Resenha - Demolished - Imperial Sodomy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Clóvis Eduardo
Enviar correções  |  Ver Acessos


Diamond Production - importado

Sounds Entertainment: as 100 melhores músicas do Heavy MetalContra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

A França é um país cheio de frescuras, repleto de empoadas madames sem ligar para os males que assolam a humanidade. Para quem não tem nada a ver com isso, e busca mais diversão no hostil país, é só ficar de ouvidos bem abertos. Enquanto estas chiques senhoras acompanhadas de maridos com bolsos bem recheados tomam refinados vinhos de frente para a Torre Eiffel na avenida Champs Elysée, elas nem imaginam que na mesma requintada cidade, em palcos menos produzidos do que os utilizados em concertos de violinos, a banda Imperial Sodomy faz um apocalipse sonoro bem mais atrativo aos ouvidos metálicos.

Estas formalidades existentes na cidade luz são simplesmente massacradas com o segundo trabalho de uma banda formada em 1997. Não há como definir o integrante mais destacado, pois o vocal de Mordred é urrado e vibrante, com variações entre tons guturais e rasgados, os guitarristas Bleuargh e Mordrir apresentam os riffs e solos rápidos e cortantes, o baterista Orifist é uma máquina de fazer barulho, principalmente no bumbo e ainda assim tem o baixista Blaspho que luta com maestria ao acompanhar toda esta velocidade de pancadas e riffs.

A definição mais precisa do som da banda é o brutal death metal. A proximidade com o grind lembram muito Brutal Truth e Angelcorpse. As letras são cheias de termos instigantes como "fuckings", "sodomise", "lacerate" e "destruction". Aliás, a destruição que o grupo fez neste álbum está perfeitamente mixada e audível. Os pratos ressoam sem aquele espalho que encobre os instrumentos, e os bumbos estão incríveis. Único problema foi com o encarte, que o estilo e a cor da fonte utilizada para as letras foi muito escura e são muito difíceis de ler. (O quê, você não lê as letras de cds de death metal? Então fique tentando decifrar o que o cara diz). Seria através da letra que você descobriria que a faixa Suicidation possui a palavra death repetida por 16 vezes no refrão.

E em destaque de todo o cd, cada música tem uma participação. Seja em velocidade, em técnica, em pancadaria ou musicalidade. O importante é que cada uma das 10 faixas tem muito que acrescentar no quesito "quebrar o pescoço". E para isso, ouça Disfigured Lacerator, Castrated, Mortal Unleashed, e a melhor, I Hate Humans.

Lançado em 2004, e com aproximadamente 40 minutos de ódio e culturas grindcore, o novo trabalho é parte de uma história francesa que não é contada em nenhum site de turismo. Fica aí a dica, caso esteja de passagem pela cidade luz, e o tédio tomar conta do civilizado chá, procure por shows da Imperial Sodomy, e berre as músicas de Demolished, pois são fantásticas.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Imperial Sodomy"


Sounds Entertainment: as 100 melhores músicas do Heavy MetalSounds Entertainment
As 100 melhores músicas do Heavy Metal

Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaContra Costa Times
Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

Lars Ulrich: As mulheres da vida do bateristaLars Ulrich
As mulheres da vida do baterista

Autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich NietzscheAutores que inspiraram o Heavy Metal
Friedrich Nietzsche

Heavy Metal: 25 bandas que fizeram o gênero ser o que éHeavy Metal
25 bandas que fizeram o gênero ser o que é

Progressivo: análises exemplificando a guitarra progressivaProgressivo
Análises exemplificando a guitarra progressiva

Slash: quando foi gravado o single Shadow Of Your LoveSlash
Quando foi gravado o single "Shadow Of Your Love"


Sobre Clóvis Eduardo

Clóvis Eduardo Cuco é catarinense, jornalista e metaleiro.

Mais matérias de Clóvis Eduardo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336