Matérias Mais Lidas

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemCinco álbuns que serão lançados no segundo semestre de 2022 e merecem a sua atenção

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemPaul Di'Anno recebe autógrafo de Rivellino e fica feliz da vida; "Te vejo ano que vem?"

imagemKiss comete "deslize geográfico" e mostra bandeira da Austrália durante show na Áustria

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin


Stamp

Metallica: por que o baixo de Newsted "sumiu" em ...And Justice For All

Por Igor Miranda
Fonte: Rolling Stone
Em 27/08/18

O site da revista Rolling Stone publicou uma matéria bastante completa a respeito do som do baixo de Jason Newsted em "...And Justice For All", seu primeiro disco com a banda, que completou 30 anos de lançamento no último sábado (25). A publicação apresenta os principais motivos que justificam o volume reduzido do instrumento, quase inaudível na mixagem final.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As explicações resgatadas pelo texto de Kory Grow vão desde a falta de experiência de Newsted até pedidos feitos pelo baterista Lars Ulrich aos profissionais de estúdio. A produção do álbum, vale destacar, é assinada por Flemming Rasmussen em parceria com Ulrich e o vocalista e guitarrista James Hetfield.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Jason Newsted contou, em entrevista ao Metal Exiles concedida em 2013, que só conseguiu reconhecer o principal problema do baixo em "...And Justice For All" depois de algum tempo. Para ele, a falta de experiência influenciou no resultado final, já que suas linhas de baixo eram muito semelhantes ao que James Hetfield tocava na guitarra.

"Quando gravei '...And Justice For All', eu só tinha gravado uma vez, em 'Doomsday' do Flotsam And Jetsam (esquecendo-se de 'Garage Days'). [...] Para '...And Justice', entrei em estúdio com um engenheiro assistente e ninguém mais, nenhum outro membro da banda. [...] Fiz o mesmo do disco do Flotsam: gravei minhas partes e fui para casa. Não tinha ninguém para trabalhar em cima das partes. Como baixista do Flotsam, não entendia muito de tocar as linhas, só sabia sobre tocar bem rápido como se fosse uma guitarra - basicamente, todos tocando a mesma coisa como uma parede sonora. Então, ficou tudo na mesma frequência: meu baixo e a guitarra de James brigando pela mesma frequência. Se eu soubesse naquela época o que sei hoje em dia, teria sido diferente, mas tornou-se um clássico do mesmo jeito", disse, na ocasião.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

imagemMetallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For All

Em entrevista concedida à Guitar World em 2008, James Hetfield reforçou a explicação de Jason Newsted. "O baixo ficou apagado por duas razões. Primeiro, Jason tendia a dobrar minhas partes de guitarra, então era difícil dizer onde minha guitarra começava e seu baixo parava. Além disso, o meu timbre em 'Justice' focava muito nos agudos e graves, com poucos médios, consumindo todas as frequências mais baixas. Jason e eu estávamos sempre lutando pelo mesmo espaço na mixagem", explicou, na época.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Hetfield contou, ainda, que o problema foi resolvido no disco seguinte, autointitulado (conhecido como "Black Album"), de 1991, com produção de Bob Rock. "Bob realmente nos ajudou a 'orquestrar' e trazer o grave, fazendo a guitarra e o baixo trabalharem juntos", afirmou, na ocasião.

O engenheiro de mixagem Steve Thompson deu um relato diferente ao ter sido entrevistado pelo Ultimate Guitar em 2015. Segundo ele, Lars Ulrich pediu que o som do baixo fosse reduzido em "...And Justice For All", já que a ideia era conseguir um som "mais garagem" do que o obtido em "Master Of Puppets", de 1986.

A equalização inicial, nessa nova pegada, não comprometia tanto o som do baixo e James Hetfield ficou satisfeito com o resultado, segundo Thompson. Lars Ulrich, por sua vez, insistiu em mais mudanças e quis a redução do volume do instrumento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Ele disse: 'veja esse baixo?'. Eu falei: 'sim, bem legal, ele mandou bem'. Ele falou: 'quero que você reduza o baixo a um ponto em que mal seja possível ouvi-lo na mixagem'. Perguntei se ele estava brincando e ele disse que não. Abaixei até esse nível e ele ainda pediu a redução de mais 5 dB. Virei para Hetfield e perguntei: 'é sério?'", relembrou (leia em inglês).

Ao ser questionado sobre essa versão e sobre os relatos de que Jason Newsted teria sofrido bullying no Metallica - o que justificaria a mudança na mixagem -, Lars Ulrich disse que nada ocorreu de forma intencional. "'Justice' era 'O Show de James e Lars' do início ao fim, mas não era algo tipo: 'f*da-se esse cara, vamos reduzir o volume do baixo'. Era algo mais como: 'estamos mixando, então, vamos dar um tapinha nas nossas costas e aumentar a guitarra base e a bateria'. Mas transformamos tudo isso até um ponto em que o baixo desapareceu", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Metallica: Jason Newsted, 14 anos de humilhação


Metallica - O baixo inaudível em And Justice For All

Metallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

Metallica: ouça baixo em faixas do "And Justice for All"

imagemMetallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For All

Metallica: corrigindo a injustiça contra Jason Newsted

Metallica: Jason Newsted é melhor que Cliff Burton, mas Lars e James ferraram ele

imagemMetallica: Lars mandou aumentar bateria e diminuir baixo no Justice

Metallica: linhas de baixo do "Justice" são brilhantes

Metallica: "Justice" não precisa de baixo, diz Michael Poulsen, do Volbeat

Metallica: produtor do "Justice" garante que o baixo era muito bom

Metallica: vídeo prova que o baixo realmente não faz falta em "One"

Todas as matérias sobre "Metallica - O baixo inaudível em And Justice For All"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.