show?" Respondi- "Estava vindo de outro lugar e pra fazer hora eu costumo ler"... "Ahhhhhh" e nem quis ver mais nada... Quando eu ia saindo ainda perguntou: "Mas o senhor gosta disto mesmo?" "Do livro ou do show?" Perguntei. "Deixa pra lá" ele respondeu e foi atormentar a alma de um pobre infante chapado de conhaque de mel com algum outro aditivo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Entramos na suprema escuridão e o mito entrava no palco! Uauuuuu... Que emoção! Sentou no escuro, quase de costas e ligou uma engenhoca que parecia o motor do meu dentista que fazia uuuuuuueeeeeeeennnnnn junto com aquela cama de sons pré-gravados que fazem a delicia dos soníferos do tipo Kitaro ou assemelhados.

Cecil, sentindo o efeito do Fígado com o Havana, fez uma cara de "Quando começa?" E o treco continuava junto com uns efeitos visuais muito parecidos com os que eu colocava no escuro do meu quarto (com celofane verde) delirando com coisas como Edgar Froese. E tome uuuuuuueeeeeeennnnnnn com uns chuifsssssss. A patuléia ensandecida começou a ulular e vaiar com todas as forças e fazer sinais de heavy metal, ou seja, lá o que era aquilo e a gritar de novo: "Vai Vai Vai Vai..."

Soltei um comentário que achei apropriado e um teen-ager com cara de bisneto de Hell Angel fez cara de que ia encarar, mas ao ver o tamanho do meu amigo desistiu. Mr. Fripp saiu do palco à francesa assim como entrou. Desligou a engenhoca e fugiu como se tivesse que pagar uma conta no banco antes das quatro. Sem que eu tivesse tempo de espernear de ódio e magoa, adentrou o palco um sujeitinho lambisgóia com uma guitarra de três braços e cabelos esvoaçantes... Fiquei procurando de onde entrava tão terrível vento encanado e descobri, com espanto, que um ventilador potente estrategicamente colocado fazia evoluir o alisamento progressivo japonês (ou seria chapinha?) do cabelo do guitar hero. Um colosso! Um esporro tonitruante com dez mil notas por minuto, caras, bocas, biquinhos e "ademanes" compunham a cena junto com uma calça de couro preta que remetia a Jim Morrison ou Serguei (dependendo da interpretação).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na terceira música eu já tinha certeza que estava odiando a presepada e percebi que o excelente baixista Billy Sheehan (um monstro no Niacin) se prestava ao papel de coadjuvante. O baixo era esmurrado e maltratado. Uma tentativa ou outra de algum sentimento esbarrava em mais correrias, mais biquinhos e mais ventilador. Aquilo parecia um tratamento de canal de tanto sofrimento. Meu amigo Cecil resolveu ir pro saguão, pois dizia nunca ter assistido nada pior. Acompanhei me lembrando do Holiday on Ice ou de um Circo de cavalinhos que vi no interior... Era isso! me lembrei da foca e dos truques que ela fazia com a bola no nariz. Só não tinha ventinho nem cabelo...

Resolvi ir ao banheiro e um marmanjo chorava esguichos no mictório dizendo que havia casado ao som de Satriani e que queria morrer ao som de Steve Vai. Uau! Retirei-me correndo antes que isso pudesse acontecer. Lá fora encontrei um ou outro conhecido e algumas pessoas na mesma situação. Meu amigo tomava litros de água tônica e eu de água carbonatada esperando que a azia (agora existencial) se dissipasse. Ele botava a culpa nos vaticínios do fígado enquanto desfilava muito mais palavrões que eu supusesse conhecer. Resolvemos esperar e encarar o Satriani. Na primeira musica, mais do mesmo, só que sem ventilador, pois os cabelos há muito se foram do guitar hero numero dois. Outro horror. Muita rapidez, muita escala, muito uen uen e caras e bocas...

