Black Sabbath: 25 anos de um álbum subestimado

Resenha - Cross Purposes - Black Sabbath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Em 1994, o Black Sabbath lançava seu décimo sétimo (!!!) álbum de estúdio, o ótimo "Cross Purposes". O disco traz a volta do vocalista Tony Martin, após a segunda passagem de Dio pela banda. Além de uma linda capa, mostra uma sonoridade "encorpada", traduzida em grandes músicas. Infelizmente, não tem o reconhecimento que merece, e talvez pelo fato de não ter sido gravado por Ozzy ou Dio, não costuma ser muito falado.

Jeff Fenholt: ex-Black Sabbath e Jesus Cristo Superstar morre aos 68 anosSolos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NME

Fato é que fica difícil imaginar que algo feito pelos Tonys (Martin e Iommi), Geezer Butler, Bobby Rondinelli e Geoff Nicholls seja ruim. E definitivamente, "Cross Purposes" pode ser qualquer coisa, menos ruim.

Logo de cara, uma das primeiras coisas que se nota ouvindo o álbum é o peso presente tanto na melodia quanto nas letras. Raramente a banda soou tão agressiva em lançamentos anteriores. Misturando toda a experiência do passado com influências do presente, o Sabbath conseguiu fazer um som diferente sem parecer caricato.

Grandes momentos sobram no álbum, como a perfeita "I Witness", que abre o álbum de maneira muito empolgante. Vale citar também "Psychophobia" e seu riff formidável, a balada "Dying For Love" (que mostra um lado da banda que deveria ser mais explorado), a marcante "Evil Eye" e "Back To The Eden", que mostra toda a versatilidade da voz de Tony Martin. Isso para não citar duas das músicas mais legais gravadas pelo Sabbath, a maravilhosa "Cross Of Thorns" e "The Hand That Rocks The Cradle", esta última, uma obra prima!

No fim das contas, "Cross Purposes" é uma mistura de heavy metal puro com toques de hard rock e algumas"power ballads", tudo contando com a habitual genialidade de Tony Iommi e a voz impressionante de Tony Martin.

Se a intenção for ouvir o disco para ficar com o papo besta de "Sabbath é só com Ozzy", é bom nem perder seu tempo, já que a intenção certamente será caçar erros. Agora, se você gosta de metal feito com qualidade e não se prende nos insuportáveis padrões impostos por alguns, vai sem medo, pois esse é um disco FODA PRA CACETE!

Ano de lançamento: 1994

Faixas:

"I Witness"
"Cross of Thorns"
"Psychophobia"
"Virtual Death"
"Immaculate Deception"
"Dying for Love"3
"Back to Eden"
"The Hand That Rocks the Cradle"
"Cardinal Sin"
"Evil Eye"

Formação:

Tony Martin: vocal
Tony Iommi: guitarra
Geezer Butler: baixo
Bobby Rondinelli: bateria
Geoff Nicholls: teclados


Outras resenhas de Cross Purposes - Black Sabbath

null




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Black Sabbath"


Jeff Fenholt: ex-Black Sabbath e Jesus Cristo Superstar morre aos 68 anosBlack Sabbath: Tony Iommi fala novamente sobre a possibilidade de se reuniremRodz Online: 25 Anos de Philips Monsters of Rock 1994 (vídeo)Black Sabbath: "The Wizard" na trilha sonora da série Peaky Blinders

Black Sabbath: divulgada suposta primeira aparição do mascote da bandaBlack Sabbath
Divulgada suposta primeira aparição do mascote da banda

Heaven & Hell: divulgado vídeo raro de última sessão de autógrafos de DioHeaven & Hell
Divulgado vídeo raro de última sessão de autógrafos de Dio

Black Sabbath: em 1990, Tony Martin mostra todo seu potencial

Solos de guitarra estendidos: os melhores feitos em shows ao vivoSolos de guitarra estendidos
Os melhores feitos em shows ao vivo

Black Sabbath: banda estará na trilha sonora da quinta temporada da série Peaky BlindersBlack Sabbath
Banda estará na trilha sonora da quinta temporada da série Peaky Blinders

Black Sabbath: cena de Homem de Ferro em Ultimato com Iron Man fica épicaBlack Sabbath
Cena de Homem de Ferro em Ultimato com "Iron Man" fica épica

Bill McClintock: Metallica + Black Sabbath + Dokken + Herb Alpert

Black Sabbath: os crucifixos surgiram por causa de uma maldiçãoBlack Sabbath
Os crucifixos surgiram por causa de uma maldição

Black Sabbath: Gastão Moreira analisa o Master of Reality

Spotify: as bandas de hard rock e metal mais ouvidas no último mêsSpotify
As bandas de hard rock e metal mais ouvidas no último mês

Black Sabbath: box-set com 9 discos sai em setembroBlack Sabbath
Box-set com 9 discos sai em setembro

Dilma: aulas de motocicleta ao som de U2, AC/DC e SabbathDilma
Aulas de motocicleta ao som de U2, AC/DC e Sabbath

Black Sabbath: clássico dos 70s tem o maior riff de todos os temposBlack Sabbath
Clássico dos 70s tem o maior riff de todos os tempos

Black Sabbath: Ozzy diz que Iommi não permitia diversão no palcoBlack Sabbath
Ozzy diz que Iommi não permitia diversão no palco


Solos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NMESolos de guitarra
Lista dos 50 melhores segundo a NME

Robert Plant: quase saí do Led quando meu filho morreuRobert Plant
"quase saí do Led quando meu filho morreu"

Iron Maiden: curiosidades sobre o The Number Of The BeastIron Maiden
Curiosidades sobre o "The Number Of The Beast"

Fotos de Infância: Avril LavigneNew York Times: os 100 melhores covers de todos os temposAC/DC: vídeos do show de despedida de Axl Rose e Cliff WilliamsKiss FM: as 500 mais tocadas pela rádio em 2012

Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336