Max Cavalera : reunião com o Sepultura é possível mas difícil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Biasuz, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 18/09/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em nova entrevista com o site Metalpaths, o front-man do SOULFLY Max Cavalera (CAVALERA CONSPIRACY, ex-SEPULTURA), fala tudo sobre o novo álbum da banda, "Savages"; do que inspirou o nome do álbum até as gravações com o famoso produtor Terry Date (PANTERA, SOUNDGARDEN, METAL CHURCH), a superbanda ainda sem nome com membros do DILLINGER ESCAPE PLAN e MASTODON e também as possibilidades de reunião com o Sepultura.

2342 acessosMax, Igor e Sepultura: vídeo compara performances ao vivo5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal


Porque escolheu "Savages" como título: "O nome se refere ao estado de humanidade em geral sobre a condição humana em que vivemos hoje. Temos tecnologia avançada, mas ainda assim estamos matando um aos outros e decapitando todos no Oriente Médio, usando armas químicas como na Síria por exemplo, então ainda somos selvagens de muitas maneiras. Eu gosto dele, eu o acho muito simples. É forte, muito poderoso e significa muitas coisas. Eu sempre gostei da palavra ´selvagens´ e achei que daria um ótimo título. Fizemos ele com uma grande caveira na capa, gritando para você coisas como o nome 'Savages' e músicas como 'Cannibal Holocaust', 'El Comegente', 'Ayatollah of Rock' N' Rolla' e 'Fallen', todas elas estão conectadas com a tema dos 'selvagens'. É um álbum muito forte com convidados muito legais. A essência do álbum é muito poderosa, porque eu acho que metade do 'Savages' é a continuação do 'Enslaved' na pancadaria e a outra metade é mais calma, como 'Primitive' ou 'Prophecy'. Savages é a combinação desses dois. É um álbum poderoso, tenho orgulho dele!"

Sobre o Cavaleira Conspiracy: "Eu tenho uma ideia de como eu quero que o novo álbum soe e é muito forte. É um amontoado de tudo que eu estou ouvindo, NEOS, PULLING TEETH e TRAP THEM... eu quero fazer um álbum de grindcore com o Cavalera Conspiracy. Pra mim isso iria surpreender todo mundo mais uma vez. Eu tenho que falar com o Igor e sei que ele vai pirar na bateria, com toda aquela energia. Mas para mim seria um álbum perfeito para compor, um álbum de grindcore. Eu nunca gravei algo assim antes. Pode ser ótimo colocar esse álbum na prateleira então eu vou tentar."

Sobre uma possível reunião com o SEPULTURA: "É possível mas muito difícil. Tem muita burocracia com o pessoal com Sepultura e seus empresários. Eles são gerenciados por um dentista, ele não sabe nada sobre os negócios neste ramo. Isso torna difícil para eles trabalharem de uma forma normal. Eu acho que por isso a banda não está indo a lugar nenhum. Eles caem e continuam a cair todos os anos. Por alguma razão eles não conseguem entender que uma turnê de reunião seria a melhor coisa a fazer para os fãs e pelo nome da banda. Eu queria fazer isso por mim e pelos fãs, especialmente porque todo mundo está aqui e é possível. Por exemplo, Pantera não pode fazer isso porque Dimebag não está mais entre nós mas o SEPULTURA está aqui, todo mundo está vivo. Nós podemos fazer isso mas não cabe a mim. Muita gente precisa se envolver para isso acontecer. Talvez possa acontecer no futuro, mas no meio tempo eu estou me ocupando compondo para os fãs.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Max, Igor e SepulturaMax, Igor e Sepultura
Vídeo compara performances ao vivo

2539 acessosSepultura: Jean Dolabella comenta sobre documentário da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

SepulturaSepultura
Andreas Kisser estranha irmãos Cavalera tocando Roots

19861986
O ano definitivo da música pesada

Mad MaxMad Max
Inspiração em Sepultura, semelhança com Devin Townshend

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"0 acessosTodas as matérias sobre "Soulfly"0 acessosTodas as matérias sobre "Cavalera Conspiracy"

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Black SabbathBlack Sabbath
Mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward

SlipknotSlipknot
Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você

5000 acessosCarlos Eduardo Miranda: "Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas5000 acessosAngra: A carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída4862 acessosVinnie Paul: Pantera sem Dimebag mancharia legado da banda5000 acessosAC/DC: "riffs mais fáceis são os mais difíceis de escrever"5000 acessosMetallica: os 11 melhores clipes da banda

Sobre André Biasuz

Com 5 anos já incomodava seus pais com uma guitarra de brinquedo verde lilas muito hard rock. Ainda se lembra do dia que, com 13 anos, seu amigo o apresentou à donzela de ferro. Hoje, depois de varias tentativas frustadas de matar os vizinhos com seu alto grau de excelência guitarrística, deixou um pouco de lado as 6 cordas e estuda Automação Industrial na faculdade. Tem 19 anos e ouve muito Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth, Metallica, Arch Enemy, Rammstein, Pantera e Black Sabbath.

Mais matérias de André Biasuz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online