Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu e os cinco grandes vocalistas que o mundo do Rock não dá valor

imagemFãs detonam produção do Knotfest após anúncio do Pantera

imagemA música do Metallica que James não queria apresentar aos outros integrantes

imagemA melhor música de heavy metal lançada a cada ano desde 1970, em lista do Loudwire

imagemO carinhoso jeito de Axl Rose se desculpar com sua equipe pelo seu jeito imprevisível

imagemOzzy Osbourne revela que Lemmy Kilmister era um leitor voraz

imagemAmy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos

imagemAngra e Shaman, Edu Falaschi fala sobre a treta que havia entre as bandas

imagemFrank Zappa surpreende ao eleger seus dez álbuns favoritos

imagemBruno Sutter explica semelhança problemática entre Ayrton Senna e Fausto Fanti

imagemDez músicas de outros estilos que ganharam ótimas versões rock/metal - Parte I

imagemMúsico de Los Angeles compartilha foto recente de Alex Van Halen

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemDave Lee Roth revela qual é seu álbum preferido do Van Halen

imagemAmy Lee comenta demissão de Jen Majura e diz que é preciso "ouvir o universo"


Stamp
2022/07/09

Resenha - Live Album - Grand Funk Railroad

Por Ben Ami Scopinho
Em 01/05/05

Não se pode falar em rock pesado setentista norte-americano sem citar o Grand Funk Railroad. A banda passou por várias formações e alguns nomes antes de finalmente se definir como Grand Funk Railroad em março de 1969, tornado-se um power trio que contava com o vocalista e guitarrista Mark Farner, Mel Schacher no baixo e na bateria Don Brewer.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Era o período hippie, porém, sendo uma banda de garagem da cidade norte-americana Detroit, sua música era pesadíssima, ou seja, o oposto do que as bandas viajantes da costa oeste de seu país tocavam. Ficaram famosos tocando de graça num festival com um público de 180.000 pessoas, onde a banda rouba o show e enlouquece o público, isso sem ter nenhum álbum lançado.

Então, já bastante conhecidos, finalmente gravam seu primeiro disco chamado "On Time", seguido do próximo registro simplesmente chamado "Grand Funk" e na virada do ano é lançado "Closer to Home". Os três álbuns são malhados de maneira impiedosa pela crítica e amados pelos fãs, tanto que todos ganharam discos de ouro, sendo que em 1970 ninguém vendeu mais discos nos Estados Unidos do que o Grand Funk Railroad.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

No embalo do sucesso, em novembro deste mesmo ano lançam "Live Album", que trazia canções da histórica excursão deste período, com as casas onde tocavam sempre lotadas. Reparem que a banda começou em 69 e já tinha três discos de estúdio. "Live Album" também ganha ouro, mesmo antes de ser lançado, tornando-se disco duplo de platina vendendo dois milhões de cópias. O Grand Funk fez sua reputação nas apresentações ao vivo, as estradas eram seu ambiente natural e toda sua energia foi transposta para este disco.

Como escritor principal, Farner sempre evitou a complexidade, suas canções eram bombas feitas para se tocar de maneira despojada, soando cru e rústica. Impossível não citar o vibrante contrabaixo de Mel Schacher, que nesta época já possuía um som único, potente e distorcido, com amplificadores exclusivos elaborados especialmente para suportar sua potência sonora.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Live Album" apresentava suas canções de sucesso, como "Are You Ready", a bela balada "Heartbreaker", que explode em puro peso em seu final, "Inside Looking Out", presença obrigatória em seus shows. "Mark Say´s Alright" é um momento de pura descontração, mostrando o quão honesta e cativante esta banda foi. "T.N.U.C." sempre com seu solo de bateria, etc. A atuação da platéia é constante e, mesmo com uma gravação um pouco abafada, é um disco brilhante.

O Grand Funk Railroad seguiu lançando ótimos registros até 1974, onde a partir de então começam a deixar de lado a distorção tão característica do grupo e, investindo numa linha sonora mais abrangente, ainda conseguem emplacar vários hits. Mas com o passar dos anos infelizmente a banda perde seu rumo e consequentemente seus fãs.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

GRAND FUNK RAILROAD – Live Album
(1971 – Capitol Records)

01. Introduction
02. Are You Ready
03. Paranoid
04. In Need
05. Heartbreaker
06. Inside Looking Out
07. Words If Wisdom
08. Mean Mistreater
09. Mark Say´s Alright
10. T.N.U.C.
11. In To The Sun

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Grand Funk Railroad: quando a banda superou o Led Zeppelin - e foi boicotada

Grand Funk Railroad: Arnold Schwarzenegger e Franco Columbu em capa

Lista: os 50 melhores discos ao vivo de todos os tempos, em lista da Classic Rock

O Suprassumo do Superestimado: os 11 mais (ou menos) nacionais

Iron Maiden: o vocal que quase substituiu Bruce Dickinson em 93


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.