Rock in Rio 1985: o pior que poderia acontecer pro metal nacional

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Willba Dissidente, Fonte: Rock Dissidente
Enviar correções  |  Ver Acessos

A afirmação de ROBERTINHO DE RECIFE, dada ao documentário "Brasil Heavy Metal", de que o primeiro Rock in Rio foi uma tragédia para o Metal Nacional vai causar estranheza em muita gente. Quiçá soe tão esquisito como foi naquele janeiro de 1985 para o brasileiro comum descobrir descobrir pela Rede Globo o que era aquele tal de "Heavy Metal" e que existia tanta gente adepta do som pesado no Brasil. O guitarrista da banda METAL MANIA faz referência ao Rock in Rio chegar ignorando tudo que já existia de Rock pesado no Brasil e ainda ter acontecido sem a participação de qualquer banda ou da imprensa especializada em Metal no Brasil.

Nervosa: Fernanda Lira fala de perrengues e Rock in RioAnthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A matéria é do Rock Dissidente e contextualiza a época e aponto cinco motivos pelos quais o Rock in Rio foi um fiasco para o Metal nacional:

01 . A criação do termo metaleiro pela Rede Globo, única emissora a cobrir o evento, desrespeitando a cena existente e o próprio grupo que se considerava, identificava e se apresentava como Headbanger.

02 . Sugestionou às pessoas a escrever Rock 'n' Roll errado. Ninguém escrevia Rock IN Roll antes do Rock in Rio.

03 . Não tinha qualquer banda de Metal nacional no evento. O público de 1 milhão e oitocentas mil pessoas nos dez dias de evento queriam ver o AC/DC, IRON MAIDEN, SCORPIONS... não o Ivan Lins (sem querer desmerecer, claro)! E o festival simplesmente ignorou a existência de bandas nacionais de som similar que labutavam no underground há anos e já com discos lançados.

OZZY com camiseta do Flamengo, demonstrando saber mais de Brasil do que a Rede Globo sabia de HEAVY METAL.

04 . A mercantilização do Rock, tornando o Heavy Metal como um produto sazonal a ser vendido como pedaço de pizza, Mac Donalds e não um bem cultural. A mistura de Metal com New Wave no Rock in Rio desrespeitava os limites e características dos gêneros à favor de que pudessem ser comercializados no festival.

05 . Assim como Rock in Rio existiu sem consultar, falando de Heavy Metal sem nenhum jornalista local e sem qualquer banda nacional envolvida, a cena local continuou a mesma depois do Rock in Rio. Não houve continuidade. Não houve interesse da mídia e da industria pelo Heavy Metal nacional. Nos anos seguintes as tours de nomes como VENON, EXCITER, QUIET RIOT etc que se realizaram no Brasil foram iniciativas underground, feitas por aquelas mesmas pessoas que já se esforçavam pelo Metal no Brasil antes do Rock in Rio e continuaram suas investidas independente do festival.

Confira o texto completo no link abaixo:

http://rockdissidente.blogspot.com.br/2017/04/rockinrio.html...

Claro que foi importante e o primeiro mega-festival, o primeiro de som pesado no Brasil, mas será que não poderíamos ver shows do IRON MAIDEN, AC/DC, OZZY OSBOURNE, WHITESNAKE e QUEEN (esse pela segunda vez no Brasil) sem as pérolas jornalísticas de "Eddie o Monstro", o "vocalista Brian Dickinson" etc e principalmente com (pelo menos) um representante do Metal Nacional? O festival, com seu investimento antes inimaginável, com sua publicidade digna de Copa do Mundo, aconteceu como se o Heavy Metal no Brasil, naquele momento, tivesse começado e terminado com o Rock in Rio. Para o metal nacional, o Rock in Rio foi como estar com a faca e queijo na mão, mas ao invés de cortar o queijo, se alvejasse a própria mão. Será que o festival mudou de postura nas edições posteriores?

Comente: Você concorda com isto?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Rock In Rio"Todas as matérias sobre "Robertinho de Recife"


Nervosa: Fernanda Lira fala de perrengues e Rock in RioNervosa
Fernanda Lira fala de perrengues e Rock in Rio

Sepultura: banda divulga clipe de Isolation gravado no Rock in RioSepultura
Banda divulga clipe de "Isolation" gravado no Rock in Rio

Helloween: vídeo oficial de I Want Out no Rock In Rio; assistaHelloween
Vídeo oficial de "I Want Out" no Rock In Rio; assista

Rock In Rio: filmagem profissional do Torture Squad, Claustrofobia e Chuck Billy

Regis Tadeu: por dentro do Rock In Rio com Paulo Baron - Parte 2Regis Tadeu
Por dentro do Rock In Rio com Paulo Baron - Parte 2

Regis Tadeu: os bastidores do Rock in Rio com Paulo BaronRegis Tadeu
Os bastidores do Rock in Rio com Paulo Baron

Rodz Online: Especial Rock in Rio 2019 - AnthraxRodz Online: Os bastidores do Faith No More no Rock in Rio 2 em 1991 (vídeo)Sepultura: duas drum cam de Eloy Casagrande no Rock in RioRodz Online: Especial Rock in Rio 2019, Iron Maiden com Clara Lima (vídeo)

Megadeth: Mustaine relembra fãs jogando xixi em Lobão no Rock in RioMegadeth
Mustaine relembra fãs jogando xixi em Lobão no Rock in Rio

Queen: a polêmica de I Want To Break Free no Rock In Rio IQueen
A polêmica de I Want To Break Free no Rock In Rio I


Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo

Metallica: ouça apenas o baixo de Cliff Burton em clássicosMetallica
Ouça apenas o baixo de Cliff Burton em clássicos


Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

adGoo336