WHIPLASH.NET - Rock e Heavy MetalWHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal

FacebookTwitterGoogle+RSSYouTubeInstagramApp IOSApp Android
MenuBuscaReload

Artillery: Show inusitado debaixo de um viaduto em São Paulo

Resenha - Artillery (Império Lapeano, São Paulo, 30/11/2014)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Giovanni Ferrari
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Dia 30 de novembro, os dinamarqueses do Artillery se apresentaram em São Paulo ao lado das bandas Raptores, Infected, Lama Negra e Nervosa. Estava também escalado para tocar no evento a banda inglesa Onslaught, que acabou cancelando todas as apresentações no Brasil.
O local do show foi um dos mais inusitados que eu já fui, pois foi debaixo de um viaduto, realmente underground. Apesar do preço ser de 30 reais, um preço acessível, o publico não compareceu em peso.

Nervosa: Banda é confirmada no festival Abril Pro Rock 2017Dark Side of the Moon: os Bastidores da obra-prima

O evento se inicia com o power trio Raptores, formado em 2009 em Ribeirão Preto e que possui um EP, e um album completo, o Age of fear, lançado em 2012. Admito que não conhecia os conhecia, e fui positivamente surpreendido, vale a pena conferir! A apresentação foi um dos pontos altos do evento, apesar do contratempo com a guitarra, que paralisou o show por alguns minutos. Mas nada que tirasse o brilho da apresentação, bastante aplaudida pelo público.

Em seguida foi a hora do Infected, outro ponto alto do evento. Formado em 2002, o quinteto tem membros que residem em São Paulo e no ABC paulista.Em 2009 lançaram o album Who is not, e de lá para cá foram lançadas 2 demos, sendo a mais recente a demo Beerstalkers. O Infected com certeza fez o show que mais agitou os presentes, com uma pegada bem técnica e um thrash metal com influências de Heathen, Exodus, Metallica, Megadeth e o próprio Artillery, para citar algumas das influências mais notórias do grupo.

Dando sequencia ao evento, chegou a hora do Lama Negra subir ao palco. Formada em 2006 possuem em seus lançamentos um EP e um album completo, intitulado Lama Negra, de 2013. Com um som calcado no crossover, thrash e hardcore, posso falar que, por gosto pessoal, eu não me identifiquei com o som executado por eles, apesar de ser fã destes estilos citados, mas reconheço que os instrumentistas são realmente muito bons. A formação conta com o guitarrista Alex Coelho, ex-vocal e guitarra do Andralls. O publico respondeu bem ao show da banda, que em determinado momento jogou 2 cds para a platéia.

O ultimo representante nacional a se apresentar foi o Nervosa. Apesar de pouco tempo de atividade, já tocaram ao lado de grandes nomes do metal como o Exodus. O som particularmente não me agrada, pois percebe-se que o trio ainda precisa evoluir mais nas composições, principalmente a guitarrista que precisa melhorar os solos, se quer realmente assumir todas as linhas e funções que uma guitarra exerce em uma banda. Nesse ponto foi a apresentação que menos conseguiu alguma reação da platéia, além de o som estar bem mais embolado, comparado as apresentações anteriores.

Por ultimo, o Artillery, banda dinamarquesa formada em 1982 e que dispensa maiores apresentações. Contando com um novo vocalista, que em minha opinião "amansou" o som da banda. O som foi o mais alto de todo o evento, e o público estava respondendo bem ao show, entretanto o Artillery fez uma apresentação bem curta, talvez pelo evento ser localizado e uma área residencial, não podendo passar das 22hs, isso pode ter frustrado um pouco os fãs da banda que esperavam por uma apresentação extensa.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Nervosa: Banda é confirmada no festival Abril Pro Rock 2017Todas as matérias e notícias sobre "Nervosa"

Metal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo

Galeria
Mais musas do rock/metal nacional

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Artillery"Todas as matérias sobre "Raptores"Todas as matérias sobre "Infected"Todas as matérias sobre "Lama Negra"Todas as matérias sobre "Nervosa"

Pink Floyd
Livro conta bastidores de "Dark Side of the Moon"

Aquiles Priester
50 discos essenciais na vida do baterista

Vocalistas: conheçam algumas das maiores vozes do metal nacionalMetal Hammer: dez capas que provocam ânsia de vômitoJames Hetfield: "Sinto falta de Cliff e amaria vê-lo de novo"Mosh: Mais detalhes sobre o valentão que acabou sendo nocauteadoGhost: você ainda precisa de gravadora, não escute Radiohead e U2

Sobre Giovanni Ferrari

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online