I, Machinery: Metal português feito com inteligência

Resenha - A1 - I, Machinery

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pedro Humangous
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A cena do metal em Portugal vem crescendo assustadoramente a cada ano que passa. Muitas bandas – excelentes, por sinal – estão surgindo e dos mais diversos estilos. O I, MACHINERY sugere uma roupagem mais agressiva, utilizando-se de pouca melodia e mais brutalidade por meio de uma afinação baixíssima, bateria com compasso quebrado, vocais urrados e guturais.
5000 acessosIron Maiden: a fotografia de "The Final Frontier"5000 acessosPara tocar: O que são tablaturas e como usá-las?

Já imaginou o estrago, certo? Certo. A banda irá agradar em cheio aos fãs de MESHUGGAH, por exemplo, pois segue a mesma linha. As composições são fortes e cheias de ira, resultando em uma massa sonora que faz pouco caso dos seus ouvidos, devastando tudo o que estiver pela frente. O EP – que contém sete faixas – foi literalmente um dos primeiros lançamentos de 2012, já que foi liberado no mercado no dia primeiro de janeiro. O disco me agradou bastante, logo na primeira vez que coloquei para tocar. O peso absurdo em todas as faixas chega a assustar. Toda a banda executa cada nota com maestria, porém, torna-se impossível não destacar o trabalho do vocalista – passando do gritado ao urrado, do gutural ao high pitch, utilizando-se ainda de partes mais faladas, no estilo Corey Taylor. Destaque para as faixas “Tumatauenga” – que está disponível para download gratuito na coletânea da HELL DIVINE - “Vivisection” – pelos riffs viciantes e descomunais – e “Abaddon”. Uma grata e bela surpresa do velho continente e que merece sua atenção. Não sairá tão cedo do meu player!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "I, Machinery"

Iron MaidenIron Maiden
A fotografia estranha de "The Final Frontier"

Para tocarPara tocar
O que são tablaturas e como usá-las?

GuitarristasGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

5000 acessosOrtografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?5000 acessosPiadas sobre músicos5000 acessosMetallica: Lars Ulrich quase saiu no tapa com Lou Reed5000 acessosJess Greenberg: mais vídeos de covers em voz e violão5000 acessosPhil Anselmo: vocalista fala de sua relação com as drogas5000 acessosRolling Stone: revista elege sete hinos para sete décadas de rock

Sobre Pedro Humangous

Pedro Humangous, 28 anos, publicitário headbanger. Dono e editor chefe da revista Hell Divine. Santista apaixonado por música e uma boa cerveja. Atualmente reside em Brasília e não poupa esforços para fazer o metal se fortalecer no país. Já colaborou com as revistas portuguesas Versus e Horns Up, além da coluna “Rolo Compressor” na rádio Nucleo Base. Colecionador de CD´s, DVD´s, Livros e Action Figures, concentra suas forças no metal extremo, sem deixar de lado os demais estilos. Fanático por Opeth, Iron Maiden, Trivium, Kreator, Dream Theater, Baroness, Suicide Silence, entre tantas outras. Siga: @PedroHumangous

Mais matérias de Pedro Humangous no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online