Maximus Festival: Marilyn Manson, a idade é implacável!

Resenha - Marilyn Manson (Maximus Festival, São Paulo, 07/09/2016)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Kennedy Silva
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Nesse feriadão de 7 de setembro, o Brasil recebeu a primeira edição do Maximus Festival no Autódromo de Interlagos em SP e um dos headlines foi o polêmico MARILYN MANSON que encerrou as apresentações ocorridas no palco Rockatansky, veja abaixo um pouco de como foi a apresentação.

Funko: Iron Maiden e Marilyn Manson ganharão novos bonequinhosA História da New Wave Of British Heavy Metal

Antes da apresentação do MARILYN MANSON, o público pôde apreciar a ótima performance dos caras do BULLET FOR MY VALENTINE mandando um metal técnico e gritado. Infelizmente o som do vocal aparentava estar um pouco baixo em comparação aos outros instrumentos, dificultando muito a audição das letras, mas mesmo assim foi possível curtir a apresentação deles, onde trouxeram músicas de toda a carreira e encerraram com as famosas 'Tears don't fall' e 'Walking the demon'. Foi um ótimo show e os caras ainda deram a sorte que saiu um sol em meio às nuvens cinzas da capital paulista.

Uma das coisas que fiquei boquiaberto, foi com a organização do evento, pois a pontualidade foi britânica e em exatos 19:35h MANSON subiu ao palco para euforia de todos os fãs, muitos vestidos a caráter, alguns fazendo até cópia do ídolo com suas roupas e maquiagens características e assim como os fãs, MANSON veio com a tradicional maquiagem preta nos olhos e uma roupa discreta, um colete preto e uma blusa branca, nada muito extravagante, começando o show com 'Angel With the Scabbed Wings', que foi bem recebida pelo público e pôde-se ouvir muito bem os gritos de MANSON, pois o áudio estava ótimo, alto e harmônico, diferentemente do show do BFMV. Além da qualidade melhorada do som, tivemos também o início do show com fogo saindo nas laterais superiores do enorme palco e no meio dele uns jatos de fumaça. Não posso me esquecer de falar sobre a decoração do palco, o qual tinha como fundo uma nota enorme de dólar cujo valor era 666.

O show foi recheado de clássicos e entre eles teve 'mOBSCENE' que agitou todos e começou com introdução da música de DAVID BOWIE 'Moonage Daydream'. O show ainda estava no início (4ª música), digo que fiquei surpreso com o vocal de MANSON, já que a idade está chegando para ele, mas ainda assim seu vocal gritado está excelente, mas confesso que a partir daí, senti o público menos 'agitado', parece que deu uma esfriada por conta da demora entre uma música e outra, já que quando acabava uma música as luzes se apagavam e MANSON ia para trás do palco se trocar e demorava um certo tempo para retornar, isso dava uma esfriada no ânimo da galera. Tem também a questão dele não ter o mesmo pique e estar um pouquinho 'gordinho', parece que faltou um pouco de energia para agitar o público.

Um dos pontos altos do show (senão o mais alto) foi quando MANSON entrou para cantar 'Sweet Dreams (Are Made of This)' utilizando muletas e ficou com elas até o final da música. A mesma foi ovacionada pelos fãs que cantaram do início ao fim, esse foi um dos poucos momentos que se viu a parte cênica dos shows dele, muita gente achou que isso ocorreu por ele estar velho, por não aguentar mais etc, mas na minha humilde opinião, ele deixou a parte cênica de lado pois era um festival com diversas bandas e não um show solo dele, onde ele faz tudo o que quer.

Finalizando a apresentação, ele toca 'Coma White' cantando com o pedestal do microfone envolto em rosas e encapuzado com um moletom preto, seguido do grande clássico 'The Beautiful People' que também foi cantado do início ao fim por todos, além disso durante a música, ele utilizou o microfone como batuta para reger não só a banda como também os fãs, pedindo gritos de um lado, depois do outro e teve um coro cantado apenas pelo público logo em sequência e finalizando com chuva de papel picado.

E assim termino esse pequeno texto, dizendo que fiquei surpreso com a qualidade vocal do MARILYN MANSON ao vivo, curti muito e creio que a galera presente também curtiu o show e devem estar torcendo para não terem que esperar novamente quase 10 anos para vê-lo em terras brasucas novamente. Também preciso parabenizar a organização desse puta evento, vocês deram qualidade em tudo que foi feito, palcos, som (tirando algumas falhas), luz, telões (que estavam em altura ideal para todos verem) e principalmente com as bandas que trouxeram, foi foda. E fiquei sabendo que o Maximus festival 2 já tem data e local para acontecer, será novamente no autódromo de Interlagos, no dia 20/05/2017, então já deixe anotado aí na sua agenda e comece a guardar a grana para não perder esse próximo festival.

Agradecimentos:
MoveConcert
Midiorama
Rebeca
Fotos crédito: Estúdio Gaveta

Setlist:

1-Angel With the Scabbed Wings
2-Disposable Teens
3-No Reflection
4-mOBSCENE (with 'Moonage Daydream' (David Bowie) intro)
5-Cupid Carries a Gun
6-Irresponsible Hate Anthem
7-Deep Six
8-The Dope Show
9-Tourniquet
10-Sweet Dreams (Are Made of This) (Eurythmics cover)
11-Cruci-Fiction in Space
12-Coma White
13-The Beautiful People

Comente: Foi ao show? O que achou?

Por que destacamos matérias antigas?



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Marilyn Manson"


FunkoFunko
Iron Maiden e Marilyn Manson ganharão novos bonequinhos

Marilyn MansonMarilyn Manson
Vocalista atuará em nova série de Stephen King

Skid RowSkid Row
Ninguém sabia, mas John 5 apareceu em um clipe deles

Justin Bieber e Marilyn MansonJustin Bieber e Marilyn Manson
Eles agora são melhores amigos

Marilyn MansonMarilyn Manson
Respondendo fãs na Bizarre Magazine

Marilyn MansonMarilyn Manson
Atriz de House diz que ele perturbou mulheres no set


Além do MaidenAlém do Maiden
A História da New Wave Of British Heavy Metal

Raul SeixasRaul Seixas
Qual a origem da música "Gita"?

GuitarristasGuitarristas
Você consegue identificar todos nesta imagem?

Musas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstarsNirvana: Krist Novoselic comenta o suicídio de CobainThe Beatles: As 10 canções mais (injustamente) subestimadasJon Bon Jovi: convencendo George Lucas a autorizar nome

Sobre Kennedy Silva

Sou um apaixonado por Rock n' Roll, desde o mais pesado até os grandes clássicos. Um louco por fotografia, principalmente de bandas e de shows e que está sempre disposto a contribuir para a cena.

Mais matérias de Kennedy Silva no Whiplash.Net.