Kappa Crucis: 10 álbuns que marcaram o batera Fábio Dória

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Eliton Tomasi, Fonte: SOM DO DARMA, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

Salve leitores do Whiplash.net! É um trabalho árduo escolher dez discos que marcaram minha vida. Já escutei tantos discos e continuo escutando. A lista abaixo está longe de ser a de álbuns mais importantes do rock ou de álbuns que mais gosto. Até porque nela faltam algumas de minhas bandas prediletas. Procurei olhar meus LPs e CDs e selecionei alguns que me trazem recordações importantes na minha caminhada no rock’n’roll. Então vamos lá! Longa Vida ao Verdadeiro e Clássico Heavy Rock!

5000 acessosEsquire: Integrantes do Metallica fingem ser do Led Zeppelin5000 acessosRock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música


BLACK SABBATH – “Black Sabbath”

Falar que algo do SABBATH me marcou é como “chover no molhado”. Desde que prestei atenção no BLACK SABBATH, gostei de toda a proposta da banda. Dos temas, do visual, do peso, etc. Para tentar entender melhor o porquê de meu fascínio pela banda, procurei me aprofundar nesse álbum. Ouvi muitas e muitas vezes. A importância da banda na história do rock é conhecida por todos e esse é um álbum que marcou o início de um capítulo. Até hoje consigo me emocionar com ele.


URIAH HEEP – “Return to Fantasy”

Já era um fã de URIAH HEEP quando conheci esse disco. Na época, conhecíamos a carreira das bandas aos poucos. Não tinha ouvido todos os álbuns anteriores. Havia certas dificuldades de acesso às informações. Ouvi esse disco por inteiro e me identifiquei muito com ele. O clima de magia me chamou muito a atenção. Os vocais então...


JETHRO TULL – “Aqualung”

Comecei a ouvir e me aprofundar no rock na grandiosa época da força do Heavy Metal do início dos anos 80. Percebi que o JETHRO TULL era muito respeitado no meio do rock e do heavy metal. Mas essa banda não era de metal! Então passei a ouvir direto esse disco e procurar entender os motivos desse respeito. E acredito que entendi! Além de me tornar um fã. Progressivo de primeiríssima! Sons muito bem elaborados!


DEEP PURPLE – “The Book Of Taliesyn”

Conhecia o PURPLE da fase “Fireball”, “In Rock” e “Machine Head”. Também da fase Coverdale/Hughes. Um dia achei esse disco numa loja e comprei. Primeiramente o que me marcou é que ele é um lançamento original da época. Mais velho do que eu! Em seguida, pude conhecer algo diferente daquele PURPLE que estava acostumado. Acho que isso fez bem, pois esse disco me ajudou a ver que havia muita coisa boa feita antes de 1970.


PINK FLOYD – “The Dark Side Of The Moon”

Um disco muito bem feito. Uma viagem sonora! Eu gostava de escutá-lo no escuro. Quando escutava aquele disco, além de gostar do que ouvia, por várias vezes ficava pensando no que se passava na cabeça dos membros do FLOYD para fazer algo tão bem elaborado. Tão bem sacado e inteligente!


THE ALLMAN BROTHERS BAND – “Brothers Of The Road”

Até o momento em que escutei pela primeira vez esse disco, nunca tinha parado para dar a devida atenção ao maravilhoso Southern Rock. Imagine estar na época rodeado de Heavy Metal e ouvir o ALLMAN! Foi um desafio maravilhoso! Senti emoção e disse: “gosto disso”! Pensava comigo o que me atraia tanto? Graças a esse álbum, fui a fundo no Southern Rock e tenho orgulho disso. Pude perceber que o Southern caminhou junto com o Prog, o Hard e o Heavy no início de tudo.


IRON MAIDEN – “Iron Maiden”

Esse disco é um marco, pois trouxe algo que sacudiu o rock. Demorei um pouco para assimilar o que estava ali gravado. Me sentia bem com aquilo. Com a música e com a capa.


ACCEPT – “Metal Heart”

Conhecia muitas bandas do chamado Heavy Metal. Mas essa me trouxe algo mais. Um som poderoso. Claro que havia sons poderosos em muitas bandas. Mas essa tinha algo mais para meus anseios. Os timbres de guitarra, os riffs, os vocais e os backings me marcaram na época. Sem falar na inserção de música clássica em determinados momentos. Hoje posso dizer que essa é uma das minhas bandas prediletas de Heavy Metal Tradicional.


AEROSMITH – “Pump”

Sempre gostei de AEROSMITH e era muito difícil de conseguir algo antigo da banda. Mas garimpava e conseguia. Quando a banda lançou esse disco, fui comprar, pois dava seqüência na minha coleção. O som que ouvi me marcou, pois trazia uma grande produção. Não somente as músicas eram boas, mas era muito energético e agradável de ouvir. Acredito que não marcou somente uma fase musical da banda, mas de produção, com um som muito bom de se ouvir. Na época trouxe uma diferença sonora em relação aos discos antigos.


MEGADETH – “Rust In Peace”

Respeitava o Thrash Metal quando esse álbum foi lançado. Até tinha alguns álbuns do estilo em minha coleção nessa época e ainda tenho. Assim como comprei mais. Particularmente, embora respeitasse, não gostava do estilo como um todo. Algo me agradava e algo não. Gosto pessoal, talvez. Porém, esse disco me chamou um pouco mais a atenção para o estilo na época. Até assisti a um show da turnê desse álbum. Nele havia algo que unia elementos que eu já apreciava em matéria de música com o som contemporâneo da época.

Mais informações:
http://www.kappacrucisband.com
http://www.myspace.com/kappacrucis
http://www.twitter.com/kappacrucisband
http://www.youtube.com/kappacrucisband
http://www.facebook.com/kappacrucisband
http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=4665482887421439302...

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores. :-)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosClóvis Eduardo: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosPaulo Finatto Jr: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosBen Ami Scopinho: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosMaurício Gomes Angelo: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosRafael Carnovale: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosBruno Sanchez: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosMarcos A. M. Cruz: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosRicardo Seelig: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosEduardo Contro: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosRodrigo Werneck: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosRodrigo Simas: os álbuns que marcaram o redator do Whiplash.Net5000 acessosMarcio Baraldi: os álbuns que marcaram o cartunista5000 acessosBruno Maia: os álbuns que marcaram o líder do Tuatha de Danann5000 acessosUmmagumma: os álbuns que marcaram os redatores do site4979 acessosTato Deluca: os álbuns que marcaram o vocalista do Aclla5000 acessosDavid DeFeis: os álbuns que marcaram o vocalista5000 acessosEric de Haas: os álbuns que marcaram o produtor1888 acessosHaavard Holm: os álbuns que marcaram o lojista norueguês5000 acessosMarcos De Ros: os álbuns que marcaram o guitarrista5000 acessosAquiles Priester: os álbuns que marcaram o baterista4441 acessosTommy Lindal: os álbuns que marcaram o guitarrista3366 acessosDaniel Piquê: os álbuns que marcaram o músico5000 acessosTom Englund: os álbuns que marcaram o vocalista do Evergrey5000 acessosEddie Trunk: os álbuns que marcaram o apresentador5000 acessosAndreas Kisser: os álbuns que marcaram o guitarrista5000 acessosNando Mello: os álbuns que marcaram o baixista do Hangar5000 acessosJeff Scott Soto: os álbuns que marcaram o vocalista5000 acessosOverkill: os discos que mudaram a vida de Bobby Blitz1597 acessosPsychotic Eyes: 10 álbuns que marcaram Dimitri Brandi3089 acessosUganga: os álbuns que marcaram o vocalista Manu Joker1596 acessosSlippery: os álbuns que marcaram o vocalista Fabiano Drudi5000 acessosThiago Bianchi: os álbuns que marcaram o vocalista1079 acessosImagery: Os 10 álbuns que marcaram Joceir Bertoni1352 acessosHellish War: os álbuns que marcaram o baixista JR3178 acessosRosa Tattooada: os álbuns que marcaram o líder do grupo1207 acessosAmazon: 10 álbuns que marcaram Renato Angelo665 acessosKappa Crucis: os 10 discos que marcaram Gerson Fischer1067 acessosHellish War: 10 álbuns que marcaram Daniel Job3136 acessosMalefactor: Os discos que marcaram Lord Vlad495 acessosDevachan: os 10 álbuns que marcaram Gabriel Dias851 acessosThe Leprechaun: Os 10 álbuns que marcaram Fabiana Santos759 acessosFire Shadow: os 10 álbuns que marcaram Francisco Kozel2726 acessosNoturnall: Os 10 álbuns que marcaram Junior Carelli1512 acessosHigher: Os 10 álbuns que marcaram Gustavo Scaranelo626 acessosThe Leprechaun: os 10 álbuns preferidos do baixista Eric Fontes1773 acessosGirlie Hell: Os 10 álbuns preferidos de Fernanda Simmonds535 acessosSeu Juvenal: 3 álbuns que mudaram vida do baixista Alexandre Tito5000 acessosRush: Os álbuns favoritos do baixista Geddy Lee5000 acessosKiko Loureiro: os cinco discos de rock que marcaram sua vida4307 acessosRichie Kotzen: dez álbuns que mudaram sua vida5000 acessosZakk Wylde: os álbuns que marcaram a vida do músico2795 acessosLimp Bizkit: os dez álbuns que marcaram Wes Borland3805 acessosMotorhead: os álbuns que mudaram a vida de Phil Campbell5000 acessosDave Lombardo: dez álbuns que marcaram a vida do baterista5000 acessosMegadeth: dez álbuns que marcaram a vida de David Ellefson5000 acessosSlipknot: os dez álbuns que mudaram a vida de Corey Taylor5000 acessosDuff McKagan: dez álbuns que marcaram a vida do baixista4361 acessosJason Becker: os 10 discos que mudaram a vida dele5000 acessosDave Mustaine: os dez álbuns que mudaram a sua vida5000 acessosCorey Taylor: os 10 discos que mudaram a vida dele

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kappa Crucis"

0 acessosTodas as matérias da seção Maiores e Melhores0 acessosTodas as matérias sobre "Kappa Crucis"

EsquireEsquire
Integrantes do Metallica fingem ser do Led Zeppelin

RockRock
25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

AerosmithAerosmith
Curiosidades sobre a voz de Steven Tyler

5000 acessosAs regras do Thrash Metal5000 acessosFotos de Infância: Arch Enemy5000 acessosVH1: 100 melhores músicas de hard rock de todos os tempos4834 acessosAlice Cooper: possuído pelo espírito de uma bruxa morta em 16925000 acessosOrange.co.uk: site lista os rockstars mais controversos5000 acessosIgreja Universal: "curando" fã do Dimmu Borgir?

Sobre Eliton Tomasi

Empresário artístico, gestor e produtor cultural, crítico musical. Foi fundador e editor-chefe da revista Valhalla (Rock Hard Brasil) – uma das mais importantes revistas especializadas em rock já existentes no Brasil – através da qual tornou-se um experiente e respeitado jornalista de rock. Há 20 anos atua como produtor de shows e eventos tendo já realizado desde pequenas gigs até produções internacionais de grande porte. Especializou-se na função de empresário e gestor de bandas e artistas nacionais e internacionais, participando da elaboração de diversos projetos culturais na área da música (rock) e realizando turnês freqüentes por todo Brasil e em mais de 15 países da Europa.

Mais matérias de Eliton Tomasi no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online