Technical Difficulties: Kiko Loureiro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Sylvia Helena D`Antonio
Enviar Correções  

Quando pensamos em show de guitarristas solo, logo achamos que esses guitarristas usam efeitos, e mais efeitos! Racks cheios e pedaleiras que mais parecem um mostruário de loja de instrumentos. Realmente, esse é o caso de muitos guitarristas chamados "virtuosos", mas não é o caso de Kiko Loureiro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Devo admitir, que eu mesma fiquei bastante chocada com a quantidade de pedais e efeitos do guitarrista. Cheguei até mesmo a perguntar ao roadie Rodrigo Fantoni: "Cadê o resto?" e pra minha surpresa, a resposta óbvia foi: "é só isso, o resto está na mão dele".

A crew foi bem simples, o guitar tech Rodrigo Fantoni, o drum tech Marcos Limone e o técnico de PA Rodrigo Silveira. Sim, apenas dois para descarregar, montar o backline, ajustar de acordo com o gosto dos músicos e em tempo hábil. Mas isso não foi problema para essa dupla. Fizeram isso com muita tranqüilidade e maestria.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A passagem de som foi bem tranqüila, apenas levou um pouco mais de tempo devido a alguns atrasos, mas como quase todos os shows, no final, tudo sempre dá certo.

Então, vamos aos sets:

Kiko usou duas guitarras Tagima, modelo K1, ambas da cor Preta, sendo que foscas. Em uma ele usa os captadores da Seymour Duncan, Trembucker Original (ponte) e Hot Rails (braço). Na outra, ele utiliza dois captadores alemães, Hessel. A guitarra estava ligada ao Power Drive 1 da Zoom, passando para o Wha wha Jim Dunlop, seguindo para o cabeçote Dual Rectifier. O cabeçote era ligado a um caixa marshall 4x12" e uma peavey 4x12". Da saída de efeitos ia para um Digitec Delay DD-3, ligado a um Digital Sampler Delay DSD-3, ambos da Boss, voltando para o amplificador, sendo controlado pelo foot switch rectfier. Também havia um Triple retifier, mas ficava como reserva. Ele usou um sistema wireless da Audio-Technica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Set de pedais de Kiko Loureiro
Set de pedais de Kiko Loureiro

Felipe Andreoli usou dois baixos: um D'Alegria Dart FA, 6 cordas, azul translúcido, com captadores EMG-HZ, e um outro D’Alegria Defender JB Deluxe, 5 cordas, sunburst marrom, com captadores EMG-HZ.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O baixo era ligado ao cabeçote Mesa Boogie M-Pulse, através de um sistema wireless da Áudio-Technica.

O cabeçote era ligado a uma caixa Meteoro 810 BS, de 8 x 10". Ele utilizava dois pedais, um chorus Cool Cat e um equalizador 8 bandas, Fish & Chips ambos da Danelectro. Controlava os canais pelo Foot switch do M-Pulse.

Set de pedais de Felipe Andreoli
Set de pedais de Felipe Andreoli

Fernando Schaefer usou um set de bateria Bauer, com Peles Michael Porosas. As peças eram Dragon Signature:

Bumbo - 2 de 22" x 18";
Tons - 13" x 13"; 14" x 14";
Surdos - 16"x16", 18" x 16";
Caixa - 14"x 8".

Os Pratos todos eram Orion da linha Strondo:

Crash - 17", 18", 19", 20";
Shine - 18", 20";
Contra-tempo - 15";
Ride - 21"

Também usou um Djembê 13" em Tapping in My Dark Tranquility.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É bom ressaltar que este set utilizado por Kiko e Felipe, são utilizados apenas nos shows solos de Kiko Loureiro, não são os mesmos sets utilizados nos shows do Angra.

O show ocorreu sem grandes problemas, infelizmente não foi utilizado um violão de aço Takamine pela falta de tempo na passagem de som, mas a guitarra cobriu muito bem. Os retornos também foram de palco. O som estava muito bom, tanto no P.A. como no palco (o que é bem raro). Um destaque especial pra Felipe Andreoli, que mantém a música cheia, e coesa, sendo que para um show de guitarrista solo, sem uma segunda guitarra, é complicado, mas ele segurou bem. Mais uma vez vimos que se o guitarrista não for bom, não adianta usar todos os efeitos do mundo, e o contrário também é verdade. Um bom guitarrista, não precisa de muita coisa, somente as alterações que a música pede, e suas mãos aquecidas, preparadas e ensaiadas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Kiko Loureiro:
Tagima K1 preta fosca;
captadores Hessel ;
Tagima K1 preta fosca;
captadores: Trembucker Original (ponte), Hot Rails (braço) ;
Power Drive 1 - PD1, Zoom ;
Wha wha Cry Baby, Jim Dunlop ;
Cabeçote Dual Rectifier, Mesa Boogie ;
Digitec Delay DD-3, Boss ;
Digital Sampler Delay DSD-3, Boss ;
Caixa Marshall 4x12" e Peavey 4x12" ;

Felipe Andreoli:
Baixo D'Alegria Dart FA,
6 cordas, captadores EMG-HZ ;
Baixo D’Alegria Defender JB Deluxe,
5 cordas, captadores EMG-HZ ;
Cabeçote M-Pulse, Mesa Boogie ;
Caixa Meteoro 810 BS, 8 x 10" ;
Cool Cat, Danelectro ;
Fish & Chips, Danelectro ;

Fernandão:
Bateria Bauer; Peles Michael Porosa ;
Peças Dragon Signature ;
Bumbo - 2 de 22" x 18" ;
Tons - 13" x 13"; 14" x 14" ;
Surdos - 16"x16", 18" x 16" ;
Caixa - 14"x 8" ;
Djembê 13" ;
Pratos Todos Orion da linha Strondo:
Crash - 17", 18", 19", 20" ;
Shine - 18", 20" ;
Contra-tempo - 15" ;
Ride - 21" ;

Fotos: Sylvia Helena D’Antonio

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Technical Difficulties

Technical Difficulties: Pain Of SalvationTechnical Difficulties
Pain Of Salvation

Technical Difficulties: NektarTechnical Difficulties
Nektar

Technical Difficulties: A Escolha da Primeira GuitarraTechnical Difficulties
A Escolha da Primeira Guitarra

Technical Difficulties: KamelotTechnical Difficulties
Kamelot

Technical Difficulties: Um papo técnico com Kiko LoureiroTechnical Difficulties
Um papo técnico com Kiko Loureiro

Technical Difficulties: Novos guitarristas na Expomusic - Parte 1Technical Difficulties
Novos guitarristas na Expomusic - Parte 1

Technical Difficulties: Novos guitarristas na Expomusic - Parte 2Technical Difficulties
Novos guitarristas na Expomusic - Parte 2

Technical Difficulties: Novos guitarristas na Expomusic - Parte 3Technical Difficulties
Novos guitarristas na Expomusic - Parte 3

Technical Difficulties: Soundcheck Blind GuardianTechnical Difficulties
Soundcheck Blind Guardian

Technical Difficulties: Richie KotzenTechnical Difficulties
Richie Kotzen

Todas as matérias sobre "Technical Difficulties"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985Os Trapalhões
Uma homenagem ao Heavy Metal em 1985

Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou


Sobre Sylvia Helena D`Antonio

24 anos, carioca. Sylvia é luthier no Rio de Janeiro. Estudou luthieria na B&H Guitar Craft School, em São Paulo. Fez faculdade de Produção Fonográfica, e além de ter sua oficina no rio, atua também fazendo produção executiva e técnica de shows, roadie, guitartech, e stage manager free-lancer. Show é sua vida! Escuta rock desde 12 anos, e é uma "viúva" chorosa dos tempos áureos do Metallica. Curte desde Hard Rock até um bom Thrash Metal, com preferência para o Heavy Tradicional e Prog Metal. Bandas preferidas: Metallica, Megadeth, Dream Theater, Mr. Big, Angra, Dio... entre muitas outras.

Mais matérias de Sylvia Helena D`Antonio no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo336 GooAdHor Cli336 Goo336 Goo336