Beyond The Grave: Thrash metal bem pesado e direto

Resenha - Terror Beyond - Beyond The Grave

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O Beyond the Grave foi formado no interior do Estado de São Paulo, em Itaquaquecetuba, e após lançar alguns demos e participar de alguns splits, com grande repercussão no underground, chega a seu debut, lançado pela gravadora brasiliense Kill Again Records em meados de 2011.
Galeria - Tatuagens em homenagem ao Iron Maiden (I)Limp Bizkit: Os visuais mais bizarros do guitarrista Wes Borland

E a banda investe em um thrash metal bem pesado e direto, fortemente influenciado pelo começo das carreiras de Sepultura e Slayer, com influência de death e black metal, elementos que fazem de seus som ainda mais atraente e original, lembrando o que bandas como MERCILESS DEATH e LICH KING tem feito atualmente.

Os riffs de guitarra pesados e ríspidos de Ivi Kardec e Sérgio Araújo, aliados ao vocal soturno e agressivo de David Sampaio, são o grande destaque do trabalho, dando muito agressividade ao som sujo e pesado do Beyond the Grave. A bateria de Ricardo Santana, apesar de correta e muito bem tocada, peca um pouco em alguns momentos de poucas variações, mas nada que comprometa o excelente som do conjunto.

A gravação, bem simples e sem muita modernidade, deixou o som da banda ainda mais soturno, sujo e agressivo, nos remetendo aos anos 80, e dando um caráter totalmente “old school” ao trabalho, o que lhe dá um toque ainda mais especial.

O álbum é todo muito bom, mas destacam-se as cacetadas thrash “The Silence of the Defeat” (que possui riffs soberbos) e “The Wound Still Bleed”, além da agressiva “The Shadow Killer”, cujo vídeo clipe oficial esta prestes a ser lançado pela banda. Há ainda no final do álbum, após a faixa “Blood Reing”, um cover muito agressivo do clássico “Curse the Gods” dos mestres alemães do DESTRUCTION, que ficou muito legal. Um dos pontos negativos do trabalho é a capa, muito simples e esquisita.

Mas como o que importa é o som desta excelente banda,“The Terror Beyond” merece ser conferido por todos aqueles que apreciam boa música, no volume máximo, e sem moderação, pois é diversão garantida!

The Terror Beyond – Beyond the Grave
(2011 – Kill Again Records – Nacional)

Formação:

David Sampaio – Vocal/Baixo
Ivi Kardec – Guitarra
Sérgio Araújo – Guitarra
Ricardo Santana - Bateria

Track List:

1. The Silence of the Defeat
2. TheWound Still Bleed
3. Speech of An Assyrian King
4. The Shadow Killer
5. The Terror Beyond (Instrumental)
6. Conflict Zone
7. Inquisition
8. Hall of the Corpses
9. Open the Gates of Chaos
10. Bloody Reing + Curse the Gods (Destruction cover)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Terror Beyond - Beyond The Grave

Beyond The Grave: Grata surpresa o debut desses paulistasBeyond The Grave: Calcados na velocidade intensa do Thrash

Todas as matérias e notícias sobre "Beyond The Grave"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Beyond The Grave"

Tatuagens
Homenagens à banda Iron Maiden na pele dos fãs

Limp Bizkit
Os visuais mais bizarros do guitarrista Wes Borland

Alex Skolnick
"Dave Mustaine veio me pedir dicas de guitarra!"

Iron Maiden: "o fim de nossa carreira está próximo", diz Steve HarrisDavid Bowie: muito mais assustador que Michael JacksonRock Progressivo: os dez discos mais importantes da históriaGene Simmons: ele pode provar que passou o ferro em 5 mil mulheres?Martin Popoff: o maior escritor "metálico" do planetaPritz: um Babymetal sul-coreano causa polêmica

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online