Zombie Cookbook: mais mortos do que nunca

Resenha - Outside The Grave - Zombie Cookbook

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


É como diz um velho ditado: ‘... Quem é vivo sempre aparece...’. Após marcar sua estreia em 2011 com o EP "Cine Trash" – somente em vinilzão vermelho de 7"! – pelo selo norte americano Fudgeworthy Records, o Zombie Cookbook já anunciava que o próximo passo seria o lançamento de um disco completo, que agora está saindo do formal sob o bem sacado título "Outside The Grave".

publicidade

E, enquanto o processo de decomposição permitir, esses zumbis de Joinville (SC) vão se revelando bons camaradas. A formação permanece a mesma, inclusive com o retorno do velho guitarrista Guinea (que, de alguma forma, recuperou os braços), mantendo o forte apelo visual putrefato aliado à temática gore e filmes classe C, tudo amparado por muita pancadaria calcada na velha escola do Heavy Metal extremo e Thrash.

publicidade

Mas este caldeirão de características peculiares é levado tão à sério que o Zombie Cookbook consegue ir muito além do oferecido por uma banda convencional do gênero. Os caras são ordinários a ponto de conquistar várias doses de personalidade, com o vocalista Dr. Stinky acrescentando muito à proposta ao vomitar com um sarcasmo fora do comum os mais variados guturais, agudos infectados e até mesmo linhas mais hardcore.

publicidade

Aproveitando a deixa, "Outside The Grave" traz um encarte no formato pôster e com uma estória que conta a origem dessa zumbizada, muitíssimo bem ilustrada por Charles da Silva. E, considerando tudo, a banda mantém a teimosia pelas velharias e caprichou no áudio, resultado de um trabalho todo analógico do produtor Felipe Lisciel no estúdio Fuzz (Rio de Janeiro).

publicidade

Ainda que tudo esteja sensivelmente mais definido em relação ao padrão oferecido pelo citado "Cine Trash", os cerca de 40 minutos de audição são tão esmagadores que o público que possui profunda afeição por machadadas, purulências, demência, cozimento em fogo brando e outras amenidades do convívio social se sentirão muito a vontade com este novo registro. Confiram, os caras estão mais mortos do que nunca!

publicidade

Contato:
http://www.myspace.com/zombiecookbook
http://soundcloud.com/zombie-cookbook

Formação:
Dr. Stinky - voz
Horace Bones - guitarra
Guinea Pig - guitarra
Hellsoldier - baixo
Dr. Freudstein - bateria

publicidade

Zombie Cookbook – Outside The Grave
(2012 / Apoio da Fundação Cultural de Joinville – nacional)

01. Feasting Humans At Dusk
02. I Sell The dead
03. Midnight Hunger
04. Feast Of The Undead
05. Creep Freak
06. Vodun
07. I Drink Your Blood
08. I Eat Your Skin
09. Boneyard
10. Harvest
11. Fellows In Sadism
12. Grab The Guts
13. Then You Scream

publicidade


Outras resenhas de Outside The Grave - Zombie Cookbook

Zombie Cookbook: primeiro trabalho oficial da banda

Zombie Cookbook: das profundezas do underground nacional

Zombie Cookbook: o único rótulo que cabe é "extremos!"

Zombie Cookbook: Prato cheio para fãs de um bom terror trash




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ozzy Osbourne: O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!Ozzy Osbourne
"O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"

Jimi Hendrix: 12 coisas que talvez você não saiba sobre eleJimi Hendrix
12 coisas que talvez você não saiba sobre ele


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin