Baranga: "Roqueiro brasileiro tem cara de bandido?"

Resenha - Meu Mal - Baranga

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar Correções  

8


Sabe aquela máxima "Roqueiro brasileiro tem cara de bandido"? Pois é nesse tal de Rock ‘N Roll que a banda paulistana Baranga dita suas regras com seu terceiro disco Meu Mal.

Rockstars: as filhas mais lindas dos astros do rockHetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica

Xande (cantor, guitarra e slide), Deca (guitarra), Soneca (Baixo Elétrico e coros) e Paulão (Batera, Pratos e coros) não precisam de sobrenomes para serem conhecidos, apesar do baterista ter um currículo de causar inveja (Centúrias, Harppia, Firebox, Cheap Tequila). Mas é com essa banda que eles provam que Rock ‘N Roll é a base de suas vidas.

Depois do bem-sucedido Whiskey do Diabo (2005), lançaram Meu Mal botando tudo para quebrar. Paulão pedala com Filho Bastardo, numa velocidade impressionante. Não à toa que essa faixa foi escolhida para ser o seu clipe de trabalho. Todo esse disco tem tudo o que precisam saber sobre carros, mulheres, bebedeira e sacanagem à vista.

Apesar das faixas Garota Rocker, Frango Farofa e Cachaça, Na Contra-Mão e a faixa-título chamarem a atenção, é com Fuego Del Infierno que se destaca. Para quem não sabe nada de espanhol, és fuego del infierno que no me hace mal.

Rocker de verdade tem que ter Meu Mal na sua coleção, junto com os bolachões do AC/DC e Motörhead. Só uma dica para finalizar: não ouça esse disco enquanto estiver dirigindo. Com essa lei seca rondando por aí, o risco é ter seu carro confiscado.

Confiram o vídeo de Filho Bastardo:

Formação:

Xande – cantor, guitarra e slide
Deca – guitarra
Soneca – Baixo Elétrico e coros
Paulão – Batera, Pratos e coros

Tracklist:

1-Filho Bastardo
2-Meu Mal
3-Frango, Farofa e Cachaça
4-A Noite Inteira
5-Fuego Del Infierno
6-Garota Rocker
7-Não Mora Mais Aqui
8-Na Contra-Mão
9-Predador
10-A Vida é Uma Só


Outras resenhas de Meu Mal - Baranga

Resenha - Meu Mal - BarangaResenha - Meu Mal - Baranga



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal SP: documentário sobre Heavy Metal em São PauloMetal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo


Rockstars: as filhas mais lindas dos astros do rockRockstars
As filhas mais lindas dos astros do rock

Hetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no MetallicaHetfield
Egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica


Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don't Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin