Royal Republic: mais perto do reconhecimento que merecem

Resenha - Save The Nation - Royal Republic

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nino Lee
Enviar correções  |  Ver Acessos


O energético quarteto sueco ROYAL REPUBLIC chega finalmente ao seu segundo disco com moral de sobra e cada vez mais perto de conseguirem o reconhecimento que merecem.

Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposRock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...

Se o álbum antecessor "We Are The Royal" já possuía força suficiente para apontar os holofotes sobre a banda, liderada pelo do carismático vocal e guitarrista Adam Grahn e seus parceiros, o recém lançado "Save The Nation" consegue fazer com que os caras tirem de letra a tal da maldição do segundo álbum, ou seja, definitivamente eles vencem no teste, o disco é espetacular.

Depois do primeiro trabalho ter despertado a atenção geral com músicas como "Full Steam Space Machine", "Underwear" e "Tommy Gun", a aceitação positiva do disco no público e mídia européia rendeu aos caras uma tour de quase três anos consecutivos contando apresentações consagradas em grandes festivais como o "Hurricane" e "Lowlands".

Os trabalhos do novo disco foram puxados pelo single "Addictive", um som que mostra nítidamente que a sonoridade requintou-se mais em termos de produção, e certamente o que vem pela frente surpreenderá muito mais pela boa quantidade de hits em potencial que o trabalho guarda como grandes cartas na manga.

Ao ouvir o disco fica difícil escolher qual música é melhor, o trabalho é coeso e inspirado, uma fórmula sonora de alta voltagem, bom humor, (caracteristica marcante dos caras), punch e um alto astral realmente pegajoso sem soar enjoativo como muitas bandas que rolam hoje por ae.

É impossível resistir a sons como "Save The Nation", "You Ain't Nobody","Evebody Wants To Be An Astronaut", "Make Love Not War", "Addictive" e "Vicious"...

Altamente indicado para fans de DANKO JONES, THE HIVES, GLUECIFER, TURBO NEGRO, SWEATMASTER, CRISTAL PISTOLS, SUPAGROUP entre outras bandas que caso você não conheça e tem sua mente aberta para sonoridades calçadas no rock n' roll puro e explosivo deveria sair na caça.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Royal Republic"


Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Rock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...Rock Progressivo
Você sabe que está ouvindo demais quando...


Sobre Nino Lee

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.