Matérias Mais Lidas

O recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilosO recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilos

A banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício BrancoA banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício Branco

A categórica opinião de Kiko Loureiro sobre SlashA categórica opinião de Kiko Loureiro sobre Slash

Pitty tuíta que moda agora é ser roqueiro e apaga após Anitta e fãs reagiremPitty tuíta que "moda agora é ser roqueiro" e apaga após Anitta e fãs reagirem

Guns N' Roses: DJ Ashba critica Buckethead e seu balde de frango na cabeçaGuns N' Roses: DJ Ashba critica Buckethead e "seu balde de frango na cabeça"

Steve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; Parecia um macarrãoSteve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; "Parecia um macarrão"

Roger Moreira explica por que é um dos únicos artistas que ainda defende BolsonaroRoger Moreira explica por que é "um dos únicos artistas" que ainda defende Bolsonaro

Beatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NMEBeatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NME

A dura opinião de Corey Taylor sobre programas como American Idol e The X FactorA dura opinião de Corey Taylor sobre programas como American Idol e The X Factor

Cannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metalCannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metal

Arch Enemy anuncia novo álbum, Deceivers; confira os dois primeiros clipesArch Enemy anuncia novo álbum, "Deceivers"; confira os dois primeiros clipes

Ghost: música do próximo álbum fala sobre lendário serial killer que nunca foi capturadoGhost: música do próximo álbum fala sobre lendário serial killer que nunca foi capturado

Titãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de TitanomaquiaTitãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de "Titanomaquia"

Filho do John Lennon fará leilão de NFTs dos Beatles; você ganha, mas não recebe o itemFilho do John Lennon fará leilão de NFTs dos Beatles; você ganha, mas não recebe o item

Como competição com Legião Urbana mudou estilo de composição de Cazuza?Como competição com Legião Urbana mudou estilo de composição de Cazuza?


Deep Purple: um bom disco, mas um tanto preguiçoso

Resenha - Now What?! - Deep Purple

Por Thiago El Cid Cardim
Em 03/06/13

Um grande amigo, e leitor habitual das minhas resenhas, brincou recentemente comigo: "Se para você o título do disco novo do Bon Jovi [What About Now] serviria também como um questionamento a respeito de seu próprio futuro, talvez o mesmo possa ser dito de ‘Now What?!’, o novo do Deep Purple, certo?". Se formos fazer uma graça com a tradução literal, claro. Mas acho que a veterana banda inglesa definiu os seus próprios rumos futuros muito antes – para ser honesto, em 2003, quando entraram no novo milênio com o divertido "Bananas", depois de cinco anos sem gravar nada inédito. Este "Now What?!", primeiro disco de estúdio do quinteto em sete anos, tem o mesmo espírito de "Bananas" e de seu antecessor direto, "Rapture of the Deep" (2005). Sem qualquer dúvida, é um disco do Deep Purple – mas, leia-se bem, deste Deep Purple dos anos 2000. Uma banda do mais alto quilate, fato, mas que não se vê mais na necessidade de provar nada para ninguém, que está disposta apenas a se divertir e que joga o jogo já garantido, sem ousar, preservando as canelas para a próxima partida. Se você apertar o play com isso em mente, tenho certeza que pode até se divertir.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Não se engane, portanto, achando que estamos diante de um Deep Purple sequer próximo de joias raras como "In Rock" (1970), "Machine Head" (1972) ou mesmo "Burn" e "Stormbringer", de uma certa formação diferente e igualmente brilhante. E, aliás, sou um daqueles opositores ferrenhos da teoria de que as bandas devam passar a vida correndo atrás dos próprios rabos, tentando reconstruir seus clássicos para satisfazer a fúria dos fãs. Não quero o Metallica tentando gravar um novo "Master of Puppets" e nem o Iron Maiden insistentemente em busca de um novo "Powerslave". Desta forma, obviamente, quero mais é que o Purple tenha liberdade criativa o suficiente para não ser o tempo todo cobrado a gravar um "Machine Head – Part II". Ninguém é genial o tempo todo. Mas, como fã, entendo bem que é difícil aceitar que um dos três pilares que ajudaram a forjar o heavy metal (ao lado de Black Sabbath e Led Zeppelin) não se exija mais, não ouse, não tente algo com um pouco mais daquele brilho especial e único com os qual seus integrantes outrora nos brindaram. O resultado de "Now What?!" é um disco que dá para chamar de preguiçoso, por mais que a palavra seja dolorosa.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

"Uncommon Man" é uma peça soberba, longa, de ares épicos, com diversos solos e que poderia até indicar, caso ouvida fora de contexto, que estamos diante de um disco diferenciado. Não é o caso. A faixa é uma exceção, caminhando entre flertes simpáticos com o blues ("Body Line", "All The Time in The World"), refrãos para ouvir numa moto em alta velocidade ("Hell to Pay") e até uma sutil levada sombria ("Vincent Price", outro ponto alto do disco). Tudo com qualidade, não dá para dizer o contrário. Mas nada que dê para chamar de incrível. Nada, mas nada mesmo, capaz de derrubar o seu queixo. Longe disso.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

É importante ainda fazer duas ressalvas, que ficam bastante nítidas. A primeira delas é que a voz dourada de Ian Gillan já demonstra sinais claríssimos de cansaço. Assim como seus companheiros de grupo, ele evita se arriscar e, embora demonstre estilo e aquela característica elegante limpeza de timbre, dá para perceber que aqueles agudos surpreendentes são coisa do passado. Outra coisa que chama bastante a atenção é a performance apagada do guitarrista Steve Morse. Não, nunca fui daquelas viúvas de Ritchie Blackmore, que passaram (e, honestamente, AINDA passam) a vida reclamando do Purple depois da saída do guitarrista. Sempre achei Morse um excelente músico, estiloso, com groove, mas, em "Now What?!", ele não entrega um único riff memorável. Acomodado, faz o que qualquer outro guitarrista mediano faria – a ponto de ter sua performance eclipsada pelas camadas de teclados entregues por Don Airey. Aliás, dá até para dizer que Eirey é um dos grandes destaques da bolacha. Para "Uncommon Man", uma das faixas dedicadas ao falecido Jon Lord, que no passado ocupou sua posição, ele compôs uma espécie de fanfarra, via sintetizador, inspirada em "Fanfare for the Common Man", uma espécie de medalhão da música clássica norte-americana no século 20.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Now What?!" é um bom disco. Não é sensacional, não é genial, não é grandioso. Não compromete a respeitável discografia do Deep Purple mas também não consegue colocar nenhuma de suas faixas no Olimpo dos clássicos absolutos. Vivam com isso. Porque a banda parece estar bastante confortável neste papel e pouco disposta a mudá-lo.

Tracklist:
A Simple Song
Weirdistan
Out of Hand
Hell to Pay
Bodyline
Above and Beyond
Blood from a Stone
Uncommon Man
Après Vous
All the Time in the World
Vincent Price

Line-Up:
Ian Gillan – Vocal
Steve Morse – Guitarra
Roger Glover – Baixo
Ian Paice – Bateria
Don Airey – Teclado


Outras resenhas de Now What?! - Deep Purple

Deep Purple: eles ainda têm muito para fazer pela música

Deep Purple: impecável e digno de imitação nos dias atuais

Deep Purple: Steve Morse e Don Airey se destacam em "Now What?!"

Deep Purple: banda volta aos holofotes com um novo disco

Deep Purple: Não seja idiota de comparar Now What!? aos clássicosDeep Purple
Não seja idiota de comparar Now What!? aos clássicos

Deep Purple: um álbum sólido com excelentes pormenores técnicosDeep Purple
Um álbum sólido com excelentes pormenores técnicos

Deep Purple: canções lentas, solos e riffs perdidosDeep Purple
Canções lentas, solos e riffs perdidos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Cinquentões: 15 álbuns de rock e heavy metal que completarão meio século em 2022Cinquentões: 15 álbuns de rock e heavy metal que completarão meio século em 2022

Bruce Dickinson revela quem foram os seus heróis na infânciaBruce Dickinson revela quem foram os seus heróis na infância

Roger Glover fala sobre lockdown e diz que seria caótico se cada um seguisse suas regrasRoger Glover fala sobre lockdown e diz que seria caótico se cada um seguisse suas regras

Lockdown do COVID foi como ensaio para aposentadoria, diz baixista do Deep PurpleLockdown do COVID foi como "ensaio para aposentadoria", diz baixista do Deep Purple

Ian Gillan comia biscoitos para cães no início da carreira, por falta de dinheiroIan Gillan comia biscoitos para cães no início da carreira, por falta de dinheiro

Rob Halford afirma que Deep Purple não é uma banda de heavy metalRob Halford afirma que Deep Purple não é uma banda de heavy metal

20 álbuns de rock e heavy metal para acertar a mão no presente de amigo oculto20 álbuns de rock e heavy metal para acertar a mão no presente de "amigo oculto"

Glenn Hughes elege faixa lado b como sua música preferida gravada com o Deep PurpleGlenn Hughes elege faixa "lado b" como sua música preferida gravada com o Deep Purple

David Coverdale: Toda sua discografia ranqueada, pela Classic RockDavid Coverdale: Toda sua discografia ranqueada, pela Classic Rock

Ian Gillan diz qual foi o primeiro disco que comprou em sua vidaIan Gillan diz qual foi o primeiro disco que comprou em sua vida

Deep Purple: novo disco, "Turning To Crime", é lançado no Brasil em versão física

Deep Purple: Ian Gillan diz que o Brasil é um dos seus lares espirituaisDeep Purple: Ian Gillan diz que o Brasil é um dos seus "lares espirituais"

Black Sabbath: Tony Iommi afirma que gostaria de remixar o álbum Born AgainBlack Sabbath: Tony Iommi afirma que gostaria de remixar o álbum "Born Again"

Deep Purple: em 2004, Steve Morse gravou covers de Ozzy e arrumou dor de cabeçaDeep Purple: em 2004, Steve Morse gravou covers de Ozzy e arrumou dor de cabeça

Ian Gillan: Dio e Klaus Meine, dois baixinhos junto com o giganteIan Gillan: Dio e Klaus Meine, dois baixinhos junto com o gigante


Separados no nascimento: Ian Gillan e Serginho GroismanSeparados no nascimento: Ian Gillan e Serginho Groisman

Rain List: Músicas para um dia de chuvaRain List: Músicas para um dia de chuva

Ritchie Blackmore: era estressado, cínico e fazia o que queria, afirma GloverRitchie Blackmore: "era estressado, cínico e fazia o que queria", afirma Glover


Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista


Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim.