Matérias Mais Lidas

Steve Vai: Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como eleSteve Vai: "Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como ele"

Bruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atençãoBruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atenção

Malas sem alça: dez vezes que astros do rock e do metal foram arrogantes em citaçõesMalas sem alça: dez vezes que astros do rock e do metal foram arrogantes em citações

A opinião de Dinho Ouro Preto sobre o rapper Mano BrownA opinião de Dinho Ouro Preto sobre o rapper Mano Brown

John Lennon: conheça a música que o uniu a Elton John e o reconciliou com YokoJohn Lennon: conheça a música que o uniu a Elton John e o reconciliou com Yoko

Vocalista do Saxon acha um pouco maluco Judas Priest tocar como um quartetoVocalista do Saxon acha "um pouco maluco" Judas Priest tocar como um quarteto

A opinião de Chester Bennington e Travis Barker sobre o MetallicaA opinião de Chester Bennington e Travis Barker sobre o Metallica

Capital Inicial: cinco músicas que foram escritas por Pit Passarell, do ViperCapital Inicial: cinco músicas que foram escritas por Pit Passarell, do Viper

Raul Seixas: a inusitada reação de Paulo Coelho ao saber da morte do compositorRaul Seixas: a inusitada reação de Paulo Coelho ao saber da morte do compositor

O sentimento de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, após ter sido demitidoO sentimento de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, após ter sido demitido

Homem rouba guitarra de R$ 43 mil enfiando-a nas calças; veja vídeoHomem rouba guitarra de R$ 43 mil enfiando-a nas calças; veja vídeo

Lemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do RockLemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do Rock

Capital Inicial: quem é a pessoa que inspirou o sucesso NatashaCapital Inicial: quem é a pessoa que inspirou o sucesso "Natasha"

COVID: nunca mais vamos nos livrar disso, diz Ian Anderson do Jethro TullCOVID: nunca mais vamos nos livrar disso, diz Ian Anderson do Jethro Tull

Por que Renato Russo não deixava ninguém sorrir no palco, segundo Carlos TrilhaPor que Renato Russo não deixava ninguém sorrir no palco, segundo Carlos Trilha


Stamp

Black Sabbath: primeira resenha completa do álbum "13"

Resenha - 13 - Black Sabbath

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 23/04/13

Por direito adquirido, o novo álbum do BLACK SABBATH deve ser um petardo, na veia de seus clássicos discos antigos dos anos 70. Pra começar, a própria confissão de Ozzy sobre estar usando drogas em meio às gravações de "13", considerando-se que isso sempre foi um ingrediente vital na criação de obras-primas do Metal como ‘Paranoid’ [1970] e ‘Master Of Reality’ [1971] – é um bom indício.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Por SCOTT KARA do NEW ZEALAND HERALD

Mas num nível mais sério e técnico, diz Osbourne, o ponto de partida do produtor superastro RICK RUBIN foram os dois primeiros álbuns do Sabbath ['Black Sabbath' e 'Paranoid'];

"Ele foi certeiro ao nos levar de volta a nossas raízes nisso. Ele ateve-se ao básico", disse Osbourne na coletiva de imprensa da banda em Auckland, Nova Zelândia, na semana passada.

O baixista Geezer Butler concordou: "Foi como voltar àquela sensação original de se gravar ao vivo que tivemos nos três primeiros álbuns, e Rubin disse que éramos uma das poucas bandas que ainda podiam fazer isso ao vivo no estúdio. Então foi assim que fizemos."

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

E depois de uma audição de uma prévia especial do álbum de oito faixas e cinquenta minutos de duração antes de seu lançamento na Oceania no dia 7 de Junho, o site TimeOut pode afirmar que é pesado, bonito e assombroso como só o Sabbath pode ser.

Então aqui está, faixa por faixa…

"End Of The Beginning"

A primeira coisa que você nota – além dos gloriosos e massacrantes licks de guitarra de Tony Iommi, e o baixo chacoalha-cérebro e a bateria rompante – é aquela levada única do Sabbath. Para qualquer outra banda, soaria arrastado, mas eles de algum modo transformam isso em uma paulada de meter medo. Enquanto 'End Of The Beginning' não é nenhuma 'War Pigs', é um épico impressionante que vai do peso da bateria sentando a bota, até uma tranquilidade estranha, e daí transforma-se em uma das tenras serenatas de Ozzy.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"God Is Dead?"

O primeiro single do álbum – que, em quase nove minutos e sendo a faixa mais longa do álbum, não é exatamente material pras rádios – sai se arrastando e arrepiando dos falantes como um vagabundo. Mas daí se intensifica e logo no começo aumenta e cresce como se fosse a reviravolta numa briga. E você não tem como não rir quando Ozzy canta um verso como 'Out of the gloom, I rise up out of my tomb, into the impending doom'.

"Loner"

Basicamente, uma paulada de riff na cara, mas naquele estilo distinto, de levada perfeita do Sabbath setentista. É numa música dessas que eles acertam na mosca e não há nenhuma outra banda como essa – eis o porquê de, ao longo dos últimos 40 anos, eles tem influenciado todo mundo desde o IRON MAIDEN até o METALLICA e o NIRVANA e FOO FIGHTERS.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

"Zeitgeist"

Essa balada começa meio viajandona e alienígena acompanhada por um fundo instrumental acústico com o estilo sombrio dos vocais de Ozzy a pleno vapor. Lembra a psicodelia de 'Planet Caravan', mas é mais folk do que viagem. Serve como adorável centro de reflexão no álbum.

"Age Of Reason"

É aqui que o álbum começa a engrossar, com Ozzy duelando vocalmente com a bateria pulsante e as guitarras galácticas. É um groove estampido contínuo à medida que a música escala cada vez mais fundo para um ponto de psicose. Enquanto ela chicoteia um turbilhão melódico de vez em quando, ela também lhe transporta para um lugar esmagado que bandas modernas como o Meshuggah também podem te levar. É justo dizer que é uma das mais pesadas do disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Live Forever"

A música em que Ozzy compartilha sua filosofia frustrada sobre a vida, com o verso, "I don't want to live forever, but I don't want to die", o que pode fazer você rir, mas você tem que admitir que o Príncipe das Trevas vai direto ao ponto nessa aqui. Musicalmente, é uma especiaria de acompanhar batendo na coxa, e se você não tiver cuidado, você vai comprometer seu pescoço também, especialmente durante o calcinante solo de Iommi.

"Damaged Soul"

Soul music do Black Sabbath, alguém quer? Porque isso não é um blues psicodélico, ou uma balada, mas algo no meio das duas coisas, meio que como um soul heavy metal, talvez. Isso antes de entrar em território mais duro e se transformarem um blues oculto. Tudo isso e Ozzy ainda tem tempo para pensar na situação de "losing a battle between Satan and God".

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

"Dear Father"

Eles guardam os riffs mais devastadores, pungentes e do naipe de 'Iron Man' para o final nesse encerramento encorpado e violento de sete minutos. Tem o peso tradicional, mas tem, de certa forma, uma sonoridade moderna que pode decorrer da influência de seu novo baterista, BRAD WILK, ex-RAGE AGAINST THE MACHINE.

Osbourne disse na coletiva que ele vê "13" como uma continuação de "Sabbath Bloody Sabbath", o quinto álbum da banda, de 1973, que, segundo muitos, foi o último grande álbum da banda. E enquanto "13" se encerra com um trovejar, o barulho da chuva caindo e um sino badalando, você não tem como não pensar que o Sabbath realmente está de volta.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de 13 - Black Sabbath

Black Sabbath: Se for o final, eles fecharam com chave de ouroBlack Sabbath
Se for o final, eles fecharam com chave de ouro

Black Sabbath: o bom e talvez último registro dos dinossauros

Black Sabbath: "13" é um disco muito bom e consistente

Black Sabbath: "estes dias estão próximos do fim!"

Black Sabbath: o melhor álbum diretamente relacionado à banda

Black Sabbath: depois de 20 anos, uma segunda primeira vez

Black Sabbath: "13" é pra se ouvir alto no som

Black Sabbath: provando que ainda são muito relevantesBlack Sabbath
Provando que ainda são muito relevantes

Black Sabbath: um presente para os fãs que esperaram 34 anosBlack Sabbath
Um presente para os fãs que esperaram 34 anos

Black Sabbath: Um disco para se escutar em alto volumeBlack Sabbath
Um disco para se escutar em alto volume

Black Sabbath: não foi apenas um xarope antirreumático...Black Sabbath
Não foi apenas um xarope antirreumático...

Black Sabbath: o ciclo de Ozzy na banda foi fechado em 1979Black Sabbath
O ciclo de Ozzy na banda foi fechado em 1979

Black Sabbath: Um grande e inspirado trabalhoBlack Sabbath
Um grande e inspirado trabalho

Black Sabbath: fiel às suas origens e ainda assim soando atualBlack Sabbath
Fiel às suas origens e ainda assim soando atual

Black Sabbath: firme, consistente e com a pegada da era OzzyBlack Sabbath
Firme, consistente e com a pegada da era Ozzy

Black Sabbath: Metal Hammer inglesa resenha 13 e se impressionaBlack Sabbath
Metal Hammer inglesa resenha 13 e se impressiona

Black Sabbath: primeira resenha do novo álbum, 13Black Sabbath
Primeira resenha do novo álbum, 13

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Black Sabbath: Tony Martin revela que não gostava da banda quando era jovemBlack Sabbath: Tony Martin revela que não gostava da banda quando era jovem

Black Sabbath: o dia que o jardineiro de Iommi chamou álbum da banda de Eternal IdiotBlack Sabbath: o dia que o jardineiro de Iommi chamou álbum da banda de "Eternal Idiot"

Black Sabbath: Tony Martin achou que fosse apanhar de Dio no primeiro (e único) encontroBlack Sabbath: Tony Martin achou que fosse apanhar de Dio no primeiro (e único) encontro

Black Sabbath: Bill Ward elege o álbum mais corajoso feito pela bandaBlack Sabbath: Bill Ward elege o álbum mais corajoso feito pela banda

Tony Martin diz que Iommi liberou e seus álbuns com Black Sabbath serão relançadosTony Martin diz que Iommi liberou e seus álbuns com Black Sabbath serão relançados

Black Sabbath: Bill Ward fala quem foram os bateristas que mais o influenciaramBlack Sabbath: Bill Ward fala quem foram os bateristas que mais o influenciaram

Bill Ward conta o que o deixa impressionado no cenário atual do heavy metalBill Ward conta o que o deixa impressionado no cenário atual do heavy metal

Ozzy Osbourne: todos os álbuns solo, do pior para o melhor, pela Classic RockOzzy Osbourne: todos os álbuns solo, do pior para o melhor, pela Classic Rock

O sacrifício que Bill Ward teve que fazer para ajudar a gravar Heaven And HellO sacrifício que Bill Ward teve que fazer para ajudar a gravar "Heaven And Hell"

Tony Martin fala sobre a chance de seus álbuns com o Black Sabbath serem relançadosTony Martin fala sobre a chance de seus álbuns com o Black Sabbath serem relançados

Tony Iommi diz qual foi o problema que motivou demissão de Ozzy OsbourneTony Iommi diz qual foi o problema que motivou demissão de Ozzy Osbourne

Cinquentões: 15 álbuns de rock e heavy metal que completarão meio século em 2022Cinquentões: 15 álbuns de rock e heavy metal que completarão meio século em 2022

Tony Iommi abre o jogo sobre os boatos de gravar algo com Brian MayTony Iommi abre o jogo sobre os boatos de gravar algo com Brian May

Tony Iommi redescobriu banda dos anos 70; não gostava muito naquela épocaTony Iommi redescobriu banda dos anos 70; "não gostava muito naquela época"

O que Tony Iommi acha da ideia de criar uma banda e cair na estrada? Ele comentaO que Tony Iommi acha da ideia de criar uma banda e cair na estrada? Ele comenta


Black Sabbath: por que Dio não quis Cozy Powell na banda, segundo o próprio bateraBlack Sabbath: por que Dio não quis Cozy Powell na banda, segundo o próprio batera

Metallica: a ocasião em que a banda deixou Geezer Butler bem confusoMetallica: a ocasião em que a banda deixou Geezer Butler bem confuso

Black Sabbath: o dia em que a banda e um dos Bee Gees fizeram boneca inflável voarBlack Sabbath: o dia em que a banda e um dos Bee Gees fizeram boneca inflável voar


Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.