Caramba... Eu já vi Santana, Jeff Beck, Al di Meola, John Mclaughlin, Pat Metheny, Coco Montoya, John Abercrombie, Paco de Lucia e muitos, muitos, mas muitos outros guitarristas excelentes tocando, pertinho, quase respirando junto. Guitarristas de jazz, progs - Hackett, Jan Akkerman, Howe, blueseiros, Robben Ford, tudo ao vivo... John Scofield, Mike Stern, Larry Corryel etc. Discos então perdi realmente a conta de quantos guitarristas escutei com atenção e devoção. O que estes caras (Satriani e Vai) fazem (independente do conhecimento Técnico) é macumba pra turista, pura enganação. Já sei, vão me chamar de anta, reaça etc... tanto faz... ou melhor, ainda bem! Desafinar o coro dos contentes tem o seu momento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por puro tédio saí na terceira musica do Satriani e não me arrependo nem um pouco. Coloquei um Benson & Farrell para tocar no carro e logo depois um Illinois Jacket. O prazer de cortar a Zona Sul naquela hora longe daquilo tudo e ouvindo aquelas maravilhas foi um bálsamo para minha alma alquebrada.

Bem que o fígado havia avisado. Quem mandou não acreditar!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Stamp
Korzus
Edu Falaschi - Vera Cruz
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Robert Fripp e Toyah: assista versão de I Can't Get No SatisfactionRobert Fripp e Toyah
Assista versão de "I Can't Get No Satisfaction"

King Crimson: a curiosa primeira impressão de Jon Anderson, do Yes, sobre elesKing Crimson
A curiosa primeira impressão de Jon Anderson, do Yes, sobre eles

Robert Fripp: ele revela a música que mais curtiu fazer cover com a esposa ToyahRobert Fripp
Ele revela a música que mais curtiu fazer cover com a esposa Toyah

Robert Fripp & Toyah Willcox: The Number of the Beast para celebrar a PáscoaRobert Fripp & Toyah Willcox
"The Number of the Beast" para celebrar a Páscoa

Robert Fripp: com barbas e tesouras, ele toca ZZ Top com a esposa Toyah; vejaRobert Fripp
Com barbas e tesouras, ele toca ZZ Top com a esposa Toyah; veja

Robert Fripp: ele revela por que topou fazer vídeos divertidos com a esposa ToyahRobert Fripp
Ele revela por que topou fazer vídeos divertidos com a esposa Toyah

Robert Fripp: cover de Ace of Spades, do Motörhead, com Toyah vestida de empregadaRobert Fripp
Cover de "Ace of Spades", do Motörhead, com Toyah vestida de empregada

Robert Fripp: cover de Girls, Girls, Girls, do Mötley Crüe, junto de ToyahRobert Fripp
Cover de "Girls, Girls, Girls", do Mötley Crüe, junto de Toyah

Robert Fripp: ele e esposa fazem cover de Toxic em apoio a Britney SpearsRobert Fripp
Ele e esposa fazem cover de "Toxic" em apoio a Britney Spears

Robert Fripp: veja cover de Everlong, do Foo Fighters, com esposa segurando cobraRobert Fripp
Veja cover de "Everlong", do Foo Fighters, com esposa segurando cobra

King Crimson: Vários membros tocam no álbum de Jakko M Jakszyk

Robert Fripp: cover de Poison, de Alice Cooper, com a esposa Toyah de enfermeiraRobert Fripp
Cover de "Poison", de Alice Cooper, com a esposa Toyah de enfermeira

Tony Iommi: Robert Fripp e a esposa estão surtados, acho que perderam a sanidadeTony Iommi
"Robert Fripp e a esposa estão surtados, acho que perderam a sanidade"

Robert Fripp: por que ele ficou puto com o primeiro vídeo viral junto da esposaRobert Fripp
Por que ele ficou puto com o primeiro vídeo viral junto da esposa

Robert Fripp: ao lado da esposa, cover da vez é I Love Rock 'n' RollRobert Fripp
Ao lado da esposa, cover da vez é "I Love Rock 'n' Roll"


Rock: os 10 guitarristas mais subestimados da históriaRock
Os 10 guitarristas mais subestimados da história

Pra discutir: os 100 melhores discos de rock progressivo de todos os temposPra discutir
Os 100 melhores discos de rock progressivo de todos os tempos

Rock Hall Of Fame: 25 bandas que ainda precisam ser nomeadasRock Hall Of Fame
25 bandas que ainda precisam ser nomeadas


Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos


Sobre Cláudio Vigo

Da safra de 62 , Claudio Vigo ganha a vida com a poesia, o jazz e o rock n roll. Paga as contas como arquiteto.

Mais matérias de Cláudio Vigo no Whiplash.Net.