Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagem"Babá de Artista" do Rock in Rio diz que Iron Maiden não dá trabalho e são "gentleman"

imagemMetallica e as duas músicas do "Black Album" que retratam traumas de James Hetfield

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemDinho lembra quando entrevistou Robert Plant sem poder falar sobre Led Zeppelin

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii com citação de canção soviética sobre defender a pátria

imagemRoger Waters defende Rússia e China e ataca EUA em entrevista

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemA sincera resposta de João Gordo para quem o acusa de ser "traidor do movimento"

imagemPrika explica critérios para entrar na Nervosa: "Fascista na minha banda não toca!"


Stamp

Iron Maiden: certeza de que a história está longe de acabar

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Por Ricardo Seelig
Em 25/08/10

publicidade

Nota: 9

Foto da chamada: Makila Crowley

No heavy metal, poucas bandas tiveram – e ainda tem – impacto similar ao Iron Maiden. O grupo liderado pelo baixista Steve Harris influenciou profundamente o gênero. Sua carreira foi marcada desde sempre pelo lançamento de grandes álbuns que definiram os caminhos que a música pesada iria seguir. Ouvindo "The Final Frontier", décimo-quinto trabalho do grupo, fica a certeza de que essa história está longe de acabar.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"The Final Frontier" é um disco primoroso do começo ao fim. Suas dez faixas mostram uma banda inspirada, coesa e extremamente consciente. É nítido o esforço do grupo em procurar caminhos que fujam do lugar comum em que algumas passagens de seus últimos álbuns adentraram. Ouvindo as composições, não são raros os momentos em que imaginamos que a canção irá para um lado e ela nos surpreende trilhando outros rumos. Esse fator, principalmente, faz com que "The Final Frontier" seja um disco surpreendente.

Outro aspecto claríssimo no trabalho é a divisão visível entre suas faixas iniciais e finais. Enquanto a primeira parte do disco é composta por canções mais diretas e influenciadas pelo hard rock, da metade em diante as composições ficam mais complexas e longas, mostrando em todo o seu explendor a faceta progressiva que o Iron Maiden sempre teve em sua música.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Satellite 15 … The Final Frontier" inicia o CD de maneira inesperada. A impressão ao dar play é que não estamos ouvindo um disco do Iron Maiden. O que sai dos alto-falantes é uma introdução atmosférica e crescente, onde os instrumentos entram com harmonias desconexas, causando estranheza ao ouvinte. Ainda que sirva para contextualizar a canção, essa intro acaba sendo longa demais, se arrastando por quase cinco minutos. Quando a música finalmente começa, temos um hard rock com linhas vocais grudentas de Bruce Dickinson e um ótimo refrão, que fica de imediato na cabeça. Um bom começo, que ficaria melhor ainda se a parte atmosférica fosse menor ou colocada em uma faixa separada do CD.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O clima se mantém lá em cima com "El Dorado", já conhecida dos fãs por ter sido disponibilizada antes do lançamento do disco no site da banda. Outra vez o hard rock marca presença, em uma composição vigorosa e que agrada de imediato.

"Mother of Mercy" vem a seguir, com boas guitarras e grandes melodias embalando uma das músicas mais fortes do disco. "Coming Home" soa como as ótimas baladas da carreira solo de Bruce Dickinson, e parece saída de discos como "The Chemical Wedding" e "Tyranny of Souls". Aqui merecem destaque a interpretação de Bruce e os solos de guitarra, curtos porém excelentes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já "The Alchemist", a canção mais curta de "The Final Frontier", também é a mais direta do play, e nos remete ao Iron Maiden dos anos oitenta, de clássicos como "Piece of Mind" e "Powerslave". Um ataque primoroso de guitarras gêmeas carregadas de melodia, baixo galopante, bateria intricada e grande performance vocal. Ou seja, Iron Maiden clássico, na veia, empolgante!

É a partir de sua metade que "The Final Frontier" se transforma, passando da condição de um bom disco em um trabalho excelente. "Isle of Avalon" é uma jornada épica de mais de nove minutos repleta de passagens instrumentais arrepiantes. O solo no meio da faixa, não menos que sublime, mostra o quanto Adrian Smith faz a diferença no Iron Maiden. Sua classe, seu talento e seu extremo bom gosto levam a música a caminhos inesperados, surpreendendo o ouvinte e mostrando que a arte de tocar guitarra, quando bem feita, é similar ao trabalho de um exímio artesão.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

