Sepultura: reunião com Max Cavalera teria de acontecer naturalmente, diz Paulo Jr.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Scars and Guitars/Blabbermouth
Enviar correções  |  Ver Acessos

O baixista Paulo Jr. falou, em entrevista ao podcast Scars and Guitars transcrita pelo Blabbermouth, sobre a relação com o antigo frontman do Sepultura, Max Cavalera. O músico destacou que não mantém contato com o colega, mas chegou a comentar a respeito de uma hipotética reunião.

Quadra: a consolidação do novo SepulturaSasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Inicialmente, Paulo Jr. foi perguntado se teve algum contato com Max na última década. "Nenhum. Zero (risos). Apenas separamos. Cada um de nós seguiu seu próprio caminho", afirmou.

Em seguida, o baixista foi questionado sobre a possibilidade de uma reunião. "Não sei sobre o futuro, mas agora... não quero forçar uma situação que não existe mais. Se acontecer algum dia, deve ser naturalmente. Porém, não me incomodo, não penso tanto sobre isso mais. Aconteceu há 20 anos. Segui em frente. Não dá para deixar todo mundo feliz. O melhor a se fazer é aprender de seus erros e tentar melhorar no futuro", respondeu.

Paulo Jr. também destacou o trabalho do vocalista Derrick Green, que já está na banda há mais de duas décadas. "Não foi fácil achar um substituto - nunca digo 'substituir', mas ocupar a função após o que conquistamos. Sabia que só o tempo faria as pessoas pensarem diferente. Derrick está conosco há 22 anos, eu acho, e foi um longo caminho", disse.

O baixista complementou com elogios: "Acho que ele cresceu e realmente ocupou a função muito bem. Não precisa provar nada a ninguém. O novo álbum ('Quadra') estabelece isso. É um grande passo para todos nós. [...] Derrick é um cantor único. Ele realmente consegue cantar. É um negro americano e esses filhos da p*** cantam muito (risos). Ele trouxe abordagem diferente, assim como Eloy (Casagrande, baterista), que é um baterista único e muito técnico. Esses dois fazem a diferença".

O podcast pode ser ouvido no site Whooshkaa (em inglês, sem tradução).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quadra

O novo álbum do Sepultura, "Quadra", será lançado no dia 7 de fevereiro. No Brasil, o trabalho chega por meio da BMG.

"Quadra" tem proposta conceitual. A capa, criada por Christiano Menezes (Darkside Books), "representa as diferentes regiões, fronteiras, tradições que todos nós viemos e tivemos durante o nosso processo de vida". "Olhe para a moeda. Você dá importância ao dinheiro? Ele não está presente apenas na capa, mas na cabeça de todo mundo. Seja a regra do seu próprio jogo!", diz a banda.

https://cdn.ecvol.com/s/www.kantodoartista.com.br/produtos/c...

Em nota, Andreas Kisser falou sobre o conceito. "Em português, além de outros significados, 'Quadra' significa 'quadra esportiva': uma área terrestre limitada, com demarcações, onde um jogo acontece com suas determinadas regras. Somos de diferentes 'Quadras'. Todos os países têm fronteiras, tradições, cultura, religiões, leis, educação e um conjunto de regras onde a vida acontece", diz, inicialmente.

O músico completa: "Nossas personalidades, o que acreditamos, como vivemos, como construímos sociedades e relacionamentos... tudo depende desse conjunto de regras com as quais crescemos. Conceitos de criação, deuses, morte e ética. Somos escravizados pelo conceito do dinheiro. Quem é pobre ou rico, é assim que medimos pessoas e bens. Independentemente de sua 'Quadra', você precisa de dinheiro para sobreviver. É a regra principal do jogo 'vida'".

Por fim, é explicada a relação do conceito com a capa do álbum. "A moeda é forjada com o crânio do senador, que representa o conjunto de leis em que vivemos. O mapa mundial na cabeça representa as fronteiras das nações, com linhas imaginárias separando pessoas por conceitos de raça e do que é sagrado", afirma.

Quatro partes

Também em material de divulgação, Andreas Kisser explicou que "Quadra" é dividido em quatro partes. Cada "momento" do disco traz uma proposta diferente.

"O álbum foi composto desta forma: dividido em quatro - três faixas para cada lado - como se fosse um disco de vinil duplo com os lados A, B, C e D", afirmou ele, inicialmente.

"O lado A, aberto por 'Isolation', é mais tradicional, thrash, e representa o discurso do Sepultura, mas sempre com elementos novos. Por isso, 'Isolation' tem essa característica rápida e tradicional. O lado B é mais percussivo, com ritmos brasileiros. O C vai um pouco mais além com o violão, sendo mais instrumental como característica geral. E o D é aquela coisa mais groovada, lenta, com melodia", disse.

Veja, a seguir, a tracklist de "Quadra":

1. Isolation - 00:04:56
2. Means To An End - 00:04:39
3. Last Time - 00:04:27
4. Capital Enslavement - 00:03:40
5. Ali - 00:04:12
6. Raging Void - 00:03:57
7. Guardians Of Earth - 00:05:11
8. The Pentagram - 00:05:20
9. Autem - 00:04:06
10. Quadra - 00:00:46
11. Agony Of Defeat - 00:05:51
12. Fear; Pain; Chaos; Suffering - 00:04:09




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Sepultura"Todas as matérias sobre "Max Cavalera"


Quadra: a consolidação do novo SepulturaQuadra
A consolidação do novo Sepultura

Em 20/02/1996: Sepultura lançava Roots, último disco a contar com Max Cavalera

Zé do Caixão: o que ele pensava sobre o Iron Maiden e bandas pesadas preferidasZé do Caixão
O que ele pensava sobre o Iron Maiden e bandas pesadas preferidas

Zé do Caixão: mestre do terror brasileiro, José Mojica Marins morre aos 83 anosZé do Caixão
Mestre do terror brasileiro, José Mojica Marins morre aos 83 anos

Collectors Room: os 50 melhores discos do metal brasileiroCollectors Room
Os 50 melhores discos do metal brasileiro

Sepultura: O asteroide que rompeu a estratosfera do caosSepultura
O asteroide que rompeu a estratosfera do caos

Regis Tadeu: o que ele achou do Quadra, o novo álbum do Sepultura?Regis Tadeu
O que ele achou do Quadra, o novo álbum do Sepultura?

Sepultura: Mike Portnoy faz elogios ao novo álbum da banda, QuadraSepultura
Mike Portnoy faz elogios ao novo álbum da banda, "Quadra"

Sepultura: Paulo Jr espera que a banda siga ativa por alguns anos até pararSepultura
Paulo Jr espera que a banda siga ativa por alguns anos até parar

Sepultura: O gigante permanece se agigantandoSepultura
O gigante permanece se agigantando

Max Cavalera: ele diz ser mais Metal que seu irmão IgorMax Cavalera
Ele diz ser "mais Metal" que seu irmão Igor

Sepultura: banda assiste ao tetra do Brasil em 1994Sepultura
Banda assiste ao tetra do Brasil em 1994


Sasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinilSasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

David Lee Roth: o vergonhoso teste de Matt Sorum para a bandaDavid Lee Roth
O vergonhoso teste de Matt Sorum para a banda


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adClio336 adClioIL adClio336 adClioIL