Os 1001 discos para se ouvir antes de morrer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Cláudio Vigo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Metade ou muito mais do que isso de tudo que foi escrito no mundo, foram receitas do que fazer antes de morrer. Ou pra preparar o que por si só é impreparável ou mesmo pra rechear de sentido este intervalo entre os abismos de que temos consciência. Regras de conduta, de sentido, gozo e controle das famosas “Dores do Mundo” que tanto atormentavam Schopenhauer. Dois lenitivos clássicos para isso a música e a ironia.

5000 acessosMúsicas ruins: As 100 piores segundo o Aol Radio Blog5000 acessosComo Conservar e Recuperar Cordas de Baixo


Não podemos abandonar nenhuma destas duas coisas ao defrontar com o livro - "1001 discos para ouvir antes de morrer" - publicado pelo pessoal da Rolling Stone que li em edição portuguesa caprichada, impressa na China. Diante de tamanha Babel e de veredicto tão definitivo, só nos resta sorrir um pouco e folhear descobrindo o que esse pessoal pensa que é indispensável ouvir pra justificar nossa presença por aqui.

Pra início de conversa vivemos uma época sintética e enciclopédica. O devaneio, o atalho e a falta de objetividade são desestimulados com fúria. Para que saber o que Victor Segalen achava do abandono do mundo por Paul Gauguin em Noa Noa? Qual a utilidade disto na inserção no mercado de trabalho? Ao invés de impressões se colecionam (acumulam) dados e referências. Rápido e fugaz.


Abundam então obras que atalham o percurso. O que comer, beber, visitar, se abismar e agora ouvir para se inserir no padrão culto (cult) do consumidor médio da indústria do entretenimento de plantão. Existem guias para tudo. Inclusive um livro que ensina maneiras eficazes de se matar antes de morrer.

Voltando ao que interessa, se você já ouviu ou tem mais de 1001 discos (CDs) dificilmente vai concordar com esta lista preparada por críticos especializados. Muitas vezes vai sapatear de ódio com a não inclusão daquele álbum que mudou sua vida ou vai gargalhar com a presença de algo no mínimo inconcebível. Mas pensando bem, o legal é isso mesmo, discordar do almanaque. Tem alguns clássicos que estariam na lista de qualquer pessoa provida de tímpanos e dois neurônios, então fica divertido descobrir alguns detalhes desconhecidos, e em outras situações conhecer alguns que você nunca ouviu falar e que te instigarão a curiosidade.

Belas fotos ajudam a embalar o calhamaço ideal pra ser desfrutado com fones tocando algo que não conste da listagem e uma chuvinha fina caindo lá fora.


Alguns de meus heróis – Steely Dan, Nick Drake, Tom Waits - foram contemplados com muitos discos. Outros (muitos) foram sequer mencionados. Os caras dão pouca importância ao Blues e ao Jazz mas colocam muita coisa de Soul e Funk. Pop Farofa aparece e alguns discos brasucas surpreendem ao estarem incluídos. Achei Moreno Veloso um pouco forte apesar de não ter nada contra o mancebo.

O ideal é ler mesmo com raiva, babando de indignação pois você aí imediatamente começa mentalmente a “sua Lista” tal qual uma Xerazade entretendo seu sultão interior. Vi que lançaram um Livro dos 1001 Livros também, daqui a pouco virão às fotos, os lugares as comidas e (porque não) as drogas, os filmes etc.

Acabei me divertindo e depois colocando na estante pra pegar poeira, pega bem em sala de espera de consultório médico chique junto com Caras também e com revistas de moda e decoração.

Não leve a sério. Possivelmente não houveram 1001 dias que lembramos nesta vida. Enquanto isso, vamos levando e antes que o tédio do sultão nos tire de cena vamos propondo novas histórias, novos discos e novas listas. Dá lustro a este mundo que anda tão opaco, regalam a alma como queria Xerazade ao tocar seus 1001 discos em suas possíveis 1001 noites.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 13 de janeiro de 2013

On The Road

3524 acessosJimmy Page, Led Zeppelin & The Black Crowes3772 acessosJohn Paul Jones & Zooma1270 acessosOn The Road2539 acessosAndy Warhol & Velvet Underground461 acessosJoe Jackson - Heaven & Hell4045 acessosJim Morrison - Ode a LA5000 acessosJerry Garcia - O Anti-Super-Star2150 acessosThe 70's - E um pouco sobre Gregg Allman5000 acessosAllman Brothers Band - ainda The 70s1737 acessosThe 80's - e um pouco sobre Ian Curtis902 acessosJorge Mautner2319 acessosTommy Bolin: sua morte prematura foi uma perda incalculável2668 acessosChuva de Guitarras1200 acessosJohn Mayall e o restaurante Indonésio1580 acessosUma noite das Arábias5000 acessosGlam Rock: A vanguarda era ditada com muito cílio postiço2755 acessosPapo Lynyrd671 acessosMemória do Futuro1025 acessosFour de Ases4141 acessosPancadão Hendrixniano3950 acessosNum muro dos anos 702706 acessosSteely Dan - Pop Perfeito1379 acessosOs quatro CDs do Apocalipse1861 acessosJoni Mitchell & Charlie Mingus5000 acessosGigantes do Soul Jazz1211 acessosMais gigantes do Soul Jazz1155 acessosQuem lembra dos Supergrupos?2564 acessosMick Jagger, Graham Bond e Geração Bendita2151 acessosColin Hodgkinson, biscoito fino no baixo4177 acessosAlguns atalhos para muitas viagens3048 acessosJohn Paul Jones - herói do Olimpo3809 acessosThe Shadows, a sombra de Hank Marvin1569 acessosColdplay e a franja do Fernando2439 acessosFunky Friends1054 acessosElogio do Ócio973 acessosConfissões Paulistas1308 acessosVelhas Novidades2980 acessosMahavishnu Orchestra e a Yoga2114 acessosAir - Moon Safari3863 acessosColecionadores de discos e de calcinhas4716 acessosHell's Angels, Punks, Verve2718 acessosPara onde vão Robert Fripp e os amestradores de focas?5000 acessosRimbaud e Morrison: A grande maioria passa pela vida imersa na multidão2260 acessosDr. John5000 acessosMais do Mesmo1155 acessosJorge Mautner e as Memórias do Filho do KAOS1569 acessosSoulive, usina groove em forma de power trio de jazz funky5000 acessosRolling Stones - "Exile On Main Street"3991 acessosOn The Road - Menos é Mais2801 acessosJeff Beck: Economia e bom gosto, eis a conseqüência3269 acessosOn The Road: O velho feiticeiro do piano e o Zappa do Funk1974 acessosOn The Road: Allman Brothers Band, um sonho de priscas eras5000 acessosOn The Road: "Jeff Beck é Jeff Beck"509 acessosOn The Road: "It's a long time gone, bicho!" - CSN no RJ567 acessosOn The Road: Água Brava, Bacamarte e Celso Blues Boy1403 acessosOn The Road: biografia de Ron Wood é bem humorada e informativa0 acessosTodas as matérias sobre "On The Road"

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "On The Road"

Músicas ruinsMúsicas ruins
As 100 piores segundo o Aol Radio Blog

BaixosBaixos
Como conservar e recuperar as cordas do instrumento

Classic RockClassic Rock
As 25 músicas mais tristes da história

5000 acessosRock Brasileiro da Década de 705000 acessosDeath Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOL5000 acessosIron Maiden: Nado sincronizado ao som de "The Trooper"3347 acessosMetal Sucks: 9 coisas que músicos nunca dizem4179 acessosBilly Corgan: ele quis se matar após sucesso de Nirvana e Pearl Jam5000 acessosLista: assista dez micos em shows de rock

Sobre Cláudio Vigo

Da safra de 62 , Claudio Vigo ganha a vida com a poesia, o jazz e o rock n roll. Paga as contas como arquiteto.

Mais matérias de Cláudio Vigo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online