RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Como um cover levou Ritchie Blackmore a sair do Deep Purple e formar o Rainbow

Por André Garcia
Postado em 12 de abril de 2022

O Deep Purple não era de seguir uma mesma direção por muito tempo. Fundado em 1968 pelo guitarrista Ritchie Blackmore, começou com um som mais psicodélico, mas sem uma proposta definida. O que mudou com a chegada de Ian Gillan e Roger Glover, com quem a banda se tornou mundialmente conhecida como um dos maiores percussores do heavy metal, com clássicos como "In Rock" (1970) e "Machine Head" (1972).

Deep Purple - Mais Novidades

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1973, Ian e Roger deram lugar a David Coverdale e Glenn Hughes, com quem a banda se reinventou sem perder a qualidade lançando "Burn" (1974). E, quando parecia que as coisas estavam no caminho certo, "Stormbringer" (1974) trouxe mais mudança.

Mudança essa que aconteceu, conforme publicado pela Ultimate Classic Rock, mais especificamente em 7 de abril de 1975 — o dia em que Ritchie Blackmore pegou a todos de surpresa (inclusive seus companheiros) ao deixar o Deep Purple.

A máquina de moer músicos

Para entender a saída do fundador da banda, é preciso entender que ela desde o começo da década emendava gravações e turnês. Rotina aquela que, com o grande sucesso atingido a partir de "Machine Head", se tornou massacrante. Tanto que o principal motivo da saída de Ian Gillan e Roger Glover havia sido justamente a exaustão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1975, os integrantes estavam acabados de tanto compor, gravar e viajar, o que também desgastou ainda mais a relação entre eles. Além da convivência forçada noite e dia, as tensões eram agravadas por doses cada vez maiores de drogas e vaidade. Blackmore, além de farto desses conflitos internos, estava ainda artisticamente frustrado e musicalmente insatisfeito com o Deep Purple.

Em "Stormbringer" Coverdale e Hughes acrescentaram suas influências pessoais, como soul music e funk, à sonoridade da banda, o que desagradou ao guitarrista, mais purista. Para piorar, durante as gravações ele quis gravar "Black Sheep of the Family", do Quatermass, mas a banda se recusou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se sentindo sem espaço em sua própria banda, ele chegou à conclusão de que precisava de novos ares. Assim, aproveitando uma pausa na turnê americana, Ritchie Blackmore gravou "Black Sheep of the Family" com Ronnie James Dio e sua banda, o Elf. No estúdio a química fluiu tão bem que eles decidiram gravar outra e outra… até terem aquilo que seria o disco de estreia do Rainbow.

Quando a massacrante rotina do Deep Purple foi retomada, já era claro para o guitarrista que não era ali que ele queria estar. Assim, após o fatídico show do dia 7 de abril em Paris, Blackmore chegou ao limite com aquela situação e finalmente deixou a banda. Pouco depois foi anunciada oficialmente a formação do Rainbow, bem como o lançamento de seu debut, que parecia ter saído do nada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Deep Purple seguiu em frente com Tommy Bolin como novo guitarrista, e com ele chegou a lançar "Come and Taste the Band", se separando pouco depois. Com o Rainbow, Ritchie Blackmore seguiu até 1984, quando reuniu o Deep Purple com a clássica formação de "Machine Head", que produziu "Perfect Strangers" (1984).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS