Coheed and Cambria: antecedendo o Motörhead no Rock in Rio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Gisela Cardoso, Fonte: Wildchild
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 29/09/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Formada em 1995, em Nova York, a banda Coheed and Cambria se apresentou pela primeira vez no Brasil no domingo, dia 25, no festival do Rock in Rio, antecedendo a lendária banda inglesa Motörhead, o que fez o público poupar as energias para essa próxima atração.

440 acessosBob's no Rock in Rio: Supla em campanha e no canal de Felipe Neto5000 acessosRobert Plant: "quase saí do Led quando meu filho morreu"

Coheed and Cambria foi uma das pioneiras bandas a confirmar presença no festival, sendo a segunda a se apresentar no Palco Mundo, sucedendo a banda brasileira Glória, porém percebeu-se que o grupo era ainda novidade para o público.

Assim que o grupo subiu ao palco às 20h, abrindo a sua apresentação com a "No World For Tomorrow", comentários sobre a cabeleira do vocalista Claudio Sanchez foi o que não faltaram, um indício de que a banda ainda não era muito conhecida pelo público presente. Mesmo sendo uma das bandas pioneiras a confirmar presença na quarta edição do Rock in Rio no Brasil, parte do público ainda não conhecia o trabalho do grupo, outra parte do público passou a conhecer assim que anunciaram a presença da banda no festival, mas, pelo visto, não simpatizou muito.

"Motörhead! Motörhead! Motörhead!" - foi o que pôde se ouvir durante a apresentação do Coheed and Cambria. Além de desconhecida, a plateia estava ansiosa para a vez do lendário Motörhead que se apresentou em seguida. Foi percebido o tédio e ansiedade, mas o público se despertou assim que o lendário riff da "The Trooper", música da banda inglesa Iron Maiden, começou a ser tocado. Finalmente pôde se ouvir as vozes do público acompanhando a banda, mas assim que terminada a "The Trooper", o grupo voltou com as suas longas e conceituais canções.

Com a cabeleira encobrindo o rosto, o vocalista Claudio Sanchez alternava seus vocais entre o limpo e o gritado, enquanto sua banda ia do rock progressivo e post-hardcore ao hard rock com riffs melódicos. Mas, apesar da presença do público aguardar pela vez do Motörhead e por outras maiores atrações que vieram em seguida, o Coheed and Cambria realizou em geral uma boa apresentação de estreia no Brasil, possibilitanto assim, o maior reconhecimento de seu trabalho pelo país após se apresentar ao público brasileiro no maior festival de música do Brasil.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Rock in RioRock in Rio
Mulher recebe pulseira e coloca no braço três meses antes

440 acessosBob's no Rock in Rio: Supla em campanha e no canal de Felipe Neto339 acessosLoja de Discos do Cassio: Aerosmith no Rock in Rio0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rock In Rio"

SergueiSerguei
Axl Rose quis conhecê-lo no Rock In Rio 3

MetallicaMetallica
Como é ver o show de cima do palco?

MetallicaMetallica
Pela oitava vez no Rock In Rio, será que um dia cansa?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Rock In Rio"0 acessosTodas as matérias sobre "Coheed And Cambria"

Robert PlantRobert Plant
"Quase saí do Led quando meu filho morreu!"

MetromixMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Guitar WorldGuitar World
Os 50 guitarristas mais rápidos de todos os tempos

5000 acessosSupernatural: ouça 10 músicas que marcaram a série5000 acessosGuitarras: as 15 músicas mais complicadas para tocar5000 acessosRestart: Trecho de "Enter Sandman" do Metallica no VMB 20105000 acessosImmortal: A selfie do Oscar em uma versão muito mais true5000 acessosMarty Friedman: 10 álbuns que mudaram a vida do guitarrista5000 acessosFuturologia: como estariam Cobain, Hendrix, Joplin e Morrisson?

Sobre Gisela Cardoso

Headbanger, Jornalista, Crítica de Metal, vocalista, instrumentista, anarco-comunista, vegetariana, apaixonada por Mitologia Nórdica e adoradora do Deus Metal. A música me move e as palavras constroem! @GisaGrind.

Mais matérias de Gisela Cardoso no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online