James Hetfield: refletindo sobre a disputa com o Napster

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em uma entrevista com o CraveOnline.com, o frontman do METALLICA, James Hetfield, falou sobre o quão longe a indústria musical chegou desde os anos 2000, quando o METALLICA lançou uma ação legal contra o Napster, afirmando que o pioneiro serviço de compartilhamento de música estava ilegalmente permitindo aos usuários que baixassem faixas do METALLICA sem pagar royalties à banda. Por mais que o caso tenha sido acordado nos tribunais, 300.000 usuários foram banidos do Napster como resultado, e a banda sofreu um tremendo impacto em sua imagem aos olhos dos fãs.

710 acessosTenho Mais Discos: oito gafes do mundo da música5000 acessosSlayer: o insistente uso de "Satan" e "Hell" por Tom Araya

O baterista do METALLICA, Lars Ulrich, o principal porta-voz da banda nesta disputa, desde então tornou-se amigo do co-fundador do Napster, e atual investidor do Spotify, Sean Parker, e recentemente foi ao casamento do mesmo.

Quando perguntando sobre o que mudou nos últimos anos, Hetfield respondeu: "Eu não sei, meio que nas nossas vidas, quando envelhecemos, você pode superar certos bloqueios, mentalmente e em questão de amizades, como as coisas com o MEGADETH e pessoas de nosso passado. "Explicou Hetfield. "Eles se tornam menos potentes, eles se tornam uma menor fonte de ódio ou o que quer que seja. Eles lhe afetam menos e no final do dia, você está percebendo que todos querem o melhor, espera-se, para o mundo."

"[Lars Ulrich] queria fazer algo. Ele tinha uma visão e não tinha ideia das consequências."

"No final do dia, somos todos adultos e você senta, conversa e vê: 'Ei, quando eu fiz isso, aquilo aconteceu.' Nós fizemos o mesmo e progredimos daqui."

"Eu acho que aprendemos muito, obviamente com o filme 'Some Kind Of Monster' e o 'Rock And Roll Hall of Fame'. Ver todas estas bandas que não podem nem aparecer para tocar, porque estão discutindo por algo que aconteceu 20 anos atrás e não podem celebrar um grande momento, ou criar um novo momento na história. A vida é curta demais para coisas assim."

Ulrich admitiu depois que gostaria de ter lidado com a situação do Napster de forma diferente.

Em uma entrevista em 2003 com o Launch, Lars falou sobre a disputa com o Napster: "A maioria do tempo é como um pesadelo, tipo: 'O que diabo foi aquilo?' Vários anos depois, é como: 'Isso realmente aconteceu?' Nós passamos de sermos bem respeitados, queridos, e no outro dia acordei e era o cara mais odiado no rock 'n' roll. Fiquei pensando: 'Quem? Eu? O que eu fiz errado? Sou um dos mocinhos.' Aquilo foi muito estranho."

"Se você olhar nosso histórico, sempre fomos bem protetores com nossas coisas. Quando alguém chegava muito perto ou queria foder com nossas coisas, nós agíamos."

"Em retrospecto, tenho orgulho do que fizemos. Eu me senti realmente criticado daquela vez. Em meu pequeno e ignorante mundo eu não vi isto chegando. Eu estava completamente ignorante e desatento da magnitude desta questão para as pessoas. Eu estava sentado lá em meu mundo egoísta pensando: 'Eu vou proteger o METALLICA, não foda com o METALLICA.' Então tudo explodiu: 'Você é a favor das gravadoras, você é ganancioso!'"

"Não sou a favor das gravadoras. Nós inventamos ser anti-gravadoras. Nós mandamos nossas gravadoras se foder antes de qualquer um."

"Foi algo bem surreal, porque foi realmente difícil conectar o que eu lia sobre mim e sobre o METALLICA, tudo era muito abstrato sobre o que estava em meu radar de realidade. As pessoas falando que eu era ganancioso. Nós estamos dando coisas de graça por anos. Mas nós queremos ser as pessoas que distribuem as coisas. Não os outros."

"Em retrospecto, não estou clamando qualquer tipo de vitória - quem liga para isso? - eu acho que a maioria das pessoas está começando a perceber, não que estávamos certos, mas que este é um assunto que está mudando a face de tudo que acontece. Não somente no mundo da música, mas o cinema também é o próximo. Que forma melhor para lidar com isso do que educar as pessoas? Eu olho para estes seis meses do ano 2000 como o primeiro passo da educação."

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

1470 acessosMetallica move ação contra o Napster1471 acessosNikki Sixx versus Metallica no caso Napster409 acessosLars Ulrich depõe no caso Napster283 acessosMetallica e Napster fazem as pazes4932 acessosIron Maiden: Dickinson não concordou com Metallica sobre Napster2856 acessosMetallica: "briga com Napster não era por dinheiro"5000 acessosMetallica: Lars continua orgulhoso da destruição do Napster5000 acessosMetallica: criador do Napster pode virar chefe da banda5000 acessosMetallica: o mundo deveria ter ouvido Lars na batalha contra o Napster4856 acessosMetallica: Lars Ulrich faz as pazes com Sean Parker, do Napster?1428 acessosMetallica: documentário mostra Lars Ulrich depondo contra Napster5000 acessosMetallica: James e Kirk e as tretas passadas, St. Anger, Napster1920 acessosLars Ulrich: detestava o Napster, mas ama o Spotify2200 acessosDave Lombardo: Lars foi "esperto" por lutar contra a Napster2765 acessosMetallica: 335.000 fãs banidos na batalha contra o Napster850 acessosMetallica: catálogo completo da banda está de volta ao Napster1702 acessosMetallica: Após 17 anos, banda chega a um acordo com o Napster

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Chris CornellChris Cornell
Homenagem ao cantor durante show do Metallica

710 acessosTenho Mais Discos: oito gafes do mundo da música1066 acessosMetallica: vídeo mostra os bastidores da banda entrando no palco1018 acessosBlend Guitar: em vídeo, os dez melhores duelos de guitarra428 acessosLars Ulrich: Queremos que a música seja sempre pura e orgânica0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

VelocidadeVelocidade
Top 10 de músicas de Metal para ser multado

Black SabbathBlack Sabbath
Quem é Mick Wall, o cara que "detonou" a banda?

InacreditávelInacreditável
O que acontece de mais bizarro em um show de metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 10 de maio de 2017

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

SlayerSlayer
O insistente uso de "Satan" e "Hell" por Tom Araya

Hall Of FameHall Of Fame
500 Músicas Que Marcaram o Rock and Roll

SlipknotSlipknot
E se Lars Ulrich fosse o baterista?

5000 acessosFormações originais: e se tivessem sido mantidas por grandes bandas?5000 acessosLouvemos: Satanás é grande benfeitor da música, diz estudo5000 acessosA História do Baixo Elétrico4371 acessosMorbid Angel: descoberto um uso para o último álbum5000 acessosTesão pela vida: A Historia de Iggy Pop5000 acessosSlipknot: Root responde qual álbum o deixou viciado em Metal

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online