Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

AC/DC: por que Bon Scott não era só um bêbado lunático, segundo ex-baixistaAC/DC
Por que Bon Scott não era só um "bêbado lunático", segundo ex-baixista

Van Halen: a diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van HalenVan Halen
A diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van Halen

Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

Nirvana: músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTokNirvana
Músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTok

Smith/Kotzen: primeiro álbum da dupla será lançado em março; confira capa e tracklistSmith/Kotzen
Primeiro álbum da dupla será lançado em março; confira capa e tracklist

Megadeth: quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de A Tout Le MondeMegadeth
Quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de "A Tout Le Monde"

Iced Earth: Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiançaIced Earth
Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiança

Mamonas Assassinas: a história por trás do enigmático CreuzebekMamonas Assassinas
A história por trás do enigmático "Creuzebek"

Robert Fripp: veja cover de Welcome to the Jungle com esposa segurando halteresRobert Fripp
Veja cover de "Welcome to the Jungle" com esposa segurando halteres

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

Metallica: todas as faixas do polêmico Load, da pior para a melhorMetallica
Todas as faixas do polêmico "Load", da pior para a melhor

Dream Theater: bateria do próximo álbum já está gravada, segundo Mike ManginiDream Theater
Bateria do próximo álbum já está gravada, segundo Mike Mangini

Slayer: Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperavaSlayer
Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperava


Matérias Recomendadas

Black Sabbath: About.com elege os 5 melhores álbuns da bandaBlack Sabbath
About.com elege os 5 melhores álbuns da banda

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos

Metallica: Jason Newsted, 14 anos de humilhaçãoMetallica
Jason Newsted, 14 anos de humilhação

Guitarra: o riff mais popular de todos os tempos (vídeo)Guitarra
O riff mais popular de todos os tempos (vídeo)

Andre Matos: Não estava preparado para cantar no Maiden!Andre Matos
"Não estava preparado para cantar no Maiden!"

Malvada
Dead Daisies

Black Sabbath: firme, consistente e com a pegada da era Ozzy

Resenha - 13 - Black Sabbath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara
Enviar Correções  

9


Como já anteriormente informado, o Whiplash.Net teve acesso exclusivo ao novíssimo disco do BLACK SABBATH intitulado "13", que terá suas vendas iniciadas no dia 11 de junho no Brasil, terça-feira da próxima semana. Os redatores do site Diego Camara e Otávio Augusto Juliano nos representaram e tiveram a chance de ouvir o disco na integra, música a música, e trazem agora suas impressões.

Leia uma outra resenha no link abaixo.

Black Sabbath: fiel às suas origens e ainda assim soando atualBlack Sabbath
Fiel às suas origens e ainda assim soando atual

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

1. "End of the Beginning" (8m07s)

Música de abertura e já tocada ao vivo pela banda. Mostra um som bastante lento e cadenciado, além de ter o velho tom macabro do Sabbath. O vocal de Ozzy foi bem minucioso aqui, palavra a palavra, e a guitarra de Iommi é simples e bastante efetiva. No meio há um salto interessante e a rapidez entra em cena, sem perder o bom e velho toque da década de 70. Destaque é o ótimo solo de guitarra de Iommi e a suprema melodia, que prende o ouvinte a cada reviravolta.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

2. "God Is Dead?" (8m54s)

O single, já tocado e disponível no YouTube. Também bastante lenta e com vocais arrastados. O refrão é sem dúvidas o ponto alto da música, e a letra extremamente crítica dá o tom de todo o disco. O vocal de Ozzy abre como clareiras em um som bastante consistente e se entende porque a música foi selecionada como o single, apesar de estar bem longe de ser a melhor do disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

3. "Loner" (5m06s)

Música com uma pegada bem rock and roll, dando uma pequena quebra no disco. O som ligeiro torna a música bem rápida e faz fácil quem ouve bater cabeça. Mais curta que as anteriores, a música é valorizada com dois fantásticos solos de guitarra de Tony Iommi, que mostram toda a técnica de um dos maiores guitarristas de todos os tempos. O som do baixo de Butler não some, e sua aparição no conjunto com Iommi torna esta música extremamente pegajosa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

4. "Zeitgeist" (4m28s)

Sem dúvidas para mim a segunda melhor do disco. Extremamente sombria, com uma abertura apenas no violão e tambor. O vocal de Ozzy se encaixa perfeitamente neste tom e a sua voz arrastada puxa em um acústico que se conflui em uma construção excepcional. O baixo de Butler aparece também no meio da música, concorrendo com uma guitarra dedilhada que arranca suspiros. Um tom de desolação que nunca foi visto anteriormente no Sabbath.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

5. "Age of Reason" (7m02s)

O destaque nesta é para a firmeza da bateria de Brad Wilk. A cadência da música é firme e repetitiva no início. A guitarra de Iommi funciona bem aqui, tanto na base quanto no solo, duelando com as baquetas. Com o duelo vemos giros na música e mudanças drásticas, a modificação da passada dos instrumentos torna esta canção bastante interessante e consegue prender os ouvintes: uma boa música, mas nada especial se compararmos com o resto do disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

6. "Live Forever" (4m49s)

Entrada bem firme, puxada pela força das baquetas de Brad Wilk, que mostrou ter feito a lição de casa. O refrão é muito pegajoso, fazendo esta música ser perfeita para ser tocada em shows e cantada junto pela plateia. O solo de guitarra coroa essa música e se encaixa perfeitamente, como uma luva. A música é curta, simples, direta e efetiva.

7. "Damaged Soul" (7m46s)

No meu ver a melhor canção do álbum. Abertura já rápida e as guitarras marcaram forte esta música. As cadências e mudanças bruscas de som dão o tom da música: fica difícil classificar a música e até mesmo dividir "em quantas músicas" ela se estrutura. Geezer Butler também está presente: o baixo domina uma parte central da música, não deixando o público cansado das guitarras e mostrando porque é um dos grandes músicos do metal. O solo é emocionante e faz o ouvinte voltar à década de 70. Fica difícil até falar sobre a música, pois parece que qualquer coisa que se diga nunca chega a sua grandeza e completude.

8. "Dear Father" (07m06s)

Esta música tem bem o estilo Black Sabbath de ser. A letra forte domina toda a música e se impõe sobre o som dos instrumentos. O baixo e a guitarra costuram a música de maneira inteligente, fazendo desta uma das músicas mais firmes e completas do disco. Geezer Butler novamente é um ótimo destaque, e as baquetas de Brad Wilk não se perdem na música. O corte seco no final se completa com o som da chuva, que remete a música "Black Sabbath" do álbum com o mesmo nome, lançado na década de 70: a banda, assim, parece estar declarando o fechamento de um ciclo: o de sua própria existência?

Considerações finais:

"13" é um álbum bastante firme, consistente e que tem uma pegada do BLACK SABBATH na era-Ozzy: som lento, os aspectos sombrios e as jogadas de baixo que apenas o lendário Geezer Butler poderia produzir. Porém, a música é cheia de reviravoltas e foge da simplicidade. Ou seja, é um BLACK SABBATH da era-Ozzy que não quer mais ser um BLACK SABBATH da era-Ozzy. É um disco forte quando não tentamos olhar para o passado e ver os grandes sucessos da banda: devemos entender que nunca o SABBATH poderia produzir um disco como os da década de 70. "13" é um disco moderno, com todo o poder de produção da atualidade com um pé na década de 70, mostrando que os pais do heavy metal ainda podem inovar e tem ótimas ideias na mente. Este é sem dúvidas um disco levado a sério pela banda, não um mero caça-níquel como tantos que vemos por aí, e os fãs do bom e velho heavy metal devem levar ele a sério, limpar os ouvidos, evitar pensar na década de 70 e ouvir este disco algumas boas vezes, pois ele merece ser considerado antes de se jogar fora, como muitos andaram fazendo ouvindo apenas o single – que está longe de ser a melhor música do álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Informações básicas:
Gravadora: Universal Music
Lançamento: 11 de junho de 2013 (no Brasil)
Duração total: 53m18s
Todas as letras escritas por Geezer Butler, melodias por Tony Iommi, Ozzy Osbourne e Geezer Butler.

Ozzy Osbourne – Vocal
Tony Iommi – Guitarra
Geezer Butler – Baixo
Brad Wilk – Bateria
Rick Rubin – Produtor

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de 13 - Black Sabbath

Black Sabbath: Se for o final, eles fecharam com chave de ouroBlack Sabbath
Se for o final, eles fecharam com chave de ouro

Black Sabbath: o bom e talvez último registro dos dinossauros

Black Sabbath: "13" é um disco muito bom e consistente

Black Sabbath: "estes dias estão próximos do fim!"

Black Sabbath: o melhor álbum diretamente relacionado à banda

Black Sabbath: depois de 20 anos, uma segunda primeira vez

Black Sabbath: "13" é pra se ouvir alto no som

Black Sabbath: provando que ainda são muito relevantesBlack Sabbath
Provando que ainda são muito relevantes

Black Sabbath: um presente para os fãs que esperaram 34 anosBlack Sabbath
Um presente para os fãs que esperaram 34 anos

Black Sabbath: Um disco para se escutar em alto volumeBlack Sabbath
Um disco para se escutar em alto volume

Black Sabbath: não foi apenas um xarope antirreumático...Black Sabbath
Não foi apenas um xarope antirreumático...

Black Sabbath: o ciclo de Ozzy na banda foi fechado em 1979Black Sabbath
O ciclo de Ozzy na banda foi fechado em 1979

Black Sabbath: Um grande e inspirado trabalhoBlack Sabbath
Um grande e inspirado trabalho

Black Sabbath: fiel às suas origens e ainda assim soando atualBlack Sabbath
Fiel às suas origens e ainda assim soando atual

Black Sabbath: Metal Hammer inglesa resenha 13 e se impressionaBlack Sabbath
Metal Hammer inglesa resenha 13 e se impressiona

Black Sabbath: primeira resenha completa do álbum 13Black Sabbath
Primeira resenha completa do álbum "13"

Black Sabbath: primeira resenha do novo álbum, 13Black Sabbath
Primeira resenha do novo álbum, 13


Stamp
Tunecore
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Sabbath: Heaven And Hell e Mob Rules serão relançados com bônusBlack Sabbath
"Heaven And Hell" e "Mob Rules" serão relançados com bônus

Black Sabbath: banda divulga fotos de Tony Iommi sem seu inseparável bigodeBlack Sabbath
Banda divulga fotos de Tony Iommi sem seu inseparável bigode

Black Sabbath: Tony Iommi ganha estátua personalizada da KnuckleBonzBlack Sabbath
Tony Iommi ganha estátua personalizada da KnuckleBonz

Túnel do tempo: 10 grandes músicas lançadas em 1976, ano mágico para o rock e o metalTúnel do tempo
10 grandes músicas lançadas em 1976, ano mágico para o rock e o metal

Ozzy Osbourne: P*ta que pariu, quero ser um Beatle disse ele após sair da prisãoOzzy Osbourne
"P*ta que pariu, quero ser um Beatle" disse ele após sair da prisão

Post Malone: covers de Sabbath, AIC com Slash e Chad Smith do RHCPPost Malone
Covers de Sabbath, AIC com Slash e Chad Smith do RHCP

Metallica: Eles quase foram expulsos de turnê após desobedecer ordem de Sharon OsbourneMetallica
Eles quase foram expulsos de turnê após desobedecer ordem de Sharon Osbourne

Jack Black: em vídeo hilário, dançando de sunga ao som de Iron Man, do SabbathJack Black
Em vídeo hilário, dançando de sunga ao som de "Iron Man", do Sabbath

Tony Iommi: lamentando a morte de Leslie WestTony Iommi
Lamentando a morte de Leslie West

Black Sabbath: Iommi acredita que um quinto membro espiritual guiava a bandaBlack Sabbath
Iommi acredita que um "quinto membro espiritual" guiava a banda


Wikimetal: Top 11 Músicas que fazem arrepiarWikimetal
Top 11 Músicas que fazem arrepiar

Vanusa e Black Sabbath: riff plagiado já existia há alguns anosVanusa e Black Sabbath
Riff "plagiado" já existia há alguns anos


Aerosmith: entre assuntos mais comentados no Brasil após plástica de GretchenAerosmith
Entre assuntos mais comentados no Brasil após plástica de Gretchen

Slayer: Não sei improvisar, diz Kerry KingSlayer
"Não sei improvisar", diz Kerry King


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.