Baranga: rock sujo e malvado, com letras bagaceiras

Resenha - Meu Mal - Baranga

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector´s Room
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Rock and roll sujo e malvado, com letras bagaceiras, repletas de histórias de sexo e bebedeiras. Essa frase resume bem o que é o Baranga, ótima banda paulista que chega a seu terceiro disco, "Meu Mal", lançado originalmente em 2007 mas enviado somente agora para review (então, desculpem o atraso ...).
127 acessosBaranga: confirmado para abrir show do Airbourne em São Paulo5000 acessosThe Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Musicalmente, as influências do quarteto formado por Xande (vocal, guitarra e slide), Deca (guitarra), Soneca (baixo) e o veterano Paulão (bateria, ex-Centúrias, Harppia e outros) seguem a risca a tradição de grupos como Motorhead e AC/DC, além de brazucas como os pioneiros do Made in Brazil, com riffs contagiantes, tocados com uma energia bruta, que não aceita meio termo.

O álbum já abre com o pé no fundo, com Paulão introduzindo "Filho Bastardo" com uma levada que é puro Cozy Powell. A grudenta "Meu Mal", faixa que dá nome ao disco, vem na sequência e traz uma linha vocal empolgante, daquelas que, quando você percebe, está cantando junto. Ótima pedida para ser trabalhada como faixa de trabalho. "Frango, Farofa e Cachaça" tem uma letra hilária, contando a saga de um qualquer que tropeçou em um despacho em uma encruzilhada. Uma das melhores composições de toda a carreira do grupo, fácil, fácil.

O hard rock pesadíssimo de sempre ganha temperos blues em "A Noite Inteira", um acento rockabilly em "Fuego del Infierno" (toda cantada em espanhol, muchacho!) e bebe na fonte sempre fértil de Chuck Berry e de todo o rock da década de cinquenta em músicas como "Garota Rocker" e "Predador".

A ótima produção de Heros Trench acentuou ainda mais o peso do grupo, deixando o som ainda mais cheio, fazendo os alto-falantes vibrarem sem parar. Completando, a capa, concebida por Juan Guzman, traduz bem a essência do Baranga e o que o ouvinte encontrará nas dez faixas do disco.

"Meu Mal" traz um hard rock com muito peso, que irá fazer sucesso nas festas com os amigos, tomando uma bebida, falando da mulherada e saindo sem rumo por aí.

Recomendadíssimo.

Faixas:
1. Filho Bastardo - 2:31
2. Meu Mal - 3:44
3. Frango, Farofa e Cachaça - 4:18
4. A Noite Inteira - 4:27
5. Fuego del Infierno - 3:45
6. Garota Rocker - 3:13
7. Não Mora Mais Aqui - 3:38
8. Na Contra-Mão - 4:15
9. Predador - 3:36
10. A Vida é Uma Só - 3:48

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Meu Mal - Baranga

2267 acessosBaranga: "Roqueiro brasileiro tem cara de bandido?"745 acessosBaranga: tudo o que faz parte do folclore rock

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

127 acessosBaranga: confirmado para abrir show do Airbourne em São Paulo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Baranga"

Metal SPMetal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Baranga"

The SimpsonsThe Simpsons
10 melhores aparições de roqueiros

The OsbournesThe Osbournes
Sharon conta como Ozzy tentou assassiná-la

Em 21/08/1989Em 21/08/1989
Morre Raul Seixas, que seria encontrado morto no dia seguinte

5000 acessosGuns N' Roses: Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl Rose5000 acessosOzzy Osbourne: No Rock In Rio, má impressão sobre o Brasil5000 acessosSlipknot: banda trolla repórter da Multishow antes de show no RIR5000 acessosMarco Malagolli: Um dos maiores conhecedores da obra dos Beatles5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19895000 acessosVan Halen: Hagar detona o vocal de Roth em novos comentários

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online