Matérias Mais Lidas

Matanza: do dinheiro ao cansaço, Jimmy London conta por que a banda acabouMatanza: do dinheiro ao cansaço, Jimmy London conta por que a banda acabou

Possessed: após 30 anos em cadeira de rodas, Jeff Becerra volta a andarPossessed: após 30 anos em cadeira de rodas, Jeff Becerra volta a andar

Rush: como eles dividiam grana das composições e como eram os egos, segundo Geddy LeeRush: como eles dividiam grana das composições e como eram os egos, segundo Geddy Lee

Black Sabbath: filha de Kim Kardashian e Kanye West virou gótica e adora a bandaBlack Sabbath: filha de Kim Kardashian e Kanye West "virou gótica" e adora a banda

Iron Maiden: Bruce Dickinson revela as músicas da banda que mais curte cantarIron Maiden: Bruce Dickinson revela as músicas da banda que mais curte cantar

Iron Maiden: para Herman Li, quem não gosta de Senjutsu não gosta de metalIron Maiden: para Herman Li, quem não gosta de "Senjutsu" não gosta de metal

Soulfly: Marc critica inatividade na pandemia; poderiam ter feito como o SepulturaSoulfly: Marc critica inatividade na pandemia; "poderiam ter feito como o Sepultura"

Kirk Hammett: ele descreve com detalhes briga de Axl Rose e Kurt Cobain no VMA 1992Kirk Hammett: ele descreve com detalhes briga de Axl Rose e Kurt Cobain no VMA 1992

Deep Purple: quando tomaram porre de caipirinha e foram sequestrados no BrasilDeep Purple: quando tomaram porre de caipirinha e foram "sequestrados" no Brasil

Kerrang: 12 bandas de rock e heavy metal que nunca se venderamKerrang: 12 bandas de rock e heavy metal que nunca "se venderam"

Rock in Rio: a jogada de mestre que fez o festival ter tantas grandes bandas em 1985Rock in Rio: a jogada de mestre que fez o festival ter tantas grandes bandas em 1985

Mr. Bungle: Dave Lombardo e Scott Ian demonstram apoio ao vocalista Mike PattonMr. Bungle: Dave Lombardo e Scott Ian demonstram apoio ao vocalista Mike Patton

Guns N' Roses: veja quanto custava uma cópia de Use Your Illusion no dia do lançamentoGuns N' Roses: veja quanto custava uma cópia de "Use Your Illusion" no dia do lançamento

Guns N' Roses: todas as faixas de Use Your Illusion (I & II), da pior para a melhorGuns N' Roses: todas as faixas de "Use Your Illusion" (I & II), da pior para a melhor

Guns N' Roses: Matt Sorum surpreende ao revelar quem era o integrante sóbrio da bandaGuns N' Roses: Matt Sorum surpreende ao revelar quem era o integrante sóbrio da banda


Stamp

Gloria: as curiosas estratégias da banda para minimizar vaias no Rock in Rio 2011

Por Igor Miranda
Em 05/07/21

O Gloria foi uma das surpresas da escalação do festival Rock in Rio em 2011. A banda foi chamada para abrir o Palco Mundo, espaço principal de shows do evento, antecedendo nomes como Metallica, Slipknot e Motörhead.

Apesar do grupo estar no auge de sua popularidade naqueles tempos, a reação do público não foi de toda positiva. Na época, o Gloria era associado ao movimento emo - o que não fazia muito sentido, já que a sonoridade era bem diferente - e, para alguns, bandas como Sepultura e Angra, que tocaram no Palco Sunset, considerado secundário, deveriam estar no Palco Mundo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desse modo, parte da plateia vaiou a performance de Gloria - um ato que, de acordo com o vocalista Mi Vieira, já era esperado. Em entrevista ao PoP Podcast, transcrita pelo Whiplash.Net, o cantor revelou algumas estratégias que foram adotadas para contornar as sonoras reações negativas.

Inicialmente, Mi comentou que a rejeição ao Gloria era manifestada por parte do público antes mesmo do show começar. "Antes de subir no palco, à tarde, na passagem de som, já tinham 50 mil pessoas na frente do Palco Mundo gritando: 'ei, Gloria, vai tomar no c*'. Sabe o que fiz? Vinte e seis gotinhas de Rivotril. Tomei e entrei debaixo da mesa do camarim, desesperado. Os moleques subiram para passar o som e eu não passei", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A primeira estratégia nasceu de um conselho dado por Marizinha, descrita por Mi como "braço-direito" do empresário Roberto Medina, fundador do Rock in Rio. Ela sugeriu que a banda simplesmente não reagisse às vaias, pois havia um detalhe técnico de som que não permitiria que os apupos se alastrassem.

"Antes de subir no palco, a Marizinha veio e falou: 'Medina me ligou e está muito preocupado com a reação de vocês... vai ter vaia, o que vocês vão fazer? Quando o pessoal vaiar, vocês não podem responder, porque tem o palco do Rock in Rio e a mesa de som (no meio da pista), onde ficam umas 30 a 40 mil pessoas. Se a galera vaia na frente, quem está atrás não escuta'", contou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De acordo com Mi Vieira, os artistas mais vaiados do Rock in Rio acabaram "atraindo" esse tipo de situação, de forma massiva, porque reagiram. "O Carlinhos Brown foi muito vaiado (em 2001) porque parou e falou: 'por que vocês estão vaiando?'. Quem está lá atrás começou a vaiar. A Marizinha disse: 'se começarem a vaiar, não falem nada, continuem tocando'", explicou.

Solo de bateria e covers de Pantera

Definida a primeira estratégia - não reagir -, o Gloria pensou em outra alternativa para driblar as vaias. Segundo o vocalista, a banda posicionou um solo de seu baterista, Eloy Casagrande, hoje integrante do Sepultura, e versões para as músicas "Domination" e "Walk", ambas do Pantera, logo no início do repertório em busca de reduzir ou neutralizar os apupos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Nos planejamos. O baterista na época era o Eloy Casagrande, hoje no Sepultura. Falamos para o Eloy que tocaríamos três músicas no Gloria, com pegada, correria. Na terceira, eu sabia que chegaria a vaia, pois eu iria apresentar a banda. Então, veio um solo do Eloy Casagrande, que é um dos melhores bateristas do mundo. Quando o Eloy fez o solo, caiu a casa. Todos aplaudiram. Tocamos um cover do Pantera, aí foi jogo ganho. Foi embora, fomos tocando, fizemos o show numa boa", disse.

Mi chegou a descer do palco, em dado momento do show, para interagir com o público que estava na grade. Ninguém fez nada contra ele, o que indica que as estratégias deram certo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Tinha um bando de metaleiro na frente. A galera mal sabe, mas do lado do palco, estava o NX Zero inteiro assistindo o show com Manu Gavassi, um monte de emo, e a galera xingando. Acabou o show, desci do palco e fui no meio da galera. Alguém mexeu comigo? Não", comentou.

"O que passamos para tocar naquele palco..."

Por um lado, tocar no Rock in Rio foi uma realização e tanto para a carreira do Gloria. No entanto, Mi Vieira definiu como "muita dor de cabeça" o processo até subir ao palco do evento.

"É muita dor de cabeça. O que passamos para tocar naquele palco, não está escrito. Além de meses de preparação, tem coisa tipo editor da revista 'IstoÉ' me ligando dois meses antes e falando: 'qual a sensação de saber que a sua banda vai ser a mais vaiada do Rock in Rio?'. Ouvi isso do editor da 'IstoÉ'. [...] Falei que não sabia a sensação, pois não havia tocado, mas, para mim, f*da-se, pois vou tocar no Rock in Rio, com as maiores bandas de metal do mundo", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O artista, então, refletiu: "O Rock in Rio não acontecia há 10 anos. Pegamos a volta do evento. A galeria queria matar o Gloria e o NX Zero, porque eram as 'maiores bandas emo' (tocando no festival). Quando você toca no Palco Mundo como primeira banda, é porque você é uma aposta do Rock in Rio".

O trecho da entrevista em que Mi Vieira fala sobre a experiência no Rock in Rio pode ser assistido a seguir.

A entrevista completa está disponível abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Tunecore 2
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Sepultura: em playlist, as bandas brasileiras que eles recomendam que você ouçaSepultura
Em playlist, as bandas brasileiras que eles recomendam que você ouça

Gloria: O tempo passa e o público do Whiplash continua hater, diz Mi VieiraGloria
"O tempo passa e o público do Whiplash continua hater", diz Mi Vieira

Gloria: a mágoa de Mi Vieira com Sepultura e Benjamin Back por situação do Rock in RioGloria
A mágoa de Mi Vieira com Sepultura e Benjamin Back por situação do Rock in Rio

Gloria: as curiosas estratégias da banda para minimizar vaias no Rock in Rio 2011Gloria
As curiosas estratégias da banda para minimizar vaias no Rock in Rio 2011


Gloria: a mágoa de Mi Vieira com Sepultura e Benjamin Back por situação do Rock in RioGloria
A mágoa de Mi Vieira com Sepultura e Benjamin Back por situação do Rock in Rio

Gloria: O tempo passa e o público do Whiplash continua hater, diz Mi VieiraGloria
"O tempo passa e o público do Whiplash continua hater", diz Mi Vieira

Queen: brasileiro regrava o clássico Bohemian Rhapsody sozinhoQueen
Brasileiro regrava o clássico "Bohemian Rhapsody" sozinho


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.