Matérias Mais Lidas


Demorei muitos anos para sacar a genialidade de Jimi Hendrix, diz Rafael Bittencourt

Por Bruce William
Postado em 28 de abril de 2022

Na edição #021 do Pré-Amplifica, Rafael Bittencourt, que estava conversando com o pianista Lord Vinheteiro, revelou que a princípio não gostava de Jimi Hendrix, e que levou muitos anos para ele entender por qual motivo o norte-americano virou uma lenda na guitarra.

Angra - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Esses instrumentos elétricos são muito sensíveis, a guitarra é muito barulhenta. Então qualquer coisinha que você faz no dedo altera esse som", conta Rafael. "O que vai diferenciar os guitarristas é a nota que o cara toca. O próprio martelo do piano, o cara vai dar expressividade nele mas de dinâmica. Já no caso da guitarra, você arrasta um pouquinho o dedo pra cá e a nota desafina; aperta um pouquinho o traste, ela também desafina, tem muito guitarrista que toca bem mas toca desafinado porque aperta um pouco mais ali e o cara não tem ouvido, nem percebe".

"E se não palhetar na hora certa também, falha a nota", intervém o Vinheteiro. "Exato", confirma Rafael. "Então o lance da guitarra é essa expressão. Por exemplo: eu demorei muitos anos pra sacar a genialidade do Jimi Hendrix. Quando eu era moleque não gostava de Jimi Hendrix. Já gostava de guitarra, gostava de Van Halen, gostava de Iron Maiden, mas não gostava de Hendrix. Aos poucos, conforme eu fui entendendo o instrumento, fui me aprimorando..."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Neste ponto Vinheteiro pergunta de que ano é Jimi Hendrix, e Rafael diz "final dos anos sessenta. Ele morreu em 1971 ou 1970, não lembro agora" (Nota: foi em 1970). "Chuck Berry já tinha aquela coisa de pa-pa-pa, ele dançava com a guitarra, a extravagância na guitarra começa com Chuck Berry. Jimi Hendrix chegou uns 10-15 anos depois, olhando agora nem é tanto tempo assim, mas ele já chegou com muita expressividade, o jeito de tocar, você vai tocar Jimi Hendrix, ninguém consegue tocar igual, cada um toca de um jeito por conta dessa sutileza de interpretação mesmo que tem, a guitarra é muito barulhenta, muito cheia de ruídos e muito cheia de expressões".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um pouco mais adiante, Rafael retoma o raciocínio: "O Jimi Hendrix sacou uma coisa, a guitarra gera muita microfonia, realimentação. Então você está tocando na frente da caixa, começa a realimentar com o captador, começa a dar aquele barulho, só que dependendo da posição ou da distância que você está aquilo te ajuda justamente na sustentação dessa nota. Então ele foi um dos caras que começou a perceber que este barulho, estes ruídos todos, você está dominando o ruído. Dominar esses ruídos, esse barulho, essa é a brincadeira do Rock, do Heavy Metal", conclui.

Este trecho está no vídeo abaixo, a partir de 1 hora e 27 minutos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Bruce William

Quando Socram chegou no Whiplash.net era tudo mato, JPA lhe entregou uma foice e disse "go ahead!". Usou vários nomes, chegou a hora do "verdadeiro". Nunca teve pretensão de se dizer jornalista, no máximo historiador do rock, já que é formado na área. Continua apaixonado por uma Fuchsbau, que fica mais linda a cada dia que passa ♥. Na foto com a Melody, que já virou estrelinha...
Mais matérias de Bruce William.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS