Matérias Mais Lidas

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte

imagemMetallica vai lançar toca discos super invocado, que obviamente custará uma fortuna

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer


Stamp

Rock in Rio 1985: 10 ótimos shows do lendário festival para assistir em isolamento

Por Igor Miranda
Em 19/06/20

A primeira edição do festival Rock in Rio aconteceu entre os dias 11 e 20 de janeiro de 1985. Mais de uma semana repleta de shows, chegando a reunir até 300 mil pessoas por data. Não à toa, o evento passou a ser credenciado como um dos maiores de música do mundo.

imagemIron Maiden: 12 shows icônicos da banda para assistir durante o isolamento

imagemKiss: 15 ótimos shows da banda para assistir durante isolamento

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nomes de peso, com Queen, AC/DC, Ozzy Osbourne, Iron Maiden, Whitesnake, Rod Stewart, Scorpions e Yes, entre outros, se apresentaram no festival. Artistas brasileiros do porte de Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, Lulu Santos, Rita Lee, Kid Abelha, Erasmo Carlos e por aí vai também deram o ar da graça.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na lista a seguir, apresento 10 ótimos shows do primeiro Rock in Rio que estão disponíveis na íntegra no YouTube. Não se trata de um ranking de "melhores" ou algo do tipo - são só apresentações legais para dar o play e curtir.

Vale destacar que, infelizmente, algumas apresentações não estão publicadas por completo na plataforma - sim, doeu o coração deixar o Scorpions de fora, mas não há muito o que fazer em situações assim.

Queen - 18 de janeiro de 1985

O segundo dos dois shows históricos do Queen no Rock in Rio. As apresentações da banda ainda são citadas por muitos como as melhores da história do festival, incluindo as centenas de outras performances que rolaram em edições futuras.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na época, o Queen promovia "The Works" (1984), seu 11° álbum de estúdio. O trabalho fez bastante sucesso, mas teve uma reação negativa nos Estados Unidos devido ao clipe de "I Want to Break Free". Por conta disso, o grupo decidiu não fazer shows no país em questão e acabou voltando os olhares para outras regiões - como a América do Sul, onde, até então, eles haviam excursionado apenas uma vez, em 1981.

A turnê de "The Works" também foi a última de âmbito mundial do Queen. Em 1986, eles fizeram 26 shows pela "Magic Tour", do álbum "A Kind of Magic", mas as apresentações aconteceram apenas no continente europeu. Depois disso, o grupo parou de se fazer performances ao vivo, já que o vocalista Freddie Mercury, com HIV, estava apresentando piora no estado de saúde.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vídeo do show no Rock in Rio que está disponível e em boa qualidade no YouTube, infelizmente, está incompleto. Ainda assim, boa parte do repertório está presente na filmagem. E dá para conferir o Queen em seu auge.

Repertório:

00:35 Machines (Or Back To Humans) - Abertura
01:14 Tie Your Mother Down
05:07 Seven Seas Of Rhye
06:17 Keep Yourself Alive
09:02 Liar
10:57 It's A Hard Life
15:18 Vocal Improvisation
15:39 Now I'm Here
21:02 Is This The World We Created...?
24:04 Love Of My Life
28:35 Brighton Rock
31:38 Hammer To Fall
36:33 Bohemian Rhapsody
41:52 Radio Ga Ga
48:04 I Want To Break Free
51:27 We Will Rock You
53:56 We Are The Champions
58:00 God Save The Queen - Encerramento

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Iron Maiden - 11 de janeiro de 1985

Outro show histórico da primeira edição do Rock in Rio foi o do Iron Maiden. Divulgando o álbum 'Powerslave' (1984) naquela época, a banda estava tão em alta que foi a única internacional a não realizar duas apresentações no evento - todas as outras se apresentaram em dois dias diferentes, mas o Maiden não tinha agenda disponível para tocar em outra ocasião além daquele 11 de janeiro de 1985.

O repertório trazia algumas das prediletas daqueles que gostam dos trabalhos iniciais do Iron Maiden. Além de apresentar clássicos da banda, o setlist ainda trazia "Rime of the Ancient Mariner", canção épica que os fãs nunca se cansam de pedir nos shows - e raramente são atendidos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Repertório:

Aces High
2 Minutes to Midnight
The Trooper
Revelations
Flight of Icarus
Rime of the Ancient Mariner
Powerslave
Solo de guitarra
The Number of the Beast
Hallowed Be Thy Name
Iron Maiden

Bis:

Run to the Hills
Running Free
Sanctuary

Barão Vermelho - 15 de janeiro de 1985

Para muitos, o Barão Vermelho fez os melhores shows entre bandas nacionais do Rock in Rio 1985. O grupo estava em seus suspiros finais com Cazuza nos vocais - o cantor saiu mais tarde naquele ano para trabalhar em carreira solo - e promovia o álbum "Maior Abandonado" (1984).

