Resenha - Silent Revenge - Hibria

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Silent Revenge - Hibria


  | Comentários:

O novo álbum dos gaúchos do Hibria, “Silent Revenge”, é surpreendente e impressiona logo na primeira audição. Após a gravação do excelente “Blind Ride” (2011), que já mostrava uma banda mais pesada e diversificada, eis que eles se superam, mais uma vez, nos apresentando um belo trabalho, que, certamente, já figura como um dos destaques desse prolífico ano de 2013!

Nota: 9

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Imagem
Produzido pelo guitarrista Renato Osório, que está na banda desde 2012, substituindo à época Diego Kasper, e mixado pelo baixista Benhur Lima, que também ficou a cargo da excelente arte gráfica, “Silent Revenge”, certamente, é o disco mais variado e pesado do Hibria. A técnica que todos eles atingiram como músicos impressiona, e o esmero com os mínimos detalhes é algo que deve ser elogiado e mencionado.

O álbum, que já se inicia com a faixa título, que conta com a ótima participação de André Meyer, frontman da banda de Thrash Metal Distraught, que também participa da “Silence Will Make You Suffer”, já impressiona pela agressividade e peso, assim como pelas ótimas linhas vocais! O vocalista Iuri Sanson, aliás, merece menção e elogio, já que apresenta o seu trabalho vocal mais diversificado, como pode ser observado, por exemplo, na excelente “Walking To Death”, na qual adota um estilo vocal quase gutural no início da música, mostrando a versatilidade das composições contidas no álbum.

Todas as faixas merecem uma cuidadosa audição, pois se complementam, tudo se encaixando perfeitamente, com todos os instrumentos em evidência, inclusive o contrabaixo do excelente Benhur Lima, que nos brinda com ótimas e inspiradas linhas! O que o baterista Eduardo Baldo, e os guitarristas Renato Osório e Abel Camargo fazem é algo no mínimo soberbo, também!

A parte lírica, que é inspirada livremente no filme argentino “O Segredo Dos Seus Olhos”, de 2009, também merece muita atenção, já que é muito inteligente e suscitará muitas reflexões e discussões para quem se interessar por elas.

Em “Silent Revenge”, a banda atingiu um nível técnico altíssimo, porém tudo isso foi utilizado em prol da criatividade e da versatilidade. A junção de músicos experientes e que não se mantêm na “zona de conforto”, não poderia trazer resultados diferentes. Para quem acompanha de perto o trabalho deles, nota-se uma pequena mudança de direcionamento musical e lírico desde o álbum anterior, o já mencionado “Blind Ride”, de 2011, que já apresentava uma banda mais pesada e versátil.

Totalizando quatro excelentes trabalhos de estúdio, o Hibria, certamente, merece maior reconhecimento e atenção por parte do público brasileiro, já que em outros países e, principalmente, em terras nipônicas, isso já ocorre!

Caso ainda não tenha dado a devida atenção ao trabalho desses grandes músicos, dedique um pouco do seu tempo para ouvir esse belo trabalho! Tudo aqui foi feito com muito carinho e dedicação, com muito amor à música pesada! Todas as músicas possuem muito peso, agressividade, belas melodias, e muita criatividade! Vida longa ao Hibria, e que eles continuem nos brindando com ótimos álbuns, e nos surpreendendo, sempre!

Faixas:

1 – Silent Revenge
2 – Lonely Fight
3 – Deadly Vengeance
4 – Walking To Death
5 – Silence Will Make You Suffer
6 – Shall I Keep On Burning?
7 – The Place That You Belong
8 – The Scream Of An Angel
9 – The Way It Is

Formação da banda:

Iuri Sanson – Vocalista
Abel Camargo – Guitarrista
Renato Osório – Guitarrista
Benhur Lima – Baixista
Eduardo Baldo – Baterista

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Outras resenhas de Silent Revenge - Hibria

Hibria: em um patamar onde não deve nada pra ninguém
Hibria: o ápice da carreira do quinteto gaúcho
Hibria: mais direto, menos complexo, ainda mais pesado e intenso


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs
Todas as matérias sobre "Hibria"

Crucified Barbara no Brasil: 1º lote de ingressos esgotados
Hibria: Sedentos para tocar em todo o Brasil
Hibria na Young Guitar: virtuosismo, peso e paixão
Hibria: Atração confirmada do Abril Pro Rock 2014
Hibria: Entre os melhores do ano na revista japonesa Burrn!
Hibria: shows ao lado do Crucified Barbara e Kiara Rocks
Hibria: entreviste os músicos da banda via facebook
Grimriot: Renato Osorio e Tiago Masseti comentam participação
Hibria: Agradecendo pelos resultados de melhores do ano
Hibria: Eduardo Baldo em "Drum Cam" tocando "Silent Revenge"
Heavy Metal: Warner exibe documentário sobre a cena no Brasil
Grimriot: ouça música com integrantes do Hibria e Daydream XI
Grimriot: guitarrista do Hibria participando de nova música
Hibria & Ibanez: comemorando parceria de longa data
Rock e Metal: as vozes da nova geração

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Felipe Cipriani Ávila

Headbanger convicto e fanático, colecionador compulsivo de discos, não vive, de modo algum, sem música. Estudante de Jornalismo e Letras. Procura, sempre, se aprofundar no melhor gênero de música do mundo, o Heavy Metal, assim como no Rock’n’Roll, de um modo geral, passando pelo clássico, pelo progressivo, pelo Hard setentista e oitentista, e não se esquecendo do Blues. Play It Loud!

Mais matérias de Felipe Cipriani Ávila no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas