Resenha - New Beginning - Sons of Tomorrow

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos


Curiosamente, ao receber este CD, a primeira impressão que eu tive era que se tratava de mais uma banda brasileira que havia lançado o seu 'debut'. Mas ao abrir o CD e dar de cara com o release, nota-se que o Sons of Tomorrow é uma banda sueca/dinamarquesa (possui integrantes destes dois países), está na estrada desde 2000 e já está no seu segundo CD autofinanciado (ou seja, independente), "The New Beginning".

Halloween: dez clássicos do Heavy Metal para curtir a dataFotos de Infância: Cliff Burton, do Metallica

A banda têm integrantes com uma já certa experiência no meio musical, já envolvidos com o rock e a música pesada desde os anos 80'. Henrik Knudsen (vocal), Nille Schuttman (guitarra), Thomas Pedersen (baixo), Peter Soderquist (teclado) e Jens Berglid (bateria) fazem na banda um som bem básico, algo como uma junção do hard rock setentista com certas melodias do metal da NWOBHM. A presença do teclado (usando arranjos em órgão na maioria das vezes) nota-se nitidamente as influências de Deep Purple, já as partes de mais peso, o Sons of Tomorrow segue para um caminho bem Black Sabbath. A produção do disco está boa, mas não chega a ser tão bem feita como qualquer CD lançado por uma gravadora conceituada, por isso, mesmo possuindo dez diferentes músicas, acho que esta produção independente soa mais como um material demo - servindo para que no futuro o Sons of Tomorrow encontre uma gravadora para trabalhar em conjunto. Ouvindo a demo, ouve-se, principalmente, uma banda em franca ascensão.

Todas as músicas do material são longas (sempre rondando entre os cinco e os seis minutos), mas sem muita virtuose ou arranjos complexos, por isso acho que todas as músicas duram mais do que deveriam durar. Dentro das composições da banda há na maioria das vezes muitas repetições, fazendo das mesmas algo chato; mas, se estas repetições fossem deixadas de lado, o trabalho da banda seria bastante louvável. A música "It's my Attitude" é a melhor da demo, com muitas influências do Deep Purple, assim como "Hypnotize" e "No Signs", os outros pontos altos do material. "Exit" também merece destaque, caindo mais para um metal tradicional ao invés do progressivo. Fechando bem, "My Child", uma balada acústica.

Corrigindo suas composições e melhorando a produção, o Sons of Tomorrow irá aparecer muito bem na Suécia, Dinamarca, Europa. E por que não, no Brasil também.

Site oficial: www.sonsoftomorrow.com

Line-up:
Henrik Knudsen (vocal);
Nille Schuttman (guitarra);
Thomas Pedersen (baixo);
Peter Soderquist (teclado);
Jens Berglid (bateria).

Track-list:
01. Believe in You
02. It's my Attitude
03. Lost in Time
04. The New Beginning
05. Manipulation of Life
06. Hypnotize
07. Blind in Paradise
08. No Signs
09. Exit
10. My Child




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Sons Of Tomorrow"


Halloween: dez clássicos do Heavy Metal para curtir a dataHalloween
Dez clássicos do Heavy Metal para curtir a data

Fotos de Infância: Cliff Burton, do MetallicaFotos de Infância
Cliff Burton, do Metallica

Os mais feios: Gene Simmons, Lemmy Kilmister, Alex Van Halen...Os mais feios
Gene Simmons, Lemmy Kilmister, Alex Van Halen...

Vocalistas: as vozes mais agudas do Metal segundo o NoisecreepVocalistas
As vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep

Manowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?Manowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?

Centúrias: como surgiu a placa No Posers?Centúrias
Como surgiu a placa "No Posers"?

Heavy Metal: a história do estilo em uma única músicaHeavy Metal
A história do estilo em uma única música


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.