"Starblind" vem na sequência, e sua alternância entre momentos mais calmos com outros mais agressivos é digna de nota, assim como as guitarras, repletas de melodia na melhor escola da longa tradição de faixas complexas do Iron Maiden, como "Still Life" e "Infinite Dreams". "The Talisman" segue na mesma linha, com ótimos trechos instrumentais apimentados por um muito bem-vindo tempero celta. "Isle of Avalon", "Starblind" e "The Talisman" formam uma espécia de trilogia, conduzindo o ouvinte por uma jornada profunda repleta de passagens instrumentais hipnotizantes e arranjos complexos, uma verdadeira viagem sonora que é um dos melhores momentos de "The Final Frontier".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Acertando a mão mais uma vez, o Iron Maiden mostra em "The Man Who Would Be King" que inspiração foi o que não faltou no processo de composição e gravação de seu novo disco. Dona de uma linda introdução e de um arranjo épico que lhe dá um clima todo especial, "The Man Who Would Be King" abre caminho para aquela que é a mais longa, e melhor, faixa de "The Final Frontier".

Com mais de onze minutos de duração, "When the Wild Wind Blows" nos remete de imediato aos tempos de "Somewhere in Time", mais precisamente da faixa de encerramento daquele álbum, a igualmente excepcional "Alexander The Great". Única composta somente por Steve Harris, "When the Wild Wind Blows" é daquelas músicas que, sozinhas, justificam a compra de um disco. Harmonias construídas sobre melodias celtas belíssimas arrepiam o ouvinte já nos primeiros segundos da canção, que se desenvolve gradativamente em uma verdadeira aula de como se deve compor uma faixa de heavy metal. Seus onze minutos parecem durar um terço disso, e nada em seu arranjo soa desnecessário ou fora do lugar. Uma música espetacular, que reafirmou a minha fé no Iron Maiden, a banda que mais ouvi na vida, que me acompanha há mais de 25 anos e que estará ao meu lado até o final dos meus dias.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O Iron Maiden está envelhecendo, isto é um fato, mas está conseguindo passar por esse processo de maneira exemplar. "The Final Frontier" é a prova disso. Um disco excelente, inovador, de uma banda que não precisa provar nada para ninguém e poderia muito bem gravar o mesmo álbum todos os anos, mas, por sua natureza inquieta, insiste em se renovar e trilhar novos caminhos a cada novo trabalho. "The Final Frontier" bate "Brave New World" como o melhor álbum do Iron Maiden desde que Bruce Dickinson e Adrian Smith voltaram à banda em fevereiro de 1999, e é, fácil, o melhor disco do grupo desde o clássico "Seventh Son of a Seventh Son", de 1988.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Faça um favor a si mesmo: compre, ouça e coloque um sorriso no rosto!

Faixas:
1 Satellite 15... The Final Frontier 8:40
2 El Dorado 6:49
3 Mother of Mercy 5:20
4 Coming Home 5:52
5 The Alchemist 4:29
6 Isle of Avalon 9:06
7 Starblind 7:48
8 The Talisman 9:03
9 The Man Who Would Be King 8:28
10 When the Wild Wind Blows 10:59


Outras resenhas de Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Resenha - Final Frontier - Iron Maiden

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

"Babá de Artista" do Rock in Rio diz que Iron Maiden não dá trabalho e são "gentleman"

Iron Maiden, Nervosa e Megadeth estarão na edição de 2023 do Wacken Open Air

Max Cavalera diz que deseja trabalhar com Bruce Dickinson e outros dois ícones do metal

Toalhas, massagistas, rosas, as exigências do Guns N' Roses para o Rock in Rio

Dez músicas que o Iron Maiden nunca tocou ao vivo - Parte II

Como Dave Murray mudou a vida de Zoltan Bathory, guitarrista do Five Finger Death Punch

Dez músicas que o Iron Maiden nunca tocou ao vivo - Parte I

Thunder relembra shows no Brasil abrindo para o Iron Maiden em 1992

Dez músicas gravadas por bandas de rock e metal que não têm refrão, em lista do Loudwire

Bruce Dickinson surpreende ao apontar seu disco preferido do Iron Maiden

Confira as músicas que o Iron Maiden provavelmente tocará em seus shows no Brasil

Bruce Dickinson diz que nunca viu tanta gente assistindo os shows do Iron Maiden

Quais são as 15 músicas que o Iron Maiden mais tocou ao vivo? Confira lista e playlist

Hallowed Be Thy Train: fãs vão a show do Iron Maiden no Trem 666

Rob Halford mostra a imagem mais pesada que você vai ver nesta semana

Bruce Dickinson: relembrando "Scream For Me Brazil" e como ele quase não aconteceu

Em 28/08/1993: Bruce Dickinson faz sua última apresentação com o Iron Maiden

Bruce Dickinson revela quais são seus personagens favoritos de Star Wars

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gênero

Andreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig.