Uncaved: Mais um grande representante do Death Metal nacional

Resenha - Meaning of Death - Uncaved

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8


Que o Death Metal brasileiro é um dos melhores do mundo e blá, blá, blá todo mundo sabe. Aliás, não é a primeira vez que menciono isso em uma resenha, portanto, é chover no molhado. Mas que é sempre bom ouvir um trabalho de uma banda que tem conhecimento de causa, isso é fato.

Sexo e Rock and Roll: músicas com conotação sexualHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1987

Estes cariocas surgiram em 2004 das cinzas do Devoration e este é apenas o primeiro registro dos caras. Tudo que um bom disco de Death Metal pede está presente em "Meaning Of Death", ou seja, peso, agressividade, variação rítmica e temas típicos do estilo.

Riffs mórbidos dão a carga necessária às composições, sendo que o espaço para solos é quase nulo, sobrando mais para algumas bases soladas de forma até que simples. Tudo a cargo de Carlos Alberto que utilizou um timbre muito bom para seu instrumento, dando a solidez necessária às músicas.

Mantendo uma boa variação, a cozinha sustenta o peso como deve ser feito. O baterista Robson Cruz utiliza bem os bumbos duplos fazendo com que o som soe agressivo mesmo nas partes mais cadenciadas. Enquanto isso, o baixista Eddie Valentino mete os dedos nas quatro cordas fazendo com que a sonoridade fique a mais densa possível.

O vocalista Joab Farias se utiliza de um vocal gutural cavernoso quase monocórdio, na escola de mestres como Chris Barnes (Six Feet Under) e George 'Corpsegrider' (Cannibal Corpse). Destaque para as faixas In Times of the End e Meaning of Death, além do bom cover para The Philosopher, do Death, que ficou característico e contou com a participação de Matt, Igor e Diego da banda Victims Of War.

https://www.facebook.com/uncaved
http://www.reverbnation.com/uncaved



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Uncaved"


Sexo e Rock and Roll: músicas com conotação sexualSexo e Rock and Roll
Músicas com conotação sexual

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1987Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1987

Mini Iron Maiden: tocando Ghost Of The Navigator na escolaMini Iron Maiden
Tocando "Ghost Of The Navigator" na escola

Kiss: Rock and roll é um trabalho para otários!Kiss
"Rock and roll é um trabalho para otários!"

Fotos de Infância: Max e Igor Cavalera, do SepulturaFotos de Infância
Max e Igor Cavalera, do Sepultura

Iron Maiden: Run To The Hills como você nunca ouviu antesIron Maiden
"Run To The Hills" como você nunca ouviu antes

Black Sabbath: A lenda do vampiro do cemitério de HighateBlack Sabbath
A lenda do vampiro do cemitério de Highate


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.