Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemMax Cavalera diz que Igor merece mais crédito entre os bateristas mundiais

imagemQuem Glenn Hughes considera digno de substituí-lo como "a voz do rock"

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemMax Cavalera é criticado por ucranianos pelo apoio a Rússia em 2014

imagemAbba e a imensa importância do Deep Purple na sonoridade de suas músicas clássicas

imagemDave Mustaine mostra a forma curiosa como se aquece antes de um show do Megadeth


Resenha - Sticky Fingers - Rolling Stones

Por Beto Guzzo
Em 19/05/05

Assim como Aqualung, foi também em abril de 1971 que a já conhecida banda de bad boys The Rolling Stones tirou da cartola seu álbum mais cativante: Sticky Fingers. Depois de passarem pela fase psicodélica com Their Satanic Majesties Request, Mick Jagger (vocais), Keith Richards (guitarra), Mick Taylor (guitarra), Bill Wyman (baixo) e Charlie Watts (bateria) resolveram direcionar o trabalho da banda para o bom e velho rock’n’roll.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A banda começa Sticky Fingers pela famosa Brown Sugar, presente em qualquer coletânea séria da banda e um rockão de primeira qualidade. Sway, que vem em seguida, conta com uma particularidade: Keith Richards aparece apenas nos vocais, deixando para Jagger e Taylor todas as guitarras. A lenta Wild Horses é a terceira música do play e quebra um pouco o ritmo do trabalho, mas vale a pena ser escutada sem preconceitos. Can’t You Hear Me Knocking é um rockão 10, com um riff show do Keith (só para variar...). Bitch é ponto positivo do trabalho, bem gostosa de ouvir e também está presente em várias coletâneas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outras músicas que não podem deixar de serem citadas: Sister Morphine e Dead Flowers. Sister Morphine, escrita com a ajuda de Marianne Faithfull, é a descrição poética do vício e da dependência da droga em questão. Muito boa. Dead Flowers é um rock’n’roll no melhor estilo Rolling Stones, sem espaço para firulas e enraizado no blues até o talo. Completam o trabalho You Gotta Move (um belo blues acústico), I Got the Blues (balada) e Moonlight Mile (baladinha na medida para Jagger, bem legal).

Considero este play o ás de ouros da quadra feita durante o período 1969 a 1972 pela banda...

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Curiosidades:

Tanto a idéia quanto a execução da capa e contra capa foram feitos por Andy Warhol, artista plástico doidaço que foi o expoente máximo da arte pop. O LP trazia uma foto de uma calça jeans... com um zíper de verdade para você abrir e fechar!

De onde eu tirei bad boys? Os garotos ingleses apareceram cerca de treze vezes nos jornais sem ser pelo motivo musical. A história das prisões começou em 1965 e a última que se teve notícia aconteceu em 1980. A maioria envolvendo drogas, um hábito não exatamente raro em bandas de rock.

O famoso logo da língua de fora dos Stones foi criado em 1971 por ocasião da fundação da Rolling Stones Records e portanto, fez sua primeira aparição no álbum Sticky Fingers. Segundo Keith Richards, o logo foi inspirado na Deusa hindú Khali e seu autor foi confirmado como sendo John Pasch apenas em 1997, depois de muito mistério (durante muito tempo se atribuiu o desenho do logo a Andy Warhol, que só fez o trabalho da capa).

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Long Live Rock’n’Roll


Outras resenhas de Sticky Fingers - Rolling Stones

Resenha - Sticky Fingers - Rolling Stones

Resenha - Sticky Fingers - Rolling Stones

Resenha - Sticky Fingers - Rolling Stones

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Mick Jagger: sacaneando gravadora com canção em 1969


Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino