Brutallian: Melodias alegres? Não, aqui tem o puro Heavy Metal...

Resenha - Blow on the Eye - Brutallian

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vicente Reckziegel
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Você não recebe um CD de uma banda chamada Brutallian cujo disco leva o nome de 'Blow on the Eye' e espera por melodias alegres e letras que exaltam o amor entre os seres humanos. O que temos aqui é o mais puro Heavy Metal tradicional, uma homenagem as saudosas bandas da década de 80, mas com um pé em 2015.

Brutallian: vocalista em entrevista ao programa Rock in PautaTom Araya: "Não sou ateu; acredito em Deus!"

A Intro 'A Prelude to Agression' (que nada mais é que um dialogo) é a brecha para a faixa-titulo, uma porrada que serve para mostrar toda a força do som do Brutallian, outra daquelas músicas perfeitas para a abertura de um show, destaque para o espetacular trabalho de Pablo Barros nessa faixa, digno de fazer Rob Halford sentir orgulho. 'Black Karma' virou o vídeo do álbum, e mostra ser uma boa escolha da banda, pois a música possui um refrão daqueles que o público canta junto, mais um destaque do disco. Mas a casa cai abaixo com 'Primal Sigh', cujos riffs e cozinha mostram um poderio incrível, sendo a mais pesada de 'Blow on the Eye'.

O ritmo cai um pouco com a calma e curta 'Psycho Excuse' que não casou bem com a voz de Pablo, uma demonstração que não se pode acertar sempre, mas tudo volta ao normal com a curta, mas boa 'You Can't Deny Hate'. Outra das minhas favoritas aqui é 'Hell is Coming With Me', cujo riff sai um pouco do estilo apresentado, parecendo algo surgido de Zakk Wilde na época do 'No Rest for the Wicked' e 'No More Tears', e ficou muito legal. 'I, the Scoundrel', com seu refrão marcante também agrada, e tudo termina com a igualmente poderosa 'Pain Masterpiece'.

'Blow on the Eye' marca o nome do Brutallian como um dos principais representantes do Metal no Norte/Nordeste, e mostra a força que tal cenário ganha a cada dia no Brasil. Recomendado a todos adoradores do bom e velho Metal tradicional.

Formação:
Pablo Barros - Vocal
Rhodes Johnson -Guitarra
Fabio Matta - Baixo
Rayan Oliveira - Bateria

9 faixas - 40:25

Tracklist:
1. A Prelude to Agression
2. Blow on the Eye
3. Black Karma
4. Primal Sigh
5. Psycho Excuse
6. You Can t Deny Hate
7. Hell Is Coming with Me
8. I, the Scoundrel
9. Pain Masterpiece


Outras resenhas de Blow on the Eye - Brutallian

nullnullnullnullnull




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Brutallian"


Brutallian: vocalista em entrevista ao programa Rock in Pauta

Tom Araya: Não sou ateu; acredito em Deus!Tom Araya
"Não sou ateu; acredito em Deus!"

Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Alguns dos maiores mitos do Rock n' RollAlguns dos maiores mitos do Rock n' Roll
Alguns dos maiores mitos do Rock n' Roll

Krisiun: banda lista os 5 picos mais demoníacos do BrasilMike Terrana: "Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"Dave Mustaine: o que ele acha da declaração de Kirk Hammett sobre sua saída?James Hetfield: os dez mandamentos para o sucesso

Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

adGooILQ