Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba


Stamp

Villa Lobos, Bonfá e Gessinger: Um encontro histórico em terras catarinenses

Resenha - Villa Lobos, Bonfá e Gessinger (Arena Petry, São José, 31/01/2020)

Por Luis Fernando Ribeiro
Em 10/02/20

A última noite do extenso mês de Janeiro foi marcada por um encontro histórico em terras catarinenses. DADO VILLA LOBOS e MARCELO BONFÁ, remanescentes da formação clássica da LEGIÃO URBANA e HUMBERTO GESSINGER, fundador dos ENGENHEIROS DO HAWAII atualmente em carreira solo, uniram-se para uma verdadeira celebração ao rock nacional.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O local escolhido para este encontro de gigantes não poderia ter sido mais apropriado. A Arena Petry, localizada em São José-SC, atualmente passa por um processo onde virá a se tornar o Hard Rock Live, única arena de shows do Hard Rock Café fora dos Estados Unidos. A expectativa por essa mudança e pelos shows que ela pode nos trazer podia ser notada em cada roda de conversa. O ambiente com capacidade para 17 mil pessoas estava cheio em todos os setores - das mesas a pista, do mezanino aos camarotes - com pessoas de todas as idades, indo de jovens com bandanas da LEGIÃO URBANA a senhores grisalhos com camisas dos ENGENHEIROS DO HAWAII.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O primeiro show da noite ficou por conta da LEGIÃO URBANA que, mesmo sem seu mais célebre integrante, fez a galera levantar das mesas já na primeira canção e não sentar mais até o final do show. Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá, acompanhados dos vocais de André Frateschi, guitarras e violão de Lucas Vasconcellos, teclados de Roberto Pollo e o baixo de Mauro Berma, desfilaram clássicos e destilaram carisma sobre o público emocionado que cantava cada canção a plenos pulmões.

O repertório teve desde hinos absolutos do Rock Nacional como "Faroeste Caboclo", "Tempo Perdido", "Há Tempos" e "Eduardo e Mônica", até músicas menos conhecidas e pouco executadas ao vivo pela banda dos discos "Dois" e "Que país é esse?", que dão nome a turnê. A escolha do vocalista com a missão de substituir Renato Russo também se mostrou acertada. André Frateschi é performático e tem o mesmo alcance vocal de Renato, sem entretanto, tentar imitá-lo.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Ao final do show, encerrado literalmente com "Perfeição", os coros pedindo por mais canções e pessoas emocionadas podiam ser vistos e ouvidos por todos os lados, nos dando a certeza de que o legado de Renato Russo e sua legião urbana permanece vivo.

No intervalo entre uma apresentação e outra, um cerimonial marcando a transição da Arena Petry para o Hard Rock Live ocorreu com a participação de representantes de ambos os lados e das duas bandas, entregando instrumentos clássicos para a formação de uma espécie de memorial da casa e aumentando a expectativa dos presentes por esse processo de migração e pelas novidades que ele trará para nosso estado e mesmo para o país, uma vez que já passaram por ali grandes nomes da música nacional e internacional, como mais recentemente o show dos alemães do SCORPIONS e do HELLOWEEN.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Já era madrugada quando Humberto Gessinger, Rafa Bisogno e Felipe Rotta entraram no palco levando novamente o público ao delírio com um medley das clássicas "Infinita Highway" e "Até o Fim". A apresentação alternou entre momentos clássicos dos Engenheiros e da já consolidada carreira solo do músico, com músicas novas e menos conhecidas de seu disco mais recente "Não Vejo A Hora". A experiência e o carisma do vocalista faziam-no ter o público na palma da mão e a capacidade técnica e criativa dos três músicos encantava a todos a cada novo instrumento que aparecia no palco.

O desfile de clássicos foi encerrado em um bis pra ninguém botar defeito com "Armas químicas e poemas", "Somos quem podemos ser" e "Toda forma de poder", fazendo com que todos os que aguentaram até o final da noite saíssem da casa com um sorriso no rosto e a esperança renovada de que o Hard Rock Live coloque a grande Florianópolis definitivamente na rota dos grandes shows nacionais e internacionais.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Luis Fernando Ribeiro

Apaixonado por música, cinema, escrita, literatura e pela zoeira infinita. Inserido no mundo da música pesada em 2004 com Destruction, Metallica e Blind Guardian, quando ainda se compartilhava música através de fitas K7.

Mais matérias de Luis Fernando Ribeiro.