O repertório traz um bom apanhado dos trabalhos iniciais do Barão Vermelho. Clássicos como "Bete Balanço", "Down em mim", "Maior abandonado" e "Por que a gente é assim" marcaram presença, além, é claro, de "Pro dia nascer feliz", que acabou virando um dos hinos da redemocratização do Brasil, após 21 anos de ditadura militar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Repertório:

00:00 Maior abandonado
03:17 Milagres
05:29 Sub-produto de rock
09:39 Sem vergonha
12:07 Narciso
16:15 Todo Amor que houver nessa vida
18:12 Baby suporte
21:36 Bete Balanço
25:41 Mal nenhum
28:06 Down em mim
31:26 Por que a gente é assim
35:21 Menina mimada
38:14 Pro dia nascer feliz

AC/DC - 15 de janeiro de 1985

Ainda há quem não acredite que o AC/DC tenha tocado no primeiro Rock in Rio. A passagem da banda pelo festival parece surreal até mesmo para quem não acompanhou naquele momento.

Ainda que não estivesse no grande momento comercial de "Highway to Hell" (1979) e "Back in Black" (1980), o AC/DC era um nome pesado dentro do rock. A banda concluiu, no Brasil, a turnê do disco "Flick of the Switch" (1983), embora só tenha tocado uma música desse álbum: a abertura "Guns for Hire".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O repertório focou em uma série de clássicos como "Back in Black", "Hells Bells", "The Jack", "Dirty Deeds Done Dirt Cheap", "Highway to Hell" e "Whole Lotta Rosie", entre outros. Ainda teve espaço para "Jailbreak", que estava sendo tocada pela primeira vez desde 1977 - o EP "'74 Jailbreak" havia sido lançado pouco tempo antes, em outubro de 1984.

Repertório:

0:38 - Guitar Solo
03:13 - Guns for Hire
07:06 - Shoot to Thrill
13:10 - Sin City
19:00 - Shot Down in Flames
23:08 - Back in Black
27:20 - Have a Drink on Me
32:28 - Guitar Solo
35:35 - Bad Boy Boogie
50:00 - Rock and Roll Ain't Noise Pollution
54:30 - Hells Bells
01:00:15 - The Jack
01:06:10 - Jailbreak
01:11:45 - Dirty Deeds Done Dirt Cheap
01:16:50 - Highway to Hell
01:21:05 - Whole Lotta Rosie
01:26:20 - Let There Be Rock
01:34:00 - Guitar Solo
01:39:00 - For Those About to Rock (We Salute You)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ozzy Osbourne - 19 de janeiro de 1985

Assim como o Iron Maiden, outro nome que estava em seu auge que o Rock in Rio conseguiu trazer para sua primeira edição foi Ozzy Osbourne. O cantor vinha de uma sequência de três ótimos trabalhos em carreira solo e, na época, divulgava "Bark at the Moon" (1983).

Como de costume, Ozzy veio acompanhado de músicos fenomenais. Era a primeira turnê do guitarrista Jake E. Lee, que ocupava a vaga do saudoso Randy Rhoads. Porém, os shows no Rock in Rio acabaram sendo os últimos do baixista Bob Daisley, do baterista Tommy Aldridge e do tecladista Don Airey.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As apresentações no Rock in Rio fecharam uma espécie de "primeiro ciclo" de Ozzy, que, a partir de 1986, adotaria um estilo mais hard rock e menos heavy metal. O repertório apresentado é um dos mais pesados da carreira solo do Madman - e a performance dos músicos acompanha essa proposta.

Repertório:

1:06 I Don't Know
5:58 Mr. Crowley
11:50 Bark At The Moon
16:42 Over The Mountain
21:25 Revelation (Mother Earth)
27:46 Steal Away (The Night)
32:34 Suicide Solution
42:14 Center Of Eternity
47:12 Drum Solo
52:26 Flying High Again
57:32 Iron Man (Black Sabbath cover)
1:01:18 Crazy Train
1:08:46 Paranoid (Black Sabbath cover)

Whitesnake - 11 de janeiro de 1985

Uma das grandes fake news da história do rock no Brasil é a de que o Def Leppard cancelou o show no Rock in Rio devido ao acidente do baterista Rick Allen, que resultou na amputação de um de seus braços. É claro que a apresentação não aconteceria de qualquer jeito, mas a banda desmarcou meses antes do acidente (que ocorreu dias antes do evento) porque estava atrasada nas gravações de seu novo álbum, que viria a ser "Hysteria" (1987).

Def Leppard: não foi acidente que fez show no Rock In Rio 1985 ser cancelado

Fato é que o Whitesnake foi chamado no lugar do Def Leppard e fez shows tão históricos que até hoje a banda é muito popular por aqui. O vocalista David Coverdale curtiu tanto o Brasil que fez até um "freela" com o Roupa Nova, gravando um jingle com eles.

imagemDavid Coverdale: no Rock in Rio 1985, voo com Freddie Mercury e jingle com Roupa Nova

Dá para dizer que o Whitesnake estava em seu auge até aquele momento. O álbum "Slide it In" (1984), que era divulgado na época, foi o primeiro trabalho de grande sucesso da banda no almejado mercado americano. O auge concreto veio ainda depois, com o disco conhecido como "1987", mas, até 1985, o grupo nunca tinha vivido um momento tão bom.

Muito disso veio da grandiosa formação que acompanhava Coverdale. O guitarrista John Sykes, o baixista Neil Murray e o baterista Cozy Powell caíram como uma luva. Só faltou vir o tecladista Jon Lord, que saiu do Whitesnake meses antes do Rock in Rio para retornar ao Deep Purple.

Repertório:

Walking in the Shadow of the Blues
Guilty of Love
Ready an' Willing
Love Ain't No Stranger
Crying in the Rain
Solo de guitarra de John Sykes
Ain't No Love in the Heart of the City(Bobby "Blue" Bland cover)
Slow an' Easy
Slide It In

Bis:

Don't Break My Heart Again

Yes - 20 de janeiro de 1985

Os fãs da fase mais progressiva do Yes nem sempre admitem, mas a banda estava no topo de sua popularidade nos anos 80 - especialmente após lançar o álbum "90125" (1983), que traz hits como "Owner of a Lonely Heart" e "Leave It".

Com essa popularidade, o Yes veio ao Rock in Rio e um dos shows, exatamente o que pode ser assistido abaixo, foi responsável por encerrar o festival. Várias músicas de "90125" foram tocadas (quase o álbum inteiro), mas algumas pérolas da fase prog, como "Roundabout", "And You and I" e "I've Seen All Good People", também marcaram presença.

Repertório:

Cinema
Leave It
Hold On
Yours Is No Disgrace
Hearts
Si
I've Seen All Good People
Solly's Beard
Changes
And You and I
Soon
Make It Easy
Owner of a Lonely Heart
It Can Happen
Amazing Grace / Whitefish
City of Love

Bis 1:

Starship Trooper

Bis 2:

Roundabout
Gimme Some Lovin' (The Spencer Davis Group cover)

Rod Stewart - 16 de janeiro de 1985

Em 1985, Rod Stewart não era bem aquele cara do hard rock que se destacou na primeira metade da década de 1970. Ainda assim, o cantor oferecia um show dinâmico e bem ligado ao rock, embora tivesse seus momentos orientados ao pop.

Os dois shows de Rod no Rock in Rio foram bem diferentes. O primeiro teve repertório bem reduzido, enquanto o segundo, que você pode assistir a seguir, durou mais tempo e apresentou 13 músicas ao todo. Além de repertório próprio que passeava por hits das décadas de 1970 e 1980, rolaram covers de Chuck Berry e Otis Redding.

Repertório:

She Won't Dance With Me
Hot Legs
Tonight I'm Yours (Don't Hurt Me)
You're in My Heart (The Final Acclaim)
Infatuation
Tonight's the Night (Gonna Be Alright)
(Sittin' On) The Dock of the Bay (Otis Redding cover)
Da Ya Think I'm Sexy?
Young Turks
Passion
Maggie May
Sailing (The Sutherland Brothers Band cover)
Sweet Little Rock & Roller (Chuck Berry cover)

Paralamas do Sucesso - 16 de janeiro de 1985

Quem não elege os shows do Barão Vermelho como os melhores nacionais do Rock in Rio, acaba escolhendo os Paralamas do Sucesso. As duas bandas realmente mandaram muito no festival e estavam em grande momento.

Apesar dos shows curtos, já que estavam a cargo de abrir os trabalhos nas duas ocasiões, os Paralamas mostraram tudo o que tinham de melhor até aquele momento. Hits como "Mensagem de amor", "Vital e sua moto", "Meu erro" e "Óculos" embalaram o setlist, que ainda trouxe um curioso cover de "Inútil", original do Ultraje a Rigor.

A playlist a seguir traz boa parte das músicas do show, só que fora de ordem.

Repertório:

Mensagem de amor
Assaltaram a gramática
Patrulha noturna
Inútil (cover de Ultraje a Rigor)
Fui eu
Cinema mudo
Ska
Vital e sua moto
Química
Meu erro
Óculos
Patrulha noturna

Kid Abelha - 15 de janeiro de 1985

O Kid Abelha era uma das bandas mais famosas do Brasil naquele momento, mas é fato que faltava um repertório mais robusto e até um pouco de experiência. Por isso, acabaram não agradando a parcela mais exigente do público - especialmente aqueles que compareceram no dia 15 de janeiro para assistir AC/DC e Scorpions.

Apesar disso, a banda, ainda chamada Kid Abelha e Os Abóboras Selvagens, convenceu os fãs mais "abertos" e apresentou alguns hits que estão no imaginário popular até hoje, como "Pintura Íntima" ("Fazer amor de madrugada; Amor com jeito de virada"), "Como Eu Quero" e "Fixação".

Repertório:

1:57 - Porque Não Eu?
6:22 - Seu Espião
10:58 - Pintura Íntima
16:30 - Nada Tanto Assim
20:17 - Como Eu Quero
25:36 - Alice (Não Me Escreva Aquela Carta de Amor)
29:00 - Fixação

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Line-up do Dia do Metal no Rock in Rio 2022, foram boas as escolhas? (vídeo)


Rock In Rio Lisboa 2014: O balanço final oficial do evento

Megadeth: show no Rock in Rio 1991 teve o maior público da banda, diz Ellefson



Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.